Minilua

Último rinoceronte branco macho do planeta é vigiado 24 horas

Milhares de espécies correm sérios riscos de extinção, por isso para preservar e conseguir salvar os últimos exemplares da fauna mundial, diversas ações são tomadas para que esses animais tenham a condição de sobreviver aos ataques do homem, principalmente em caçadas desenfreadas que estão cada vez piores.

No caso dos rinocerontes brancos, a situação é extremamente complicada, visto que restam apenas três exemplares do animal. Sendo duas fêmeas e apenas um macho. A situação chegou a esse estado devido aos níveis cada vez maiores de caça a essa espécie, tudo por causa dos seus chifres que possuem alto valor de venda na Ásia. O motivo para ser tão caro, é que acredita-se que o mesmo possua propriedades capazes de curar diversos tipos de doenças.

Ciente dessa procura pelos chifres do rinoceronte branco, as autoridades do Quênia resolveram tomar uma atitude inusitada, porém fundamental para a sobrevivência desse animal. Sudan é o único macho da espécie no planeta, por isso é vigiado 24 horas por dia por guardas armados. Além disso, a patrulha também é feita por transmissores de rádio.

Atualmente, Sudan encontra-se com 40 anos de idade e vive em uma área demarcada pela patrulha, as duas fêmeas ficam em um cativeiro e também recebem atenção especial. Além de vigiar Sudan durante o dia e a noite, os responsáveis por sua segurança também adotaram outra medida que possui o objetivo de afastar o interesse de caçadores.

Eles removeram os chifres de Sudan e com isso também acreditam ter afastado os caçadores que seguem a procura da “mercadoria”. Elodie Sampere, responsável pela tutela do rinoceronte branco, disse ao portal “The Dodo” que “O único motivo para a remoção dos chifres é para proteger contra caçadores ’’. “Se o rinoceronte não tem chifre, ele não é de interesse para os caçadores, isto é unicamente para mantê-los a salvo.”

Simon Irungu, um dos solados da guarda de Sudan deu a seguinte declaração ao mundo dos Animais do Reino Unido: “Com a crescente demanda por chifre de rinoceronte e marfim, enfrentamos muitas tentativas de caça ilegal e combatemos um grande número delas, porém tendo por diversas vezes de arriscar nossas vidas para o cumprimento do dever”.

As tentativas de reprodução entre Sudan e as duas fêmeas tem sido rotineiras, no entanto até o fim de 2014 nenhum bebê rinoceronte havia nascido. Perguntado sobre os resultados das tentativas de 2015, um responsável deu a seguinte resposta: “Têm sido infrutíferas”.

Com essa situação, a tensão é cada vez maior em relação a extinção da espécie de rinocerontes brancos, por isso as tentativas continuam e a esperança é de que nesse ano de 2015, pelo menos alguns bebês rinocerontes nasçam para garantir a sobrevivência desses animais.