Formas que a religião levou aos maus tratos aos animais

Maus tratos aos animais é considerado uma das mais baixas e mais cruéis coisas que qualquer ser humano pode fazer. Em alguns casos, a religião e a superstição têm desempenhado um papel central em conduzir a humanidade para causar um grande dano a criaturas indefesas grandes e pequenas.

Aviso: Esta postagem contém fotos que podem ser perturbadoras para alguns leitores.




 Sacrifícios de cabras para Shakti

goat

Shaktismo é uma seita do hinduísmo, que se concentra na adoração da Mãe Divina Hindu, juntamente com vários consortes de Shiva e Vishnu. Uma dessas formas é a deusa Kali, consorte de Shiva. A deusa é conhecida por receber sacrifícios de animais, cabras em particular. Matar um bode no nome dela é usado para aliviar uma das emoções negativas, como medo, raiva e ciúme.

Um exemplo notável é a do Templo Kamakhya na Índia, um destino turístico popular. Lá, cabras e pombos são ritualisticamente sacrificado na frente dos espectadores estrangeiros.

O ato de sacrifício de animais já existe  séculos, e ao longo dos anos várias autoridades tentaram colocar um fim nisso com variados graus de sucesso. Por exemplo, o alto tribunal de Orissa impôs uma proibição de sacrifícios de animais, mas alguns distritos da província ainda conseguem contrariar a ordem.




Assassinos na tradição judaica

kosher

Comida kosher (alimentos que obedecem a lei judaica) segue as diretrizes rígidas baseadas na tradição judaica. Touros, vacas, ovelhas e outros animais devem ser humanamente abatidos por um Shohet - um açougueiro rabino ou tribunal judaico certificado de matar animais para alimento na forma da lei judaica. O Shohet executa um corte profundo na garganta do animal que o deixa instantaneamente inconsciente. Uma morte rápida e indolor ocorre meros momentos depois.

Muitos países têm leis que exigem que os animais sejam atordoados ou sedado antes de ser abatidos, mas uma isenção muitas vezes é concedida com base em práticas religiosas, como halal (a prática muçulmana). No entanto, em países como a Suécia e a Dinamarca, o animal deve ser sedado independentemente de crenças contraditórias.

O problema surge quando os chamados kosher não são exatamente kosher. Nos Estados Unidos, a PETA descobriu em 2004 e 2007 que alguns matadouros kosher (da tradição judaica) em Lowa e Nebraska violavam a lei tanto federal quanto de kosher, assassinando animais que estavam totalmente conscientes. Trabalhadores cortavam suas gargantas com um gancho para acelerar o processo de sangramento. Algumas das vacas foram vistas tentando se levantar quando o sangue fluía livremente.

  1. VanDrak SubZero

    5 de novembro de 2014 em 17:38

    Peraí… post sobre religião cheio de tretas e não foi o Diego que escreveu?! :p
    Pode isso?! :O

  2. NewNeto

    25 de outubro de 2014 em 09:50

    Ridículos,não importa a religião,agora ser morto pra virar comida ninguém quer né?

  3. Milena Gabriela

    24 de outubro de 2014 em 13:00

    gente falou em sacrificios eu amooo…

  4. Dracmageel

    24 de outubro de 2014 em 12:26

    estranho q quem não religião faz coisas parecidas.E com os da sua própria espécie.

  5. Greg

    23 de outubro de 2014 em 13:26

    [img]http://temp_thoughts_resize.s3.amazonaws.com/44/b6055adb5bc6013613369c1504f6da/humans-ancient-aliens-guy1.jpg[/img]

    • Ricardo

      23 de outubro de 2014 em 17:48

      Como é que eu ri disso kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  6. chapolim do mal

    23 de outubro de 2014 em 12:41

    Eu acho esse negócio de sacrifício uma filhadaputisse sem tamanho, se vai adorar a putaqpariu se mate, não mate outro ser que não tem nada a ver com isso, matar para comer é uma coisa agora matar pra ficar adorando zé ninguém é fogo.

  7. francisco nunes de araujo

    23 de outubro de 2014 em 08:02

    Animais tem direito a vida,tanto quanto nós,mas Deus na sua infinita justiça,saberá dar á esses que se dizem humanos,a justa recompensa.

    • Paulo Freire

      24 de outubro de 2014 em 03:27

      Um harém de cabritas no céu 😀

      [Eu sei que isso não é de nenhuma das religiões do post, calma].

  8. Terrorista

    23 de outubro de 2014 em 05:07

    Também sacrificam animais para comer, e não tem nada de indolor nisso. Se o ser humano é capaz de se alimentar de uma coisa que era viva, é capaz de fazer qualquer outra coisa, inclusive essas baboseiras de sacrifícios aí.

    • Android

      25 de outubro de 2014 em 01:25

      Depende. Outros animais também se alimentam de animais que na maioria das vezes estão vivos e nem por isso desperdiçam uma vida ou fazem tortura por crenças ou vontade própria.

    • Ricardo

      23 de outubro de 2014 em 10:17

      Cala a boca Nergal

      • Terrorista

        23 de outubro de 2014 em 14:47

        Muito bons argumentos.

        • Ricardo

          23 de outubro de 2014 em 17:47

          Eu não estou argumentando, eu tô é mandando calar a boca mesmo

          • Terrorista

            23 de outubro de 2014 em 18:03

            Claro, como todos burros fazem.

          • Ricardo

            23 de outubro de 2014 em 18:09

            Que nem você, que deve ter o cérebro atrofiado de tanto falar besteira

          • Terrorista

            23 de outubro de 2014 em 18:15

            Se o que eu falo é besteira, por que você não usa sequer um único argumento para refutar as besteiras que falo?
            Até agora eu só estou vendo você tentando me ofender aí (ou sei lá o que você quer fazer).

          • Ricardo

            23 de outubro de 2014 em 18:19

            Cara chato do caralho

          • Terrorista

            23 de outubro de 2014 em 18:20

            Só sou chato com gente burra.

          • Ricardo

            23 de outubro de 2014 em 18:21

            Então você é chato consigo mesmo

          • Terrorista

            23 de outubro de 2014 em 18:24

            M-mas não sou eu que estou tentando dar cortes idiotas… Eu apenas estou refutando tudo o que você diz com ARGUMENTOS. .-.

          • Ricardo

            23 de outubro de 2014 em 18:30

            Argumentos idiotas só para causar tretas, pois afinal tudo que você fala é só para contradizer as opiniões dos outros sem se quer ter um minimo de respeito e entendimento do que falam, por isso que te chamo de idiota e por isso que não adianta argumentar com você. Sinceramente não sei o que você espera ganhar com essa discussão senhor Nergal (Satirista, Roberto, seja lá quem for) porque mudar meu pensamento você não vai e muito menos eu vou mudar o seu, pois afinal nem vale a pena mesmo

          • Terrorista

            23 de outubro de 2014 em 20:44

            Argumentos idiotas só para causar tretas? Você vem com esse papo repetido, o mesmo blablabla. Veja bem, se você ler o comentário principal vai ver que é meu e não seu, você já está se contradizendo. Ora, se sou que quero causar treta, por que foi você que veio me mandar calar a boca? Sua burrice te entrega. E já falei que meu objetivo é desmascarar as suas idiotices, seja nas respostas desse meu comentário ou do seu, mas você é tão burro que não deve estar entendendo isso. Bom, se não valesse apena argumentar, você não estaria respondendo os meus comentários. Essa sua conversinha fiada aí é só porque você não tem respostas pra dar e quer ser o ultimo a responder. E em relação ao respeito, não respeito mesmo, burro não merece ter a opinião respeita, e é óbvio que tenho entedimento sobre os assuntos que falo, pois se não tivesse eu nem responderia.
            Enfim, se for pra dar respostas burras é melhor calar-se.

          • Ricardo

            23 de outubro de 2014 em 21:39

            “Enfim, se for pra dar respostas burras é melhor calar-se.” Então comece a partir de você meu jovem, pois afinal seus comentários são tão idiotas, afinal é só para contradizer os outros para bancar o inteligente, e outra, quem te falou que procuro ser um genocida, apenas falei que se pudesse acabaria com todas as religiões pois elas que atrapalharam o desenvolvimento histórico do ser humano e científico e não por querer a morte de pessoas pois afinal eu não sou obrigado a seguir o exemplo de todos seu idiota

          • Terrorista

            24 de outubro de 2014 em 06:43

            Nem tinha visto as asneiras que você vomitou aqui em baixo… Bom, você só fala que eu sou o burro e blablabla mas não prova porque eu sou o burro, simplesmente fala isso. A intenção dos meus comentários é desmascarar gente como você, já falei isso várias vezes, mas você é mais burro do que eu pensei e não entende isso. Sobre a questão da anti-religião ser genocida, basta ler os comentários que fiz acima.
            A única forma de tentar acabar com as religiões seria comandando uma nação que seja uma superpotência, e mesmo que decretasse o fim das religiões ainda sim os religiosos continuariam a praticar os seus cultos, mesmo sendo de uma forma ilegal. Além do mais, isso geraria revoltas da população, e a única maneira de conter tais revoltas seria através de expurgos sangrentos. Você pode dizer que não faria e tal, mas é comprovado pela ciência que as pessoas mudam conforme tem poder.
            A maioria das pessoas do mundo são religiosas, pessoas como você são minoria, e o que deve prevalecer é o desejo da maioria, por favor, leve isso em consideração.

          • Ricardo

            24 de outubro de 2014 em 10:44

            E por acaso eu disse que iria acabar com as religiões, eu falei isso? Eu disse que “se eu pudesse eu acabava com elas”, mas isso é praticamente impossível pois não há como acabar com todas as religiões, e se tivesse tal oportunidade eu não faria com guerras e genocídios e sim através da razão e argumentos que comprove que tais religiões não levam para a verdade e sim para a ilusão, e esse argumento de que a como a maioria ganha da minoria é furado, pois nem sempre a maioria está correta que infelizmente é o seu caso.
            Mais uma se acha que meus comentários anti religiosos são idiotas então nem faça o favor de responde-los.

          • Terrorista

            24 de outubro de 2014 em 12:05

            E o que te leva a pensar que está com a razão e os seus argumentos são mais racionais do que os dos religiosos?
            Os métodos científicos não fornecem nenhuma certeza. Você acha que simplesmente crer que um ser Todo-Poderoso criou tudo tira a razão e racionalidade da pessoa, isso sim é um erro grotesco.
            O que te leva a pensar que eu estou errado?
            Você faz afirmações sem embasamento algum. Sim, as religiões foram em parte prejudiciais ao mundo, mas um mundo sem religiões seria muito pior, isso é fato. Faça uma comparação entre as nações religiosas e as nações ateístas e veja quais foram mais prejudiciais. É como diria Napoleão Bonaparte: ” Uma sociedade sem religião é como um navio sem bússola.”
            Se for pra continuar com esse papinho repetitivo e não apresentar nenhum argumento convincente é melhor nem responder mais. A não ser que queira responder por último para parecer que venceu a discussão.

          • Ricardo

            24 de outubro de 2014 em 12:36

            E quem te disse que estou com a razão? Apenas dei minha opinião em relação a esse assunto sendo certa ou errada é problema meu. E quem te disse que não fornecem nenhuma certeza? Pelo menos eles tem teorias e evidências que provam tais acontecimentos que para mim é muito mais convincente do que acreditar em algo que se quer não tem provas de que exista e que simplesmente está em um livro escrito sabe-se lá por quem.

          • Terrorista

            24 de outubro de 2014 em 13:42

            E todas as contradições científicas pô? E tudo que a ciência é incapaz de explicar?
            Tem tantos exemplos, o Linus Pauling mesmo, acreditava que tomando vitamina C preveria o câncer, e o que aconteceu? Ele tomou tanta vitamina C que morreu de câncer de próstata. Isso já mostra que apesar de eficiente, a ciência ainda tem um buraco enorme que precisa ser preenchido.
            Eu já vi que você não tem conhecimento científico e religiosos algum, você é um ignorante. Vai estudar antes de debater comigo.

          • Ricardo

            24 de outubro de 2014 em 15:27

            Simples quando a ciência não sabe explicar um acontecimento simplesmente dizemos “nos não sabemos” sendo que mais cedo ou mais tarde acabam descobrindo tudo através de evidências.
            E pelo contrário tenho muito conhecimento científico e como qualquer pessoa sempre preciso estudar mais para aumentar o meu conhecimento e não para debater assuntos com você.

          • Terrorista

            24 de outubro de 2014 em 13:43

            preveniria*

          • Ricardo

            23 de outubro de 2014 em 18:16

            Porque não vale a pena usar argumentos com uma pessoa que nem você

          • Terrorista

            23 de outubro de 2014 em 18:19

            Ah, então você prefere usar acusações infundadas e falácias? Isso te torna mais inferior ainda.

          • Ricardo

            23 de outubro de 2014 em 18:21

            Inferior é sua inteligência que se torna cada vez menor a cada comentário idiota que você faz aqui

          • Terrorista

            23 de outubro de 2014 em 20:59

            Você é um dos cachorros do minilua, só late.

  9. André Silva

    22 de outubro de 2014 em 23:52

    Matéria pequena e desnecessária, pois maus tratos aos animais existem infelizmente em todo canto, sendo o imbecil religioso ou não.

    • Paulo Freire

      24 de outubro de 2014 em 03:28

      S[o que muitos imbecis religiosos matam por matar, o que é ainda pior. E maus-tratos é um absurdo independente do que se planeja.

    • Ricardo

      23 de outubro de 2014 em 10:11

      Concordo!!!

  10. Luís Felipe

    22 de outubro de 2014 em 23:31

    Bando de idiotas. Todos eles.

  11. Wagner

    22 de outubro de 2014 em 22:18

    Tadim dos bichim.

  12. cara anonimo

    22 de outubro de 2014 em 22:09

    Olha, eu pesquisei no Google ” você concorda em comer carne ? ” e vi os resultados, depois encontrei um site que falava o seguinte ” Deus se importar com o abate de animais para o consumo ? “. Bem, vocês podem dar suas opiniões sobre esse assunto ? vou colocar o link do site : http://www.tudoparavegetarianos.com.br/colunas/vanessa-rosa/deus-se-importa-com-o-abate-de-animais-para-consumo-por-vanessa-rosa/

    • Adriano Saadeh

      23 de outubro de 2014 em 09:55

      Esse tema é muito legal para discussões

      • Ruth Borges

        23 de outubro de 2014 em 23:05

        Para mega tretas, você quis dizer.
        Não acho que seja uma boa ideia debater sobre os carnívoros e vegetarianos. Pois já sabemos muito bem a opinião que cada um tem em relação ao outro.

    • Comentarista

      22 de outubro de 2014 em 22:14

      Vegetarianos não sabem o que estão perdendo u.u

      • Vinicius de Oliveira

        23 de outubro de 2014 em 10:42

        herbivoros

  13. Silvano Silva

    22 de outubro de 2014 em 22:09

    Porque os indianos não matam um boi pra comer,ao invés de ficar fazendo sacrifício pra deminios

    • cara anonimo

      22 de outubro de 2014 em 22:11

      Deste de quando indianos matam bois e vacas ? .-.

  14. Vinicius de Oliveira

    22 de outubro de 2014 em 22:03

    voces nao falam das seitas malditas que tirturam animais arrombam caixoes e fazem bruxaria tem uma mina no chile onde is trabalhadores toruram uma cobra em oferenda ao coisa ruim

    • Catz Béh

      23 de outubro de 2014 em 20:58

      Uma coisa não anula a outra. Só porque falou mal do sacrifício dos animais à religião, não quer dizer que para bruxaria, eles concordem.

  15. Comentarista

    22 de outubro de 2014 em 22:03

    Eu já ouvi falar de rituais satanicos que sacrificam pessoas. Mas sla, não que eu seja satanico, mas a vida de um animal vale menos do que a de um humano?

    • Android

      25 de outubro de 2014 em 01:16

      Dependendo do ser humano vale.

  16. Jeff Dantas

    22 de outubro de 2014 em 21:41

    No fundo, eu sou muito calmo, tranquilo.. Mas ai de quem mexer com os meus gatos!!! 🙂

    • Paulo Freire

      24 de outubro de 2014 em 03:28

      Espetinho.

    • Greg

      23 de outubro de 2014 em 13:32

      kkkkkkk se mexerem com o meu cachorro… eu tambem fiko furioso

      [img]http://wallpaper.ultradownloads.com.br/278917_Papel-de-Parede-Hulk-Destruindo-a-Cidade_1920x1200.jpg[/img]

  17. Jeff Dantas

    22 de outubro de 2014 em 21:40

    Sinceramente, melhor nem comentar! Eu fico pasmo com esse tipo de postura!

  18. Ricardo

    22 de outubro de 2014 em 21:18

    Religiões… se pudesse acabava com todas

    • Terrorista

      23 de outubro de 2014 em 05:11

      Os que tentaram acabar com as religiões foram os maiores genocidas da história. Então sempre que algum babaca fala isso, eu já fico esperto pra denunciar, porque um sujeito desse só pode estar mal intencionado ou ser extremamente burro.

      • Ricardo

        23 de outubro de 2014 em 10:10

        E já ouvi idiotas que respondem os comentários dos outros só para contradizer a opinião do mesmo com intenção de bancar o sabe tudo, esse sim só pode estar mal intencionado (querer uma treta) ou ser extremamente burro (o seu caso).

        • Terrorista

          23 de outubro de 2014 em 14:46

          Minha intenção não é bancar o sabe tudo (não estou querendo treta), minha intenção é desmascarar pessoas sem escrúpulos (como é o seu caso), pessoas que acham que estão com a razão (como é o seu caso), pessoas que não tem embasamento algum para discutir pois ao invés de estudar, simplesmente leem um artigo ou outro, o que os impossibilita de argumentar, essas pessoas sim estão mal intencionadas (o seu caso).
          Muitos aqui me me chamam de burro, simplesmente porque eu os chamei, mas até hoje, nenhuma dessas pessoas conseguiu me refutar.

          • Ricardo

            23 de outubro de 2014 em 17:40

            Caro Nergal, eu não acho que estou com razão, esse é apenas o meu pensamento em relação a esse texto e outra eu já li muitos assuntos sobre religiões e refleti muito para ter esse meu pensamento, se você não gostou ou é contra então foda-se, eu não nasci para agradar um troll que nem você

          • Terrorista

            23 de outubro de 2014 em 18:00

            Caro burro, a questão não é essa. A questão é que você burro pra caralho, e a minha função aqui é desmascarar pessoas burras como você.
            Se você lê muito sobre religião é porque deve gostar, mas procure ler sobre a antireligião, que você vai ver que é muito mais devastadora do que qualquer religião, a ideologia ateísmo já matou mais de 100 milhões de pessoas. Só na URSS foram 13 milhões de cristãos mortos, mas aposto que você não sabia disso, porque você é um ignorante, não tem cultura alguma. Mas já é de se esperar que pessoas como você sejam assim.

          • Ricardo

            23 de outubro de 2014 em 18:11

            ” e minha função aqui é desmascarar pessoas burras como você”, ué então por que você não se desmascara logo e descobre a sua idiotice sem limites

          • Terrorista

            23 de outubro de 2014 em 18:13

            Porque ao contrário de você, eu uso argumentos ao invés de tentar usar cortes dessas menininhas do tumblr.

          • Catz Béh

            23 de outubro de 2014 em 20:56

            Eu hein, cara.. Ele nunca falou que os cristãos devem ser mortos, apenas para acabar com as religiões. Estas, pois, contribuem, na maioria das vezes, para manter as pessoas leigas da realidade. Você está inferindo coisas que não existem. Argumento totalmente inválido, além de conspiração.

          • Ricardo

            23 de outubro de 2014 em 21:28

            Não adianta nem falar, esse ai não entende. O cara é do contra e nem se quer entende os nossos comentários, por isso que acaba dando uma de idiota

          • Terrorista

            24 de outubro de 2014 em 06:13

            Como não entendo? Você que é burro pra caralho e não entende as minhas respostas, daí apela para estes “cortes” de menininha de tumblr, é lamentável, e de um nível muito baixo, típico de gente inferior intelectualmente.

          • Ricardo

            24 de outubro de 2014 em 10:49

            Claro que entendo as suas respostas, o problema é que se quer entendeu o meu pensamento em relação a este assunto, e esses seus comentários são tipicamente de gente inferior que quer inferiorizar os outros bancando o intelectual, mas colega isso não funciona comigo pois afinal eu tô achando essa discussão um tanto divertida

          • Terrorista

            24 de outubro de 2014 em 11:46

            Seu pensamento é burro ou mal intencionado, se quiser substitua burro por ingênuo, tanto faz.
            E não, não estou querendo inferiorizar ninguém, pessoas inferiores não precisam ser inferiorizadas, apenas que eu expus meu ponto e mostrei que o teu estava errado, mas você continua com frescura aí e não apresenta nenhum argumento que sustente tudo o que falou, ao invés disso continua me atacando. Eu mostrei que as tentativas de acabar com as religiões foram destrutivas para a humanidade, você não provou o contrário.

          • Ricardo

            24 de outubro de 2014 em 12:09

            E nem preciso provar, pois já lhe falei antes e falo novamente, não vou trocar argumentos com você, pois é inútil e não vai levar a lugar nenhum, afinal eu não vou mudar a sua opinião e você não vai mudar a sua.

          • Terrorista

            24 de outubro de 2014 em 13:38

            Então pra que caralhos você fica respondendo os comentários?
            Você não tem argumentos e fica com esse seu chorume aí, você é burro pra caralho.

          • Ricardo

            24 de outubro de 2014 em 19:23

            Não sei se notou mas nos seus comentários você acaba fazendo outra pergunta, como nesse seu ultimo comentário, e burro é seu pai que não usou camisinha e te botou no mundo

          • Catz Béh

            23 de outubro de 2014 em 22:13

            Pude perceber pelo argumento dele: “Muitos aqui me chamam de burro, simplesmente porque eu os chamei, mas até hoje, nenhuma dessas pessoas conseguiu me refutar”. É muita prepotência desnecessária.Simplesmente retirar a dignidade de alguém, por causa de uma argumentação ilógica. Não digo que ele não tem nada a dizer, ou o que tiver a dizer é inútil. Até porque achei o comentário dele sobre o Mandela interessante. Mas é não todas as vezes que estamos certos. Como, por exemplo, no post de Os Melhores Comentários da Semana, em que ele foi refutado lindamente. E, mesmo assim, não admitiu o erro.

          • Terrorista

            24 de outubro de 2014 em 06:18

            Olha, vocês são burros mesmo. Falam simplesmente por falar, mas quando eu respondo ficam com dor no cu aí, e tentam desvirtuar a conversa ou usam falácias. Não tem nada de ilógica nas minhas argumentações, basta ler um pouco sobre o assunto que irão entender.
            E sobre o caso que você citou aí, realmente, eu me expressei mal, pois eu estava me referindo à família tradicional, que outrora era simplesmente chamada de família.

          • Pedro Henrique

            24 de outubro de 2014 em 13:39

            Tem uma falácia chamada Argumentum ad hominen(do latim mesmo),procura lá depois.
            http://pt.wikipedia.org/wiki/Argumentum_ad_hominem
            Consiste basicamente em sair do assunto central e começar a ofender o outro com xingamentos.
            Procure saber se o que vc vive digitando é um argumento,dizer que o cara é burro ou caralho a quatro, não é um argumento cara,isso sim que é uma falácia

          • Terrorista

            24 de outubro de 2014 em 15:28

            Eu digo que ele é burro porque ele é burro. Mas não é porque ele é burro que tudo o que ele falar está completamente errado. Se eu falasse: ” ele está errado porque é burro “, ai sim eu estaria usando um ad hominem, no entanto, eu estou dizendo que ele é burro, o porquê dele ser burro e o porquê dele estar errado. Isso é completamente diferente.

          • Ricardo

            24 de outubro de 2014 em 01:39

            Concordo. É mais um caso daqueles em que ele quer porque quer estar certo, sendo que como você falou “não admite que está errado” e para provar isso tenta inferiorizar e ridicularizar os o usuários daqui. É lamentável que existam pessoas assim

          • Terrorista

            23 de outubro de 2014 em 21:05

            Tira essa foto de desenho pra discutir comigo. Além do mais, não tem nada de conspiração nisso, são fatos, todos os que tentaram acabar com as religiões foram genocidas, isso é fato, e contra fatos não há argumentos.

          • Catz Béh

            23 de outubro de 2014 em 21:36

            Ok, vamos lá. Significado de conspiração: Trama, Complô armado por alguém para prejudicar um determinado indivíduo. Se não é conspiração é, pelo menos, manipulação, pois você está discursando sobre algo que nem sequer mencionou, para que ele saia prejudicado na história como “genocida”, “burro” ou “mal intencionado”. Está argumentando sobre algo que nem foi dito. E acha que só porque você tem alguns dados, tudo o que falou faz sentido. O que não é verdade, pois o cara nem entrou nesse mérito. E toda generalização é um argumento sem fundamento, porque sempre há exceção. Mesmo assim, você não pode deduzir as intenções de alguns por causa dos atos de outros. Se assim o fosse, eu diria que todos os religiosos são fdp, porque, na Santa Inquisição, muitas pessoas foram mortas. Não estou questionando seus dados, apenas digo que são inválidos de acordo com o contexto da conversa. Isso é questão de interpretação de texto.

          • Terrorista

            24 de outubro de 2014 em 06:12

            Ora, não há conspiração alguma da minha parte, simplesmente porque são fatos. Você diz que ele não disse sobre perseguição aos religiosos, pois bem, caso ele pudesse tentar acabar com as religiões, de que outra maneira ele faria isto? A única forma seria proibindo os religiosos de serem religiosos, e se ele os proibisse ainda sim eles o fariam, como foi o caso de várias nações ateístas, e para combate-los, a única maneira seria a perseguição, isso é meio óbvio.
            A anti-religião é muito mais destrutiva do que a religião, não é atoa que dois anos de revolução francesa mataram mais que dois séculos de inquisição espanhola, isso é fato. Independentemente da religião, o mundo sem religião é muito pior, há também outros exemplos, como as nações comunistas que eram anti-religiosas, por isso a maioria dos líderes eram ateus, e não adianta dizer que uma coisa não leva a outra, pois, uma pesquisa rápida sobre o marxismo prova que estou certo.
            E enfim, uma generalização não inválida o argumento, até porque, por exemplo, se você pegar mil casos e houver exceções em dois destes, isso não anula que a maioria seguiu o que era falado, as exceções, portanto, não têm relevância alguma. Se você quer falar dos religiosos, tudo bem, mas lembre-se que não foram os religiosos que perseguiram os outros, foram os membros de uma instituição religiosa. A sua burrice é tão grande que não te deixa enxergar esta diferença, e no caso dos movimentos ateístas também foi o mesmo, não foram todos os ateus que quiseram acabar com as religiões.
            Acho que você deveria ir fazer algo da vida; estudar, tomar no cu e etc., porque ficar usando falácia pra discutir comigo e ficar usando esses avatares de fotinho de desenho aí não dá certo.

          • Catz Béh

            24 de outubro de 2014 em 14:03

            Ok, vamos lá. Ele usou uma condição, se.. se pudesse. E há ainda outras formas para que uma pessoa deixe de ser religiosa. Por exemplo, conversando com ela, debatendo de forma saudável. Você não pode julgá-lo por algo que ele não disse. Ele nunca disse que o único jeito era perseguindo, matando. E mesmo assim, você nunca perguntou como ele faria isso. Como você pode deduzir que ele faria isso, se ele nunca disse? Se todas as pessoas são diferentes e têm formas de pensar diferente. Eu não falei que você inventou isso, apenas que está tão exaltado com algo que nem foi dito, nem entrou em mérito. Eu reformulei o que disse, e falei que era pelo menos manipulação, porque você está a utilizar fatos (que não estou dizendo que não é verídico) para prejudicar a imagem dele. Quem está fazendo falácias é você, pois você está deliberadamente formulando uma imagem negativa dele sobre argumentos que ele nem sequer citou.
            Quanto à generalização, é preciso entrar em mérito, porque todas as pessoas são únicas e possui formas de pensar diferente. Para dados, talvez não faça mesmo diferença. Mas, nessa conversa, faz diferença, porque você está debatendo diretamente com a pessoa. Não o coloque na estatística, se não é essa a finalidade. Você, por acaso, gostaria que seus atos fossem julgados só porque a maioria faz? Claro que não, nem ninguém gostaria.
            E os membros da instituição religiosa eram o que? Religiosos. E mesmo que não fossem os religiosos que faziam o ato de matar, eram eles que mandavam matar. Não estou falando que ser antirreligioso é melhor para o mundo, nem ele disse isso. E você, por acaso, gostaria que o alguém o julgasse, só porque é religioso, por causa dos atos de outros religiosos? Claro que não, nem ninguém.
            Agora, à parte da discussão. O que eu vejo é a que, muitas vezes, a religião não muda a pessoa, apenas torna-a mais mansa e domável. E assim foi feito, naquela época, para a população não se rebelar e aceitar o fato da exploração trabalhista nos feudos, ou seja, a pessoa devia se contentar em ser aquilo sem oportunidade de mudança na vida. As pessoas não são boas, porque elas entendem que machucar os outros é ruim. Apenas o são, porque temem a Deus. Tem até um estudo que mostra que ateus são mais caridosos com os outros que os religiosos, pois eles possuem a noção de que a injustiça é feita pelos homens, não dando a desculpa “Deus sabe o que faz”. Eu não acho que a religião seja ruim, o mau uso dela que o é. Até acho que reconforta bastante quando perdemos um ente querido.
            Mas, quanto à veracidade dos fatos que você apresentou, eu concordo com você. Que extremismo existem dos dois lados, e acho interessante o conhecimento que você trouxe, mesmo sendo mau educado, até porque nunca te chamei de burro, nem duvido do seu conhecimento. Mas é porque acontece com todos, até comigo, interpretar a fala de alguém erroneamente, e vir com uma enxurrada de argumentos, sendo que nem foi aquilo que a pessoa queria dizer.
            Mas, eu não estou aqui para mudar seu pensamento, apenas não acho certo massacrar alguém desnecessariamente. Forte abraço.

          • Terrorista

            24 de outubro de 2014 em 15:12

            “Se ele pudesse” e qual seria esta forma, argumentando? Com tantos bilhões de religiosos que existem no mundo, ele falaria com todos? Isso já não faz sentido. Eu entendi o que ele quis dizer, por isso que disse que era burrice ou ele estava mal intencionado. Só de pensar isso já é uma burrice,e se ele tentasse colocar em prática seria uma burrice maior ainda ou ele estaria mal intencionado. Enfim, caso uma pessoa qualquer quisesse colocar estas ideias em prática seria somente através de perseguições contra os religiosos, assim como fizeram os líderes dos governos ateus.
            Se eu sigo um ideal, eu não ligo por ser julgado pelos atos de pessoas que seguem o mesmo ideal. Eu sou coletivista, pra mim, a vontade da maioria é o que prevalece. As exceções não têm importância alguma.
            No caso dele, ele está representando a mesma opinião destes grupinhos neoateístas da internet, tal qual o grupo ateia, o que é lamentável. Pessoas que não têm opiniões próprias devem ser ridicularizadas mesmo.
            Os religiosos que perseguiram os outros foram os líderes da instituição religiosa, isso é bem diferente, pois se não fosse, teríamos que culpar o povo alemão pela segunda guerra mundial, no entanto, nos culpamos o regime nazista. Isso que você está dizendo é sim uma falácia. E outra coisa, a igreja não perseguia os outros simplesmente por não acreditarem em Deus, nisso tudo tem uma história de corrupção e poder, para aprofundarmos mais nisso teríamos que entrar nas questões das cruzadas e da Inquisição espanhola, e eu não quero, porque já tô de saco cheio de responder estes comentários idiotas.
            No mais, entendo a sua opinião e a dele, mas a estão em partes erradas. Eu poderia explicar o porquê mais detalhadamente mas já tô de saco cheio.
            Espero que você não responda porque já enjoei disso.

          • Catz Béh

            24 de outubro de 2014 em 17:06

            Enfim, uma mudança não acontece rápido, nem em nível global. Isso é óbvio. Mas, eu falava de mudanças aos poucos como vem ocorrendo com pessoas repensando sobre a religião.
            E já bem previsível seu comportamento, e ainda continua meio sem sentido e contraditório. Mas fazer o que. Forte abraço.

          • Ricardo

            23 de outubro de 2014 em 21:48

            Fora o fato de a religião ter atrapalhado muito a história da humanidade e a evolução do conhecimento, de existirem religiões falsas que só querem no final extorquir os fieis, fora o fato de religiões já virarem motivo de guerra, um dos maiores exemplos foi o do pobre Galileu teve que contradizer todas as descobertas para não morrer na fogueira por causa da Igreja que teve como prejuízo de anos de descobertas perdidas para a ciência pois tiveram que redescobrir tudo depois. Eu só não argumento isso com ele porque simplesmente não merece

          • Terrorista

            24 de outubro de 2014 em 06:36

            Pois bem, a religião atrapalhou sim o desenvolvimento da ciência, mas… você sabe que existia uma diferença monumental entre a ciência de séculos passados para a ciência de agora, não sabe?
            O método científico foi criado através do ocultismo, que são as ciências ocultas, exatamente por isso havia as perseguições, isso que estou falando basta você dar uma googlada que tu encontra a respeito. Todos os exemplos que os neoateus usam para contra-argumentar são falaciosos, até porque, as pessoas que os mesmos citam como exemplos da ciência e racionalidade, foram os mais fanáticos religiosos. Os cientistas dos séculos passados desenvolveram a ciência, não pra desmistificar Deus e as religiões, mas sim para tentar entender Deus e entender como o mundo criador por Deus funciona. Exemplos não faltam, Newton mesmo, é o maior exemplo, um ocultista praticante de alquimia, muitas das conclusões que ele tirou não foi através da única ciência que vocês consideram hoje, e sim dos estudos ocultistas. 90% do que ele estudava era ocultismo, os outros 10% eram a ” ciência séria “, toda a ciência moderna é moldada na “””pseudociência””” que vocês tentam falam, outro exemplo é o próprio Galileu, outro grande religioso, que inclusive era amigo do papa. Você pode dizer que isto foi sumindo através dos séculos, mas também estará errado, pois outro exemplo, do século passado, é Einstein com suas inúmeras citações a Deus. Einstein era no mínimo um cético, mas nunca deixou para trás as suas origens judaicas, foi até por isso que fugiu da Alemanha nazista.
            Enfim, a religião pode ter no passado, atrapalhado o desenvolvimento da ciência, mas, as nações ateístas também o fizeram, ou você acha que na URSS os cientistas tinham tanta liberdade? A URSS (uma nação ateísta) começou se importar com a ciência somente para se preparar para a guerra fria, enquanto os EUA (uma nação de origem cristã) já o fazia há muito tempo.
            No mais, eu poderia me aprofundar mais na questão religiosa, mas acredito que você pense que as religiões foram simplesmente criadas por qualquer um e não apresentam verdade alguma, mesmo diversos escritos provando o contrário. Deve acreditar que a bíblia foi escrita por charlatãos, mesmo que haja diversas provas dos acontecimentos bíblicos e da existência dos personagens bíblicos, como por exemplo, a estela de Tel Dan, que prova a existência do Rei Davi.

          • Ricardo

            24 de outubro de 2014 em 11:05

            Quem te disse que renego a bíblia? Mais um argumento falso que você está inventando para tentar mais uma vez me inferiorizar e puxar para um outro assunto fora do genocídio. Apenas não acredito em deuses e suas respectivas religiões, e sim existem vários personagens da bíblia que realmente já foram comprovados que existem mas não acredito em Deuses e religiões mas acho que você está tão preocupado com o argumento do genocídio que nem deve ter percebido isso. E outra foi graças a esse “ocultismo” que o mundo segui em diante e permitiu esses avanços que tem hoje, se ainda vivêssemos só da religião provavelmente ainda estaríamos na idade medieval.

          • Terrorista

            24 de outubro de 2014 em 11:53

            Se você não renega a bíblia, aceita o que está nela. E nela está a suposta palavra de Deus, e várias passagens em que milagres ocorreram, isso é meio contraditório.
            Se personagens da bíblia existiram, porque os milagres e as outras coisas não?
            E o ocultismo que proporcionou avanços para o mundo, também faz parte das religiões, essa é outra contradição sua. Se a religião não fez nada de bom, o que o ocultismo fez então?
            Suas conversinhas dão náuseas.

          • Ricardo

            24 de outubro de 2014 em 12:21

            Que burro, acha mesmo que a bíblia foi escrita por Deus? A bíblia pra mim não passa de mais de um livro de história pois ela trata de acontecimentos que realmente aconteceram e outras que simplesmente foram inventadas, se outra se há explicações lógicas para tais “milagres”. E como você mesmo falou a ciência nasceu do ocultismo e o que a ciência sempre faz é procurar a verdade que no final ela sempre acaba achando.
            E se dão náuseas é só parar de responder pois da minha parte eu não vou parar pois está bem claro que você detesta os ateus.

          • Terrorista

            24 de outubro de 2014 em 13:50

            Quando foi que eu disse que Deus escreveu a bíblia? Você precisa aprender a interpretar melhor os textos. Eu disse que SUPOSTAMENTE é a palavra de Deus, e foi escrita por homens.
            E em relação aos milagres, nunca foi provado que foram falsos. Enfim, se a ciência encontrasse a verdade sempre, ela seria imutável. Mas a ciência não é. Isso já mostra que você não têm conhecimento científico algum.
            Eu não detesto ateus, detesto pessoas burras e inúteis, como é o seu caso. Percebe-se que você não tem embasamento suficiente pra questionar as religiões, apenas faz por fazer. Você não consegue nem defender as tuas ideias, só utiliza falácia. Você é o típico novato burro do minilua, exatamente como estes fãs de quadrinhos e animes que temos por aqui atualmente, gente desprezível.

          • Terrorista

            23 de outubro de 2014 em 18:04

            ideologia do ateísmo*

        • Greg

          23 de outubro de 2014 em 13:28

          Calma jovens rçrçrçr

          • Ricardo

            23 de outubro de 2014 em 17:45

            Tô calmo Greg, nem tô me irritando com esse idiota do contra

  19. Blue

    22 de outubro de 2014 em 21:12

    Não sou contra sacrifícios de animais em nome da religião, afinal, fazemos a mesma coisa para nos alimentar, sou contra fazer o animal sofrer, pode matar o bode, mas não tortura o bode.

    • Paulo Freire

      24 de outubro de 2014 em 03:24

      Só contra o desperdício, também. Quer matar? Mate, mas não deixe o corpo apodrecer sobre um altar esperando que alguma divindade desça e coma o bicho.

      • Ricardo

        24 de outubro de 2014 em 10:51

        Vão esperar até a eternidade por isso

    • Super Choque Returns

      23 de outubro de 2014 em 05:06

      Matar pra comer é uma coisa, mas no caso de religião o animal é morto por nada…

      • italo germano

        23 de outubro de 2014 em 15:12

        Essa é a sua visão claro, mas para quem está ofertando não. E após o sacrificio a carne do animal é consumida sim, pelo menos na tradição judaica. Tá escrito no artigo ai em cima.

    • ultramen Tiga

      22 de outubro de 2014 em 23:12

      eu sou a favor de sacrifícios com propósito, afinal a grande diferença entre um sacrifício e uma refeição é o propósito.

      • Adriano Saadeh

        23 de outubro de 2014 em 09:53

        exatamente, matar por religião, ao meu ver é uma coisa bem idiota e inútil, para refeição o propósito é a refeição, mesmo que a nossa sobrevivência não dependa exclusivamente do consumo da carne

    • Kratosm4niaco ÷=÷

      22 de outubro de 2014 em 21:27

      O problema e quando mata sem necessidade, se pelo menos pudesse comer os animais.

99 Comentários
Topo