Minilua

Kowloon: A cidade sem lei

Kowloon, que na verdade era um distrito de Hong Kong, foi durante muito tempo o lugar mais densamente habitado do planeta. Uma anomalia urbana que assustava as pessoas pelo aspecto estranho que aquele amontoado de prédio tinha. Além disso, ainda havia a densidade populacional que era algo quase inimaginável, algo em torno de 2 milhões de pessoas por quilômetro quadrado, simplesmente impensável.

Essa "cidade" que nos seus últimos tempo possuía 406 mil habitantes, teve seu início no século XIX, quando foi um base militar, porém depois de algum tempo acabou sendo deixada de lado. Apenas em 1940 ela voltou a ter pessoas vivendo por lá, contudo acabou sendo abandonada durante a Segunda Guerra Mundial, pois ataques japoneses destruíram boa parte de tudo que havia no lugar.

Após o término do grande conflito, a cidade estava abandonada e suas muralhas destruídas no chão, o que criou a oportunidade perfeita para ladrões, drogados e bandidos, que tomaram o local para si. Com o passar do tempo, mais pessoas chegaram a Kowloon e a população começou a crescer muito rápido. Como o local era pequeno, cada vez mais as casas ficavam perto uma das outras e as ruas cada vez menores. Depois de certo tempo até prédios começaram a serem construídos colados um no outro, dessa maneira poupando espaço e aumentando população.

Nessa época o local recebeu o nome de Cidadela Proibida, pois nem a polícia conseguia entrar no local, tornando Kowloon em uma terra sem lei. Mas o curioso é que as menores taxas de criminalidade de região eram de lá, o que mostra que nem sempre ter autoridade por perto significa segurança.

Notando que não havia maneira de transformar essa cidade super-habitada em um local decente, o governo decidiu tirar todos os moradores de lá e destruir aquele amontoado de prédios, para criação de um parque. Assim, em 1993 a Cidadela Proibida veio a baixo, dando lugar para o Kowloon Park.

Dizem que apesar da aparente bagunça, as pessoas que viviam lá dizem que o lugar era relativamente organizado e sem muita violência, apesar do comércio ilegal ser uma das principais fontes de renda de Kownloon. Muitos moradores deixaram suas casas com tristeza, mas no fundo todo mundo sabia que não havia maneira de manter um local como aquele.

Assim a maior anomalia urbana foi destruída, deixando apenas as imagens impressionantes daquele labirinto criado para ser lar de milhares de pessoas:

Mapa de Kowloon