Minilua

Incríveis fenômenos da natureza #4

A natureza trabalha da maneira surpreendente, muitas vezes fazendo coisas que não parecem naturais, mas que, na verdade, são.

Nuvem lenticular

As Nuvens Lenticulares, são nuvens estacionárias que possuem formas parecidas com a de lentes e são formadas em altas altitudes em zonas montanhosas e isoladas de outras nuvens. Quando o ar úmido e estável flui sobre uma montanha ou cordilheira, uma série de ondas estacionárias em larga escala podem se formar através do vento. Se a temperatura na crista destas ondas cair para o ponto de orvalho, a umidade do ar se condensa, formando as nuvens lenticulares. Como o ar úmido se move para dentro da nuvem, esses movimentos criam uma aparência de ondas na nuvem.

Lava azul

O vulcão de lava azul Kawah Ijen está localizado na Indonésia e chama atenção por um fenômeno que pode ser visto exclusivamente à noite. A primeira vista esse brilho azul parece ser a lava do Kawah Ijen, mas trata-se na verdade das chamas do vulcão que resultam da queima dos gases a base de enxofre que saem do vulcão a alta pressão e temperatura. Nessas condições, alguns gases passam para o estado líquido, e continuam queimando a medida que dessem pela encosta do vulcão, dando a impressão de ser a lava fluindo. Mas essa cor azulada dos gases em estado líquido é visível apenas na escuridão. Por culpa da grande quantidade de gases a base de enxofre, o vulcão é altamente tóxico.

O Deserto florido

Você já imaginou ir visitar um deserto e encontra-lo todo florido? Esse é um fenômeno que ocorre no Atacama, entre os meses de setembro e novembro, nos anos que chove muito na região. Normalmente a chuva que cai no Atacama não passa de 12 mm por ano. Mas quando esse nível sobe e chega entorno de 150 mm, a água atinge as sementes e bulbos que estão em estado latente ou dormente e os faz germinar e florescer no início da primavera. Com isso, há também uma proliferação de insetos, pássaros e pequenos espécies de lagarto. No seu auge, o fenômeno pode ser visto ao logo de todo o deserto Esse é um fenômeno que está climaticamente relacionado com o El Niño, que ocasionalmente se desenvolve na costa ocidental da América do Sul, e, por ser um conjunto de temperaturas anormalmente mais quentes que a água do oceano, acarreta um aumento na evaporação, consequentemente causando mais chuvas.

Tempestade Eterna

Há pelo menos 500 anos ocorre na região do Lago Maracaibo, na Venezuela, um fenômeno atmosférico que cria uma “tempestade eterna”. Todos os anos, durante um período de 140 e 160 noites, as nuvens, que se formam praticamente no mesmo ponto, geram em torno de 1,2 milhões de raios. Essas tempestades duram até 10 horas e criam belos e assustadores espetáculos da natureza.   A mais provável explicação para o fenômeno sugere que, como o Lago Maracaibo e as planícies ao redor são cercados por três gigantes montanhas, o Andes, as Montanhas Perijá, e Cordilheira de Mérida, essa tempestade é resultado dos ventos que sopram através das planícies, coletando calor e umidade e criando cargas elétricas. Essas massas de ar são desestabilizadas nas serras, resultam em atividade de tempestades quase contínua.