Minilua

A história do mundo em 10 batalhas #5

Queira ou não, o homem é um animal feroz e violento, que ama mostrar seu poder através da força. No passado, o mais poderoso exército era sinônimo de poder e riqueza, por isso toda nação tinha um vasto poderio bélico. Essas forças de guerra moldaram o mundo e algumas grandes batalhas foram de extrema importância para a história, pois se tivessem tido resultados diferentes, o mundo que hoje conhecemos poderia ser muito distinto.

Batalha de Gettysburg

O ano era 1863 e o EUA estava dividido em dois. Os Confederados do Sul lutavam para que a escravidão fosse mantida; já os homens da União eram contra isso, apoiando o governo na decisão de abolir de uma vez por todas a escravidão em terras americanas.

Conhecida como Guerra Civil Americana, essa disputa durou 4 anos e destruiu a economia e a infraestrutura do país, deixando um rastro de sangue memorável, com mais de 600 mil mortos.

A Batalha de Gettysburg ocorreu no dia 1 de julho de 1863, quando os exércitos Confederados tentavam, após uma boa sequência de vitórias, tomar algumas posições ao norte, o que lhes daria uma boa moral e poderia fazer o inimigo ter que ceder, para que houvesse uma negociação de paz.

Porém, enquanto os sulistas iam para o norte, a União se movimentava para estancar esse movimento, antes que ele pudesse se tornar mais perigoso. Dessa maneira, no dia 1º de julho, os exércitos se encontraram. Os dois grupos estavam cansados e sem muitas condições de batalha, mas não havia saída e o conflito mais sangrento de toda a história do território americano se iniciou.

Durante três dias, a sangrenta luta se desenrolou nas colinas próximas a Gettysburg. No primeiro dia de batalha, os Confederados avançaram com sua força principal, deixando os homens da União com sérios problemas, até que eles recuaram para a cidade, sofrendo enormes perdas. Mas as posições encontradas eram mais fortes e deram uma vantagem para linha defensiva nesse momento.

Ao início do segundo dia, os federais (União) estavam melhor dispostos no campo de batalha. Mesmo assim, os Confederados conseguiram tomar diversas posições importantes, terminando esse dia com uma boa vantagem.

Um dos momentos mais importantes do segundo dia foi a luta sobre a Little Round Top, uma colina que poderia deixar totalmente expostas as defesas da União, algo que poderia ter ocasionado a derrota deles. Quando se deram conta disso, os federais montaram um contingente às pressas, que foi designado para defender aquela posição. O regimento defensor da colina sofreu diversos ataques durante o dia e, mesmo estando em um número muito inferior de soldados, eles defenderam a posição bravamente, derrotando a última grande investida dos Confederados e conseguindo fazer prisioneiros. Esse regimento da União foi comandado pelo Coronel Chamberlain, que após essa memorável vitória tornou-se governador de vários estados e um dos nomes mais famosos de toda a guerra.

O terceiro dia se desenrolou com as cavalarias tentando ganhar terreno. No final do dia, os Confederados desejavam tomar uma das elevações onde a defesa central da União estava, acreditando que ela estaria enfraquecida, devido aos combates anteriores. Mas para chegar até lá seria necessário cruzar mais de 1200 metros de campo aberto. Esse jogo de “vai e não vai” se estendeu por muito tempo, até que a União parou de atirar, simulando o fim de sua munição. Acreditando nisso, os Confederados partiram para o ataque, mas uma cerca e a retomada das armas pela União destroçou a tentativa de assalto, selando o destino daquela batalha.

No final do dia, a União saiu vencedora, derrotando, pela primeira vez, o General Lee e mostrando que os Confederados não eram invencíveis. Isso aumentou a moral dos homens do norte e foi determinante para a virada da Guerra Civil.

Além da morte de 50 mil homens, essa batalha mudou a vida de tantos outros milhões, pois foi graças a vitória da União que a escravidão foi abolida nos EUA e os direitos constitucionais foram dados a todos. Essa medida refletiu no planeta inteiro, levando outros países a abolirem a escravidão e tornarem o mundo um lugar melhor e mais justo.