Minilua

A lenda do poderoso Perseu

As lendas gregas são inúmeras e interessantes, por isso vamos contar alguns delas, trazendo belas histórias e seus grandes personagens para as páginas do Minilua.

Perseu

Acrísio, que era rei de Argos, vivia sonhando com um filho homem, mas jamais conseguiu o que desejava, por isso foi pedir ajuda ao oráculo, que teve uma visão: Sua filha, Dânae, terá um homem que um dia lhe matara.

Apavorado com isso Acrísio prendeu sua filha em uma câmara de bronze vigiada 24 horas por dia, para que assim ela jamais tivesse o filho que lhe mataria, mas dizem que Zeus vendo o sofrimento da jovem se compadeceu e enviou a dama uma chuva de ouro, que fez com que ela ficasse gravida.

No momento em que Acrísio descobriu que sua filha trazia uma criança na sua barriga, mandou que ela fosse trancada em um baú e jogada no mar, mas por alguma força do destino apenas a criança sobreviveu, chegando misteriosamente à ilha de Sérifo, onde Díctis encontrou o pequeno bebê, que recebeu o nome de Perseu.

Com o passar dos anos, o pequeno menino que chegou a ilha se transformou em um poderoso homem, de grande porte e uma força enorme. Assim Polidectes começou a temer Perseu e criou um torneio onde o objetivo era que o mais poderoso guerreiro trouxesse a cabeça da Medusa e quem conseguisse seria coberto de grande honra. Mas os planos do rei eram malignos, pois sabia que não havia homem sob esse sol que poderia derrotar tal criatura.

A Medusa

Perseu, sem pensar duas vezes, partiu em busca da cobiçada cabeça do monstro. Vendo que mesmo com todo seu poder ele morreria, os deuses desceram do Olimpo e deram a Perseu armas para lutar contra a Medusa, assim ele ganhou de Atena um escudo, tão bem feito que sua superfície era quase um espelho, Hades lhe concedeu um capacete que lhe deixava invisível e Hermes lhe deu sandálias aladas, assim ele poderia voar.

Com a benção dos Deuses, Perseu encontrou a Medusa. Sabia ele que não poderia enfrenta-la em uma luta aberta, por isso usou o espelho que era seu escudo para não ter que encara-la, caso contrário viraria pedra, assim ele conseguiu cortar fora a cabeça da monstra.

Atlas

Em sua volta, Perseu encontrou o poderoso titã Atlas, aquele que é conhecido por segurar os céus com as costas. Mas o amaldiçoado por Zeus não acreditou que um humano pudesse ter matado a poderosa Medusa, brabo com a dúvida Perseu mostrou a cabeça do monstro ao titã, que instantaneamente virou pedra. Conta-se que Atlas se transformou em uma montanha de pedra e sua barba uma floresta densa, que ninguém jamais ousou explorar.

Andrômeda

Parece que por onde ia Perseu encontrava inimigos e grande lutas, não foi diferente quando em uma pequena ilha, encontrou uma bela mulher, que mais parecia uma estatua presa lá, mas aquela era Andrômeda, uma linda dama amaldiçoada por Poseidon, que teve sua morada destruída por Ceto, um monstro marinho gigante.

Para seu azar, no segundo que a viu, Perseu amou aquela mulher e disse que a tiraria dali se ela aceitasse casar com ele. Vendo isso Poseidon se enfureceu e mandou Ceto para matar Perseu e a mulher. Assim o mar se abriu no meio.

Usando sua bota alada, Perseu voou em direção a monstro, sem medo de nada e matou a gigantesca criatura, mostrando que nem mesmo os Deuses podiam ir contra sua vontade. Dessa maneira ele conquistou a mão de Andrômeda.

Polidectes

Quando chegou enfim a sua casa para levar a cabeça do monstro ao Rei, ele foi surpreendido, pois agora era sua cabeça a que estava sendo caçada.

O mais rápido possível ele reuniu seus amigos e pediu ajuda para lutar contra o rei, mesmo que em uma tentativa desesperada, afinal eles jamais poderiam derrotar o exército. Quando a luta estava para começar, Perseu teve uma ideia e tirou a cabeça da Medusa de um saco, mandando seus amigos fecharem os olhos.

Conta-se que mesmo alguns que obedeceram à ordem de Perseu, mas não eram fieis a ele viraram pedra, apenas os amigos de coração conseguiram escapar do olhar da Medusa. Contudo Polidectes também não se tornou pedra, pois escondeu seu rosto.

Temendo a morte, o rei implorou piedade e Perseu a concedeu, prometendo que deixaria o mesmo em sua casa para que assim ele sempre se lembrasse da covardia que havia feito, quando Polidectes se ajoelhou, Perseu puxou a cabeça do monstro e petrificou o Rei. Sua estátua de pedra ficou para sempre na morada do matador da Medusa.

A profecia

Muito tempos depois de tais acontecidos, Perseu participava de uma disputa esportiva de arremesso de disco, quando em um lançamento errado, acertou um velho que estava assistindo ali, aquele era Acrísio, que no fim realmente foi morto pelo filho de sua filha e a profecia se cumpriu.

Perseu nunca governou Argos, como poderia ter feito, porém Tirinto e Micenas por ele foram comandadas. Durante seus longos anos teve sete filhos e dizem que de sua linhagem depois surgiram os persas.

Esse foi Perseu, o invencível, o qual nem mesmo os desejos dos Deuses eram capazes de parar.

Se você quer ouvir mais histórias e lendas, basta apenas clicar em Recomendar logo abaixo.

Me siga no Twitter: @Diego_minilua ou me adicione no Face:http://www.facebook.com/diegominilua.