Minilua

Homens lendários #3: Leônidas de Esparta

Na história da Terra tivemos diversos heróis e diversos vilões, alguns mais conhecidos e famosos que outros, mas foram homens que mudaram o rumo da história e serão sempre lembrados por seus feitos. Por isso vamos lembrar e contar a história dessas pessoas que mudaram o mundo e tornaram-se lendas:

Leônidas de Esparta

Leônidas era o décimo sétimo da linhagem de Agiad, filho do Rei Anaxandridas II de Esparta e segundo as lendas era descendente direto de ninguém menos que o poderoso Hércules, do qual havia herdado a força e bravura.

Por não ser o primogênito e nem ser a primeira opção para assumir o trono, Leônidas não foi obrigado a participar do agoge, a temida escola espartana de educação rígida e treinamentos sobre-humanos. Por esse motivo ele acabou se tornando um dos pouquíssimos Reis a não terem participado dessa escola/quartel.

Mesmo assim Leônidas se mostrou um grande guerreiro e conhecedor da arte da guerra na Batalha de Sepeia, onde sob as ordens de Cleomenes, seu irmão mais velho e Rei, foi vencedor. Durante muito tempo ele lutou por Esparta em diversas frentes, até que seu irmão acabou sendo deposto por estar louco, assim Leônidas enfim assumiu o trono no ano de 491 a.C.

Agora no controle da poderosa Esparta, Leônidas só aumentou seu renome tornando-se um Rei acima da média em todos os aspectos, mas especialmente nos militares, onde seu nome era tão respeitado em toda Grécia que quando a ofensiva Persa comandada por Xerxes foi iniciada, Leônidas de Esparta foi o escolhido para comandar os exércitos de defesa contra essa enorme ameaça.

Quando designado para tal tarefa, Leônidas foi ao encontro do Oráculo de Delfos, que profetizou:

Para vocês, habitantes da poderosa Esparta
Sua cidade deverá ser tomada pelos homens da Pérsia
E se não isso, a Lacedemônia deve chorar a morte de um Rei da linhagem de Hércules
Nem os poderosos leões e touros serão capazes de determinar tal fato, pois nisso está o poder de Zeus
E enquanto um dos dois não cair, não se chegará a um fim.

Mesmo com a Profecia mostrando um caminho escuro na frente de Leônidas, ele não demonstrou medo e no início de agosto, junto com sua guarda pessoal de 300 soldados, partiu para guerra, tendo na retaguarda um pequeno exército, de pouco mais de 9000 homens que conseguirá juntar para defender o desfiladeiro de Termópilas.

As lendas falam que Xerxes tinha consigo um contingente de mais de 2 milhões de homens, mas os historiadores modernos falam que na verdade não podia ser mais de 200 mil soldados, mesmo assim a sua vantagem era gigantesca, tendo mais de 20 homens para cada grego.

Por quatro dias Xerxes apenas observou o pequeno exército inimigo, na esperança que eles fugissem ao verem o esplendor de suas forças.

Reza a lenda que antes de iniciar o ataque Xerxes chamou Leônidas e o desafiou dizendo: "Lançarei tantas flechas sobre seu pequeno exército, que o Sol ficará coberto!" Em resposta Leônidas falou: "Assim é um tanto melhor, pois lutaremos a sombra!"

Somente no quinto dia a batalha se iniciou para valer. Durante dois dias as lutas não cessaram, no fim o exército comandado por Leônidas saiu vitorioso, tendo matado mais de 20 mil soldados inimigos e perdido apenas 2 mil homens, nesses primeiros dias também caíram dois irmãos de Xerxes, algo que deixou o imperador persa ainda mais furioso.

No sétimo dia de batalha os espartanos foram traídos por um homem chamado Efialtes, que mostrou aos persas um caminho pelas montanhas, que colocariam o exército de Leônidas sobre ataques em duas frentes. Sabendo do iminente fim, Leônidas dispensou todos os outros soldados, ficando apenas com seus trezentos homens e mais alguns poucos que se negaram a abandonar o campo de batalha.

Ele sabia que precisava salvar o maior número de homens para as futuras lutas, pois era de seu conhecimento que aquela era uma luta perdida e que ele morreria no final, mas também sabia que precisava lutar até o fim, pois se ele fugisse, quem mais não fugiria depois? Leônidas precisava morrer lutando para mostrar ao povo da Grécia que eles podiam vencer, mesmo na pior das situações, assim ele lutou até suas últimas forças para se tornar um mártir e ser um exemplo para dar forças ao seu povo.

Apenas com seus poucos homens, Leônidas se preparou para o fim e antes de cair foi desafiado a entregar suas armas e renderem-se, mas ele respondeu: "Que venham pega-las!"

A batalha contra o pequeno, mas poderoso exército espartano durou algumas horas, até que seu último homem caiu. Leônidas tombou e seu corpo foi pego por Xerxes, que mandou decapita-lo e crucificar o resto.

Depois dessa vitória os persas esperaram dois meses para invadir a Grécia, mas com ódio no coração e querendo vingança, os gregos montaram o melhor exército que podiam, tendo apenas um terço do tamanho poderio de Xerxes, mas mesmo assim os gregos, comandados pelos poderosos espartanos conseguiram vitória, rechaçando o inimigo para fora de suas terras.

Dessa maneira a Grécia ficou livre do domínio persa e Leônidas foi vingado, tornando-se uma lenda, ele e seus 300 bravos soldados.

Se você gostou dessa série, curta esse post para que ela tenha uma continuação!

Me siga no Twitter: @Diego_minilua ou me adicione no Face: http://www.facebook.com/diegominilua.