Último rinoceronte branco macho do planeta é vigiado 24 horas

Milhares de espécies correm sérios riscos de extinção, por isso para preservar e conseguir salvar os últimos exemplares da fauna mundial, diversas ações são tomadas para que esses animais tenham a condição de sobreviver aos ataques do homem, principalmente em caçadas desenfreadas que estão cada vez piores.

rinoceronte

No caso dos rinocerontes brancos, a situação é extremamente complicada, visto que restam apenas três exemplares do animal. Sendo duas fêmeas e apenas um macho. A situação chegou a esse estado devido aos níveis cada vez maiores de caça a essa espécie, tudo por causa dos seus chifres que possuem alto valor de venda na Ásia. O motivo para ser tão caro, é que acredita-se que o mesmo possua propriedades capazes de curar diversos tipos de doenças.

Ciente dessa procura pelos chifres do rinoceronte branco, as autoridades do Quênia resolveram tomar uma atitude inusitada, porém fundamental para a sobrevivência desse animal. Sudan é o único macho da espécie no planeta, por isso é vigiado 24 horas por dia por guardas armados. Além disso, a patrulha também é feita por transmissores de rádio.

Atualmente, Sudan encontra-se com 40 anos de idade e vive em uma área demarcada pela patrulha, as duas fêmeas ficam em um cativeiro e também recebem atenção especial. Além de vigiar Sudan durante o dia e a noite, os responsáveis por sua segurança também adotaram outra medida que possui o objetivo de afastar o interesse de caçadores.

Eles removeram os chifres de Sudan e com isso também acreditam ter afastado os caçadores que seguem a procura da “mercadoria”. Elodie Sampere, responsável pela tutela do rinoceronte branco, disse ao portal “The Dodo” que “O único motivo para a remoção dos chifres é para proteger contra caçadores ’’. “Se o rinoceronte não tem chifre, ele não é de interesse para os caçadores, isto é unicamente para mantê-los a salvo.”

Simon Irungu, um dos solados da guarda de Sudan deu a seguinte declaração ao mundo dos Animais do Reino Unido: “Com a crescente demanda por chifre de rinoceronte e marfim, enfrentamos muitas tentativas de caça ilegal e combatemos um grande número delas, porém tendo por diversas vezes de arriscar nossas vidas para o cumprimento do dever”.

As tentativas de reprodução entre Sudan e as duas fêmeas tem sido rotineiras, no entanto até o fim de 2014 nenhum bebê rinoceronte havia nascido. Perguntado sobre os resultados das tentativas de 2015, um responsável deu a seguinte resposta: “Têm sido infrutíferas”.

Com essa situação, a tensão é cada vez maior em relação a extinção da espécie de rinocerontes brancos, por isso as tentativas continuam e a esperança é de que nesse ano de 2015, pelo menos alguns bebês rinocerontes nasçam para garantir a sobrevivência desses animais.

  1. Rafael Taira

    27 de abril de 2015 em 11:38

    bom artigo,não esperava um rinoceronte branco,mas sim um elefante branco.

  2. Rafael Anderson

    19 de abril de 2015 em 20:48

    Cara o Quênia é a na Africa.

  3. Fred Baskerville

    18 de abril de 2015 em 05:29

    A grande dificuldade de clonagem de espécies é achar um óvulo receptor que seja compatível com o embrião. Nesse caso, se tem um rinoceronte macho e duas fêmeas. Já deveriam ter começado a tempos o processo de inseminação artificial nesses animais.

    • Gabriel Frigini

      22 de abril de 2015 em 01:33

      Olha a explicação aí turma!

  4. AlmondegaVoadora

    17 de abril de 2015 em 17:22

    Seria de um grande infortuno se algum individuo com a finalidade de elaborar um sacrifício com rinocerontes brancos em nome do Grande monstro do espaguete voador.

    • Gabriel Frigini

      22 de abril de 2015 em 01:32

      O que? what?

    • madson luiz

      22 de abril de 2015 em 00:59

      Sera providenciado meu senhor

  5. VanDrak SubZero

    17 de abril de 2015 em 12:00

    Espero que consigam a reprodução.
    Deviam dar uma injeção de viagra no bicho pra ver se funciona :p

    • Gabriel Frigini

      17 de abril de 2015 em 14:22

      Rsrsrsr! uma sugestão rsrs!

  6. Wagner

    17 de abril de 2015 em 09:35

    Concordo com quase tudo para a proteção do animal, menos arrancar seus chifres.
    Para mim, seria mais viável arrancar seus chifres para que ele não atacasse quem o estava protegendo, daí talvez eu concordaria.
    E tipo, se arrancam seus chifres para que ninguém o cace, para quê vigiá-lo? Certamente deve ser para os “desavisados”, mas não acho que eles se arriscariam em tentar caçá-lo se verem que ele está sem a “matéria-prima” (talvez um resto do chifre, quem sabe). E o que garante que eles não venderam o chifre do Sudan também?
    Enfim, que continuem o protegendo e que a reprodução dê certo, já que rinocerontes brancos são bem bonitos.

    • Gabriel Frigini

      17 de abril de 2015 em 14:23

      Boas palavras amigo!

  7. Hagner

    16 de abril de 2015 em 23:15

    ta e a inseminação artificial não tem como?mas dai vem outro problema,pois se há somente duas fêmeas e um macho,logo as crias de certa forma serão parentes logo,podendo ter um problema genético

    • bruno coutinho

      17 de abril de 2015 em 18:05

      Calma pow, se Noé conseguiu nós também conseguimos :v

    • Gabriel Frigini

      17 de abril de 2015 em 14:24

      Aí eu não sei

  8. Elyane

    16 de abril de 2015 em 21:57

    Quando li esta matéria lembrei da fantasia de muito homens: “ele o último ‘macho’ da sua espécie”, para ele um privilégio para as fêmeas nem tanto, não tem escolha, ou é ele ou fim de sua espécie. Triste Karma..

  9. Mestre Makarov

    16 de abril de 2015 em 20:16

    Aqui na minha cidade tinha uma especie de pássaro que sumiu do mapa … lavandeirinha .. nunca mais vi uma .. me lembro que na época da chuva elas vinham pro quintal de casa se abrigar …

  10. Romulo Augusto

    16 de abril de 2015 em 19:50

    Agora quero ver matar esse rinoceronte.

    • Elyane

      16 de abril de 2015 em 21:53

      Podem até não matá-lo mas já o mutilaram ao arrancar seus chifres.

    • chapolim do mal

      16 de abril de 2015 em 20:11

      Matar dá mas levar ele embora é mais dificil.

  11. Rodrigo Duarte

    16 de abril de 2015 em 19:44

    Esse povo clona vaca, ovelha, cachorro, tudo animal que tem de monte por aí. Antes de chegar à essa situação crítica deviam ter clonado muitos rinos para que houvesse diversidade genética e espalhado um boato de que chifre de rinoceronte branco clonado danificaria a virilidade, aí talvez esses asiáticos supersticiosos deixassem bicho em paz.

    • Elyane

      16 de abril de 2015 em 21:51

      A clonagem não é tão fácil como vc pensa e por ser tão arriscada, eles não seriam loucos de testar justamente numa especie em extinção. As chances de sucesso são minimas não vale a pena o risco.

    • L

      16 de abril de 2015 em 19:59

      so q é dificil clonar animais pois corre o risco do embreão morrer ates mesmo dele nascer, e por causa disso ele evita tentar clonar animais raros pois alem de oferecer risco para o embrião isse processo oferece risco para a femia e, nesse caso seria um disperdicio tentar clonar tal animal

  12. Greg

    16 de abril de 2015 em 19:36

    O ser humano é uma merda mesmo… pra que extinguir uma especie tao bonita… porque nao se matam… foda viu…

    • Evandro

      17 de abril de 2015 em 21:08

      pior q eles se matam sim
      pra quem mata a própria espécie
      o q dirá dos animais!

    • Greengineer

      16 de abril de 2015 em 20:53

      Ok, mas você vai primeiro tá :D.

      Estou no aguardo…

      • Gabriel Frigini

        17 de abril de 2015 em 14:24

        KkKKK! polêmica!

26 Comentários
mais Posts
Topo