Minilua

Ideias totalmente idiotas, que resolveram problemas incríveis #2

Quase todo mundo que tem um trabalho faz a mesma coisa: resolver os problemas de alguém. Quando você está com um problema de construção, chama um pedreiro; quando o problema é no seu computador, chama um técnico; quando tem uma dúvida em uma loja, chama um vendedor. No fundo, quase todos nós somos resolvedores de problemas, mas as vezes nos deparamos com coisas que nos fazem pensar: “Putz, não tem como resolver isso!”. Contudo, em alguns casos, a solução pode ser uma ideia que parece totalmente idiota, mas que tem seu lado de genialidade:

Massagem estranha para o soluço

O soluço é uma das tantas coisas estranhas que acontecem com o corpo humano e não entendemos por completo. O que sabemos é que alguma coisa faz com que o diafragma comece a se contrair involuntariamente, criando aquele sobressalto que pode durar alguns minutos. O soluço pode ser causado por diversas coisas, como bebidas alcoólicas, comer muito rápido, rir demais, distúrbios no sistema central e por aí vai.

Na grande maioria dos casos, o soluço passa depois de um tempo e a vida segue. Contudo existem casos crônicos, onde a crise pode durar horas. O soluço sozinho não causa grandes problemas de saúde a pessoa, mas o incomodo prolongado faz com que a busca por um médico seja indicada e isso pode acabar de uma maneira totalmente bizarra.

E foi por causa de uma crise de soluço que uma das mais bizarras histórias da medicina moderna aconteceu em 1998, quando o doutor Francis Fesmire recebeu um paciente que estava soluçando a uma taxa de 30 soluços por minuto há mais de 72 horas. A situação crítica preocupou o médico, que conhecia bastante diversos estudos sobre soluços, suas causas e como remediar tal situação.

Nervo vago

O nervo vago é um dos principais transmissores de nosso corpo, começando no cérebro e passando por diversos órgãos importantes, como pulmões, coração, estômagos e intestino. O nervo vago também passa pelo local responsável pelos estímulos que geram os soluços. Por isso, uma das soluções mais conhecidas para sanar esse tipo de crise é estimular o nervo vago, fazendo com que os sinais que geram o soluço não cheguem ao local devido.

E foi exatamente isso que o doutor Francis fez. Ele começou estimulando a língua do paciente, perto da garganta, mas isso não adiantou. Depois, ele pediu para o coitado tentar empurrar o ar para fora dos pulmões, enquanto fechava a boca e o nariz. Isso surtiu efeito, diminuindo a frequência do soluço pela metade, porém não por muito tempo.

A crise parecia que não ia diminuir, pois cada nova tentativa de sobrecarrega no nervo vago acabava não funcionando a longo prazo. Mas eis que então o doutor se lembrou de um estranho estudo que havia lido há alguns meses, chamado “Termination Of Paroxysmal Suprventricular Tachycardia By Digital Rectal Massage”. Esse estudo falava de como usar massagem anal para ajudar a diminuir a taquicardíaca, que é uma condição onde o coração pode se acelerar demais e causar diversos desconfortos ou mesmo problemas mais sérios.

E como o coração e os soluços são afetados pelo nervo vago, o doutor pensou que valeria a pena fazer uma massagem anal no paciente e ver o que acontecia. Desesperado, o paciente aceitou o tratamento. Fazendo pequenos movimentos circulares no ânus, o doutor conseguiu diminuir os soluços, até que eles pararam completamente.

O ânus possui diversas terminações nervosas e é um lugar muito sensível, por isso, o estímulo naquele local surtiu efeito sobre o nervo vago e o paciente foi curado.

Para quem estava soluçando a 72 horas, uma massagem na bunda não deve incomodar muito.