Eutanásia é crime?

A palavra eutanásia tem origem grega: eu= boa; thanatos= morte, significando assim, “boa morte”. Em alguns países a eutanásia é permitida, sendo prioridade o bem-estar do paciente terminal, a opção pela morte sem dores parece, à primeira vista, uma solução convincente para a legalização deste recurso. No entanto, princípios religiosos, de cidadania e ética, geram incessantes conflitos diante de um assunto tão polêmico. No Brasil, ainda que tramite no Senado desde 1995 um projeto-lei para que o próprio paciente que padece de dor física e/ou psicológica opte pela eutanásia, a mesma ainda é considerada homicídio.

Por um lado, o alívio da dor parece-nos uma solução humanitária, mas será que temos o direito de decidir pela vida de outra pessoa, ou mesmo pela nossa? E um paciente com conflitos físicos e/ou psicológicos, encontra-se em condições de responder por si mesmo? E os familiares que querem manter a vida do parente mesmo em coma profundo ou sobrevivendo através de aparelhos, não será egoísmo preservar a vida deste para não privar-se de seu convívio? Certamente este é um assunto carregado de opiniões divergentes. Mesmo porquê, a possibilidade de que ocorram crimes para vendas de órgãos ou por razões pessoais, é outra possibilidade que interfere na decisão da legalização da eutanásia. Você, já tem sua opinião formada?

Enquete encerrada.

  1. Psycho The Cat

    16 de maio de 2012 em 19:53

    uma coisa é viver a outra é viver bem

  2. Kairos

    28 de abril de 2012 em 08:38

    eu = boa THANATOS = morte maldito thanatos ‘-‘ 
    #acessandodentrodoesquifedegelo

  3. Kairos

    28 de abril de 2012 em 08:37

    pra mim deveria ser permitida SE, E SOMENTE SE o paciente concordasse ou pedisse 
    #acessandodentrodoesquifedegelo

  4. lucas marchetti garcia

    28 de abril de 2012 em 08:34

    Tenso falar nisso

  5. Claudio

    30 de maio de 2010 em 17:57

    Este é outro assunto difícil de falar sem vivências, porém não sou a favor da eutanásia, pois acredito que poderia ser uma boa desculpa para sair matando os velhinhos.
    Infelizmente a lei sempre é muito bonita no papel, na prática sempre tem caminhos escusos sendo utilizado.

  6. reinaldo nunes

    26 de maio de 2010 em 12:16

    sou a favor…do que adianta manter vivo como um vegetal? isso soh tira um possivel leito de outro paciente.

    • Aida Saadeh

      26 de maio de 2010 em 15:36

      Pensaria assim se fosse tua mãe? Será?

      • Kairos

        28 de abril de 2012 em 08:40

        se ela quisesse a eutanásia aí sim eu concordaria mas msm assim eu ficaria muito triste T-T

  7. Don King

    25 de maio de 2010 em 14:26

    se ja ta com o pé na cova pra que ficar amolando … sou a favor!

  8. Aida Saadeh

    25 de maio de 2010 em 08:57

    Normalmente sou uma pessoa com opiniões que vão mudando sim, mas digo, nunca fico em cima do muro. Mas realmente eutanásia é uma faca de dois gumes… e por ter tantas dúvidas nesse balanço entre a espiritualidade e a ciência, dos direitos, da dignidade humana…temas tão conflitantes em mim…que achei interessante a criar a enquete e aprender um pouco mais com todos vcs, com opiniões e visões de mundo tão díspares, para talvez formar uma opinião. A princípio me parece que a resposta “sim…desde q a escolha seja do paciente”, seja a mais adequada, mas sabemos que geralmente o paciente n está nem mesmo consciente para decidir, ou encontra-se num momento de desespero.

  9. Adriano Saadeh

    24 de maio de 2010 em 19:53

    Sou a favor!SE o cara tiver na capa

  10. Pedro Hara

    24 de maio de 2010 em 17:33

    Creio que a Eutanásia seja a melhor opçao com o consentimento do paciente até porque como levantaram a questao de venda de orgãos o paciente em estado terminal nao pode decidir entao mais um tempo pra ele nao seria problema agora se o paciente tiver consentimento nao acho nada errado

    • Jose Leite Monterrazo

      25 de maio de 2010 em 08:47

      pedro haras, o consentimente deve partir do Criador, ELE BOTA, ELE TIRA, se o paciente está sofrendo, é porque ainda está DEPURANDO PROBLEMAS que deve ao seu Criador, sofrem àqueles que PECAM (erram) e esses erros devem ser pagos aqui mesmo na aterra, com consciencia ou nao do paciente, sou evangelico e acredito em DEUS, JESUS CRISTO. Se sou filho de Deus e irmao de Cristo, será que sou Fraco ?

      • Laharl, the Lord of Terror

        29 de maio de 2011 em 22:14

        Mas nem todo mundo acredita em Deus :S

        • Tsukasa Namikaze

          16 de janeiro de 2012 em 10:59

          Mas nem todo mundo acredita em Deus :S

  11. Luciano

    24 de maio de 2010 em 17:08

    Sei lah! Mas eu acho q não, pois tem uma caralhada de boneco que depois q o médico diz que vão ficar em coma pra sempre…. eles acordam depois de alguns anos….. daí eh mão dizer…..

  12. pedro martins

    24 de maio de 2010 em 16:51

    EU COLOQUEI SIM MAIS EU ACHO QUE DEVE HAVER CONCIENTIZAÇÃO DO PACIENTE QUE VAI MORRER

    eutanazia de vagabundo e tiro ..

    mais essa pessoas que tem nada a ver elas podem descidir sobre sua vida

    • Jose Leite Monterrazo

      25 de maio de 2010 em 08:42

      Pedro, eu sou Evangelico, ja fui Católico e sempre respeitei, se o Paciente estiver Impaciente, ou melhor, nao sabe o que está ocorrendo, como ele vai dar “permissao” para mata-lo? se Deus deu a vida a uma pessoa e somente Ele pode tirar, acho que NINGUEM DEVERIA SE METER NAS COISAS DE DEUS.

      • Kat Inha

        8 de maio de 2011 em 19:10

        José, é compreensível essa opinião, mas tú não concorda que uma vez que os médicos ligam aparelhos, uma vez que uma pessoa está em coma ou, “simplismente”, em estado vegetativo também está “brincando” de Deus?!
        Todos os animais sofrem por uma seleção natural, sobrevivendo então o mais forte e/ou esperto, mas apenas o homem se mete nesses assuntos, criando métodos, transplantes, membros e etc. Não acho errado, de certa forma, algumas “atitudes” que o ser humano toma, nesse assunto, mas vendo pelo lado natural dos fatores, uma cirurgia que uma pessoa se submete, já é interferência as vontades divinas, uma vez que nada acontece sem ser porque Deus já havia planejado (por algum motivo de aprendizagem ou “castigo”.)
        Eutanásia não é permissão pra matar, mas sim uma forma de tirar o sofrimento de um ser, que na maioria dos casos, não tem condições mais de viver uma vida, apenas sobreviver. 
        E entenda que quando eu digo “tirar o sofrimento” não é tão cruel e obscuro quanto parece… Perdi um filho aos 4 meses de gestação, fiz terapia e só me recuperei disso hoje, após quase 2 anos, mas sempre achei melhor não ter tido um filho do que o ter e ele vir ao mundo com alguma doença que o faria sofrer a vida inteira, mantido vivo a base de remédios e tratamentos, sem ter a chance de uma vida plenamente vivida e saudável.
        Acho muito mais humano ver um ser humano levado ao outro mundo como deve ser, porque a natureza  é assim, do que ver um indivíduo vegetando, vivendo por meio de máquinas, sem poder sentir e se expressar, tudo porque pessoas são egoístas o suficiente pra não deixarem as máquinas serem desligadas, porque dói nelas verem seus entes deixarem o mundo carnal, mesmo que aqui fiquem sem dignidade…
        Eutanásia não é homicídio… Na verdade, ligar aparelhos pra pessoa sobreviver, já é contra a vontade de Deus… Se fosse pra permanecer viva, não precisaria de aparelhos e sondas…

        Pense e reflita nas hipocrisias que diz….

    • Aida Saadeh

      24 de maio de 2010 em 16:55

      Valeu por participar Pedro! Tua opção seria a primeira então! 🙂

      • pedro martins

        24 de maio de 2010 em 16:57

        ebaaaa eu fico feliz pela primeira vez 1° yeaaaaaaaa

        koaspasasokpasoaopsapos

22 Comentários
mais Posts
Topo