Ideias sobre a evolução que as pessoas entendem errado

A ciência é capaz de descobrir e entender as coisas mais complexas e estranhas que ocorrem a nossa volta. Porém muitas pessoas fora do ramo científico não conseguem compreender essas descobertas e sempre há muita confusão na hora da comunicação entre a comunidade científica e gente “normal”.

Por esse motivo, algumas descobertas científicas são mal interpretadas, como é o caso da Teoria da Evolução. Ela é tratada apenas como uma ideia, contudo, na verdade, é uma das descobertas mais bem fundamentadas e completas de toda a história da ciência:




Teoria e Lei

homem e macaco

Sempre que uma pessoa tenta desmerecer a Teoria da Evolução em favor de outras ideias, como o Criacionismo, surge o questionamento: “Se a Teoria da Evolução é tão boa, porque ainda não virou uma Lei?”

O grande problema aí é que as pessoas não entendem exatamente o que é uma Teoria Científica. Quando a ciência está buscando respostas para algo, o trabalho começa por algo chamado hipótese, que é uma espécie de chute. Depois, usando experimentos, obervações, cálculos e tudo que houver a disposição, os cientistas começam a refutar suas hipóteses e acabam ficando com uma delas. Após diversos testes, a hipótese se mostra verdadeira e começa a ganhar status de Teoria, afinal, os testes mostraram que ela é real e funciona.

Depois vem a publicação do trabalho científico (que segue regras bem claras e restritas), onde todos os detalhes (todos mesmo) são demonstrados a acadêmia científica, permitindo que outros cientistas refaçam os testes e possam concordar ou discordar daquela ideia. Conforme essa hipótese vai sobrevivendo a testes e demonstrações, ela se torna uma Teoria.

Por isso, Teorias Científicas são ideias fundamentadas, que foram testadas exaustivamente e sobreviveram a todos os testes. Uma teoria normalmente descreve um fenômeno ou acontecimento natural (mais detalhes sobre o que é uma Teoria Científica podem ser lidos nesse post: “Isso é apenas uma teoria”).

As Leis Científicas são derivadas de uma Teoria. Uma lei descreve algo que vai acontecer e pode ser previsto com uma grande precisão, devido ao nosso conhecimento das coisas que regem aquele fenômeno. É como a Gravidade, mesmo sem jogar algo para cima, nós sabemos que aquilo vai cair, a qual velocidade e qual trajetória. Por isso a gravidade virou uma lei. Mas isso não quer dizer que uma Lei seja algo acima de uma Teoria, pois os dois são similares, só que uma Lei (normalmente) aparece quando um fenômeno não depende de muitas coisas. Por exemplo, a gravidade depende apenas da distância entre os objetos e suas massas, nada mais.

Agora uma Teoria, como, por exemplo, a Teoria da Relatividade de Einstein, não pode ser calculada, pois é uma descrição de um fenômeno e possui a influência de milhares de coisas, muitas que ainda nem entendemos. Mas nem por isso, ninguém desmerece a ideia de Einstein. Ou seja, Teorias Científicas são tão boas quanto Leis Científicas e possuem a mesma validade para determinar a verdade sobre algum assunto.




Darwin estava errado

darwin_dynamic_lead_slide

Sim! Darwin viveu em uma época onde nós desconhecíamos DNA, genes e diversas outras coisas que influenciam diretamente na evolução dos animais. Por isso, algumas coisas ditas por ele não estavam completamente corretas. Mas isso é muito comum na ciência. Quando alguém cria uma Teoria, ela normalmente não está 100% completa e correta. Por isso, a ciência não trabalha com “certezas absolutas”.

Quando uma Teoria surge, outros cientistas precisam testá-la e eles podem achar falhas. Isso gera correções e uma reinterpretação dos fatos. Porém não invalida totalmente a Teoria. Por não trabalhar com dogmas e ideias imutáveis, a ciência pode corrigir seus erros e arrumá-los, melhorando suas ideias a cada nova descoberta.

Isso ocorreu com as ideias de Darwin. A Teoria da Evolução dele ainda é a melhor forma de descrever como os seres se desenvolvem, porém muitas coisas que ele escreveu estavam erradas, pois o conhecimento necessário para entender certos fenômenos ainda não existia na época. Mesmo assim, a ideia central dele estava certa, por isso a Teoria da Evolução já sobrevive a mais de um século, sendo confirmada cada vez mais.




Surgimento da vida

Life

Esse é um dos maiores erros existentes entre as pessoas que não conhecem ciência e a Teoria da Evolução. Grande parte das pessoas acredita que a Teoria da Evolução explica o surgimento da vida, mas não.

A Teoria da Evolução explica como e porque os seres vivos mudam com o passar do tempo, porém não cita o surgimento da vida. Esse é um outro ramo do conhecimento humano, que ainda está em desenvolvimento e não possui nenhuma Teoria refinada.




As evidências

dna

A ciência trabalha com evidências. Por isso podemos traçar um paralelo com um investigador criminal. Mesmo não estando no local e na hora em que algo ocorreu, o investigador, usando as evidências encontradas, pode descobrir exatamente como o crime aconteceu. Isso é exatamente o que a ciência faz, ela investiga fatos, interpreta-os e gera ideias, que viram Teorias.

Até que uma hipótese vire Teoria, ela tem que ser sustentada por evidências. Caso uma ou mais evidências apontem para algo diferente do descrito na Teoria, ela precisa ser mudada ou mesmo descartada. Mas quando as evidências todas apontam para o mesmo lugar, isso faz com que a Teoria ganhe força e se torne cada vez mais aceita pela comunidade científica. Isso foi o que ocorreu com a Teoria de Darwin. Algumas das ideias deles foram modificadas para se encaixarem com as evidências atuais (como o DNA) e isso fez a Teoria da Evolução ser refinada, até o ponto de terem tantas evidências apontando para o que ela diz, que é impossível negá-la.

A Teoria da Evolução moderna se apoia em muitas evidências, sendo essas as principais:

– Bioquímica (DNA). As mudanças de DNA a cada geração mostram que as variações podem ocorrer de forma natural em seres vivos, apoiando as ideias de “transformação ao longo do tempo” de Darwin.

– Ossos, fósseis, anatomia e fisiologia A obervação de fósseis revela que os seres de uma época sempre possuem estruturas diferentes de seres semelhantes mais antigos. Isso mostra que existe uma clara e constante mudança com o passar do tempo.

– Modelos computacionais. Usando nosso conhecimento do mundo, cientistas conseguem fazer complexas simulações computacionais e elas batem com as ideias de Evolução.

– Experimentos modernos. Diversos cientistas fizeram testes para validar a Teoria da Evolução. Muitos deles cultivaram bactérias e outros seres que se multiplicam rapidamente para observar as mudanças que ocorrem com o tempo. Algumas bactérias são capazes de produzirem dezenas de gerações por dias, criando um modelo acelerado do que ocorre com seres mais complexos. Todas as vezes que esses testes foram feitos, sempre existiram mudanças genéticas e estruturais nos seres, que iam se adaptando ao meio que era criado a sua volta. Isso confirma as ideias de mudança ao longo do tempo de Darwin e também sua ideia de adaptação ao ambiente.

É por isso que a Teoria da Evolução de Darwin é uma das mais bem assentadas ideias da ciência moderna, pois ela possui em abundância tudo que é necessário para que uma Teoria seja aceita e entendida como real. Por mais de um século ela sobreviveu aos ataques de milhões de pessoas que a tentaram derrubar, mas nunca conseguiram. Até hoje, se quer existe alguma ideia concorrente que seja levada a sério.

  1. Francisco Sam

    22 de agosto de 2014 em 14:26

    batata

  2. T mil

    7 de julho de 2014 em 21:50

    Bla Bla Bla Bla

  3. Riddle Boy®

    6 de julho de 2014 em 21:29

    Coisas que a ciência não(consegue) explica…

    O que é a mente?
    Por que sonhamos?
    Como funciona o efeito placebo?
    Por que a física tem constantes que são inconstantes?
    Experiência de quase morte.
    E o mais divertido “Deus existe?”…

  4. Dovahkiin

    6 de julho de 2014 em 17:57

    Muito Foda

    • Dovahkiin

      6 de julho de 2014 em 17:58

      AE PORRA CONSEGUI COMENTAR

      • Cabo Sobrevivente da Era Travecal do ML

        6 de julho de 2014 em 20:03

        Porque não tava conseguindo antes? Alguém tava te segurando? HUE.

  5. Cacuety Comment

    6 de julho de 2014 em 15:56

    Diego seria legal se você mostrasse todos as etapas da física ou ciência desde o básico, por que não tem coisa melhor do que aprender com um bom entretenimento

  6. Dr.V

    6 de julho de 2014 em 14:26

    Ótima matéria.

  7. Death

    6 de julho de 2014 em 12:35

    Na moral Diego,respeito pra caramba seus textos e respeito vc pakas,mas se a teoria da evolução estiver certa e Deus não existir,como é que é só colocar a pazinha no congelador q fica pronto o sorvetinho?

    • Cabo Sobrevivente da Era Travecal do ML

      6 de julho de 2014 em 20:05

      O deus sol mora dentro do congelador e congela o sorvetinho, vlw flw.
      #TrazendoAVerdadeAoPublico

    • chapolim do mal

      6 de julho de 2014 em 14:23

      A ciência tenta descobrir esse mistério durante anos, é como tentar saber a receita da coca-cola.

  8. chapolim do mal

    6 de julho de 2014 em 10:11

    Parabéns Diego muito interessante esse post e bem esclarecedor aos leigos científicos e as pessoas que insistem na teimosia em assuntos tão concretos e corretos.

  9. Lucas Rodrigues

    6 de julho de 2014 em 07:46

    Pôde-se perceber nos dois últimos parágrafos uma certa indireta aos criacionistas rsrs.

    • Lucas Rodrigues

      6 de julho de 2014 em 07:46

      Correção: Nas duas últimas frases u_u

  10. Adriano Hidden®

    6 de julho de 2014 em 02:10

    Eu já li tanto sobre evolução das espécies, assim como li sobre o criacionismo. Eu já li tanto sobre o Universo, constelações, galáxias, nebulosas… Eu já li tanto sobre fauna e flora, sobre elementos e reações químicas. Eu já li tanto sobre ação e reação, física e leis. Eu já li tanto sobre a sociedade, sobre o comportamento humano. Eu já li tanto sobre o organismo, as funções biológicas…já li sobre topografia, clima, efeito estufa…Eu já li tanto sobre música, artes plásticas. Já li sobre tecnologia, esportes, entretenimento… me dei conta que realmente não me importo com todos esses por quês.

    Quanto mais conhecimento eu busco, mais vazio eu sinto.
    A ignorância talvez seja uma benção.

    • chapolim do mal

      6 de julho de 2014 em 10:13

      Tem um vídeo do Caue Moura falando exatamente sobre isso, talvez ser ignorante e viver uma vida mais simples seja melhor mesmo.

    • Terrorista

      6 de julho de 2014 em 08:38

      – O hipster culto.

    • Emmanov Kozövisck

      6 de julho de 2014 em 02:35

      A ignorância, assim como o conhecimento, é uma benção e ao mesmo tempo uma maldição.

  11. Android

    6 de julho de 2014 em 01:10

    Não adianta negar, Deus existe!

    • Marvelunatico

      6 de julho de 2014 em 14:16

      THE TRETA HAS BEEN…FAIL

    • chapolim do mal

      6 de julho de 2014 em 10:09

      Tente outra vez em outro post mais tendencioso, porque nesse não deu certo.

    • Cabo Sobrevivente da Era Travecal do ML

      6 de julho de 2014 em 01:19

      Não deu pra você criar treta hoje, amigão.

  12. Luís Felipe

    6 de julho de 2014 em 00:39

    Tá de parabéns, Diego. Ótima matéria sobre um ótimo tema, esclarecendo mta coisa. Continue assim e seu cachê aumentará.

  13. Garota Infernal

    6 de julho de 2014 em 00:16

    [i][b]Eu acho incrível o fato da ciência como vida ser também uma metáfora da vida. Não há certezas, mas há provas. Há achismo e há verdade. Não se pode saber de tudo, não se pode controlar tudo.
    Eu acredito em Deus, mas eu não acredito que ele fez o mundo da forma escrita na Bíblia, a mesma é um livro muito metafórico, desde Gênesis até as Parábolas de Cristo.
    Mas eu tenho alguns pensamentos que podem ser errôneos, mas…
    O livro diz que o homem veio do barro, da terra, mas pra mim não tem muito sentido pois eu estudei que as primeiras formas de vida vieram da água. Eu não tenho nenhuma conclusão sobre isso, mas um padre me disse que o livro se referia a areia do fundo do mar. Não me convenceu muito, na verdade eu prefiro não pensar sobre essa parte. Ok, acredito que quando o livro diz que a mulher veio da costela do homem, ele falou do comportamento natural do macho proteger a fêmea, em muitas espécies, e a mulher no mundo selvagem é bem mais frágil que o homem, sem esquecer que antigamente as mulheres cuidavam da caça para que todos comessem enquanto os homens protegiam o grupo e caçavam. Orações e trechos da bíblia tem a pessoa abrigada perto da costela como “Embaixo Das Asas” e isso significa proteção. O padre me explicou muito, e isso eu aceitei.
    Ele disse que 1 dia para Deus pode ser mil anos. Apenas isso. E eu me lembrei que que 1 dia no sistema solar é 24 horas, mas e um dia em todo o universo?
    Bom, mas o que eu estou tentando dizer eu vou dizer logo: Criacionismo e evolução podem ser a mesma coisa.
    Deus pode ter criado o mundo de forma evolutiva, por que não?
    Inclusiva os padres que moram perto da minha casa dizem que a evolução pode ser verdade e que isso não ofende o que Gênesis diz tendo em vista que a bíblia tem linguagem singular.
    Se pensar bem não há motivos para brigar.[/b][/i]

    • Emmanov Kozövisck

      6 de julho de 2014 em 00:54

      Realmente pode haver uma relação íntima entre as teorias do Criacionismo e a Teoria da Evolução das Espécies, entretanto, eu discordo que Deus seja o criador do Universo, da Terra e dos seres vivos. Penso eu que acreditar em alienígenas é algo muito mais palpável do que acreditar em um único Deus, onisciente e onipotente, pois é relativamente interessante pensar na ideia de que temos características únicas em relação aos outros seres da Terra; talvez seja essa apenas outra bobagem minha. Porém, discordo que “Deus pode ter criado o mundo de forma evolutiva”, pois a evolução não foi ditada pelos poderes de um criador, mas sim pelas mudanças do ambiente; e acho um tanto estranha a ideia de que Deus tenha dado a capacidade de que os seres vivos tenham adaptado-se.
      Enfim, discordo de sua opinião, mas respeito-a.

      • Garota Infernal

        6 de julho de 2014 em 01:10

        Talvez você não tenha entendido-a por completo. Eu creio que Deus exista… Só que a forma que eu creio na evolução é que o mundo tenha mesmo se modificado de forma natural, mas pode ter vindo dele, quem sabe?
        Quem sabe o universo não é apenas uma bola de vidro como aquelas de natal na sala de estar dele? Ou um programa que ele criou, uma matrix? Quem sabe, quem sabe?
        O erro da religião é que todos acham que sabem [b]como [/b]Deus criou o mundo, mas aí é que está:[b] ninguém[b] sabe como ele criou. É o que eu penso sobre Deus e a criação.

        • Emmanov Kozövisck

          6 de julho de 2014 em 01:33

          Pensar que Deus é a criação é como uma metáfora; desta forma, eu posso pensar que Deus é algo abstrato, como a natureza, uma das responsáveis pela criação (assim como o acaso). Mas pensar que Deus é a natureza é algo um pouco oblíquo, ambíguo, pois a natureza é o caos e a perfeição ao mesmo tempo, ou seja, a natureza é a vida e a morte, a beleza e a feiura; a natureza é aquela linda paisagem que encanta-lhe os olhos ou aquela horrível cena de vermes comendo a carne morta de uma hiena.
          Talvez Deus não seja nada mais do que a essência humana, o bem e o mal, os elementos que equilibram o nosso Universo e que tornam a vida possível. Talvez Deus seja o poder da criação, da morte e da ressurreição . Talvez Deus seja o criador de todo o Universo, o inimaginável e invencível. Ou talvez ele seja fruto de nossa imaginação. Só o tempo nos responderá essa crucial dúvida.

    • Emmanov Kozövisck

      6 de julho de 2014 em 00:45

      Pare de escrever em negrito, isso polui o texto.

      • Garota Infernal

        6 de julho de 2014 em 00:54

        Polui o meu, não os outros, sim?

        • Cabo Sobrevivente da Era Travecal do ML

          6 de julho de 2014 em 00:56

          É uma poluição visual nos comentários.

        • Emmanov Kozövisck

          6 de julho de 2014 em 00:55

          Polui meus olhos, hehe. Brincadeira.
          Eu corrigi seu texto há quatro horas atrás…

          • Garota Infernal

            6 de julho de 2014 em 00:56

            Eu sei, eu vi. É que eu gosto de escrever assim, velho, eu amo::::::::::::: [i]+[b]+ <3

    • Litzen Vampiro

      6 de julho de 2014 em 00:29

      Esta é a beleza da ciência, tantas teorias, tantas ideias, muito o que se estudar e tentar entender…

      • Garota Infernal

        6 de julho de 2014 em 00:33

        [i]Eu acho ciência fascinante, não entendo a onda do “Ciência VS Religião”. É a maior besteira.[/i]

        • Litzen Vampiro

          6 de julho de 2014 em 00:37

          Pois é, eu gosto de estudar os dois, ambos tem ideias tão interessantes, mas é típico dos humanos essas brigas, não entendo o porque cada um acredita no que quer, eu estudo com um bom número de crentes ou clérigos como eu os chamo, e respeito eles e as crenças deles, assim como eles respeitam quem não crê…

          • Garota Infernal

            6 de julho de 2014 em 01:03

            [i]E a minha professora de história me explicou que na história do planeta fatos comprovados pela ciência que aconteceram coincidem com fatos da bíblia, e me contou sobre gênesis também. Só que eu esqueci a maioria das coisas que ela disse hic hic hic ^^
            Mas depois eu falo com ela de novo pra entender melhor.[/i]

          • Litzen Vampiro

            6 de julho de 2014 em 01:50

            exatamente,a bíblia também é usada como fonte histórica, eu tenho vários textos que usam dela para explicar algumas coisas que ocorreram naquela época…

          • Emmanov Kozövisck

            6 de julho de 2014 em 01:52

            Mas é claro! Muitos encaram a Bíblia como um conto de fadas, mas ela é repleta de fatos verídicos, pois narra a vida de inúmeros povos durante muitas épocas. Entretanto, boa parte dela é composta de metáforas e estórias.

          • Litzen Vampiro

            6 de julho de 2014 em 02:01

            Sim, muitas coisas nela são de interpretação, as pessoas só lê-em e parecem que não param para refletir um pouco, li uns textos acerca dos hebreus e dos egípcios e mais um povo que não lembro agora, muito bom, notável algumas passagens bíblicas, os textos históricos estão cheio delas, ainda é uma ótima fonte histórica, e como uma religião crê quem quer crer, eu acho que deveria haver um ambo respeito entre as pessoas acerca disso, mas me parece que na natureza do ser humano tal coisa é quase impossível, mas ainda acho alguns que tem algum respeito, são poucos, se houvesse mais pessoais assim seria um tanto melhor…

          • Garota Infernal

            6 de julho de 2014 em 02:16

            [i]Foi o que a professora disse, ela disse que mesmo os historiadores ateus respeitam a bíblia como fonte histórica e cultura.[/i]

          • Litzen Vampiro

            6 de julho de 2014 em 02:46

            Sim usa-se ela muito, como disse, na questão da historia dos Hebreus com os egípcios e tem mais um povo junto que realmente não lembro o nome agora, tenho vários textos, ótimos para se ler, os textos que meus professores dão para ler são excelentes, faz um certo tempo já que não leio algo relacionado a história antiga…

          • Garota Infernal

            6 de julho de 2014 em 02:17

            cultural**

        • Cabo Sobrevivente da Era Travecal do ML

          6 de julho de 2014 em 00:36

          Um é contrario ao outro, não podem se juntar, simples assim.
          E ve para de escrever em italico carai.

          • Mirai Kuriyama

            6 de julho de 2014 em 18:21

            Como não podem andar juntas se na própria religião, se diz que a Ciência é um dom? ._.

          • Cabo Sobrevivente da Era Travecal do ML

            6 de julho de 2014 em 19:32

            Depende do que pra você seja “andar juntas”, estou dizendo aqui que elas NÃO podem se MISTURAR.
            E na religião se diz que a ciência é um dom? me de exemplos disso, diga o nome de um líder religioso que disse isso, e se possível, passe o texto em que ele disse.
            E além disso, já existe uma mistura de ciência com religião, é a pseudociência do criacionismo, e além deles irem contra o método cientifico, pelo que sei, somente UM artigo dessa pseudociência foi pra uma revista científica, e ainda foi por causa de um esquema, se mais de um artigo dessa pseudociência foi pra um artigo científico, foi um numero insignificante.

          • The Van Hoheheim

            7 de julho de 2014 em 19:37

            Cientistas do passado não eram religiosos?(a maioria)

          • Cabo Sobrevivente da Era Travecal do ML

            7 de julho de 2014 em 21:39

            Cientistas podem ser religiosos, eles só não devem misturar o trabalho com a crença deles, simples assim.

          • Terrorista

            6 de julho de 2014 em 08:35

            Não quero entrar nessa discussão de analfabeto funcional de vocês aí,mas tipo,agora você falou burrice.
            Religião e ciência nem sempre são antagônicas.
            O que você falou aí é de uma burrice monumental.

          • Cabo Sobrevivente da Era Travecal do ML

            6 de julho de 2014 em 11:03

            Não pô, eu já expliquei que a religião é baseada em fé, e a ciência em fatos, por isso que não podem se misturar.
            Alias, sabe porque o criacionismo é uma pseudociência?
            Porque os métodos científico e criacionista são totalmente diferentes, enquanto o científico é “essas são as evidências, que conclusão podemos tirar delas?” Enquanto o criacionista é “essas são as conclusões, que evidências podemos usar pra corroborar elas?”.
            Se quer saber o que acontece quando se junta ciência com religião, pesquise sobre Henry Morris, John Whitcomb, Institute for Creation Research e Walter Lammerts.
            E não estou dizendo aqui que cientistas não podem ter religião, e sim que eles não devem misturar os dois.
            E aposto que você nem sabe o que é um analfabeto funcional, HUE.

          • Terrorista

            6 de julho de 2014 em 13:33

            Você também é burro. A ciência segue – assim como a religião – os interesses políticos e ideológicos,logo alguns “fatos” podem ser omitidos ou “modificados”.
            Citar apenas a Teoria do Criacionismo como a forma de junção de fé/religião e ciência é uma falta de conhecimento enorme…não tem nem porquê eu discutir isso.
            No mais,é possível sim a junção de ciência e religião,e estas como já frisei antes,não são antagônicas. Os estudos “científicos” sobre o oculto são escassos, e os poucos que conhecemos são tendenciosos à “””racionalidade”””.

            O analfabeto funcional é um indivíduo cujo conhecimento é escasso;não é capaz de interpretar textos simples, e nem de resolver operações matemáticas básicas entre outras coisas simples.Algumas das pessoas com quem você discute,como a garota infernal,aparentemente são,e você também parece ser um analfabeto funcional.

          • Cabo Sobrevivente da Era Travecal do ML

            6 de julho de 2014 em 19:45

            Acho que você não conhece ao certo o método científico, meu caro, pois essa sua frase não tem sentido.
            E lembrando que não estou falando da teoria do criacionismo, e sim da pseudociência do criacionismo, que até hoje, não tem nada que é provado e aceito na ciência.
            E então, me apresente uma mistura de fé e religião que deu certo, e se for citar estudos específicos, me apresente as referencias bibliográficas desse estudo, pois ai eu posso verificar se ele existe, e até mesmo lê-lo.
            Não importa se a ciência tem ou não estudos sobre o oculto, pois isso não modifica em nada o fato de que a religião trabalha com “verdades absolutas” que não podem ser modificadas, enquanto a ciência trabalha de forma totalmente contraria, sendo que é modificada e melhorada a todo tempo, e também o fato que já citei aqui varias vezes, de que a religião é baseada em fé, e a ciência, em razão.
            E bom, pelo que parece se sabe mesmo o que é um analfabeto funcional, HUE, espero que não tenha pesquisado no dicionario.

          • Terrorista

            6 de julho de 2014 em 21:53

            Minha frase não tem sentido? Você tem cérebro?
            Acho que você não deve ter entendido o meu comentário. Quando disse ciência me referi mais a comunidade científica que de neutra não tem nada.Não sei se você sabe quem financia os estudos científicos né…Daí você dizer que não conheço o “método científico” já chega a ser hipocrisia…e não sei se você leu direito,mas eu disse que é possível a junção de religião e ciência e não que isso ocorre de maneira correta,portanto não há uma mistura de religião e fé que “deu certo”. Também não há como citar estudos específicos,pois estes são poucos e sempre favorecem os interesses de terceiros,já que grande parte destes estudos servem apenas para desmentir o que aparentemente tem explicação.
            Veja bem,se de fato fosse comprovado a veracidade das ciências sobrenaturais muitas pessoas iriam parar de lucrar,isto é, a industria farmacêutica não seria tão útil assim.A veracidade dessas “coisas” afetaria inclusive, o sistema econômico atual.
            Pra dar um exemplo específico: Imagine se houvesse a comprovação de que a fé ou algum rito religioso pudesse curar pessoas de determinadas doenças,acha que perderiam tempo com os tratamentos médicos,gastando dinheiro com tratamentos caros e todos esses medicamentos? Por favor né cara…
            Bom,em relação a isso de “religião trabalha com verdades absolutas”: Eu nem tenho o que dizer,isso é a maior prova da tua ignorância,afinal,você não conhece todas as religiões do mundo,então não deveria afirmar jamais isso. Lembre-se que só os idiotas criticam aquilo que não conhecem.

          • Cabo Sobrevivente da Era Travecal do ML

            6 de julho de 2014 em 23:23

            Sim, eu sei que é o governo financia os estudos, mas ele não “modifica” os resultados ou qualquer coisa do tipo que você disse ai, isso se trata de conspiração, mas você nem deve saber a diferença de um artigo científico pra um desses textos de revistas… Então imagina saber como é rigoroso o “filtro” pra alguns desses artigos chegarem a uma revista cientifica, e tbm deveria saber que um resultado modificado não sairia impune, a comunidade cientifica descobriria a manipulação, e o autor do texto(talvez até mesmo a revista cientifica em que o artigo foi colocado) perderia totalmente a credibilidade.
            A junção é possível? Sim, olhe a pseudociência que é o design inteligente(nome usado pra “mascarar” o criacionismo). Mas vale a pena fazer essa junção? NÃO, pois até hoje, de todas as junções que houveram, nenhuma deu certo, você mesmo admitiu isso. E esses estudos dessas junções realmente não tem credibilidade, nisso você esta certo.
            Esse paragrafo que contem o texto “Veja bem,se de fato fosse comprovado…” e o abaixo dele, são apenas conspiração, melhor eu nem comentar…
            E só pra constar, já foram feitos estudos(vale falar aqui que alguns foram feitos por cientistas religiosos) que tentaram comprovar essas curas através da fé, homeopatia, se a reza realmente ajuda alguém a se curar, e foi descoberto que na verdade, tudo isso é um simples efeito placebo, se quiser, posso procurar alguns desses estudos e deixar a referencia bibliográfica deles aqui, ou quem sabe, o artigo cientifico em si.
            Você falou que o que eu disse ai é burrice, mas não usou argumentos pra comprovar seu lado, isso sim que é burrice né pô, mas só lembrando eu disse “religião trabalha com “verdades absolutas”” e não “religião trabalha com verdades absolutas”, sim as aspas fazem diferença, pois as “verdades absolutas” deles não são comprovadas nem como verdades. E primeiro, é IMPOSSÍVEL conhecer todas as religiões, segundo, sim, todas as religiões possuem essas “verdades absolutas”, se tratam dos Dogmas, e são raras as exceções, e tbm tem algumas que tem esses dogmas mas não assumem, que como exemplo podemos citar o espiritismo.
            E vê se apresenta mais argumentos ao invés de ficar falando “isso é burrice, vou nem falar nada”.

          • Terrorista

            6 de julho de 2014 em 23:41

            o dia q vc n falar burrices
            eu n falo q vc ta falando burrices

          • Cabo Sobrevivente da Era Travecal do ML

            6 de julho de 2014 em 23:52

            Ta, mas e os argumentos? Não tem mais?

          • Terrorista

            7 de julho de 2014 em 00:00

            n adianta argumentar
            c n tá nem entendendo meus comentarios
            HOJE DEUS ANDA DE BLINDADO CERCADO E PROTEGIDO POR 10 ANJOS ARMADOS (8)

          • Cabo Sobrevivente da Era Travecal do ML

            7 de julho de 2014 em 00:06

            Então ta, cabo seus argumentos mesmo, vlw flw.
            Que a discussão acabe aqui.

          • Terrorista

            7 de julho de 2014 em 00:09

            cabou pq vc ta dizendo burrice
            sem fundamento
            EU PENSEI QUE FOSSE ALGUMA VAGINA

          • Emmanov Kozövisck

            6 de julho de 2014 em 15:04

            Nergal, Nergal, não seja tão ácido, companheiro. Responderei gentilmente ao seu comentário, mas apostarei um milhão de reais que você me chamará de analfabeto funcional, pseudointelectual ou adjetivos do gênero.
            Decerto os estudos científicos sobre o “oculto” são escassos, afinal muitos da comunidade científica não estão interessados em saber a resposta de muitas questões históricas que afligem o homem. Entretanto, eu discordo que o conhecimento que adquirimos é “tendencioso”, pois, na minha concepção, no mundo científico muitas coisas ainda estão em debate frequente discussão; dessa forma, muitas coisas tornam-se meias verdades, mas o público geral continua tratando-as como se fossem verdades. Acredito que em alguns aspectos realmente existe a manipulação de dados (como nos inúmeros debates se o aquecimento global realmente existe ou não), mas são poucos tais casos.

          • Cabo Sobrevivente da Era Travecal do ML

            6 de julho de 2014 em 19:57

            E só pra constar, não, não existe essa divisão da comunidade científica quando se trata do aquecimento global, isso foi uma especie de mito criado pelos negadores do aquecimento global, a maior parte da comunidade aprova diz que ele existe, e é causado por humanos, e agora, ao invés de falar pra você pesquisar algo(acredito que ninguém pesquisa mesmo…), vou deixar aqui links sobre 2 Peer Reviews que Jim Powell fez sobre o assunto, um de 1991 até 2012, e outro de 2013.
            http://thecontributor.com/why-climate-deniers-have-no-scientific-credibility-one-pie-chart
            http://www.jamespowell.org/index.html

          • Cabo Sobrevivente da Era Travecal do ML

            6 de julho de 2014 em 20:12

            E só pra constar, nenhum dos poucos artigos que dizem que o aquecimento global é uma farsa tem potencial pra ser um Magic Bullet.

          • Cabo Sobrevivente da Era Travecal do ML

            6 de julho de 2014 em 20:01

            comunidade científica diz que ele existe*

          • Terrorista

            6 de julho de 2014 em 15:32

            Você não entendeu meu comentário.

          • Emmanov Kozövisck

            6 de julho de 2014 em 17:15

            Certo, eu relerei-o.

          • Terrorista

            6 de julho de 2014 em 13:40

            operações*
            to no cel ne

          • Terrorista

            6 de julho de 2014 em 13:41

            ue mais digitei certo
            qnd posta q ta errado
            loko

          • Cabo Sobrevivente da Era Travecal do ML

            6 de julho de 2014 em 19:46

            Escrever no cel é uma merda, HUEHUEHUE.

          • Cabo Sobrevivente da Era Travecal do ML

            6 de julho de 2014 em 11:28

            A sim, e esqueci de citar que as “evidências” do criacionismo são baseadas em seu livro de conto de fadas.

          • Diego Martins

            6 de julho de 2014 em 11:06

            Fé: Desculpa que as pessoas são para acreditar em absurdos sem evidências e não parecerem loucas… Porque os seres humanos usam razão para tudo, até para atravessar a rua, mas podem suspender sua racionalidade quando falam de religião. Fé é ingenuidade e não qualidade e deveria ser tratada como tal.

          • Terrorista

            6 de julho de 2014 em 12:40

            Você é burro. Fé tem diversas utilidades. Pode salvar a vida de muitas pessoas,servir como estimulo…quantas vezes milhares de pessoas desacreditadas,que pensavam que não iriam conseguir nada,que estavam em situações horríveis,tiveram fé e acreditaram que “algo” poderia acontecer e melhorar a vida delas, que um Deus poderia trazer conforto aos corações delas,e com isso não desistiram e continuaram seguindo em frente,até que conseguiram vencer diversas dificuldades impostas à elas e consequentemente enxergar que são capazes de seguir em frente e que podem ter diversas outras capacidades. Esse exemplo é só uma das diversas formas que a fé pode ajudar o ser humano.
            A fé pode ser sim uma desculpa,mas não para simplesmente as pessoas acreditarem em absurdos sem evidências,e sim uma desculpa para as pessoas não desistirem nunca de seus objetivos.Uma desculpa para criar esperança nos corações tristes e amargurados,pode ser uma esperança em vão,mas isso não importa. E isso ao meu ver é qualidade e não ingenuidade.

          • Emmanov Kozövisck

            6 de julho de 2014 em 14:57

            Concordo contigo, Nergal, entretanto há um contraponto: a fé realmente pode ajudar corações tristes e maculados a se superarem de situações extremamente difíceis, mas como você mesmo disse, isso não passa de uma desculpa. O ser humano consegue tirar forças de onde ele quiser: da família, dos amigos, da esperança de um futuro melhor… O efeito placebo cura muitos com o poder da fé, mas eu poderia acreditar em um pônei rosa voador que me salvaria.

          • Terrorista

            6 de julho de 2014 em 15:46

            Tá!

          • Cabo Sobrevivente da Era Travecal do ML

            6 de julho de 2014 em 11:33

            Por mim o cara pode acreditar no que quiser, ta ligado? Se quiser acreditar que o ser humano veio das tetas de uma vaca vermelha, que acredite, o problema é dele, mas o que ele não deve fazer é tentar transformar essa crença sem sentido dele em ciência.

          • Cabo Sobrevivente da Era Travecal do ML

            6 de julho de 2014 em 19:07

            E tbm não deve vir me encher a porra do saco com a crença dele, mas isso é um motivo mais egoísta, HUE

          • Garota Infernal

            6 de julho de 2014 em 00:55

            [i]Velho, eu não vou te responder sobre isso, você tem uma mente muito pequena pra juntar religião e ciência mesmo.[/i]

          • Cabo Sobrevivente da Era Travecal do ML

            6 de julho de 2014 em 01:01

            Você que é burra e não endente né.
            Religião é baseada em fé, o que é fé? Acreditar sem ter provas.
            Já a ciência procura argumentos pro que diz, algo só é aceito quando há provas solidas de que aquilo é certo.
            Vê como os dois são totalmente contrários? Se você não perceber isso, é porque é burra.
            Qualquer tentativa de junção dos dois vai acabar em uma bizarrice como aquela escola adventista que criou polemica há alguns anos atrás.

          • Emmanov Kozövisck

            6 de julho de 2014 em 01:48

            Meu caro Cabo Sobrevivente da Era Travecal do Minilua, eu terei que concordar com a Garota Infernal, pois a religião pode juntar-se sim à ciência. Concordo com ti: a religião é baseada em fé, entretanto nesta frase há um porém, pois a religião não baseia-se unicamente em fé, mas em uma série de dogmas e histórias (ou pelo menos a maioria das religiões). Desta forma, ao menos as religiões Ocidentais (como o cristianismo e o espiritismo) têm histórias de suas versões que relatam não só a criação do Universo, mas também questões históricas recorrentes, como para onde vamos após a morte.
            Desta forma, a ciência poderia aliar-se à religião para o descobrimento do desconhecido. Mas isso não deve aliar-se apenas com questões desconhecidas, mas sim com sociais. O budismo prega interessantes dogmas sociais que têm um reflexo no mundo científico, pois a cultura implementada por eles, na minha opinião, poderia ser seguida por toda a população de certa forma.
            Enfim, você pode discordar de meu comentário. Adios, parceiro.

          • Cabo Sobrevivente da Era Travecal do ML

            6 de julho de 2014 em 02:59

            Mas a maioria desses dogmas e historias tbm são baseados em fé, pois praticamente todas necessitam da existência de um deus pra acontecer ou fazerem sentido, e a existência de um deus é baseada totalmente na fé, pelo menos é nisso que a maioria dos religiosos que já discuti acreditam, pois quando falei algo do tipo “Só acredito vendo” eles responderam “Mas se você ver, não é baseado em fé, e ele quer que você acredite nele através da fé”.
            E se a ciência se unisse a religião pra descobrir o desconhecido, o lado da religião ia tentar por deus em tudo, fazendo o estudo deixar de ser algo imparcial pra transforma-lo em algo parcial, alias, já ouviu falar em Henry Morris?
            O lado da religião não faria isso somente em um mundo utópico…

          • Emmanov Kozövisck

            6 de julho de 2014 em 14:52

            Certo, talvez as religiões não fossem boas aliadas para o descobrimento do desconhecido, mas eu discordo quando você diz que “Mas se você ver, não é baseado em fé, e ele quer que você acredite nele através da fé.”, pois muitas vezes as religiões trabalham em hipóteses (não comprovadas cientificamente), mas que podem ser verdade. O espiritismo trabalha uma hipótese que, em suma, diz que nós reencarnamos em diversas esferas e em diversos planos para melhorar os mundos que passamos e para alcançarmos o “nível máximo”, o mais próximo da luz. É uma hipótese sobre o que acontece após a morte? É. A ciência pode descartá-la? Não, pois por mais ridículo que pareça, ainda não existem provas concretas do que acontece após a morte.
            E como dito acima, as religiões que têm bases históricas são importantíssimas para a compreensão do passado, pois muitas vezes elas não narram apenas históricas fictícias, mas sim histórias verídicas sobre povos do passado.

          • Cabo Sobrevivente da Era Travecal do ML

            6 de julho de 2014 em 19:24

            Alias, eu devia ter citado a pseudociência do criacionismo, pra te mostrar o que acontece ao se misturar religião e ciência.
            E lembrando que essa frase não fui eu que disse, e sim o que muitos religiosos responderam após eu falar “só acredito vendo”.
            Todas essas hipóteses tem 50% de chance de serem verdade, e só lembrando que não é trabalho da ciência descartar essas hipóteses, e sim trabalho da religião comprovar que ela é verdade, até porque, é impossível provar a inexistência de algo, principalmente quando se tratam de assuntos que envolvem a vida após a morte.
            E o que diz que essas historias são verídicas? O que prova que o livro não usa apenas o nome dos povos pra contar uma historia fictícia, que talvez possa até ter alguma semelhança as vezes?

          • Garota Infernal

            6 de julho de 2014 em 01:06

            [b]’-‘[/b] [i]Esse é o seu argumento? Você distorceu por completo o que eu disse. Ninguém aqui falou em juntar os dois, só você e isso é coisa de gente com mente pequena.[/i]

          • Cabo Sobrevivente da Era Travecal do ML

            6 de julho de 2014 em 01:18

            E qualquer tentativa de resposta que você tentar fazer a esse comentário sem usar argumentos, recebera um “Dexa de ser burra”, não importa o que escreva, vlw flw.

          • Cabo Sobrevivente da Era Travecal do ML

            6 de julho de 2014 em 01:17

            Não distorci nada, se as coisas são contrarias uma hora ou outra vai acabar dando em briga, parece que eu tenho que explicar tudo pra você né? É foda conversar com burro…
            E antes de falar de “mente pequena” apresente seus argumentos, porque pelo que parece, você adora falar merda mas nem apresenta argumentos né.

          • Garota Infernal

            6 de julho de 2014 em 01:24

            [i]Olha, não vale a pena discutir com você sobre qualquer coisa por que você é chato, então eu vou responder isso como uma cinéfila:[/i]
            [b]”ESTA CONVERSA ACABA AQUI!”[/b]

          • Cabo Sobrevivente da Era Travecal do ML

            6 de julho de 2014 em 01:34

            Pessoa sem argumentos é foda né
            Dexa de ser burra, vlw flw.

  14. Shun

    5 de julho de 2014 em 23:52

    Vou ficar aqui de boa, pq toda vez que comento algo nos posts do Diego, mesmo que não esteja na categoria religião, vem uma turminha de ateus sem argumentos me encher, então… .-.

    • Adriano Saadeh

      6 de julho de 2014 em 12:19

      Dae Shun tava sumidinho né!

      • Shun

        7 de julho de 2014 em 01:31

        E ae xD
        Uhuum… isso aqui tava tomando muito o meu tempo, então parei de entrar, mas daí eu sinto falta e acabo voltando haha 😉

  15. Mah Theus

    5 de julho de 2014 em 23:34

    Defensores da Teoria do Criacionismo padecem de um mal comum: “Inteligência Seletiva”.

  16. el chupacabra

    5 de julho de 2014 em 23:30

    sigo a teoria do spore

  17. Emmanov Kozövisck

    5 de julho de 2014 em 23:27

    Excelente post, Diego. A sua explicação sobre a Teoria da Evolução de Darwin foi resumida, entretanto eu achei excepcional a sua explicação sobre o que difere uma teoria de uma lei, eu realmente não sabia diferir esses dois termos de forma correta. Só discordo de um ponto: acredito que Darwin não estava completamente errado, e sim parcialmente.

    • Diego Martins

      5 de julho de 2014 em 23:50

      Valeu! Que bom que consegui passar algo interessante a frente. Como o comentário a baixo falou, eu não quis dizer que Darwin errou completamente, apenas que algumas das coisas que ele disse não eram exatamente aquilo.

    • Cabo Sobrevivente da Era Travecal do ML

      5 de julho de 2014 em 23:34

      “Sim! Darwin viveu em uma época onde nós desconhecíamos DNA, genes e diversas outras coisas que influenciam diretamente na evolução dos animais. Por isso, algumas coisas ditas por ele não estavam completamente corretas.”
      Leia direito, ele nunca disse que Darwin estava totalmente errado, e sim que algumas das coisas que ele disse estavam erradas

      • Emmanov Kozövisck

        5 de julho de 2014 em 23:54

        Eu li esse trecho, mas o subtítulo “Darwin estava errado” contradiz um pouco tal ideia; eu me esqueci de dizer isso.

        • DCemblemático

          6 de julho de 2014 em 00:23

          Leio entendeu quase nada foi da uma de experto e quebrou a cara he-he-he

          • Cabo Sobrevivente da Era Travecal do ML

            6 de julho de 2014 em 03:02

            “experto” imaginei um carioca falando agora, HUE.

          • Emmanov Kozövisck

            6 de julho de 2014 em 00:44

            O quê? Ah, que se dane.

  18. Forasteira

    5 de julho de 2014 em 23:18

    Diego, não precisa mais se preocupar, depois de pesquisas incessantes (aham), achei a resposta de como a Terra foi criada:

    [img]http://i.imgur.com/yeygsQ6.jpg[/img]

    • Garota Infernal

      7 de julho de 2014 em 02:55

      Prepare-se para mais um mousepad.

      • Forasteira

        7 de julho de 2014 em 17:37

        Merda. :/

    • cara anonimo

      6 de julho de 2014 em 17:33

      Legal

    • Adriano Saadeh

      6 de julho de 2014 em 12:16

      Muito boa!

  19. Cabo Sobrevivente da Era Travecal do ML

    5 de julho de 2014 em 22:37

    Poderia ter citado tbm que existe o fato da evolução e a teoria da evolução, sendo que o fato é “Os seres vivos se modificam no decorrer do tempo” e a teoria é o que explica essa modificação.

  20. Terrorista

    5 de julho de 2014 em 22:32

    Poxa,o começo do texto fez parecer que a ciência é neutra,mas só parecer mesmo.

    • artur3855

      7 de julho de 2014 em 20:31

      Vc acha que a ciência é tendenciosa a proteger algo msmo que os fatos apontem para que ele esteja errado? É q eu não entendi direito o que vc falou ^^’

  21. Blue

    5 de julho de 2014 em 22:27

    gostei,isso explica pra muita gente que não sabia,agora mudando um pouco de assunto,Minilua precisa de mais crentes fanáticos,precisamos de mais tretas

    • Kuzan

      5 de julho de 2014 em 22:40

      Os crentes sumiram por causa dos ateus e dos posts do Diego.

  22. cara anonimo

    5 de julho de 2014 em 22:06

    “Se você olhar bem, vai entender que deste dos primórdios da humanidade os humanos ( ate hoje ) sempre querem buscar respostas de como nós surgimos ou como tudo foi criado e como eles queriam as respostas de um jeito fácil ? a religião claro, depois o caminho mais fácil de como conseguir as respostas era pela religião ou acreditando em alguma religião, mas com o tempo (algumas) pessoas começaram a desconfiar de algumas coisas sobre esse tal de ” criacionismo ” ou sobre deuses ou deus foi assim que nasceu uma nova forma de pensar e mesmo assim eles buscavam respostas pra isso de como nós fomos criados. Bem a ciência pode explicar muito bem as coisas, mas se no futuro pode a ver novas perguntas e respostas, como : foi confirmado que existe vida em outro planeta ou de achamos um esqueleto que pode ser da evolução do homem ! então nos podemos achar sim a respostas ou não. Essa meus amigos é apenas a ponta do iceberg.” – By cara anonimo.

  23. DCemblemático

    5 de julho de 2014 em 21:57

    Enquanto a ciência tem o trabalho tudo de fazer teorias e mais teorias, tem que fazer teste e vários estudos,aí vem umas pessoas e dizem que tudo foi criado por uma pessoa e nem da nenhuma prova he-he-he

  24. Kuzan

    5 de julho de 2014 em 21:49

    Ótimo post! Explica muito bem a teoria da evolução e a introdução é boa pra que não conhece o método científico.

  25. Forasteira

    5 de julho de 2014 em 21:43

    Ok, ok, este site está muito pacífico ultimamente. Nenhuma treta nos posts do Diego…

    • Cacuety Comment

      6 de julho de 2014 em 14:12

      Pra que tretas? Nós podemos viver como anônimos pacíficos em busca de um bem maior, a DIVERSÃO 😀

      [img]http://gazetadebarao.com.br/wp-content/uploads/2013/01/bob-esponja-2.jpg[/img]

      • Forasteira

        6 de julho de 2014 em 16:32

        😀

    • Vayne a Cupida Mortal

      5 de julho de 2014 em 22:05

      Lógico que não traveca, tudo na teoria de Charles é verdade, vocês crentes acreditam que a mulher foi feita a partir da costela do homem… eu prefiro acreditar no macaco do que nisso.

      • chapolim do mal

        6 de julho de 2014 em 10:07

        Eu acho que você deveria prestar mais atenção no texto porque ele diz que nem tudo na teoria de charles era totalmente correta e completa.

        • Cabo Sobrevivente da Era Travecal do ML

          6 de julho de 2014 em 11:19

          C acha que esse analfabeto funcional vai entender o post? HUEHUEHUE

          • Kuzan

            6 de julho de 2014 em 11:27

            Nem deve ter lido o post.

      • Terrorista

        5 de julho de 2014 em 22:35

        “tudo na teoria do Charles é verdade”
        Kihihi

      • Forasteira

        5 de julho de 2014 em 22:09

        Eu não acredito que a mulher foi feita a partir da costela do homem, fale por si só.

    • Cabo Sobrevivente da Era Travecal do ML

      5 de julho de 2014 em 21:59

      Agora que o post é sobre evolução, é bem capaz de ter treta.

      • DCemblemático

        5 de julho de 2014 em 22:04

        Sei lá, eles não tá falando mal da religião, só tá explicando uma teoria que muita gente entende errado he-he-he

        • Cabo Sobrevivente da Era Travecal do ML

          5 de julho de 2014 em 22:23

          Mas alguns dos homens de barro ficam putos só de ser citado o nome “Teoria da evolução” HUE

          • Cabo Sobrevivente da Era Travecal do ML

            6 de julho de 2014 em 05:47

            Parece que os homens de barro foram praticamente extintos daqui, e só sobrou o Traveco Infernal.

          • Cabo Sobrevivente da Era Travecal do ML

            6 de julho de 2014 em 19:04

            Tbm tem o traveco larissa, como pude me esquecer dele?

    • DCemblemático

      5 de julho de 2014 em 21:52

      Calma, tenha paciência padawan, a treta está vindo pelo norte he-he-he

      • Forasteira

        5 de julho de 2014 em 21:52

        *jovem padawan

    • Jeff Dantas

      5 de julho de 2014 em 21:49

      Ah, tá cedo ainda! Espere depois da meia noite…

    • Kuzan

      5 de julho de 2014 em 21:47

      Nem comentários teve como vai ter treta?

      • Forasteira

        5 de julho de 2014 em 21:52

        E os outros posts? Eu falei posts em plural, não singular. Ultimamente as únicas tretas que tão tendo são nada a ver com o tema da matéria e inúteis.

        • Kuzan

          5 de julho de 2014 em 21:55

          Com isso eu concordo.

130 Comentários
mais Posts
Topo