Incríveis fatos sobre o desastre de Chernobyl #1

Considerada como a maior tragédia da história feita por humanos, o desastre de Chernobyl foi uma das primeiras pistas de que a “Era Nuclear” talvez não fosse algo muito bom para nossa sobrevivência e aquele poder todo era incontrolável.

Além de disso, Chernobyl foi um marco que revelou a arrogância humana e fez todos repensarem o que queríamos para o futuro de nossa espécie:

UKRAINE CHERNOBYL




11 Pripyat, a cidade fantasma no norte da Ucrânia




1861891-8414-in




chernobyl_07




chernobyl-diaries-pripyat-wallpaper




haunting-photos-chernobyl-ghost-town




parquedediversoes




pb-120126-chernobyl-NEW01




red forest




the-lab

  1. Ophelia Dilaurentis Soares

    15 de junho de 2014 em 13:22

    Cruzes e o ser humano ainda se diz que é a espécie pensante

  2. Paulo Cesar

    10 de junho de 2014 em 10:59

    E pensar que nessa época a União Soviética tinha bombas atômicas, que poderia causar muito mais estragos que essa explosão do reator em chernobyl, e o pior apontadas para os Estados Unidos.

  3. Alessandro Nilsen

    9 de junho de 2014 em 21:25

    Bom, quanto ao acidente, o próprio reator RBMK-1000 tinha seus defeitos, por ex. quando falta água no seu núcleo e mais vapor é gerado, a potência aumenta, o que gera mais vapor, gerando um círculo vicioso, como uma panela de pressão totalmente vedada (coeficiente vazio positivo). Além do mais, esse reator não possui uma cúpula de proteção (aquele casulo comum em usinas nucleares). Não podemos deixar a culpa só no reator, os operadores cometeram erros fatais, o que somado com os defeitos, levou a este desastre.

    Para quem não sabe, Chernobyl funcionou até os anos 2000, sendo definitivamente desativada.

    Mais, e as usinas RBMK ativas ainda? Existem 3 delas, Smolensk NPP, Kursk NPP e Leningrad NPP. Mas se você ver, todos os comandos manuais existentes na sala de controle foram substituídos por computadores, tudo é automático, e várias melhorias foram realizadas nos reatores ainda funcionando.

  4. Thomas Henrrique

    9 de junho de 2014 em 20:30

    foda

    • Death

      12 de junho de 2014 em 22:56

      VLW,EU SEI Q SOU

  5. Lucas Rodrigues

    9 de junho de 2014 em 20:03

    Há até mesmo um filme baseado na tragédia, mas é brochante quando você vê que é completamente surreal, transformaram algo que poderia ser um filme-simulação de boa qualidade em uma historinha clichê e sem graça, digna de um trash.

  6. Jesse Custer

    9 de junho de 2014 em 19:07

    O ser humano cria tecnologias incríveis para a sua evolução,mas só o que faz é perder meio ambiente e criar guerras, usando produtos da natureza como algo infinito, e o seu consumidor nem para pra pensar que aquilo está destruindo seu mundo, porque não pode viver sem um iphone…

  7. Mother of Dragons

    9 de junho de 2014 em 15:14

    Trágico :T

    • Red

      9 de junho de 2014 em 18:23

      sim,muito

  8. Marvelunatico

    9 de junho de 2014 em 13:57

    Eita! Ainda tem 200 toneladas lá liberando radiação? o_o
    E 70 km é uma distância segura? Não sei se é possível, mas essa radiação pode ter contaminado animais, insetos, água, enfim, muitas coisas que podem ter contato com pessoas em distâncias bem maiores. Será que não tem jeito de “se livrar” dessas 200 toneladas antes que façam mais estrago?

    • Lucas Rodrigues

      9 de junho de 2014 em 19:54

      Tem sim, chamando o Capitão Átomo:
      [img]http://quadro-a-quadro.blog.br/wp-content/uploads/2012/07/CapAtomo_captain-atom-1.jpg[/img]

      • Marvelunatico

        9 de junho de 2014 em 22:29

        Bitch please!

        [img]http://www.guiadosquadrinhos.com/edicao/ShowImage.aspx?id=9018&path=abril/x/xmf030100.jpg&w=400&h=617[/img]

    • Red

      9 de junho de 2014 em 18:22

      só tem 1 jeito,jogar no espaço,e se fizermos isso a radiaçao no espaço seria tão grande que removeria toda a camada em volta da terra aí pra onde acha que ira nosso oxigenio? ;-; estamos todos fodidos de qualquer maneira mesmo cara…

      • Kuzan

        9 de junho de 2014 em 20:51

        200 toneladas fazem mais radiação que o sol? A terra tem sua proteção magnética e e a radiação não ia tirar a camada em volta da terra porque é a gravidade que mantém a camada e não radiação.

        • artur3855

          10 de junho de 2014 em 11:52

          Acho que ele quis dizer é q a radiação iria quebrar as moléculas de ozônio e pá, dunno….

          • Kuzan

            10 de junho de 2014 em 13:01

            Bom o maior problema seria retirar o conteúdo.

    • Greg

      9 de junho de 2014 em 14:27

      tem sim é só explodir tudo lá e ja era

      • artur3855

        10 de junho de 2014 em 11:47

        E tu acha q explodir vai resolver o problema da radiação!? Tu sabe o que é radiação atômica véi? Se bobear, explodindo essas 200 toneladas de lixo radioativo com TNT iria desencadear uma reação nuclear ainda mais veloz e esta bosta iria se transformar em uma bomba nuclear de 200 toneladas em explosão!

        E msmo que virasse uma bomba nuclear, as partículas radioativas menores liberam radiação mais rápido que as maiores, e essa radiação não irira sumir com a explosão, muito pelo contrário, iria viajar pelos 4 ventos e contaminar todos os países ao redor, provavelmente indo para outros continentes igual ao que aconteceu nos dias de acidente lá no século passado.

        A melhor maneira de se livrar de lixo atômico é selar ele do jeito que fizeram, radiação não some, não se impede um elemento radioativo de produzir radiação, só dá pra impedir que a radiação vaze.

        • artur3855

          10 de junho de 2014 em 11:49

          e msmo que não virasse* (Droga minilua, precisamos de um mecanismo pra editar os comments)

      • Marvelunatico

        9 de junho de 2014 em 16:45

        Eita, logo o Greg dando uma ideia dessas…

      • Super Choque

        9 de junho de 2014 em 14:34

        E as pessoas que moram lá ainda ? São mais de 5 milhões! Seria muita crueldade matar tanta gente assim, não importa o motivo.

  9. Greg

    9 de junho de 2014 em 13:47

    O ser humano é muito idiota… estão se matando cada dia mais…

    • Bru No

      10 de junho de 2014 em 18:08

      O interessante é que o desastre foi, indiretamente, culpa de um homem. Ninguém sabe o nome dele, mas um feito dele é responsável por qualquer coisa relacionada à indústria elétrica. Nikola Tesla havia, em um de seus muitos projetos construídos, um meio de distribuição elétrica “sem fio”. Uma torre que de algum modo utilizaria a carga da atmosfera para distribuir energia de graça para todo o planeta. O dono do terreno, quando percebeu que não conseguiria controlar o fluxo de energia (cortes em áreas isoladas) e assim não poderia cobrar pela energia, desapropriou Nikola da área e desligou a torre. Tesla era o único homem que sabia como ligar e manusear a torre.

      Esse cara… sem comentários.

  10. Webber Anohito

    9 de junho de 2014 em 13:29

    Faltou dizer que a enorme proteção de concreto, chumbo e aço que contruíram em cima da usina para evitar o vazamento da radiação está ficando fraca e pode se romper entre 5 a 20 anos e o governo ucraniano não tem dinheiro suficiente para contruir uma nova proteção ou desenvolver uma tecnologia para conter o vazamento de mais radiação, que segundo os cálculos pode ser 100 vezes maior do que foi liberado durante o acidente de 1986.

    • Bru No

      10 de junho de 2014 em 18:10

      Qual a lógica? Se o reator foi completamente inutilizado (todo o material radioativo exposto) e os componentes radioativos estão passando pelo processo de meia-vida, como o desastre pode ser maior?

  11. Adriano Saadeh

    9 de junho de 2014 em 13:18

    Quanto mais evoluímos, no que concerne, o nosso conhecimento, sobretudo o tecnológico, mais colocamos em risco a nossa existência e de outras várias espécies… Não é contraditório?

    • artur3855

      10 de junho de 2014 em 11:39

      é como diz aquela frase já clichê do Tio Ben: Grandes poderes, grandes responsabilidades

    • Luís Felipe

      9 de junho de 2014 em 23:27

      Tudo tem o seu preço. Provavelmente esse erro ajudou a melhorar a segurança de outras usinas evitando até um possível acidente maior q esse.

    • Greg

      9 de junho de 2014 em 13:42

      é contraditório sim

  12. Dr.V

    9 de junho de 2014 em 13:17

    Interessante 😛

    • Death

      9 de junho de 2014 em 14:44

      E ESSE SEU AVATAR?

32 Comentários
mais Posts
Topo