Minilua

Gatos: Toma, um cadáver de presente

Todos – ou quase todos – os miniluáticos sabem que gatos são tão importantes nas matérias quanto os próprios usuários – zoa – Pois, são fontes intermináveis de curiosidades o que só nos fomenta a pesquisar mais e mais sobre esses bichanos.

Os gatos são realmente animais fantásticos, porém, como todo o animal de companhia humana – não mais de estimação, pois o termo mudou – eles possuem alguns hábitos irritantes, de certa forma, e até mesmo alguns nojentos. Gostam de afiar suas unhas em estofados ou andar se esfregando nas coisas ou em você, quando está fazendo algo importante e realmente não pode dar a devida atenção à eles. Mas, suponho que o pior hábito desse animal é trazer carcaças de bichos mortos à sua porta ou a sua frente. Afinal, por que eles fazem isso?

Um estudo realizado nos EUA e publicado pela revista Nature Communications, apontou que os gatos exterminam cerca de 1,3 e 4 bilhões de pássaros e entre 6,3 e 22,3 bilhões de mamíferos de pequeno porte por ano, somente no país.

A resposta para essa questão nos faz levantar hipóteses sobre o comportamento social desses animais. Será que matam por prazer de ouvir os gemidos sussurrativos de dor e só deixam os restos na sua frente como forma de ameaça? – tipo, Oh, ou me trata bem ou já sabe! – ou será que há mesmo uma questão evolutiva por trás disso?

Gatos possuem todas as características evolutivas para serem predadores eficientes, com velocidade, garras, dentes afiados, visão noturna, patas silenciosas e agilidade. Mesmo que domesticados eles mantiveram esses atributos de caça selvagem de seus ancestrais cerca de 10.000 anos atrás, assim como a capacidade de ingestão de carne crua e fresca. Ou seja, não importa quanto tempo se passe e quanto você os mime com roupinhas e frescurinhas, eles nunca perderão esse extinto predatório.

Mamães sempre ensinando

Gatos aprendem por experiências e quase sempre são criados por suas mães – os casos que não ocorrem esse fenômeno das carcaças moribundas provavelmente são gatos órfãos – que consistem em ensinar os pequenos a cuidar de si mesmos e obviamente a forma de capturar suas presas. Elas os educam gradualmente, primeiro trazem presas mortas para eles comerem, em seguida presas vivas, porém agonizando, para a prole matar e quando elas perceberem que estão prontos, elas os levam juntos para demonstrar como realizar a tarefa.

Visto que gatas são mais aptas a trazerem essas “oferendas” para dentro de casa, a explicação mais aceita é que elas estão nos ensinando habilidades de caça. Isso mesmo, elas nos consideram péssimos predadores. Também é plausível que elas apenas estejam nos oferecendo um presente.

Convenhamos que a primeira explicação seria a mais razoável! Gostou? Comenta aí!