Lembranças da escola #13

materialescolar-276x300

50 - Lista de materiais: Algo imprescindível. Entre os objetos solicitados, apontadores, canetas e réguas. Dependendo da escola, a aquisição de livros e cartilhas se fazia necessário.

51 - Caderno de tabuada: Em suas páginas, os principais cálculos aritméticos. Sua distribuição, aliás, acontecia em todo o Brasil, especialmente nos primeiros meses do ano.

52 - Carimbos: Em sua composição, as principais letras e numerais. Para seu correto funcionamento, o acompanhamento de um estojo com tinta.

carimbos

53 - Lápis com borracha: Nas papelarias, diferentes modelos eram encontrados. Dos mais simples aos mais detalhados.

lapis_com_borrachas22

54 - Caligrafia: Um dos itens mais avaliados. Para os alunos com melhor desempenho, o sorteio de brindes específicos.

  1. Ray Go Rodrigues

    26 de junho de 2011 em 23:02

    Saudade! !!!  OH  saudade, daqueles  tempos,  que  nâo  voltâo  mais. Meus  primeiros  dias  de  escóla!  que  saudades  éra  tudo  novidade ((( pôemas  da cartilha  que  eu  nâo  me  esqueço  até  hoje vou  narrar  um  pedaçinhos )))))……… A laurita no  balanço balançando  de lá  para  cá sem ao  menos  um  descanço advertindo–se  éla  esta ………. Tudo  éra  um  sonho  hoje  só  résta   saudades………     Outro    pôemas cantico  de  entrada………    como  alegres  passarinhos  quando  voltâo  ao  pomar  nós  voltamos  para  escóla onde  vamos  estudar  ………  Saudades  ´só  Saudades (((( Mas  sou  daqueles  ainda )))) ……  para  quem  sabe  lêr   um  pingo  é  lêtra…..  e  assim  foi  se  passando  a  vida  e  hoje  só  saudades…..restou..Mas  me  sinto  muito  feliz  quando  me  lembro  desses  passado…..

  2. Marcel Tobara

    26 de junho de 2011 em 19:25

    putz…
    meu garrancho achu q eh de familia….
    meu pai tem uma escrita q mistura de forma com de mao fica as vezes indecifravel… msm ele n entende as vezes…

  3. vlad dracul

    26 de junho de 2011 em 01:44

    Pela janela da classe eu olhava lá fora.
    A rua me atraia mais do que a escola.

  4. Capivara Selestial

    25 de junho de 2011 em 22:58

    se e por conteudo no caderno e caligrafia eu não sairia da 1° série

  5. **arân**ula

    25 de junho de 2011 em 20:48

    Ah, a maldita caligrafia… Meu professor de português dizia sempre, que se eu não melhorasse minha letra, ele não iria mais corrigir minhas provas de redação… Ainda bem que ele estava só brincando, né? Rsrsrs.

  6. Anônimo

    25 de junho de 2011 em 20:39

    Minha letra é bonita, mas aí a professora dizia: “eu vou ditar”… aí acaba com tudo ¬¬

  7. TENSEI

    25 de junho de 2011 em 20:25

    minha letra era um garrancho dos bravos
    ai eu comecei a escrever em letra de forma…

    (digamos que melhorou um pouquinho)

  8. Caroline Belchior

    25 de junho de 2011 em 20:17

    Minha caligrafia era pessima!!

  9. Marcelo Kaiman

    25 de junho de 2011 em 20:05

    o interresse dos livros gratuitos e politico a maioria dos nossos representante é empresario ou filho de um  

    • Juliane Vale

      25 de junho de 2011 em 20:10

      Precisa ver a porcaria que empurraram para nós este ano goela abaixo, Marcelo.
      Chama-se Ler e Escrever. Cheio de atividades sem qualquer orientação, vc pode acabar ensinando errado para as crianças, pq numa reunião discutimos uma atividade do livro e de 4 professoras, inclusive eu, demos respostas diferentes para a mesma atividade.
      Textos com 3-4 páginas para crianças de 8-9 anos lerem!
      Só para dar um exemplo.

      • Calebe Silva

        26 de junho de 2011 em 09:10

        Eu estudo em escola publica e mesmo assim e os professores que escolhe o livro didatico

  10. Juliane Vale

    25 de junho de 2011 em 19:48

    Quando estudei até os livros didáticos tinhamos que comprar. Os pais compravam, mas às vezes de segunda mão, pq eram muito caros. O governo não dava livros assim. acho que em parte o erro na educação é isso…dar tudo de graça. O que é de graça ninguém valoriza, o desperdício de livros e materiais é enorme!
    Quando vc comprava tinha mais zelo, pq sabia o valor das coisas.
    Agora, filho de médico, dentista e de professor nunca tem dinheiro para comprar lápis, caderno e borracha…e se vc fala que os materiais é para quem não pode comprar, no dia seguinte vem um pai idiota falar que a escola não dá materiais aos alunos.
    É uma vergonha pais assim.

    • julio bernard es

      25 de junho de 2011 em 19:55

      você foi a primeira… snif, quase consegui…

      minha caligrafia era péssima. 

      • Juliane Vale

        25 de junho de 2011 em 19:59

        rsrsrsrs

      • julio bernard es

        25 de junho de 2011 em 19:58

        E ainda é

        • Jeff Dantas

          25 de junho de 2011 em 20:04

          Julio, a minha também não era das melhores.. Se não fosse o meu caderno de caligrafia.. hauhauhauhahaha

          • julio bernard es

            25 de junho de 2011 em 22:17

            Meu caderno de caligrafia não ajudou muito, o que me ajudou foi o computador, minha letra sai linda aqui!!!!!

17 Comentários
mais Posts
Topo