Incríveis detalhes fotográficos

post-vaga-g

Sempre deixamos de ver a beleza das coisas e principalmente dos seres pequenos, mas quando alguém nos dá a imagem “mastigada” vemos que havia algo que não tínhamos percebido, em muitos casos uma beleza bem maior do que a vista na primeira impressão.

Hoje, o crédito vai para o japonês Karo Yuki, que resolveu tirar algumas fotos de vagalumes, que, convenhamos, nos deixam boquiabertos.

Confira:

vaga1 (1)




vaga2 (1)




vaga3 (1)

Divulgue a matéria, me siga no Twitter: (@Nandy Martins) ou me adicione no Face:http://www.facebook.com/Nandy.Minilua

  1. Juvenildo O Burro Sexy

    28 de setembro de 2012 em 17:58

    Parecem que são luzes

  2. Greg

    28 de setembro de 2012 em 17:43

    Os vagalumes estão extintos? (no Brasil pelo menos)…. faz anos que não vejo nenhum … Bem legal as fotos

  3. Chuck Norris

    28 de setembro de 2012 em 15:44

    meu esperma ? … ate publicam ele agr ^^

  4. Naked Snake

    28 de setembro de 2012 em 15:34

    As imagens me lembraram de Cowboy Bebop. Cowboy Bebop - The Most Beautiful Butterflies - Anime, Manga, & Game Desktop Wallpaper

  5. Juscelino Virgulino Nordestino

    28 de setembro de 2012 em 13:51

    Puta merda, o post “30 belos motivos para o bumbum ser paixão nacional está entre os primeiros do ranking de mais lidos há uns 4 dias!

    • Shun

      28 de setembro de 2012 em 15:10

      Eh.. parece até que os leitores do minilua só vem aqui pra ver  b u n d a

  6. Li Syaoran

    28 de setembro de 2012 em 11:52

    No Japão? Então isso não são vagalumes, isso é a Carta Clow do brilho da Sakura Card Card Captors.

    • Shun

      28 de setembro de 2012 em 15:11

      kkkkkkkkkkkkkkkkkk

  7. VanDrak SubZero

    28 de setembro de 2012 em 10:12

    Ficaram bem legais e muito bonitas ^^

  8. Rodrigo Pentecostes

    28 de setembro de 2012 em 09:14

    genki dama vc por aqui??!!

    • Shun

      28 de setembro de 2012 em 15:11

      Quando eu era pequeno eu erguia a mão pra fazer a genki dama lol

  9. Gothic Cat

    28 de setembro de 2012 em 08:13

    Parece a floresta de Hyrule do The legend of Zelda: Ocarina of time.

    Esse jogo é d+ 
    ^^
  10. Patolino

    28 de setembro de 2012 em 06:42

    O que é isso?? Vagalumes

  11. Luciano Lobato

    28 de setembro de 2012 em 00:15

    não é vagalume é só uma tecnica que os fotografos usam deixando o obturador da camera aberto dai algum bicho passa na frente e a camra fica tirando 1 foto a cada 0,5 segundos ou a cada 1 segundo coisa do tipo

    dai o que sai é uma foto assim com esse efeito muitcholoko

    • TENSEI

      28 de setembro de 2012 em 00:22

      eu tenho uma pasta cheio de imagens desse tipo…

      carros em uma rodovia, que deixam vários rastros de luz,
      parque de diversões, relâmpagos…
      mas ai no caso seriam vagalumes utilizando essa técnica
      • Luciano Lobato

        28 de setembro de 2012 em 00:31

        o melhor exemplo dessas fotos com obturador aberto é uma foto assim

      • Luciano Lobato

        28 de setembro de 2012 em 00:31

        sim possivelmente é 1 ou 2 vagalumes só

    • Luciano Lobato

      28 de setembro de 2012 em 00:17

      deixando o obturador aberto a foto continua intacta e o que muda é os efeitos de movimentos que fica quano algum corpo de mexe pq a imagem que ficou as 0,5 segundos é sobreposta pela outra nos proximos 0,5 segundos criando a sensação de movimento….

  12. Pedro

    28 de setembro de 2012 em 00:05

    na verdade isso é photoshop

    • TENSEI

      28 de setembro de 2012 em 00:09

      se é photoshop eu não sei…

      mas imagino que seja fotos em longa exposição,
      eles gravam e juntam tudo m uma única imagem, com todos os movimentos ocorridos,
      ai fica aqueles borrões de luz
      • Pedro

        28 de setembro de 2012 em 00:17

        eu acho que tem muito vagalume ficou mio surreal…
        • TENSEI

          28 de setembro de 2012 em 00:24

          não são muitos vagalumes…

          as vezes apenas um pequeno grupo, a imagem de várias fotos em quantos eles se movimentavam foram tiradas, juntaram e tiveram esse efeito
          • Luciano Lobato

            28 de setembro de 2012 em 00:30

            as fotos não foram juntadas é uma foto unica 

        • Luciano Lobato

          28 de setembro de 2012 em 00:18

          não é vagalume é uma tecnica de fotografia que consiste em deixar o obturador da camera aberta pra captar fotos com movimentos

  13. Psycho The Cat

    27 de setembro de 2012 em 23:39

    g47

  14. Psycho The Cat

    27 de setembro de 2012 em 23:37

    Vaga-lumes são legais, gosto deles.

    • Luciano Lobato

      28 de setembro de 2012 em 00:18

      não é vagalume

  15. Robb Stark

    27 de setembro de 2012 em 23:35

    Que droga, eu ia postar uma foto de uns vagalumes de 5cm mas não acho onde botei aquela bendita pasta!

    • Mano Brown

      27 de setembro de 2012 em 23:38

      Da uma olhada se vc não misturo com os porno, isso sempre acontece comigo :/

      • Robb Stark

        27 de setembro de 2012 em 23:41

        ¬¬    meu pc não tem porno…   até que eu queria, mas não tem!

    • jeff zika Mc

      27 de setembro de 2012 em 23:38

      Fim de semana chegando e o coitado tá no osso
      Mas acaba de encontar a solução
      Coloca um caderninho no bolso,
      Apanha umas fichas e corre prum orelhão
      É o seu velho caderninho de telefone
      Com o nome e o número de um monte de mulhé
      E ele vai ligar pra todas até conseguir chamar uma gata pra sair e dar um rolé

      2345Meia78!
      Tá na hora de molhar o biscoito!
      Eu tô no osso mas eu não me canso!
      Tá na hora de afogar o ganso!

      Letra “A”, vâmo começar: Alô, por favor, Ana Maria está?
      (Ela saiu com o namorado. Quer deixar recado?)
      Não, obrigado, deixa pra lá.

      Letra “B”, vou ligar pra essa Bianca
      Tem cara de carranca mas dá pra dar o bote
      Desligou na minha cara, que tristeza
      Chamei ela de princesa e ela pensou que fosse trote

      Que se dane! É até melhor assim
      Eu vou ligar pra Dani que ela é gamadinha em mim
      “Oi, Danizinha, lembra do animal?!”
      (Não conheço ninguém com esse nome. Tchau!)

      Deve tá com amnésia, vou pra letra “E”:
      2-Bola-gato-69-bola-sete
      É a bola da vez da: Elizabete
      Dizem as más línguas que ela é boa de (Alô!)
      “Alô, a Beth está?
      (Tá, mas não pode falar. Ela tá de boca cheia e eu tô comendo,rapá)

      Que azar, liguei na hora errada
      A hora da refeição é uma hora sagrada
      Meu caderninho de telefone parece um cardápio
      E faz um tempo que eu não como nada

      2345Meia78!
      Tá na hora de molhar o biscoito!
      Eu tô no osso mas eu não me canso!
      Tá na hora de afogar o ganso!

      Letra “F”, quem não arrisca, não petisca
      “Alô, é da casa da Francisca?”
      (Ela se mudou. Casou com um delegado de polícia. Quer o número?)
      Tô fora, risquei da minha lista

      Há muito tempo eu conheci a Dona Guta, uma coroa enxuta
      Como será que ela tá?
      (Dona Guta? Vou chamar. Vovó! Telefone!)
      (Hein!??)
      Achei melhor desligar.

      Tentei o “H”, o “I”, e o “J”
      E até agora não arrumei uma… gata
      “L”, “M”, “N”, “O”… A cada letra que passa eu me sinto mais só
      “P”, “Q”, “R”, S.O.S!
      Socorro! Eu já tô na letra “X”!

      Meu caderninho de telefones já tá perto do fim e eu tô longe de um final feliz
      2345Meia78!
      Tá na hora de molhar o biscoito!
      Eu tô no osso mas eu não me canso!
      Tá na hora de afogar o ganso!

      Ainda falta a letra “Z”
      Mas acabaram as fichas, o quê que eu vô fazê?
      Disque-Sex? Ah! Qualé?!
      Chega de conversa, o que eu quero é uma mulher!

      Já sei, vou ligar pro 102, o disque informações,
      Não há nada errado nisso
      (Informações, Creusa, pois não?)
      Só queria uma informação: pode ser ou tá difícil?
      (Queira desculpar, mas…)

      Vou ligar pra Zumira mas nem adianta
      Ela nunca dá mole pra ninguém
      Mas eu já levei um fora do alfabeto inteiro
      Quê que tem levar um “não” dela também?

      _Alô! Zumira? Vai fazê o que hoje?
      (Ah, não sei. Vamô num cinema…)
      Quando a esmola é demais o santo desconfia
      Essa mina deve tá com algum problema…

      Chegando no local que ela escolheu:
      “Não-sei-que-lá-do-reino-de-Deus”
      Olha o nome do filme: “Jesus Cristo é o senhor”
      É comédia? (Não é filme, o cinema acabou.
      Virou Igreja Evangélica e eu só te trouxe aqui pra’cê comprar pra mim uma vaga lá no céu!)
      Ah, irmã, deixa disso,
      Minha grana só vai dar pra te levar pra ir rezar lá num motel!

      (Ai, senhor, olha onde eu vim parar!)
      Ah… relaxa, meu amor… ajoelhou?
      Então vai ter que rezar!!

      2345Meia78!
      Tá na hora de molhar o biscoito!
      Eu tô no osso mas eu não me canso!
      Tá na hora de afogar o ganso!

      (Ai isso é tentação do capeta)
      Calaboca mulher vem fazer o canguru perneta

      • Robb Stark

        27 de setembro de 2012 em 23:50

        E dê-lhe fole nesses bailes seu gaiteiro

        Eu sou xixeiro e vim aqui foi pra dançar

        Chega pra lá eu quero cancha pro floreio

        Pois é rodeio e ninguém vai me segurar

        Eu fico louco com o vai e vem das chinocas

        Lindas dondocas da melena perfumada

        Vou pra ramada com crinuda mais gostosa

        Chega de prosa a potranca da domada

        Fim de semana yahoo

        Eu de a cavalo vou no rastro da cordeona

        Fim de semana

        Sou um cavalo arrebanhando as solteironas

        De madrugada um talagaço de canha

        E que me assanha pra chacoalhar na vaneira

        Me vou pra sala com a pinguancha de a cabresto

        Um bom pretexto pra dançar a noite inteira

        A peonada me saúda sapateando

        Vão festejando até que comece o dia

        E para a gaita pra se ouvir a chimangada

        E a gauchada com seu grito de alegria

      • PATROCINADOR novato

        27 de setembro de 2012 em 23:44

        ME RESPONDA COM CACHIMBO DA PAZ

      • Robb Stark

        27 de setembro de 2012 em 23:42

        Que raios de musica é esta?

    • PATROCINADOR novato

      27 de setembro de 2012 em 23:38

      CRÔNICAS DE ROBB E SUAS PASTAS PERDIDAS

      CRÔNICAS DE ROBB E A INTERNET LENTA
      CRÔNICAS DE ROBB E O HD PEQUENO
      • Robb Stark

        27 de setembro de 2012 em 23:39

        Traduzindo, as histórias de um internauta pobre e falido!

  16. jeff zika Mc

    27 de setembro de 2012 em 23:30

    • PATROCINADOR novato

      27 de setembro de 2012 em 23:34

      MAIS ESSE AI É O RANDY ORTON

    • Mano Brown

      27 de setembro de 2012 em 23:32

      Sereno?

      • jeff zika Mc

        27 de setembro de 2012 em 23:34

        1 minutis di silenci 

  17. Fernanda Otília

    27 de setembro de 2012 em 23:29

    As imagens são show!

    • PATROCINADOR novato

      27 de setembro de 2012 em 23:31

      VC TAMBÉM

  18. Kung Lao

    27 de setembro de 2012 em 23:29

    EU QUE FIZ

    • Shun

      28 de setembro de 2012 em 15:16

      Ahã sei… e eu fiz a o justin Bieber virar homem

  19. Harima Kenji

    27 de setembro de 2012 em 23:28

    Vagalumes, nunca vi um =/

    • Luciano Lobato

      28 de setembro de 2012 em 00:19

      não é vagalume  ¬¬

    • TENSEI

      27 de setembro de 2012 em 23:29

      é que estava com as luzes apagadas

  20. Hard Lohan

    27 de setembro de 2012 em 23:27

    morte ao reich

    • Terceiro Fake

      27 de setembro de 2012 em 23:35

      pro mundo eu ja morri a muito tempo,aff…povinho tolo

      • Hard Lohan

        27 de setembro de 2012 em 23:51

      • Hard Lohan

        27 de setembro de 2012 em 23:38

        é, eu vi no youtube um video falando sobre a fuga do hitler pra argentina tinha que ser os argentinos mesmo pra te ajudar kkkkkkkkkkk

        • Terceiro Fake

          28 de setembro de 2012 em 00:01

          falow, to indo dormir, tenho que acordar cedo pra trabalhar  seu vagabundo kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

          • Hard Lohan

            28 de setembro de 2012 em 00:04

            trabalhar porra nenhuma, tu vai acordar cedo pra ter mais tempo pra fazer nada kkkkkkkkkkkkkkk

        • Terceiro Fake

          27 de setembro de 2012 em 23:44

        • Hard Lohan

          27 de setembro de 2012 em 23:43

      • jeff zika Mc

        27 de setembro de 2012 em 23:36

        biscoito 
    • jeff zika Mc

      27 de setembro de 2012 em 23:28

      São Paulo, dia 1º de outubro de 1992, 8h da manhã.
      Aqui estou, mais um dia.
      Sob o olhar sanguinário do vigia. 
      Você não sabe como é caminhar com a cabeça na mira de
      uma HK.
      Metralhadora alemã ou de Israel.
      Estraçalha ladrão que nem papel.
      Na muralha, em pé, mais um cidadão José.
      Servindo o Estado, um PM bom.
      Passa fome, metido a Charles Bronson.
      Ele sabe o que eu desejo.
      Sabe o que eu penso.
      O dia tá chuvoso. O clima tá tenso.
      Vários tentaram fugir, eu também quero.
      Mas de um a cem, a minha chance é zero.
      Será que Deus ouviu minha oração?
      Será que o juiz aceitou apelação? 
      Mando um recado lá pro meu irmão:
      Se tiver usando droga, tá ruim na minha mão.
      Ele ainda tá com aquela mina.
      Pode crer, moleque é gente fina.
      Tirei um dia a menos ou um dia a mais, sei lá…
      Tanto faz, os dias são iguais.
      Acendo um cigarro, vejo o dia passar.
      Mato o tempo pra ele não me matar.
      Homem é homem, mulher é mulher.
      Estuprador é diferente, né?
      Toma soco toda hora, ajoelha e beija os pés, 
      e sangra até morrer na rua 10.
      Cada detento uma mãe, uma crença.
      Cada crime uma sentença.
      Cada sentença um motivo, uma história de lágrima,
      sangue, vidas e glórias, abandono, miséria, ódio,
      sofrimento, desprezo, desilusão, ação do tempo. 
      Misture bem essa química. 
      Pronto: eis um novo detento
      Lamentos no corredor, na cela, no pátio.
      Ao redor do campo, em todos os cantos.
      Mas eu conheço o sistema, meu irmão, hã…
      Aqui não tem santo. 
      Rátátátá… preciso evitar 
      que um safado faça minha mãe chorar. 
      Minha palavra de honra me protege
      pra viver no país das calças bege.
      Tic, tac, ainda é 9h40.
      O relógio da cadeia anda em câmera lenta.
      Ratatatá, mais um metrô vai passar.
      Com gente de bem, apressada, católica.
      Lendo jornal, satisfeita, hipócrita.
      Com raiva por dentro, a caminho do Centro.
      Olhando pra cá, curiosos, é lógico. 
      Não, não é não, não é o zoológico
      Minha vida não tem tanto valor
      quanto seu celular, seu computador.
      Hoje, tá difícil, não saiu o sol.
      Hoje não tem visita, não tem futebol.
      Alguns companheiros têm a mente mais fraca.
      Não suportam o tédio, arruma quiaca.
      Graças a Deus e à Virgem Maria.
      Faltam só um ano, três meses e uns dias.
      Tem uma cela lá em cima fechada.
      Desde terça-feira ninguém abre pra nada. 
      Só o cheiro de morte e Pinho Sol.
      Um preso se enforcou com o lençol.
      Qual que foi? Quem sabe? Não conta.
      Ia tirar mais uns seis de ponta a ponta (…)
      Nada deixa um homem mais doente 
      que o abandono dos parentes. 
      Aí moleque, me diz: então, cê qué o quê?
      A vaga tá lá esperando você. 
      Pega todos seus artigos importados.
      Seu currículo no crime e limpa o rabo.
      A vida bandida é sem futuro.
      Sua cara fica branca desse lado do muro.
      Já ouviu falar de Lucífer?
      Que veio do Inferno com moral.
      Um dia… no Carandiru, não… ele é só mais um.
      Comendo rango azedo com pneumonia…
      Aqui tem mano de Osasco, do Jardim D’Abril, Parelheiros,
      Mogi, Jardim Brasil, Bela Vista, Jardim Angela, 
      Heliópolis, Itapevi, Paraisópolis.
      Ladrão sangue bom tem moral na quebrada.
      Mas pro Estado é só um número, mais nada. 
      Nove pavilhões, sete mil homens.
      Que custam trezentos reais por mês, cada.
      Na última visita, o neguinho veio aí. 
      Trouxe umas frutas, Marlboro, Free… 
      Ligou que um pilantra lá da área voltou.
      Com Kadett vermelho, placa de Salvador.
      Pagando de gatão, ele xinga, ele abusa 
      com uma nove milímetros embaixo da blusa.
      Brown: “Aí neguinho, vem cá, e os manos onde é que tá?
      Lembra desse cururu que tentou me matar?” 
      Blue: “Aquele puta ganso, pilantra corno manso.
      Ficava muito doido e deixava a mina só.
      A mina era virgem e ainda era menor.
      Agora faz chupeta em troca de pó!”
      Brown: “Esses papos me incomoda.
      Se eu tô na rua é foda…”
      Blue: “É, o mundo roda, ele pode vir pra cá.”
      Brown: “Não, já, já, meu processo tá aí. 
      Eu quero mudar, eu quero sair. 
      Se eu trombo esse fulano, não tem pá, não tem pum.
      E eu vou ter que assinar um cento e vinte e um.”
      Amanheceu com sol, dois de outubro.
      Tudo funcionando, limpeza, jumbo.
      De madrugada eu senti um calafrio.
      Não era do vento, não era do frio.
      Acertos de conta tem quase todo dia.
      Ia ter outra logo mais, eu sabia.
      Lealdade é o que todo preso tenta.
      Conseguir a paz, de forma violenta.
      Se um salafrário sacanear alguém, 
      leva ponto na cara igual Frankestein
      Fumaça na janela, tem fogo na cela.
      Fudeu, foi além, se pã!, tem refém.
      Na maioria, se deixou envolver
      por uns cinco ou seis que não têm nada a perder.
      Dois ladrões considerados passaram a discutir.
      Mas não imaginavam o que estaria por vir.
      Traficantes, homicidas, estelionatários.
      Uma maioria de moleque primário.
      Era a brecha que o sistema queria.
      Avise o IML, chegou o grande dia.
      Depende do sim ou não de um só homem.
      Que prefere ser neutro pelo telefone.
      Ratatatá, caviar e champanhe.
      Fleury foi almoçar, que se foda a minha mãe!
      Cachorros assassinos, gás lacrimogêneo…
      quem mata mais ladrão ganha medalha de prêmio!
      O ser humano é descartável no Brasil.
      Como modess usado ou bombril.
      Cadeia? Claro que o sistema não quis.
      Esconde o que a novela não diz.
      Ratatatá! sangue jorra como água.
      Do ouvido, da boca e nariz.
      O Senhor é meu pastor… 
      perdoe o que seu filho fez.
      Morreu de bruços no salmo 23,
      sem padre, sem repórter.
      sem arma, sem socorro.
      Vai pegar HIV na boca do cachorro.
      Cadáveres no poço, no pátio interno.
      Adolf Hitler sorri no inferno! 
      O Robocop do governo é frio, não sente pena.
      Só ódio e ri como a hiena.
      Rátátátá, Fleury e sua gangue 
      vão nadar numa piscina de sangue.
      Mas quem vai acreditar no meu depoimento?
      Dia 3 de outubro, diário de um detento.” 

      • Mano Brown

        27 de setembro de 2012 em 23:37

        Essa musica e muito foda

      • Hard Lohan

        27 de setembro de 2012 em 23:33

        boa manow

      • Mano Brown

        27 de setembro de 2012 em 23:30

        Essa e minha musica favorita! 

  21. 3 Hits

    27 de setembro de 2012 em 23:27

    tudo bem, posso ser meio burrinho, mas, n entendi as imagens. aquilo sao vagalumes ou oq?

    • TENSEI

      27 de setembro de 2012 em 23:28

      fotos de vagalumes, em longa exposição

      • 3 Hits

        27 de setembro de 2012 em 23:29

        hummm, entendo. valeu ai

    • jeff zika Mc

      27 de setembro de 2012 em 23:27

      Trafico de luzes

  22. PATROCINADOR novato

    27 de setembro de 2012 em 23:25

    NEM TENTEI

    • Psycho The Cat

      27 de setembro de 2012 em 23:38

      Tome laxante.  

    • jeff zika Mc

      27 de setembro de 2012 em 23:25

      tenta cara 

70 Comentários
mais Posts
Topo