Qual o lugar mais silencioso do mundo?

O excesso de barulho é capaz de enlouquecer uma pessoa, no entanto o que muitas pessoas não sabem é que a falta dele também pode dar pane no seu cérebro e acabar lhe afetando de uma maneira impressionante.

camara_silencio_eua_04

Agora se você achava que o lugar mais silencioso do mundo ficava em uma montanha isolada ou então em um monastério, saiba que está bastante enganado, visto que esse local fica em uma sala de testes de um laboratório, na região de Minneapolis, Minnesota.

A Anechoic Chamber ou a câmara sem eco, fica localizada no laboratório Orfield, em Minneapolis, nos Estados Unidos. Revestida por 3,3 m de espessura de vidro acústico, 30 cm de concreto e paredes duplas de aço, a sala consegue absorver 99,99% do som.

Por esse feito, a Anechoic Chamber está presente no Guinnes Book como o lugar mais silencioso do mundo. Agora você deve estar se perguntando: Mas qual a finalidade desse lugar? Pois bem, é o que vamos explicar a seguir.

camara_silencio_eua_01

A câmara sem eco é usada para testar o nível de barulho de diversos produtos das mais variadas marcas. O exemplo mais famoso é o da aclamada Harley Davidson, moto essa que passa por uma bateria de testes na sala, a fim de manter seu ronco agradável e não prejudicial ao sistema auditivo.

O grande problema do lugar mais silencioso do mundo é a sua capacidade de enlouquecer as pessoas, visto que qualquer um que permaneça por mais de 30 minutos no local, começará a sofrer com anormalidades em seu sistema motor, além de enfrentar uma série de alucinações provocadas pela falta de qualquer tipo de barulho.

Steven Orfield, presidente do laboratório, contou em entrevista, tudo o que acontece com o corpo humano quando colocado em sua câmara sem eco. “Normalmente, você se orienta pelos sons que escuta enquanto anda. Na câmara, você não tem essas pistas; você perde essas dicas importantes de percepção, que ajudam no equilíbrio do corpo”. Por esse motivo, o criador da câmara avisou que o principal aliado de quem deseja sentir na pele os efeitos do silencio total, é uma cadeira.

camara_silencio_eua_02

Além disso, Orfield também disse que o nosso sistema auditivo se adapta com grande facilidade ao silêncio, fazendo assim com que a pessoa possa escutar até mesmo os barulhos mais imperceptíveis. “Você pode ouvir seu coração bater, escutar seu estômago reclamando alto e, outras vezes, ouvir até os seus pulmões”, explica.

O tempo para que o corpo comece a entrar em estado de pane se compreende entre 30 e 45 minutos. Sendo assim, pense bem antes de pedir aos vizinhos do lado para abaixar o som naquele sábado à noite.

Gostou do artigo? Deixe o seu comentário!

  1. Leonardo Rg

    14 de novembro de 2015 em 20:30

    faltou explicar como as pessoas que ficam surdas não morrem de loucura.

    • André Silva

      15 de novembro de 2015 em 03:34

      A loucura nessa sala se dá pelo fato de que por não conter nenhum som nela (-9 decibéis), quando alguem entra nela o silêncio absoluto é preenchido com os sons do seu próprio corpo, assim você ouve o seu coração bater, a sua respiração, o sangue correndo nas tuas veias, a tua pele deslizando sobre os teus músculos, etc. Tu ouve o teu corpo inteiro trabalhando. O surdo não ouve, portanto não passa por tal experiência.

  2. Eduardo Azrael

    13 de novembro de 2015 em 13:37

    Sinceramente, fiquei com vontade de experimentar essa sala. Pratico meditação, mas na cidade é muito difícil devido aos inúmeros sons… nessa sala dá para poder ouvir seu próprio coração, seu aparelho digestivo, seus ossos, seus pulmões e, quem sabe, até o próprio cérebro!

  3. Greg

    13 de novembro de 2015 em 13:01

    Interessante … queria tambem passar um tempo nessa sala …. achei que seria um estudio de musica sei lá hehe… imagina tocar um rock pesado nessa sala aí…. deve dar um barulho infernal …

  4. Caciano Genz

    13 de novembro de 2015 em 09:44

    eu vim pra cidade e desde o 1º dia sofro do inferno do baraulho, estava acustumado no interior a noite escutar o barulho da grama crescer, algumas vezes dava pra ouvir o barulho dos caminhões no asfalto a quilômetros de distancia, hoje dormir a noite pra mim é um caos, sexta de noite, nem se fala
    eu lembro que eu era acostumado com o barulho da respiração quando dormia no interior

    • Mari

      13 de novembro de 2015 em 13:56

      Moro no interior de SP e faz muiiito tempo que não sei o que é silêncio

    • Transã1 da America

      13 de novembro de 2015 em 09:51

      Vamos pro baile funk hoje

  5. Lynn Rock

    13 de novembro de 2015 em 08:46

    Só de ver a foto deu vontade de entrar e tirar um cochilo nessa sala…

    • André Silva

      13 de novembro de 2015 em 09:23

      Aposto que você não conseguiria dormir nela não.

  6. André Silva

    13 de novembro de 2015 em 01:12

    Ah, e aqui vai uma crítica construtiva, pra melhorar os teus posts, Gabriel. O post tá bacana, mas acho que tu tem medo de se aprofundar no assunto, e tu peca com isso. O leitor gosta de se envolver, de ter dados, de ver a história e se fascinar. Mas o teu post fica pequeno e quase um resumo dos assuntos. Começa melhorando a introdução, divaga um pouco antes de entrar de cabeça no assunto. Recomendo a ti e a qualquer um que esteja lendo esse comentário a ler a matéria que o megacurioso fez sobre esse mesmo tema. Se chama: “sabia que o silêncio absoluto pode enlouquecer você?”. O próprio título já atiça o leitor e o deixa curioso pra ler a matéria. Depois ela faz uma introdução que não vai diretamente ao assunto, até chegar nele. Depois ela fala dados interessantíssimos e que faria a diferença no teu post, olha esse por exemplo: uma cidadezinha calma, com pássaros cantando e tudo de mais perfeito produz cerca de 40 decibéis. Uma pessoa considera um lugar agradável e silencioso com cerca de 30 decibéis. O som da nossa respiração tem 10 decibéis. Agora pasmem: essa sala possui -9 decibéis. Isso mesmo: menos nove decibéis. MENOS! Leia um trecho interessante que faria muita gente nos comentários não querer entrar nessa sala: “Uma vez dentro da câmara, o silêncio absoluto é preenchido com o som de seu próprio corpo. Você pode ouvir sua respiração, seu coração batendo, o sangue em suas veias. Você pode ouvir o seu pulso, os seus ossos friccionando uns contra os outros e até a sua pele deslizando sobre os músculos.”. E aí? Ainda vão querer relaxar nessa sala? Pois é Gabriel, espero que leia isso como uma lição. O post é bom, mas você não preferia que ele fosse excelente e virasse referência, assim como o do megacurioso foi agora? Recomendo que leiam o artigo do mega porque esta muito completo e eu vou até lá pra ler ela tudo de novo porque é tão interessante que dá vontade de ler de novo. Lê cara, e tire lições de lá, teus posts vão melhorar e muito se tu pesquisar mais, se aprofundar mais nas matérias, isso vale pra todos os moderas daqui, mas vejo um potencial em ti. Vai lá cara, lê o post do mega, compare com o teu e leia e releia o meu comentário, e reflita. E lembre: o post é regular, mas pode ficar excelente. Só pra finalizar (ufa!), leia os outros comentários . Um monte de burro falando que queria estar nessa sala. Por quê? Por que são burros? Talvez, mas a principal causa é a falta de informação, o post ficou superficial, e a galera não assimilou que o silêncio da sala é enlouquecedor, porque o post dá pouquíssimas explicações. Abraço !

    • Godfather Payne

      20 de janeiro de 2016 em 21:21

      André, você merece o prêmio de Comentário do Ano.
      Mas não corta ele.

    • chapolim do mal

      14 de novembro de 2015 em 10:39

      Vou invocar um monstro das eras miniluaticas
      [img]http://http://2.bp.blogspot.com/-ZNAvhHnpuwI/UGpbw6Fv-UI/AAAAAAAAELs/Qcwiu9PeTdk/s1600/nemly.jpg[/img]

    • Douglas

      13 de novembro de 2015 em 13:13

      [img]http://t1.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcSd3_wh4jC-oqHa-NoeV5MxJbjsxsGHSiRc-yLV68r89hsw6nIX[/img]

      • André Silva

        13 de novembro de 2015 em 23:40

        Assim eu choro, mano.

    • Luciano Saádeh

      13 de novembro de 2015 em 12:00

      Eu acho que foi o melhor comentário que eu já li nesse site.

      Parabéns mano, dá pra extrair muito dessa crítica!

      merece até um: s2

      • Gabriel Frigini

        14 de novembro de 2015 em 05:09

        Também gostei bastante, é importante que a galera nos diga o que pode melhorar e o que está errado, visto que isso nos ajuda bastante. Um abraço!!

      • André Silva

        13 de novembro de 2015 em 23:39

        Fiquei até emocionado agora :’)

      • Greg

        13 de novembro de 2015 em 12:58

        o amor está no ar hehe …

    • Transã1 da America

      13 de novembro de 2015 em 11:31

      carai que texto grande maluco kk

    • Gabriel Frigini

      13 de novembro de 2015 em 02:16

      Obrigado André! Um abraço!

      • Lynn Rock

        13 de novembro de 2015 em 08:47

        Feedback nos comentários.

    • André Silva

      13 de novembro de 2015 em 01:16

      Só esse meu comentário já ficou maior que o post.

  7. André Silva

    13 de novembro de 2015 em 00:46

    Já vi sobre isso, não lembro se foi numa revista ou em algum site. Achei tão fascinante que saí falando sobre isso pra todo mundo que eu conversava.

  8. LuKka Phirmus

    12 de novembro de 2015 em 23:50

    tah, mas se a gente fica louco com o silêncio, TODO SURDO É LOUCO? O.o

    • Gabriel Frigini

      13 de novembro de 2015 em 02:16

      rapaz…

      • Transã1 da America

        13 de novembro de 2015 em 09:51

        Vai receber um processo KKK

        • Gabriel Frigini

          14 de novembro de 2015 em 05:09

          kkkk! deu ruim!

    • André Silva

      13 de novembro de 2015 em 00:44

      O surdo não vai ouvir os barulhos de seu interior, de seus órgãos trabalhando.

  9. chapolim do mal

    12 de novembro de 2015 em 22:38

    Eu acho que dá para tirar altos cochilos nesse negoço ai, levava uma cama e meu travesseiro e tirava o maior sono do mundo.

    • Gabriel Frigini

      13 de novembro de 2015 em 02:15

      dá para hibernar kkk!

  10. Mari

    12 de novembro de 2015 em 21:59

    Interessante, gostaria de passar um tempo nessa sala

    • Gabriel Frigini

      13 de novembro de 2015 em 02:15

      Rsrsrs, menos de 30 minutos né

      • Mari

        13 de novembro de 2015 em 13:53

        Uns 29 minutos rsrs

  11. Mutley

    12 de novembro de 2015 em 21:56

    ”Sendo assim, pense bem antes de pedir aos vizinhos do lado para abaixar o som naquele sábado à noite.” já pensei …

    [img]http://i2.kym-cdn.com/photos/images/original/000/113/201/ShutUpAndTakeMyMoney.jpg[/img]
    Por favor alguém sabe a diária dessa sala ? (só pra passar as noites).

    • Gabriel Frigini

      13 de novembro de 2015 em 02:14

      kkkk!!

35 Comentários
mais Posts
Topo