A cara do nosso Brasil

Os brasileiros viveram por anos e anos governados sob um regime militar, uma ditadura com leis rígidas, onde não existia liberdade de imprensa. No final da década de 80, com a Constituição de 1988 essa realidade foi alterada, com a liberação da criação partidária, dando à arte a à imprensa maior liberdade de expressão. Muitos artistas e políticos exilados voltaram ao país. Hoje podemos contestar, expor ideias, embora assuntos relacionados à violência urbana e retrocessos na educação possam estar vinculados a tais mudanças. extremas. Afinal, considerando em contexto histórico, a democracia é jovem demais para nós, brasileiros, são insignificantes 22 anos, e a adaptação é lenta, pois saindo de um regime no qual tudo era proibido é comum ir ao outro extremo, especialmente aos pais educados de maneira tão fechada, de repente questionando-se: “qual é o limite?” Mas e quanto ao sistema? Atualmente somos devorados pelo capitalismo, etiquetados, escravizados. Afinal, o que é o Brasil? O vídeo abaixo é bem interessante e ajuda a compreender.

  1. Antonio Filho

    5 de maio de 2012 em 20:12

    É assim que o Brasil funciona, infelizmente. Numa suposta democracia onde somos “livres para votar” e obrigados a votar ao mesmo tempo, onde o povão se conforma com migalhas, futebol e cachaça, enquanto a nobreza se apossa do salário sofrido de muitos e devolvem quase nada. Esse é o Brasil, um país abençoado por Deus e amaldiçoado pelo homem.

  2. Vagner Castro

    10 de julho de 2010 em 12:10

    Precisa dizer mais alguma coisa sobre como funciona as coisas no Brasil?

    vamos estudar galera e se mandar desse país de tolos…

  3. ana lucia saldanha tavares

    14 de junho de 2010 em 21:02

    A materia ficou ótima,na realidade as pessoas deveriam compreeder por que algumas pessoas vivem a margem da pobreza,falta de oportunidade talvez mas tambem existe a falta de informação .A educação é primordial ela abre novos horizontes.

    • Aida Saadeh

      15 de junho de 2010 em 07:47

      Isso renderia horas intermináveis de debate! Mas eu tenho uma opinião (pessoal) a respeito: claro que sorte, acesso, informação, desigualdade são responsáveis diretos e indiscutíveis…no entanto o comodismo, a falta de força de vontade e o próprio senso de inferioridade tbm colaboram e muito!

  4. Claudio

    8 de junho de 2010 em 00:49

    No tempo da ditadura pelo menos poderia falar em praça pública do presidente, e você seria preso. Hoje tu fala, fala, até ofende, e nada acontece, porque o mais importante mesmo é que quem esta no poder esta nos roubando, nos manipulando. O povo se contenta com a bolsa família, se contenta trocar o seu voto por um prato de comida, ou até mesmo um copo de cachaça. Para provar que o povo é ignorante na sua maioria, quando o seu time de futebol perde, ou não vai bem no campeonato, se revoltam, vão pedir explicação para os dirigentes, para os jogadores, cobram, gritam. Enquanto em Brasília roubam, saqueiam, desviam milhões, e milhões, temos uma carga de impostos sendo uma das mais altas do mundo, e o que o povo faz? Nada… prefere futebol… Povo ignorante!

  5. anonimo

    5 de junho de 2010 em 19:32

    A “Nobreza” quer que o “Povão”, principalmente continua ignorante para o “Povão” não recorrer das injustiças desse país.

    • Aida Saadeh

      5 de junho de 2010 em 21:19

      Exatamente! É o q espero q todos q assistam ao vídeo compreendam…os grandes bobos n são os miseráveis…somos nós q pagamos impostos absurdos!

  6. anonimo

    5 de junho de 2010 em 19:30

    Nessa matéria aonde fala que o povão fica feliz desde que haja cachaça e futebol, pois o nome dessa situação é chamada de “Política do Pão e Circo”, aonde a “Nobreza” juntos com os “Bobos da Corte” dá diversão para o povão, como o futebol que é o “Circo” e a “Nobreza” dá migalhas que são o Bolsa Família e outros auxílios, que são o “Pão”, assim o “Povão” esquece dos problemas do Brasil e não recorre ao país, pois a “Nobreza” deu o “Pão e Circo” “gratuitamente”.Essa prática começou na decadência do Império Romano quando a população rural veio para a cidade e Roma trazia “Pão e Circo” “gratuitos”, mas o “Pão” era literal eo “Circo”, o Coliseu, aonde os gladiadores lutavam contra animais.

  7. Adriano Saadeh

    5 de junho de 2010 em 11:40

    Parabéns pela matéria, ficou muito boa, mas é revoltante essa nossa realidade

  8. Luis Guilherme Seidel

    4 de junho de 2010 em 17:28

    Desculpem o duplo-post.

    Parabéns pela matéria.

    • Aida Saadeh

      4 de junho de 2010 em 23:01

      Obrigada! ^^
      O minilua trabalha prá vocês! 🙂

  9. Luciano

    4 de junho de 2010 em 17:21

    Bae focou um nectar! É gente Brasil é isso aí e muito mais!

  10. raiana saadeh

    4 de junho de 2010 em 16:26

    O Brasil n tem nada a ver com os governantes.

    • Luis Guilherme Seidel

      4 de junho de 2010 em 17:27

      A Vá!!!

      Capaz que não. Penso em nunca votar, pois parece que isso nunca vai mudar enquanto existir essa gente de baixa escolaridade (para não dizer burra).

  11. TKD kyosanim

    4 de junho de 2010 em 16:24

    Por isso Eu amo a Inglaterra e meus £££££££ POUNDS £££££££££ … trabalho mas recebo em £££££. GOD SAVE THE QUEEN !

  12. Fabrício Almeida

    4 de junho de 2010 em 16:10

    Isso é Brasil!
    Muito bom post.

  13. Bruno França

    4 de junho de 2010 em 14:03

    Muito boa a matéria!!

  14. Lenon Cristian

    4 de junho de 2010 em 12:25

    parabens pela materia, ficou otima!!

    • Aida Saadeh

      4 de junho de 2010 em 12:32

      Valeu!!!!!! Fica fácil quando nossos ideais estão latentes!

  15. TKD kyosanim

    4 de junho de 2010 em 12:23

    Mas que burros estes brasileiros, da zero para eles !

19 Comentários
Topo