Minilua

Incríveis fenômenos da natureza #3

A natureza trabalha da maneira surpreendente, muitas vezes fazendo coisas que não parecem naturais, mas que, na verdade, são.

Pedra viva

Se um dia você estiver andando em uma praia no Chile e ver uma pequena pedra, tome cuidado, pode não ser um objeto inanimado. A Pyura chilensis é uma ameijoa diferente de tudo, pois ela tem o aspecto de uma pedra, devido a camada protetora que existe em volta de seu corpo:

E não é só a aparência desse animal que chama a atenção. Todos os nascimentos dessa espécie resultam em machos, que na idade adulta viram hermafroditas. Para se reproduzir, esse ser joga nuvens de esperma na água e caso não haja um companheiro por perto, ele engravida a si mesmo.

Crop Circles subaquáticos

Os Crop Circles são aquelas estranhas formas que surgem em plantações nos mais variados lugares do mundo. Porém no Japão eles aparecem embaixo da água.

Descobertos pela primeira vez em 1995, esses estranhos círculos chamavam a atenção de mergulhadores e turistas, afinal sua origem era totalmente desconhecida. Durante mais de uma década várias histórias mirabolantes foram inventadas para explicar os círculos, indo desde monstros submarinos até extraterrestres, mas em 2011 alguns cientistas surgiram com a verdadeira resposta.

Esses estranhos círculos são obras de arte feitas por baiacus tentando acasalar. Aparentemente, essa espécie que vive na costa do Japão usa esses círculos estranhos para mostrar sua capacidade de reprodução. Durante vários dias, o macho fica nadando de dentro para fora, criando os desenhos, que depois são avaliados pelas fêmeas. Quem tiver o melhor “desenho” leva a companheira para a “cama”.

Arco-íris branco

Também conhecido como arco de nevoeiro, essa espécie rara de arco-íris é bem diferente do original, pois não apresenta as cores.

O arco-íris regular se forma devido a separação da luz vinda do Sol por causa das gotas da chuva, que agem como se fossem prismas. O mesmo ocorre com o arco-íris branco, porém ele se forma devido a um nevoeiro, onde as gotas de água são menores. Isso faz com que a luz não se dissipe da mesma maneira, dando a impressão de que ele é branco.

Sol verde

Em ocasiões muito especiais, um fenômeno estranho ocorre com nossa estrela mãe. Quando o Sol está se pondo, é possível ver ele brilhar em uma cor esverdeada por um segundo e depois desaparecer. Durante muito tempo, as pessoas pensavam que isso era um raio vindo do Sol ou qualquer outra coisa maluca. Mas havia uma explicação mais simples.

Com o horizonte desimpedido, sem nuvens e de preferência no mar, é possível observar essa luz verde se formar acima do Sol. Isso ocorre pois a refração da atmosfera nesse momento permite que a cor verde chegue até nós, enquanto as outras são rebatidas, gerando a impressão de que o Sol ficou esverdeado. Infelizmente esse fenômeno dura um ou dois segundos, podendo passar despercebido aos olhos de um distraído.