Minilua

Google oferece 20 mil dólares para hacker que invadir Chrome

O Google está tão confiante na segurança do Chrome que resolveu elevar a premiação do concurso Pwn2Own, que convida desenvolvedores e hackers a quebrar a segurança do navegador, por US$ 20 mil. O desafio ocorrerá durante a CanSecWest, conferência sobre segurança que acontece em Vancouver, no Canadá, a partir do dia 9 de março.

Os navegadores Internet Explorer, Safari e Firefox também fazem parte da competição, e os primeiros a conseguirem hackeá-los receberão como prêmio US$ 15 mil, além da máquina em que o navegador estiver sendo executado. As regras do desafio para o Chrome, no entanto, são um pouquinho diferentes, já que o navegador da Google é o único a utilizar uma “sandbox”, recurso que protege o software contra ataques externos, explica o site Computer World.

Apesar do objetivo nobre, que é transformar os navegadores em programas cada vez mais seguros, muitos têm criticado o concurso. Isso porque muitos dos participantes conseguem atingir seus objetivos com bastante rapidez, deixando evidente que já haviam descoberto as brechas de segurança anteriormente e abstiveram-se de comunicá-las às empresas até que fosse possível ganhar o prêmio do desafio.

Ainda assim, o Pwn2Own continua bastante interessante, do ponto de vista das empresas desenvolvedoras, já que assim que um hacker se mostra bem sucedido, os organizadores se tornam “proprietários” daquela informação, repassando-a às equipes de desenvolvimento de cada um dos navegadores, que logo providenciam as atualizações com as correções necessárias.

 

Fonte: Tecnologia & Cia