Inacreditável cena de como um garoto chinês trata sua mãe

Este é um cenário real que aconteceu na China. Um menino chinês está agarrando o cabelo e o pescoço de sua mãe quando ela se recusa a comprar um brinquedo para ele.

Na china um menino é tratado como "Rei" e é assim que um "Rei" trata sua mãe.

Imagina-se porém, como será a vida dessa mãe quando seu filho estiver com uns 16 ou 17 anos…








































O menino está feliz agora depois que sua mãe concordou em comprar brinquedos para ele.




Adaptado de funkydowntown

  1. Wilson Junior Andrade

    16 de janeiro de 2014 em 16:22

    esse muleque merece uma pisa d pe ..pra no futuro não matar seus pais

  2. Felipe Jose da Silva

    10 de junho de 2013 em 16:03

    A questão não é dar palmadas na verdade, é educar seu filho, mas mesmo assim, não quero ter um, sou uma pessoa muito irresponsável e despreocupada

  3. Felipe Jose da Silva

    10 de junho de 2013 em 16:01

    Se eu fosse o pai desse pirralho filho duma p#ta, ele já teria a cara roxa de tanta porrada

  4. Maicon JB Almeida

    9 de junho de 2013 em 13:59

    Rei ou não, eu já metia um tapão!

  5. Mother of Dragons

    2 de abril de 2013 em 19:12

    Ah minha vovó para resolver essa situação! Surra no guri.

  6. Guilherme Menezes

    28 de março de 2013 em 22:03

    se acontecesse de um filho meu fazer isso,socava a voadeira no maluco ‘-‘

  7. Júlia Jaqueline

    19 de janeiro de 2013 em 21:12

    Não há nada melhor do que uma bela surra de cinta para resolver esse problema.

  8. Andrew Gustavo

    25 de agosto de 2012 em 20:32

    Eu daria uma bifa nele que ele ia varar lá na casa de uma família negra

    ou d’baixo da terra HAHA ‘ <- lee risada maléfica
  9. Den Costa

    21 de agosto de 2012 em 19:35

    Mimado esse menino! Se fosse e esse menino morria!! kkkkkkkk

  10. Grim Reaper O ceifador solitario!

    18 de agosto de 2012 em 15:27

    Se fosse meu filho eu já teria virado pó para polir minha foice.

    Acho que o filme “Meu nome não e jhonny” e um filme preconceituoso porque meu nome é jhonny é tenho certeza.
    *Reaper Drogado*
  11. Vitor De Oliveira

    11 de agosto de 2012 em 01:17

    Olha, se fosse meu filho e fizesse um decimo disso, dava tanta porrada nele até os olhos dele ficarem mais abertos do que de personagem de anime.

  12. Rizu Daisuke

    8 de agosto de 2012 em 16:26

    Nada que uma boa surra não resolva.

  13. vão se foderem

    5 de agosto de 2012 em 17:20

    se eu vejo esse mlk na rua ele apanharia tanto que ele voltaria de muleta pra casa 

  14. vão se foderem

    5 de agosto de 2012 em 17:12

    vish se eu faço isso com minha mae eu sou um gato morto

  15. Ivano Da silva domenicali

    3 de agosto de 2012 em 11:39

    se eu fosse a mae ou o pai metia a porrada nesse feladaputinha

  16. Bruno Mathyas

    30 de julho de 2012 em 23:50

    a se fossse com meu filho ele apanhava na frente das pessoas e nao ganhava o brinquedo

  17. Airton Bellini

    22 de julho de 2012 em 00:37

    As imagens 16 e 17 são do filme CJ7 fo$a de mais esse filme ri demais!

  18. Luiza Bravo

    9 de maio de 2012 em 10:55

    “Da-lhe um bicudo nesse ‘pIqueno'”

  19. Bruno Santos

    26 de março de 2012 em 20:54

    si isso fosse aki no brasil esse menino ja tinha levado 1 Contra Vapor da mãe
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  20. Wiill

    24 de março de 2012 em 17:09

    Se fosse comigo , vey, eu dava um soco no queixo no mlk q ele ia ver o mundo em 2D

  21. Gabriel Cardoso

    24 de janeiro de 2012 em 02:31

    Ia tomar um pescotapa sinistro…E se continuasse com a via.dagi eu pegava com um pedaço de pau e arrastava pra casa pelas “zoreia”…xD

  22. Creeper Boom!

    12 de janeiro de 2012 em 19:32

    Solução: Kenner =)

  23. gisele crespio

    22 de dezembro de 2011 em 10:36

    aqui no Brasil isso não é diferente… e ainda vigorou a lei de que é proibido até dar umas palmadinhas nos filhos, o mundo vai de mal a pior…

  24. Flavio Souza

    13 de dezembro de 2011 em 19:05

    Eu sou totalmente contra violencia infantil…mas esse moleque ridiculo merecia mesmo uma surra… se assim já é mal agradecido imagina mesmo quando crescer e pior que o desgraçado conseguiu o que queria pois nas últimas fotos a mãe dele comprou a porcaria que ele tava pedindo 🙁

  25. Douglasvalero Dfg

    10 de dezembro de 2011 em 18:34

    Se fosse comigo eu pegava o guarda-chuva e falava “Quer Brinquedinho , aqui um ” E socava na boca daquele peste !

  26. White Pawn John Harper(Sem a Camiseta do Minilua)

    4 de dezembro de 2011 em 02:33

    Eu mataria ele e faria parecer um acidente T.T 

  27. SAMPAIO , Fábio

    4 de dezembro de 2011 em 02:29

    isso ai acontece em todo lugar hoje em dia…

    soluçao?? a mae saber se impor… e isso leva um pouco de tempo..tem de se construir

    solução ali no momento?? dois pescotapa e um arranca orelha….

  28. Lorena Taylor Mercury

    3 de dezembro de 2011 em 23:20

    SEMPRE QUE minha mae falava ´´Eu não tenho dinheiro ´´

    eu falava ´´quando a senhora tiver compra o….´´´

    ~eu não era loca de fazer isso…

    ela iria me matar.

  29. Karyn souza

    3 de dezembro de 2011 em 23:15

    OLHA NÃO SEI PORQUE O ESPANTO JA VI CRIANÇAS BRASILEIRAS FAZENDO CENAS BEM PARECIDAS NO SHOPPING DANDO TAPA NA CARA DOS PAIS , SE JOGANDO NO CHÃO, CHUTES E LOGO VAI SE TORNAR MAIS  COMUM JA QUE O GOVERNO QUER INTERFERIR  ATÉ NA EDUCAÇÃO DOS NOSSOS FILHOS CASO NÃO SAIBAM TEM UMA LEI QUE ESTA TRAMITANDO NO CONGRESSO ONDE O PAI OU MÃE QUE  DER UMA PALMADA NO FILHO VAI TER  QUE SER AVALIADO POR ESPECIALISTAS E  RESPONDER  A CRIME, JA VI CRIANÇAS AMEAÇANDO  DENUNCIAR OS PAIS  IMAGINA DAQUI 10 ANOS  COMO NÃO VAI SER.

  30. Gabriel Nonato

    24 de outubro de 2011 em 00:19

    Ah se esse moleque fosse meu filho, tsk tsk

  31. Marcos Vinícius

    2 de outubro de 2011 em 06:25

    No primeiro puxão que ele me desse eu ia dar só uma na fússa dele… e arrastar pra casa. Não é violência não, é impor o respeito! Eu hein… muito boazinha ela…

  32. Juliane Vale

    6 de junho de 2011 em 20:18

    Falta de uma cinta…neste moleque! ¬¬

  33. Samuel Cardoso

    24 de maio de 2011 em 15:55

    No meu tempo meu pai dava um tapao na cara que resolvia logo…..hehehehe

    • May Lemos

      23 de julho de 2012 em 13:30

      E a minha me dxava trancada no quarto sem videogame…. 🙁

  34. **arân**ula

    12 de maio de 2011 em 15:31

    Eu descia o braço na cara desse menino. Os pais devem ensinar seus filhos enquanto são pequenos.
    Com uma chinelada boa, duvido ele fazer mais isso!

  35. Nely Tonet

    28 de abril de 2011 em 16:56

    Eu sou daquele velho ditado: “Quem semeia, um dia colhe!!!!!!!!
    Criar bem um filho não significa dar o possível e o impossível, mas sim, fazer entender o verdadeiro valor das coisas. Um bom castigo não mata ninguém; pelo contrário, educa-se!!!!

  36. Matheus Valentim

    28 de fevereiro de 2011 em 16:07

    má q mulek chato!pois é gente, o senado vai aprovar essa lei dos pais não darem uns tapas nos filhos pra q? para eles continuarem sem limites e fazendo essas malcriações?
    mais uma vez a palavra d Deus prevalece…

  37. AmagusDaemonis

    11 de janeiro de 2011 em 17:43

    Gente, não comparem Brasil e China.A questão ali não é violência contra os pais (e o possível revide deles), e sim, contra a mãe. Na China, o homem é tratado melhor, em comparação com a mulher. Mesmo que o homem neste caso seja um piá de m* , a mulher tem que se submeter.
    Como foi dito acima ‘Na China, o desrespeito com as mulheres aprende-se de berço.’

    Essa lei que impede os pais de baterem nos filhos…ora, não quer dizer que os filhos vão fazer o que quiserem!

  38. Ro

    11 de janeiro de 2011 em 03:56

    Malditinho!
    Na China, o desrespeito com as mulheres, aprendesse de berço.

  39. Bruno Rock

    10 de janeiro de 2011 em 14:04

    se fosse eu quando chegasse em casa seria um f-u seguido por tombstone piledriver para esse muleke aprender a me respeitar e ainda pegava o brinquedo e fazia a mesma coisa que a rochelle fez no cris só sairia com cirurgia (tá bom, viagei)

    mas o muleke irai apanhar muito

    • PYRAMID HEAD

      18 de maio de 2011 em 10:19

      kkkkk eu amo todo mundo odeia o chris xD

  40. Erick Rodrigues

    10 de janeiro de 2011 em 11:07

    É inacreditável como essa mãe deixa seu filho fazer uma coisa dessas. Se ele fosse meu filho não pensaria duas vezes e metia a mão na cara dele, ele tem de aprender que bater em pai/mãe é pecado. Resumindo: Esse muleque é um monstro!

    • Icaro

      10 de janeiro de 2011 em 15:11

      bater na mãe/pai é pecado mas bater no filho n é? ¬¬

      Mas o mlk deve ser o capeta msm xD

  41. Gabrielle Castro

    10 de janeiro de 2011 em 09:32

    Putz! Já eu pegaria logo uma Havaiana de Pau. “Dá a mãao menino!!!!” -brinkz // Tipow, eu acho que conversando com o filho direitiinho e lhe tratando com amor tudo se resolve, caso contrario é a Havaiana de Pau mesmo até o MULEKE aprendeer, rs.

    • Andreza Souza

      10 de janeiro de 2011 em 21:47

      Huahuahua!!!! Li esse comentário e ri muito!! Nem lembrava desse video da “Avaiana de Pau” (é sem o “h” mesmo tá gente!), bem lembrado Gabrielle ^.^
      Pra quem não conhece tá aqui o link do video http://www.youtube.com/watch?v=4gIM3LPyWPo

      PS: Não façam isso com as crianças!!! rsrsrsrs

      • Gabrielle Castro

        13 de janeiro de 2011 em 10:13

        Aah, é mesmo seem o ‘H’, valeeu aai ;]

  42. Icaro

    10 de janeiro de 2011 em 01:57

    Acho bater mtooooooo errado! Se seu filho faz algo, digamos assim,  “digno de levar palmadas”, é pq os pais erraram feio em alguma coisa. Acalmem-se pois n estou ofendendo ngm aki (q aparentemente tds levaram palmadas) pois antigamente era diferente; n sei ao certo pois n vivi a época, O negócio é evitar que a criança faça algo absurdo e não castigá-la dpois disso. Vcs ficaram “normal” mas saibam q são a minoria.Violência gera violência. Se for assim, qnd seus pais fizerem algo errado, vcs o punirão com agressões físicas tb? Honestamente duvido =/

    “Educai o jovem de hoje para não ter de punir o adulto de amanhã” – não lembro quem escreveu xD

    PS: não quis em nenhum momento ofender ngm daki. Só estou falando o q penso. ^_^

  43. julio bernard es

    9 de janeiro de 2011 em 23:28

    Pelo que me parece a culpa não é da pobre mãe do garoto, e sim da cultura na qual eles vivem, para nós aqui do Brasil isso pode parecer um absurdo ( pelo menos por enquanto ), mas eles podem muito bem estar encarando isso como algo normal do dia-a-dia, infelizmente.

  44. ALINE celestino

    9 de janeiro de 2011 em 22:52

    aaa se fosse meu filho :@ tava todo quebrado FDM

  45. João Pedro brito

    9 de janeiro de 2011 em 22:34

    Vc fuma uma vez e POOW vê fada vê gnomos!!!

  46. Porco Aranha

    9 de janeiro de 2011 em 22:21

    Falta de laço !

  47. Ravane Pierot

    9 de janeiro de 2011 em 22:15

    Eu daria uns cascudos! Mas é cultural…

  48. Death By April

    9 de janeiro de 2011 em 21:59

    Se fosse aqui em casa, ia ser só haduken que voa!!!

  49. Deaeomundo

    9 de janeiro de 2011 em 19:53

    É de assustar mas nessa cultra como foi bem colocado no post é comum os meninos serem tratados como reis e as mulheres suas suditas, não importando se é a mãe. Agora já vi cenas bem parecidas com estas em lojas e supermecados

  50. Franklin Melo

    9 de janeiro de 2011 em 19:47

    kkkk Bem feito. Quem manda mimar…

  51. Raphael Miranda

    9 de janeiro de 2011 em 18:54

    Ou chineses não tem expressão facial, ou essas fotos são mt falsas e eles estão fazendo pose pra camera. A mãe dele não faz expressão de raiva enqt ele puxa o cabelo dela…

  52. Patrícia LaBelle

    9 de janeiro de 2011 em 18:28

    O pessoal nós não sabemos como é a lei da China, talvez bater no moleque no meio da rua seja um crimeAh e se pode bater na China ela devia fazer igual minha mãe fazia(e faz as vezes) um beliscão ushua’

    • Andreza Souza

      9 de janeiro de 2011 em 18:41

      Exato, não sabemos como é a lei na China, mas a educação vem de casa, um único “não” já bastava se ele tivesse sido educado ^.^ 

      • Pikachu Pokemón

        13 de dezembro de 2011 em 12:25

        pior q é vdd, os meninos la sao os “reizinhos”
        tem uma lei na china q diz q vc so pod ter 1 filho mas se for menina pod tentar d novo
        eles sao completamente machistas, pra eles as meninas so servem pra ter filhos e nao parar a populaçao

  53. Andreza Souza

    9 de janeiro de 2011 em 17:54

    É isso aí! Levei umas palmadas do meu pai quando eu era pequena e nem por isso eu me revoltei contra ele e nem ninguém. Eu acho que quando o diálogo não tem jeito o negócio é recorrer as palmadas pra educar, senão as crianças vão crescer achando que podem tratar as pessoas do jeito que esse aí tratou a mãe dele. Se for ficar fazendo a vontade das crianças mimadas elas vão crescer achando que podem fazer tudo contra as pessoas que não serão punidas. Senão daqui a pouco teremos adultos espancando animais, crianças, idosos, professores e até os próprios pais.

    • ui

      28 de agosto de 2012 em 19:58

      Bem eu penso igual. mas até uma certa idade dps tem que conversar. mas se não der. mete de sinto!
      tipo quando completar 14 ou 15 anos. fala que é errado porque já tem cabeça!

    • May Lemos

      23 de julho de 2012 em 13:23

      isso já tem aos montes por aí….. só ver os noticiários…

    • Pikachu Pokemón

      13 de dezembro de 2011 em 12:23

      verdade. sempe me irritei com crianças mimadas cheias de nao me toque! vc ia falar com eles e eles t zuavam, eles sempe com o ultimo jogo portatil q tinha lançado. nao sei quantos game boys eles tiveram q jogar no lixo pq tavam gastos d tanto jogar!

    • Sarah

      23 de maio de 2011 em 17:28

      discordo. o diálogo é bom, porque assim podemos perceber o pk das atitudes deles, se é logo á porrada eles não vao parar com o k estao fazendo, se param é pk tem medo. ninguem gosta de ter um filho com medo dos pais. se ele nao aprender é porrada, ai sim.

    • julio bernard es

      9 de janeiro de 2011 em 23:24

      Concordo totalmente com você, também já levei umas palmadas dos meus pais e isso nunca me matou, muito pelo contrário, me ensinou muito sobre ter um caráter!!

  54. jayme ribeiro

    9 de janeiro de 2011 em 17:44

    Era só dar umas boas palmadas nele quando era pequeno e quando ele crescesse ia saber quem é que manda.A bíblia já dizia isso a mais de 2000 anos:
    Ensina a criança  no  caminho  em que  deve andar , e, ainda quando for velho, não se desviará dele” Provérbios 22:6 .

    • Cuca Defarofa

      25 de fevereiro de 2013 em 18:26

      voce acredita nesse livro de uns 2 mil anos atras? aff

  55. Wadson Rafael

    9 de janeiro de 2011 em 17:37

    Eu batia nele até ele ficar negro! HEAUHEUAHE

    • Joel Alvarenga

      9 de janeiro de 2011 em 23:15

      Eu até o olho dele abri (entenderão a piada, ele é chinês,)

      • Pikachu Pokemón

        13 de dezembro de 2011 em 12:20

        “entenderão” simbolizando o passado?
        matou o portugues hein

        • Schrwaizer

          31 de julho de 2012 em 14:26

          Tecnicamente o “Entenderão” dele pode não estar simbolizando o passado, já que não existe um sinal de interrogação no final da sentença entre parênteses. Mas eu colocaria um R no final daquele “o olho dele abri”, se for assim.

        • Oieeeeee

          25 de março de 2012 em 18:06

          kk matou o português e o japonês

  56. Dark

    9 de janeiro de 2011 em 17:25

    Se  Fosse  Comigo esse muleque ja tava morto  No pijama de madeira 😀

  57. alo

    9 de janeiro de 2011 em 17:03

    Existe uma lei que estão querendo aprovar em no nosso país em que será proibido os pais corrigirem seus filhos com palmadas, galhinho de goiabeira, chineladinhas, em fim, podem esperar que os pais virarão reféns de seus filhos, e, isso que aconteceu com esta mulher chinesa não vai ser nada comparado ao que pode acontecer aqui no Brasil, e isso terá reflexos na sociedade, os professores também irão sofrer com alunos rebeldes e tudo o mais. Infelizmente!

    • May Lemos

      23 de julho de 2012 em 13:21

      Por isso não quero filhos…… já não tnha vontade nenhuma…agora q ñ pode fazer nada p corrigi, menos ainda…..

      • May Lemos

        23 de julho de 2012 em 13:22

        não precisa bater p machuca, mas q umas palmadas são necessárias, ah são….

    • Fernanda Baptista

      13 de dezembro de 2011 em 12:24

      Meus pais não me batiam nem batem e eu os respeito. Problem?

      • Lyn ( Forever Alone )

        31 de janeiro de 2012 em 10:31

        Não existe problema… Existe respeito eu acho…

    • Bruno Rock

      11 de janeiro de 2011 em 22:11

      não comigo essa lei nunca vai funciona comigo quando eu tiver um filho ou aprende no jeito legal ou a base de pancada

      • Luis

        24 de julho de 2011 em 10:32

        haha, entao é nóis Õ/

    • Edvan Suzarth

      10 de janeiro de 2011 em 16:57

      Concordo em gênero número e grau
      Dai pra pior !!!

    • Larissa Alves Godinho

      9 de janeiro de 2011 em 19:38

      Faço minhas as suas palavras. 

      • eder vilela

        9 de janeiro de 2011 em 20:16

        Nuss… esse fenômeno acontece só na china mesmo??? Eles lá devem ter um programa de TV chamado Super Nani. Ops! Esqueci! Esse reality é transmitido aqui no Brasil. E em outros países que a “palmadinha” é permitida. Lembro-me que o único sentimento que dava quando meu pai me batia era raiva. E isso não me fazia pensar no que eu havia feito de errado. Só sentia raiva dele. Uma criança que apanha com frequencia dentro de casa, é a primeira a passar isso adiante na escola, porque aprendeu que essa é uma maneira de corrigir as coisas. A atitude correta para a mulher das fotos seria apenas não comprar o brinquedo pro garoto. Assim da próxima vez, ele veria que não é insistindo ou agredindo a mãe que ele conseguiria o que tanto queria. Mas pelo visto o que ela sempre faz é ceder depois de muita insistência. Mostrando qual é o caminho da conquista dos brinquedinhos pro moleque.

        • alo

          9 de janeiro de 2011 em 23:06

          Olha, eu já apanhei muito quando criança e meus irmãos também, nunca tivemos motivos para ter raiva de nossos pais por isso, hoje, eu e meus irmãos somos pessoas felizes e amamos nossos pais, até já nos deparamos em momentos de reflexão, com meus irmãos, sobre isso, e já agradecemos aos nossos pais pelas palmadas, chineladas, e tudo o mais; na hora certa, no momento certo e pelo motivo certo, sempre de forma proporcional, nunca de forma exagerada, porque, palmada significa correção e quem corrige ama, bater desproporcionalmente, significa agressão e com certeza não é por amor, mas por raiva.

          • ui

            28 de agosto de 2012 em 19:56

            eu quando era criança e até hoje (dps de grande @_@ ela disse que só terei livre dela me bater quando morrer vish) apanho da minha mãe,antigamente sentia raiva dela.. mas logo depois esquecia a raiva e nunca mais voltava a fazer aquela coisas de errado! acabava sendo melhor do que um menino na escola mimadinho que nunca apanhou na vida!

          • eder vilela

            10 de janeiro de 2011 em 13:11

            Com certeza não foi o ato de apanhar pro seu pai que lhe fez ter a educação que tens. Quem apanha não sabe diferenciar a agressão por raiva da agressão por amor ( se é que ela existe). Você tem que ter respeito pelo teu pai e não medo. Só países julgados excêntricos e com leis excêntricas mantém punições físicas como ato corretivo em seus estados. Mas se na realidade isso fosse solução, não existiriam mais bandidos aqui no Brasil. Esses sim são os que mais apanham. Dentro das favelas e nas mãos dos PMs. Me diga: quando um traficante leva uma surra da polícia e em seguida é solto, será que ele pensa no mal que ele faz vendendo drogas, ou pensa numa maneira de matar um por um dos que lhe bateram?? E não me venha falar que o raciocínio de um traficante é diferente de uma criança que não sabe o que é certo e o que é errado, pois da mesma maneira, o traficante não teve nenhuma instrução diferente da que se passou em sua vida inteira na favela. Talvez uma outra instrução quando criança lhe faria uma outra pessoa, já um tapa na cara eu não diria o mesmo.

  58. Joel Alvarenga

    9 de janeiro de 2011 em 17:02

    Se eu fosse a mãe(no meu caso o pai) eu ja metia a mão nele.

    • Otaciano Luiz

      17 de julho de 2012 em 14:50

      eu também metia a mão

    • Anônimo

      25 de agosto de 2011 em 21:58

      Seempre

    • Santiago Junior

      11 de janeiro de 2011 em 14:43

      Apoiado!

    • roberto brasil

      11 de janeiro de 2011 em 04:12

      o brazil, está caminhando para isso, com essas leis de não bater no filho, vai ser igual ou pior, aqui ainda tem as drogas ,  filho que mata a mãe porque ela não que comprar droga. Eu dava era uns tapas e ainda deixava ele sozinho na rua , isso e ridículo.falta a xuxa ir   na
      china e reclamar.

    • David Melo

      9 de janeiro de 2011 em 17:16

      Também faria isso! Dava um buff nele que nunca mais ele fazia isso !

      • maki-kun

        9 de janeiro de 2011 em 17:22

        faso inguau com minha mae !         to brincando

  59. Alexya Schubert

    9 de janeiro de 2011 em 16:58

    A mãe desse menino precisa para de mimar o garoto dando tudo que ele quer, e ela também é uma besta por deixá-lo fazer isso !.!

94 Comentários
mais Posts
Topo