Minilua

Os mais insanos treinamentos militares do mundo

O treinamento militar é um negócio intenso envolvendo disciplina, precisão e coragem, que são fundamentais no meio da batalha. Conheça os treinamentos militares mais insanos do mundo:

Jogar um jogo de “batata quente” com uma granada real
(Exército de Libertação Popular da China)

Soldados em formação no Exército Popular de Libertação da China levam esses ideais a um nível totalmente diferente, um de seus exercícios envolve um jogo de vida e morte de “batata quente” com uma granada.

Este vídeo incrível mostra tropas chinesas estacionadas em Hong Kong passando um explosivo de um soldado para outro até que o último, finalmente, joga-o no buraco. Os soldados então pulam antes que ela exploda, cobrindo suas cabeças para se proteger.

Tomar um tiro no peito
(Forças Especiais Russas)

Larry Vickers, um operador aposentando e um veterano do combate Delta da US Army 1st Special Forces, filmou o vídeo abaixo para uma série chamada TAC-TV. Estes exercícios fazem parte de um curso de formação de confiança russo especializado, e uma de suas técnicas de treinamento inclui atirar um no outro no peito.

A idéia por trás do exercício é preparar as tropas para o momento em que eles forem baleados. Alguns acabam feridos, enquanto outros apenas levam o dano com o colete. Independentemente do resultado, o soldado deve ser capaz de retornar o fogo rapidamente e com precisão.

Os estagiários, em seguida, empurram as pessoas para longe, enquanto atiram no chão, atirando apenas a centímetros dos voluntários para mostrar como o estresse afeta a concentração. Apesar destes ambientes estressantes, o estagiário deve ser capaz de manter a calma e levar a cabo a sua tarefa.

Saltar através de anéis de fogo
(Exército de Libertação Popular da China)

Esta imagem incrível mostra um soldado temerário saltando através de anéis de fogo. Ele está vestido com seu uniforme e segurando um rifle durante este exercício de treinamento assustador na China. Seu superior disse que a perigosa tarefa daria a ele os mesmos sentimentos e adrenalina que ele iria enfrentar em combate real.

Drownproofing
(Marinha dos Estados Unidos)

Praticamente cada parte do treinamento da Marinha é uma loucura, mas alguns exercícios são particularmente fora do comum.

Trainees suportam o “condicionamento de água fria”, enquanto cobertos de lama. Eles, então, têm os seus braços e pernas amarrados e devem descer e subir vinte vezes, flutuar por cinco minutos, nadar até a parte rasa da piscina, virar-se sem tocar no fundo, nadar de volta para o fundo, fazer uma cambalhota para trás debaixo d’água para a frente e recuperar uma máscara facial no fundo da piscina.

Quebrar placas de concreto com a cabeça
(Soldados sul-coreanos e chineses)

Os soldados da China são conhecidos por conseguirem quebrar varas de bambu em suas costas e tijolos sobre suas cabeças.

Se o combate fosse simplesmente uma questão de carisma, o Exército Popular de Libertação da China estaria perto do invencível. Mas oficiais militares reconheceram que tais exposições têm poucas aplicações práticas e estão reconsiderando a quantidade de tempo que as tropas gastam com essa formação.

Beber sangue cobra
(Marinha dos Estados Unidos)

A marinha americana bebe sangue de cobra e arranca a cabeça de galinhas com os dentes, como parte do seu treinamento.

Depois de ser ensinados a matar cobras venenosas por instrutores navais tailandeses, os marinheiros são incentivados a experimentar os costumes locais de beber o sangue do animal. Os soldados inclinam a cabeça para trás enquanto o sangue é espremido para fora do corpo da cobra em suas bocas.

Testar equilíbrio caminhando sobre tiros
(Belarus Boinas Vermelhas)

Militares da Unidade Especial do Ministério do Interior de Belarus encaram uma prova de fogo. Para provar exatamente o quão durões eles são, e para ser aceito na elite Boinas Vermelhas do ministério, eles têm que passar por uma bateria de testes em um curso extremo.

O teste inclui uma marcha rápida de 10km, seguido por um curso de ataque extremo, combates corpo-a-corpo, invadir edifícios e acrobacias. Seus superiores fazem desafios extras para tornar a coisa ainda mais difícil.

Em média, leva de cinco a seis tentativas para conseguir uma vaga nos cobiçados boinas vermelhas, somente os mais aptos conseguem fazê-lo.

Saltar de arranha-céus
(Comando Anti-Terror de Israel)

Se os terroristas tentarem fazer reféns em um arranha-céu, a última coisa que eles esperariam é o comando anti-terror pulando por sua janela.

Mas isso é exatamente o que a unidade anti-terror de Israel faz. Os estagiários devem esquecer tudo o que está ao seu redor, se concentrando apenas na janela e aguardando os comandos para se moverem.

Gostou do post? Não se esqueça de curtir e compartilhar nas redes sociais, curta também a página do Minilua no Facebook clicando aqui e participe também do nosso grupo no facebook clicando aqui.