Gírias de diferentes regiões do Brasil

E ae truta, beleza? Tá ligado? É nóis! Com certeza você conhece essas expressões. Elas fazem parte do nosso dia a dia, e são usadas com frequência na oralidade. Diante disso, até buscando divulgar os costumes e tradições de diferentes regiões do país, preparamos uma seleção com algumas das gírias mais conhecidas. Uma boa leitura!




São Paulo

Abraça: Não, esqueça o significado convencional da palavra. Na cidade de São Paulo, por exemplo, o termo pode significar “desistir”, “abrir mão de algo”.

Ô, véi: Nada mais do que chamar a atenção de alguém.

Gente fina: Pessoa agradável, de fácil convivência.

Putz ou Putz grila: Interjeição que indica surpresa, espanto diante de alguma coisa.

Mano: O mesmo que irmão, amigo, camarada, colega.

Mina: Garota, menina, amiga.

Tá embaçado: Indica que a situação está complicada. Em outras palavras, “que o mar não está pra peixe”!

Sacaram: Compreenderam, entenderam?

A fila anda: Termo muito usado após o término de um relacionamento. Significa dar continuidade a sua vida.

E aee rapá: O mesmo que Oi, tudo bem?

Pagando pau: Interessado em alguém.

Busão: O mesmo que ônibus no coloquial.

Trampo: Local de trabalho.

Colar lá: O mesmo que aparecer em determinado local.

Dar área: Ir embora.

Mili duk: Indicação de tempo, o mesmo que “Nossa, quanto tempo não te vejo”!

Vaza daqui: O mesmo que saia daqui.




Rio Grande do Sul

Lambão: Pessoa suja, com pouca ou sem nenhuma higiene.

Guri e Guria: Menino e menina.

Espichar a canela: O mesmo que bater as botas, morrer.

Juntar os trapos: Casar

Maleva: Malfeitor, pessoa má.

Charlar: Prosear, conversar.

Pelego: Pele de ovelha.

Tererê: Chimarrão com água fria.

Xerenga: Faca antiga, que não funciona bem.

Naco: Fatia, pedaço, porção.

Entrevero: Confusão, desordem.

Campear: Procurar pelo campo.




Rio de Janeiro

Caô: Mentira

Vacilo e vacilagem: O mesmo que engano ou equivoco.

Tomei um beiço: Levar um golpe.

Brou, brother: O mesmo que amigo ou companheiro.

Noitada ou night: Sair para se divertir, curtir a noite.

Pistoleira: Pessoa de má índole, geralmente interessada apenas no dinheiro do parceiro.

Ih, ó o cara: Interjeição que indica “olha só, viu o que ele está fazendo”?

Dar um relax: Tentar descansar, relaxar.

Filé: Garota ou mulher bonita.

Ficou pequeno pra ele: Ser mal falado.

No maior gás: Agir de forma veloz.

Queimar rosca: O mesmo que praticar sexo anal.

Mó comédia: Pessoa vista por descrédito diante de suas ações.

Larica: Sentir fome.




Minas Gerais

Currutela: Pessoas de baixa renda.

Bololô: Confusão, agitação.

Barango: Pessoa fora de moda.

Franga: Pessoa que se recusa a dançar ou namorar.

Patola: O mesmo que preguiçoso.

Laquera: Agitação infantil.




Paran/h2>

Bochuda: grávida

Baita: Muito grande

Ciar: Ter ciúmes de alguém.

Guela: o mesmo que garganta.

Volteado: Passeio rápido.

Basculhar: Procurar




Maranhão

Caçar barulho: Procurar confusão.

Ser o bicho cacau: Ser melhor que todos.

Bater o cachimbo: o mesmo que morrer.

Dar o doce: Casar, contrair matrimônio.

Só querer ser 31 de fevereiro: Aparentar o que não é.

  1. Bright Phoenix

    3 de novembro de 2015 em 19:38

    Queria que colocassem de santa Catarina :/
    Onde eu moro falam algumas gírias, já em algumas outras cidades daqui falam coisas que eu nem entendo. Queria descobrir algumas :v

  2. Wellington Ribeiro

    15 de junho de 2015 em 19:25

    fala ai ze roela

  3. Thiago Luis

    25 de fevereiro de 2014 em 10:41

    Quem diria, minilua me ajudando em um trabalho de escola

  4. Tiago Luna

    14 de janeiro de 2014 em 10:49

    Você tem orgulho de onde é?
    Então espalhe as gírias de seu Estado para todo o Brasil!!
    Entra agora: http://www.qualeagiria.com.br

  5. Tiago Luna

    12 de janeiro de 2014 em 21:38

    ae galera! chegou o site pra todos as gírias do Brasil e regiões!
    fácil de explorar e contrubuir qualquer gíria!
    http://www.qualeagiria.com.br

  6. Gabriel Santos

    7 de novembro de 2013 em 18:26

    Muito legal e interessante!!!!!

  7. Wanderli Carvalho

    19 de abril de 2013 em 16:36

    Currutela: Pessoas de baixa renda. (não é gíria,significa cidade sem recursos)
    Bololô: Confusão, agitação.Barango: Pessoa fora de moda. (baranga…)Franga: Pessoa que se recusa a dançar ou namorar.(isto não existe em minas…) Patola: O mesmo que preguiçoso.(patola é um cara muito forte).Laquera: Agitação infantil.(nunca ouvi falar).
    Em BH chamam onibus de balaio,em Mariana pessoa boba é burraiá,perder pernada em Poços de caldas é ir a algum lugar e não conseguir resolver a questão.Em Ouro Preto “fazer a social” é agradar o visitante.

  8. Renata Ribeiro

    7 de setembro de 2012 em 16:30

    sei q o post é antigo mas pelo q vi nos comentários, bem equivocado, deviam pesquisar mais antes d publicar, como já foi dito queria saber em q lugar do Rio essa giria d tomei um beiço era falada há dois anos, nem eu, nem meu filho ouvimos isso na vida. e geralmente por aqui giria p fome é: maior rango

    • Wanderli Carvalho

      19 de abril de 2013 em 16:37

      maior rango se fala em Minas tb.

  9. Rose Martins

    5 de junho de 2012 em 13:44

    A unica gíria que conheço tô agarrado… significa que estou ocupado….

  10. Bruno Fron

    24 de maio de 2012 em 23:12

    sou paranaense, moro em Curitiba e não falo nada disso ae .

  11. Lucas Santos

    22 de fevereiro de 2012 em 00:55

    Engraçado…. Sou MINEIRO e nao conheço Nenhuma das gírias de Minas (segundo o site).

  12. Mime

    5 de setembro de 2011 em 18:41

    “muito xeta” aki em peruibe quer dizer muito legal

    “nectar” é a mesma coisa que dizer sim..

  13. rebeccamaria

    5 de setembro de 2011 em 18:02

    Omg, que bruxaria é essa? Sou maranhense e não conheço nenhuma dessas gírias auhsaushauhss. Não colocaram as melhores. 😛

  14. mariliachf

    15 de julho de 2011 em 10:11

    VEI É DE MINAS!!!!!!

    • Wanderli Carvalho

      19 de abril de 2013 em 16:39

      de véio passou pra véi em Minas.O “nó” expressão de espanto ,virou “nuuu”

  15. Malin

    12 de julho de 2011 em 11:36

    sou de curitiba aqui a gente não fala muito essas coisas não
    mais é piá=menino
    guria=menina
    vina=salsicha
    penal=estojo,lapiseira
    entre outros ‘-‘

  16. Anônimo

    19 de maio de 2011 em 17:30

    NOSSAA……
    NADA A VER AS GÍRIAS DAQUI DO MARANHÃO !!!
    EU MORO AQUI DESDE QUE NASCI,NUNCA OUVI FALAR EM NENHUMA GÍRIAS DESSAS.
    O AUTOR DESSA MATÉRIA SE EQUIVOCOU TOTAL.
    VIAJOU NA MAIONESE !!!

    SEM NOÇÃO !!!!

    ESTOU REVOLTADA !!!!

    VC PODERIA PASSAR UNS DIAS AQUI EM SÃO LUIS DO MA.TÁ OK QUERIDO !!!!!!!!

    • Wanderli Carvalho

      19 de abril de 2013 em 16:41

      não foi só no Maranhão não…faltou pesquisa local.No Rio usa-se “bolado”,”perrengue”,mané,maluco,peixe….

  17. Anônimo

    12 de abril de 2011 em 20:28

    esqueceram de santa catarina

  18. Andrei Rockenbach

    19 de março de 2011 em 20:31

    aqui no RS só os mais velhos falam aquelas gírias, eu só falo guri e guria das que apareceram ali…e algumas eu nem conhecia

    • Wanderli Carvalho

      19 de abril de 2013 em 16:43

      não considero guri uma gíria,é uma palavra sinônima.A gíria surge em determinado tempo.assim como piá tb não é gíria.Senão menino,garoto,tb seriam gíria.

  19. Elton Rhymes

    17 de março de 2011 em 20:41

    Se toda vez : “Si pá ” for usado errado…”Cola em mim que tu brilha”…” vai canta fácil”
    “Mas aê, pode pá que não dá outra…”
    É Noiz!!
    São Paulo…Zona Leste!!!

  20. Tonin Hendrix

    7 de fevereiro de 2011 em 23:39

    Eu sou de Minas Gerais e não falo nenhuma daquelas gírias… 

    Assim como todos que conheço aqui na região (norte de minas) eu uso mais as gírias citadas de São Paulo;

    😛

    • Wanderli Carvalho

      19 de abril de 2013 em 16:47

      Voc~e se esqueceu que no norte de minas se diz “com borra” que quer dizer com abundância,ou “é de barro” quando vc quer dizer que algo é mentira.

  21. Dayse Maria de Oliveira

    7 de fevereiro de 2011 em 22:28

    Essa matéria chapou o côco, trincou, zica mesmo, paguei mó pau, tri loka!!
    rsrs

  22. Samuel

    31 de janeiro de 2011 em 23:55

    é nois q ta……..

  23. Fabiano AS Pinto

    30 de janeiro de 2011 em 14:01

    No RS, usamos todas as girias que estão no Paraná tbm, bem como muitas outras, derivadas do Portunhol, isso por parte do pessoal da cultura tradicionalista.

  24. Antonio Nunes

    14 de janeiro de 2011 em 14:13

    larica = sentir fome depois de fumar maconha.

    • Wanderli Carvalho

      19 de abril de 2013 em 16:48

      larica,laricassa vem depois do baseado,aquela fome que trinca

  25. Messengerlivee

    6 de janeiro de 2011 em 03:06

    Sou miniero e vo te escreve  a verdade,nunca falei ou ouvi nenhuma dessas,ate surpreendi devo ta velho demais ja,kkkkkkkkkkkkkk.

    • Wanderli Carvalho

      19 de abril de 2013 em 16:48

      a verdade é que essa parada não existe mesmo.

  26. diego diniz

    28 de outubro de 2010 em 11:45

    na minha cidade tem umas, moro na Paraíba, mas acho que não é na Paraíba inteira que fala.
    Topado= não dá pra ficar pior 
    (essa é da região toda)Massa= demais, incrível.
    Aivái= que coisa estranha.
    Urra!= Tudo isso? Exemplo: uma pessoa fala “hoje bebi 6 copos de água de uma vez só!” outra pessoa fala “Urra!”
    tem outras, mas é tão estranho que nem sei como escrever kkkkkkkkkk

  27. Fernando Souza

    27 de outubro de 2010 em 13:45

    poisé.. giria parece até um idioma né?? por ser tão numerosas as falas e girias nesse mundo..

  28. Andressa

    21 de outubro de 2010 em 21:12

    Isso não é gíria.. é pleonasmo!! rsrs
    A maioria dos gírias de saão paulo e minas eu conheço( eu sou carioca) e costumo usar uma gíria até que conhecida , pra tudo  eu sempre uso o “namoral” ( nesse caso, é junto mesmo, pelo menos eu acho)

  29. BRUNO LIMA

    20 de outubro de 2010 em 18:07

    NOSSA, GÍRIAS SÃO O KU!! KKKKKKK… ME DESCULPEM Aí!EU SOU DE SÃO PAULO E NÃO AGUENTO ESSE POVO FALANDO GÍRIAS, ERRADO. UM EXEMPLO:
    “VAI SUBIR LÁ EM CIMA?”!!! WTF! NÃO, VAI SUBIR LÁ EM BAIXO!! É CADA UMA, HEIN! 
    “JÃO”… 

  30. Amauri Lima

    20 de outubro de 2010 em 01:38

    ahauhuah
    ainda bem q o daqui da Bahia n ta nessa lista
    ja pensou MEEU REEYY

  31. Santiago Junior

    18 de outubro de 2010 em 20:56

    Putz o do Rio de Janeiro achei muito engraçado, pois sou carioca e nunca tinha ouvido: Tomei um beiço. Tipo o a ultima vez que ouvi a giria Filé o É o Chan tava no Faustão!

  32. Calebe Silva

    18 de outubro de 2010 em 11:57

    Aqui em Brasilia nao tem giria nem sotaque e tudo misturado

    • Núbia Ivanovic

      14 de abril de 2011 em 14:21

      que buraco de Brasília vc mora hein?? não conhece gíria daqui?
      Véi por exemplo, foi criado aqui, depois se espalhou! Não falo gírias, mas se alguém, fala alguma eu sei do que se trata pelo contexto da frase e do momento. 

      • Jasmine Oliveira

        9 de junho de 2011 em 14:04

        concordo com ele, aqui não tem um sotaque unico é tudo misturado

  33. Osmar TrixXx

    18 de outubro de 2010 em 01:12

    Moro no paraná, e esqueceram de algumas gírias muito utilizadas poraqui eu perdi o hábito de falar gírias é algo mais usado pelos adolescentes, vou citar algumas para ampliar a lista acima:
    Piá= Garoto
    Guria= Menina
    Tipo assim= Explicar algo
    Amocado= Escondido, esconder algo deixou “Amocado”
    Parça= parceiro pra festar galera de amigos são os parças
    Maior Bóde= tudo em excesso, beber de mais, dormir de mais..
    Baixar= se aproximar de alguem que lhe chama a atenção estar interessado(a)
    lembrei destas espero ter ajudado.. muito bom o post.
     

    • Wanderli Carvalho

      19 de abril de 2013 em 16:50

      piá e guri não são gírias.senão garoto tb seria = menino.Já mano é gíria.

  34. Maria Edméia

    17 de outubro de 2010 em 12:40

    *Interessante !!!
    *Copiei para eu poder repassar por e-mail para alguns
    amigos e alunos meus !!!
      *Obrigada !!!
    *Ótimo dia de domingo para *Todos !
         *Fiquem com Deus.
     
     
     

  35. ALINE celestino

    16 de outubro de 2010 em 23:29

    aa cadê o da bahia :/ ?

    • Wanderli Carvalho

      19 de abril de 2013 em 16:51

      não foi lembrado…

  36. Filipe Fernandes

    16 de outubro de 2010 em 21:33

    Tips…
    Sô mineiro, moro e sempre morei em Minas, mas não falo nenhuma das gírias q tão ai e nem costumo ver ninguém que as fala.
    Se for ver por estas gírias ai minha cidade é carioca ou então paulista.
    Afinal eu e praticamente todos ao meu redor usam bem mais girias como ” mano, mina, ô vei, busão, trampo, vaza, caô, tá ligado?”
    “Pow manow, deste jeito tu acaba com meu estado, fica mais ligado, sakou?”
    *Só um exemplo  😛

    • Denny Master

      16 de outubro de 2010 em 21:56

      Concordo plenamente tambem sou, e nunca ouvi estas girias.

      • Rayane Natalia

        24 de maio de 2011 em 22:36

        Concordo plenamente tambem sou, e nunca ouvi estas girias.²

    • Otávio

      16 de outubro de 2010 em 21:55

      Também sou mineiro e moro em minas e também nunca ouvi falar essas que estão ai hehe…eu uso algumas que estão em outros estados aê

  37. DARLAN

    16 de outubro de 2010 em 19:46

    hoje em dia as girias são mais ou menos assim:
    suave: de boa,tudo bembolado: preocupado,nervoso…moleque zica/top: pessoa respeitadacapar o gato: ir embora
    pelo menos,é assim onde eu moro…

    • DARLAN

      16 de outubro de 2010 em 19:48

      algo deu errado no meu texto.pra quem nao entendeu,vou colocar tudo de novo.suave: de boa,tudo bem.bolado: preocupado,nervoso.moleque zica/top: pessoa respeitada. capar o gato: ir embora

52 Comentários
mais Posts
Topo