Minilua

Jack, o Estripador, pode realmente ter sido uma mulher

Isso é o que diz o livro “Jack The Ripper: The Hand Of A Woman” ( Jack o Estripador: a mão de uma mulher) escrito por John Morris, feito com base em “documentos legais e registros médicos”.

O livro, vem causando desconforto entre diversos historiadores, pois afirma que os crimes do Estripador teriam sido cometidos na verdade por Lizzie Williams, esposa de Sir John Williams, um médico, um dos maiores suspeitos.

Segundo o autor, Lizzie matava por sua impossibilidade de ter filhos, então se vingava em outras mulheres, tendo inclusive arrancado o “útero de três mulheres”. Além disso das 5 prostitutas assassinadas, nenhuma sofreu abuso sexual. Junto ao corpo de Annie Chapman, uma das vítimas, seu pertences foram encontrados organizados aos seus pés.

Nos locais dos crimes também foram encontrados “botões de um sapato feminino, vestígios de uma saia e fragmentos de um chapéu feminino”.

“Não há qualquer dúvida de que Jack era uma mulher. Mas como todos acreditam que o assassino era um homem, todas as evidências que mostram o contrário foram ignoradas pelos pesquisadores”, concluiiu Morris.

E você, acredita que o Estripador possa realmente ter sido “uma mulher”?