Minilua

Os maiores assassinos do século XX: Hitler vs Stalin

A história da humanidade é pontuada por heróis, mas também por vilões. E nesse mundo de maldade, os seres responsáveis pelo maior número de mortes são considerados os piores representantes de nossa raça:

Hitler

Hitler é reconhecido mundialmente como o responsável por uma guerra que envolveu dezenas de países e matou 60 milhões de pessoas. Na época, esse total representava algo em torno de 3% da população mundial. Mesmo assim, as mortes causadas diretamente por Hitler foram muito menores do que esse número.

Stalin

Stalin, apesar de ter ficado no lado dos “mocinhos” durante a guerra, nunca foi uma pessoa muito boa e teve uma grande cota de assassinatos. Ele é sempre citado como um dos maiores assassinos de todos os tempos e chegam a colocar em sua conta a morte de mais de 100 milhões de pessoas. Mas será que esse número é real?

Afinal, quem desses dois matou mais gente?

Hitler vs Stalin

Para medirmos quem foi o pior matador da história recente, deixaremos de lado os números da guerra. Se levarmos em conta todas as mortes causadas diretamente e indiretamente pela guerra gerada por Hitler, ele ganha fácil o conflito. Mas quando falamos da morte de pessoas inocentes, que não estavam no campo de batalha, as coisas ficam bem diferentes.

Apesar de ser citado em diversas discussões em redes sociais como o maior assassino do mundo ocidental, com um número de mortes que varia de 23 a 120 milhões de pessoas, Stalin nunca chegou perto desses números. Durante muitos anos, quando a União Soviética ainda era um poder gigantesco, os dados sobre mortes causadas pelo regime eram sigilosos. Por isso, as especulações mundiais começaram a surgir para preencher esse espaço em nosso conhecimento.

Jornalistas e outros governos contrários ao regime soviético iniciariam seus “chutes”. A cada dia o número de mortes ligadas a Stalin subia, passando dos 100 milhões segundo especialistas no achismo. O problema é que, naquela época, toda a população da URSS não passava de 160 milhões de pessoas, ou seja, para chegar a tal número, Stalin teria que ter exterminado mais da metade da população que comandava e isso provavelmente seria bem difícil de esconder do mundo exterior.

Após o término do regime soviético, muitas informações secretas vieram a tona e o verdadeiro números de mortes causadas por Stalin diretamente foi revelado. Ao total, ele matou 4 milhões de pessoas, sendo 800 mil por pena de morte, 2 milhões e meio com trabalhos forçados e mais de 700 mil por outros motivos.

Já Hitler fica na frente por uma margem bem larga. Durante seu reinado de terror, o chefe dos nazistas matou 6 milhões de judeus, além de 5 milhões de não judeus, totalizando 11 milhões de mortes que não estavam ligadas as batalhas da guerra. Por isso, nem de longe, Stalin foi tão eficiente quanto Hitler.