Grandes mistérios que já foram resolvidos e você não sabia #1

O mundo é um lugar cheio de mistérios e lendas, mas algumas dessas histórias já tiveram uma solução, porém pouca gente sabe:




O desaparecimento de Amelia Earhart

Amelia Earhart foi uma das mulheres mais importantes da história moderna. Ela foi pioneira na aviação e a primeira mulher a receber o “Distinguished Flying Cross”. Esse prêmio era dado a pessoas que conseguiam atravessar o oceano sozinhas. Sua história na aviação, em uma época onde os homens dominavam o lugar, fez com que Amelia se tornasse um símbolo do liberalismo feminismo e serviu de exemplo para milhões de mulheres que viviam a sombra de seus esposos.

Infelizmente, em 1937, essa grande mulher teve um destino trágico. Sua ideia era dar a volta ao mundo em um avião, tendo como apoio apenas um co-piloto, mas sua aeronave desapareceu no dia 2 de julho de 1937. Seu desaparecimento se tornou manchete em diversos jornais e o mundo das conspirações ganhou uma nova história para explorar.

O desaparecimento de uma das mais importantes e aventureiras mulheres do mundo gerou lendas de todos os tipos. Alguns diziam que em seu voo em volta do mundo, Amelia estava, na verdade, espionando japoneses e que havia sido capturada. Outros diziam que ela foi morta por sabotagem, devido a onda de liberdade que tinha feito surgir entre as mulheres. Alguns ainda falavam que a fama a incomodava e que ela tinha fingido a morte para viver em paz.

Cada novo dia que se passava sem que fossem encontradas pistas sobre o paradeiro do avião, maior ficava o mistério e as lendas.

Todas essas histórias foram contadas em livros, documentários e reportagens que surgiram após a morte da mulher, mas alguns detalhes importantes foram omitidos por esses criadores de boatos da mídia.




Pistas

Em 1940, o oficial Gerald Gallagher da British Colonial Service encontrou pedaços de esqueleto humano na ilha próxima onde o avião poderia ter caído. Além disso, ele encontrou um sapato de mulher e uma garrafa vazia próxima aos ossos. O número de série do sapato revelou que ele era do mesmo tipo o qual a aviadora usava. Como se isso não bastasse para acabar com a discussão da queda do avião, em 2010, foram encontrados no mesmo local, mais alguns restos mortais. Dessa vez três ossos e outros artefatos ainda mais interessantes.

Próximo aos ossos, alguns itens que podem provar que o avião caiu no local e que pelo menos um dos tripulantes estava vivo. Conchas com cascos cortantes foram encontradas perto de restos de espinhas de peixe, mostrando que alguém na ilha se alimentou por ali. Garrafas com fundos queimados revelaram que alguma pessoa provavelmente tentou ferver água para fazer alguma coisa. Além disso, alguns resquícios de maquiagem foram encontrados, junto com um pote contendo lanolina e óleo, que provavelmente são derivados de alguma loção que existia antes.

Não existe uma maneira de afirmar que os pedaços de esqueleto encontrados e todos os itens achados são realmente de Amelia, mas juntando todas essas pequenas evidências, o grande mistério de seu desaparecimento se torna menos misterioso e bastante claro para quem não é muito chegado em teorias da conspiração.

  1. Tamara Thayna Martins Oliveira

    14 de novembro de 2015 em 01:03

    Ela desapareceu em 2 de julho de 1937, o exame de DNA foi criado em 1985 pelo geneticista Alec Jeffreys, na Universidade de Leicester, na Inglaterra. OItenta e oito anos depois do seu desaparecimento, portanto não á como saber os ossos encontrados eram de fato dela, apenas as evidencias foram usadas para declarar a morte dela em 1937.

    • NZK|Reed

      3 de janeiro de 2016 em 18:28

      88 anos depois…? ‘-‘ algo que não parece estar certo está errado ‘-‘

  2. Zee Riibas

    30 de outubro de 2015 em 05:17

    essa história é nova pra mim, mais bem fascinante. só achei estranho de ela nao ter se perdido pelo triângulo das bermuda. ia ser bizaro!

  3. Elyane

    29 de outubro de 2015 em 20:09

    Não considero que foi resolvido, se não fizeram um exame de DNA e nem encontraram vestígios de quem era o sobrevivente pode ter sido qualquer outra aeronave, prefiro acreditar nas conspirações.

  4. Black King Mello

    29 de outubro de 2015 em 17:38

    Acharam três ossos e uma garrafa. Como assim, a queda do avião despedaçou ela e a dividiu em diversas partes? Agora é questão de encontrar as peças e fechar o quebra-cabeça.

  5. Wagner Wilian Bach

    29 de outubro de 2015 em 16:39

    acho que nessa época nem existia caixa preta

  6. Greg

    29 de outubro de 2015 em 13:03

    Eles nao acharam a caixa preta? podia ajudar … enfim ela foi uma mulher com feitos incriveis … parabens pra ela

    • Hotarius Hilarius Repugnants

      29 de outubro de 2015 em 13:54

      eu acho que naquela época nem existia caixa preta…

  7. Lynn Rock

    29 de outubro de 2015 em 10:22

    Eu acho que pra os investigadores que encontraram todas essas evidências, estava praticamente claro que o avião teria caído e talvez ela tivesse morrido ou sobrevivido, mas não havia mais o mistério de “onde poderia ter ido parar esse avião?” pois as evidências mostraram que muito provavelmente aqueles restos eram do avião em questão.

    • Greg

      29 de outubro de 2015 em 13:02

      vc é inteligente… (e se for vc na foto) vc é bonita tb ..

      • Lynn Rock

        3 de novembro de 2015 em 17:00

        Não sou eu na foto, é a Taylor Swift haha
        mas obg mesmo assim :*

  8. Kened Roberto

    29 de outubro de 2015 em 08:54

    Achei que ela tinha conseguido dar a volta.

  9. chapolim do mal

    28 de outubro de 2015 em 23:21

    Então não foi resolvido, é uma hipótese? Ou foi realmente resolvido?

    • Eduardo Azrael

      29 de outubro de 2015 em 12:18

      Bom, pelo Método Científico, ele foi resolvido. Porém, pelo Método Matemático, ainda não. Sabe-se que um ser humano, possivelmente uma mulher , com um sapato da mesma marca que a Amelia, provavelmente caiu de avião na ilha, chegou a sobreviver por algum tempo, mas morreu de causas desconhecidas e a maior parte de seu corpo sumiu. Seria necessário fazer exame de DNA nos restos mortais (se ela tiver algum parente vivo) para confirmar se essa mulher era mesmo a Amelia ou, coincidentemente, uma outra mulher que estava na mesma rota e também sofreu um possível acidente de avião (vai que os aviões das duas se chocaram…) ou quem sabe sofreu um naufrágio e achou os restos de Amelia e seu avião na ilha ou outro fator qualquer. De qualquer forma, na minha opinião o mistério não está resolvido. Os ossos são de Amelia ou do co-piloto? O que provocou o acidente? Como ela (e/ou ele) sobreviveu? E como morreu? Quanto tempo permaneceu vivo? Porque só acharam alguns ossos e não o esqueleto inteiro (há animais na ilha)?

    • Fl0w

      29 de outubro de 2015 em 09:44

      Podemos concluir então que ele pode ter sido “parcialmente resolvido”? Eu classificaria esse mistério assim. Hipóteses foram criadas de que ela poderia ter sobrevivido (ou não) a essa suposta queda de avião. Aí fica uma grade dúvida em torno dos fatos citados no texto. Porém, eu concluiria dizendo que esse mistério de resolvido, não tem nada.

    • Wyvern Björk

      28 de outubro de 2015 em 23:48

      Pareceu mais uma hipótese. Na verdade o “mistério” foi resolvido e não foi ao mesmo tempo kk

  10. Douglas

    28 de outubro de 2015 em 21:36

    Eu nem sabia desse misterio.

    • Willyam Ricardo

      28 de outubro de 2015 em 21:59

      Ia dizer a mesma coisa kkkk…

18 Comentários
mais Posts
Topo