Minilua

A iluminação do futuro

Desde que começamos a viver em cidades e grupos grandes, a humanidade tem lutado contra a escuridão noturna, afinal ela acoberta perigosos e dificulta a locomoção. Mas agora a solução definitiva para esse problema foi encontrada.

As luzes da noite

Muito antigamente, as cidades, para terem luz a noite, contavam com postes onde lamparinas movidas a óleo tinham que ser acessas todas as noites e apagadas pela manhã, tudo isso feito de maneira manual. Depois, surgiu a energia elétrica e tudo ficou muito mais fácil.

Ao mesmo tempo em que a energia elétrica se tornou a solução perfeita, ela também gerou outro grande problema, que é o gasto descomunal de energia que é necessário para que uma cidade fique “ligada” a noite toda. Mas talvez nós estejamos vivendo a época onde os postes de rua se tornarão coisa do passado.

Bioglow

A Bioglow é a empresa dona de um ambicioso projeto, que pode mudar a cara de muitas cidade em todo o mundo. A ideia dela é tão boa que, além de reduzir drasticamente os gastos elétricos, pode ajudar a termos um mundo mais arborizado e bonito.

Todo mundo sabe que alguns animais, como os vaga-lumes e diversas bactérias, possuem a capacidade de gerar luz e brilhar no escuro. Vendo isso, a equipe comandada por Dr. Kritchéski resolveu desenvolver uma espécie de árvore que possui a capacidade de gerar luz.

Usando DNA de seres bioluminescentes, os cientistas conseguiram criar árvores que possuem essa característica. Assim, seria possível colocar essas árvores nos mais variados lugares, melhorando a iluminação de parques e ruas escuras drasticamente.

Mas eles não param por aí, pois também estão desenvolvendo uma espécie de tinta natural, que conta com microrganismos bioluminescentes, que poderia ser aplicada em qualquer lugar para iluminá-lo sem gastar luz. Por exemplo, essa tinta poderia ser usada em um calçada para ela ficar assim de noite:

O primeiro lote de árvores iluminadoras já está a venda e no futuro, com a melhor das técnicas, elas devem iluminar cada vez mais e se tornarem a iluminação do futuro.