Os maiores “snipers” da história

Ser soldado é algo extremamente difícil, mas ser um atirador de elite pode ser a profissão mais complicada do mundo, pois além de todas as habilidades normais de um guerreiro, eles precisam de uma calma e concentração fora do normal, afinal, na maioria dos casos, eles tem apenas uma chance para fazer certo:




3 dias, 1 tiro

a99161_Hathcock

No mundo dos atiradores de elite ser uma lenda é algo praticamente impossível, afinal, ser melhor do que os melhores do mundo é para poucos. Carlos Norman Hathcock II é a exceção a regra. Ele é uma lenda, que conseguiu completar uma das missões mais difíceis da história militar, além de ter 93 mortes confirmadas durante os anos em que serviu o exército americano.

Durante a guerra do Vietnã, Carlos tinha como missão matar o general de um quartel inimigo. O problema é que essa base ficava cercada por inimigos 24 horas por dia, em um raio de 2 quilômetros. Sem outra opção, ele inciou o trajeto. Durante três dias, Carlos rastejou, centímetros a centímetro, avançando lentamente. Em algumas ocasiões, ele foi salvo por sua camuflagem, pois os inimigos passavam a centímetros de seu corpo.

Com uma paciência fora do normal, ele atravessou os dois mil metros, se posicionou a noite e atirou um único tiro, acertando o general no peito. A missão, que a esse ponto era praticamente suicida, ainda estava no meio, pois ele precisava voltar. Sem outra opção, Carlos deitou no chão e começou a rastejar novamente. Em vez de sair correndo, ele teve calma e refez todo o caminho de volta, fugindo sem ser encontrado.

De volta ao EUA, ele foi chamado para abrir uma escola de atiradores de elite e seu feito lendário lhe rendeu até mesmo um rifle, que recebeu seu nome.




3 segundos de viagem

craig-harrison-pic-simeon-francis-sunday-star-297897201

Por mais rápida que seja uma bala, ela leva um certo tempo para ir do cano da arma até o alvo, e quanto maior a distância, maior o tempo, assim como as chances de erro. Quando os alvos passam a barreira dos mil metros, as coisas começam a ficar bem complicadas, pois a bala pode levar segundos para atingir o alvo. Além disso, ela sofre influência do vento e mudanças de posição do inimigo podem transformar o tiro perfeito em um grande erro. Dependendo do vento e da distância, uma bala pode fazer uma curva com mais de dez metros.

Levando em conta todas variáveis, Craig Harrison conseguiu realizar um feito que entrou para o Guinness. Ele é o único homem a acertar um tiro a mais de 2,4 quilômetros de distância. E isso não foi em nenhum ambiente controlado, com todo o suporte. Ele realmente matou um inimigo a essa distância no meio da batalha. A bala dele levou 3 segundo para chegar ao alvo, ultrapassando em 900 metros a distância recomendada pelo fabricante do rifle usado.




1 tiro, 6 mortos

a99161_sniper-suicide-bomber

Apesar de não ter seu nome divulgado, um atirador de elite britânico entrou para a história com um tiro que parecia coisa de videogame. Durante uma missão no Afeganistão, o atirador avistou alguns insurgentes do talibã carregando explosivos junto ao corpo. Com a mira perfeita, ele acertou o gatilho da bomba, que explodiu e matou 6 inimigos de uma só vez.

  1. Elisson Schutz

    16 de maio de 2015 em 15:23

    muitas pessoas veem como “Matar pessoas”, já os snipers veem como “Salvar a vida de seus companheiros” !

  2. Caio Henrique

    27 de dezembro de 2014 em 19:34

    Legal, porém o Hathcock fugiu pela água, havia um rio próximo a ele, após o tiro, ele foi em direção ao rio e deixou a correnteza leva-lo, de acordo com o depoimento do próprio….

  3. Michel Aquino

    24 de dezembro de 2014 em 04:55

    Pensei que ele matou todo mundo, com as mesma bala em cada um!
    [img]http://static.minilua.org/wp-content/uploads/2014/12/a99161_sniper-suicide-bomber.jpg[/img]

  4. invisibol

    18 de dezembro de 2014 em 23:21

    Aposto que ainda tem uns FDP noobs, jogadores de FPS que acham que podem fazer o msm sem antes nunca tocarem em uma arma de verdade kkkkk

    • Michel Aquino

      24 de dezembro de 2014 em 04:56

      Não duvida nada que algum deles diga, que a bala não tá indo no centro da mira!

  5. Vinicius de Oliveira

    18 de dezembro de 2014 em 20:45

    e o cara das 700 mortes

  6. Vinicius de Oliveira

    18 de dezembro de 2014 em 20:42

    o ultimo foi bem facil entao so atirar na bomba e eu pensava que o tiro acertou todos nao a bomba

  7. Mike Milk

    18 de dezembro de 2014 em 16:36

    Esse ultimo tava de hack.

  8. Eros

    18 de dezembro de 2014 em 09:37

    Engraçado, na vida real você só precisa só de uma bala para matar alguém, nos jogos você precisa acertar um milhão de balas no cara e ainda ele não morre

    • Yuji Kanzaki

      10 de março de 2015 em 22:35

      tem certeza que so nos jogos ? rapuntim. fiftcents(50 centavos). ….etc

  9. Doge

    17 de dezembro de 2014 em 22:33

    Campers malditos.

  10. Welder Camargo

    17 de dezembro de 2014 em 22:02

    JA OUVIRAM FALAR DE ‘SIMO HAYHA’ ? abalhando em temperaturas que iam dos -20ºC aos -40ºC e usando uma camuflagem totalmente branca, Häyhä é creditado por mais de 500 mortes confirmadas de soldados soviéticos.[1] Uma contagem diária de baixas era feita no campo de batalha de Kollaa, e os relatórios não-oficiais finlandeses estimam em 542 o número de mortes atribuído a ele.[1]

    Häyhä usou uma variante do rifle soviético Mosin-Nagant, pois se adequava a sua baixa estatura. Para não se expor em seus esconderijos, ele preferia usar miras comuns ao invés das telescópicas, pois com esta última o atirador deve erguer um pouco a cabeça, além de haver o risco da lente refletir a luz do sol.[2] Outra tática usada por Häyhä era compactar a neve à sua frente para que o tiro não a soprasse, revelando sua posição. Ele também colocava neve na boca, escondendo assim quaisquer sinais que sua respiração pudesse provocar.

    Ele é conhecido como ‘morte branca’.

    • Little Uchiha™

      18 de dezembro de 2014 em 00:39

      Esse mosin nagant ae tinhas nos cods segunda guerra, ele e a não sei o que 68 ou 98 por partes dos alemães.

    • chapolim do mal

      17 de dezembro de 2014 em 23:12

      Já tem uma matéria sobre ele aqui.

  11. Wanyllson J Santos

    17 de dezembro de 2014 em 20:35

    Pensei que iriam falar do Vassili Zaitsev!

  12. Terrorista

    17 de dezembro de 2014 em 20:25

    OLHA VOU USAR ISTO NAS MINHAS TATICAS TERRORISTAS QUE ESTOU DESENVOLVENDO ATUALMENTE

    • Kuzan

      17 de dezembro de 2014 em 21:50

      O que? Não carregar bombas no corpo?

      • Aguiar

        19 de dezembro de 2014 em 20:18

        Não, ele carrega as bombas mais especificamente na cloaca…

      • Terrorista

        19 de dezembro de 2014 em 17:19

        DEIXA DE SER BURRO RAPAZ TU NAO SABE NEM O QUE E UM ATENTADO TERRORISTA

  13. Gabriel Frigini

    17 de dezembro de 2014 em 20:10

    Isso me lembra Call of Duty

    • Little Uchiha™

      18 de dezembro de 2014 em 01:10

      Sério? quando eu penso em cod eu lembro disso:
      [img]http://statics.vayagif.com/gifs/2012/03/GIF_100454_cod_en_la_vida_real.webm[/img]

      E outros absurdos como isso:

      [img]http://cdn.makeagif.com/media/6-11-2014/OR_kzs.gif[/img]

  14. Mutley

    17 de dezembro de 2014 em 19:25

    Só faltou o mito dos mitos : Simo Häyhä e … um breve comentário sobre o Layout novo do Minilua
    MASOQUEÉISSO ??? ‘-‘

  15. chapolim do mal

    17 de dezembro de 2014 em 19:01

    Deve ser massa aquela adrenalina de acertar o tiro a muitos metros e dar aquele headshot perfeito.

  16. Greg

    17 de dezembro de 2014 em 18:31

    atiradores são elite são dahora… acho que eu teria a calma… mas não a corajem de matar algay….

    [img]http://www.ecus.blogger.com.br/atirador.jpg[/img]

    • Raul Seixas

      17 de dezembro de 2014 em 20:03

      Mas teve coragem de matar a língua portuguesa…

      • Kuzan

        17 de dezembro de 2014 em 21:50

        Deve ser porque ela é tipo a fênix porque já foi morta muitos vezes no Facebook, Orkut, etc.

  17. rafael ferreira

    17 de dezembro de 2014 em 17:05

    [img]https://encrypted-tbn3.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcSHe2On_px9C2QDYk0YSJQSwJIonME-hHejBZLQ_OjabdyE9lEBlA[/img]

  18. Gilberson Jesus

    17 de dezembro de 2014 em 16:21

    eh,snipers sao fodastico
    mas queria ver um sniper sobreviver em um apocalipse zumbi
    e depois passar no fantastico
    kkkkk

    • Jeff Dantas

      17 de dezembro de 2014 em 16:44

      No Fantástico, eu não sei..mas talvez, no Geraldo..ou no “Domingo Espetacular”… 🙂

  19. Blue

    17 de dezembro de 2014 em 15:52

    Snipers > all, pra que se arriscar quando você pode calmamente derrubar cada inimigo com uma bala?

  20. Little Uchiha™

    17 de dezembro de 2014 em 14:57

    Adoro games com snipers, um filme muito show tbm é Atirador com mark walbergh.
    Deve ser muito ddifícil compensar o vento, outros malucos fora de série tbm são os pilotos de helicópteros das forças armadas.

    • PlayStation

      19 de dezembro de 2014 em 19:56

      Hj em dia já tem rifle q tem marcação pra calcular o vento

  21. Grell Sutcliff

    17 de dezembro de 2014 em 14:11

    Eu acho bacana Snipers, toda a questão de atiradores de elite e a paciência bem como a “estratégia” para o tiro perfeito. Mas é fod@ ler que tem gente que ganha méritos por matar outras pessoas, por mais que seja em uma guerra, soa estranho.

    • Samuelson Rodrigues

      18 de dezembro de 2014 em 00:01

      eu achei seu comentário muito, bem explicado eu acho snipers fodas não pelo seu ato de mata mais pelo seu jeito de atira com uma otima mira.

    • cara anonimo

      17 de dezembro de 2014 em 21:54

      Como já dizia um cara : ” Sniper é um bom trabalho, amigo ! “

      • cara anonimo

        17 de dezembro de 2014 em 22:37

        * Ser um Sniper

        • Blue

          18 de dezembro de 2014 em 00:06

          “Enquanto restarem duas pessoas no planeta, alguém vai querer alguém morto.” – Sniper

    • Android

      17 de dezembro de 2014 em 21:24

      Infelizmente em uma guerra a última coisa que importa é a vida humana. Em uma guerra todos estão lá sabendo que certamente vão morrer, então se for pensar por esse lado, não é tão estranho.
      Pra mim o que soa estranho mesmo é uma pessoa inocente morrer pelas mãos de um vagabundo e o vagabundo ainda por cima receber bonificação e méritos do governo brasileiro!

    • Little Uchiha™

      17 de dezembro de 2014 em 14:58

      Esse talibã aí não foi o responsável pela explosão da escola um dia desses?

      • Terrorista

        17 de dezembro de 2014 em 23:04

        TALIBÃ ORGANIZAÇÃO FINANCIADA PELOS JUDAICO-AMERICANOS FOI CRIADO PARA IMPEDIR O AVANÇO DO COMUNISMO NO AFEGANISTÃO

  22. Jibril

    17 de dezembro de 2014 em 14:10

    Img 3 : Mass Kill!

    • Jeff Dantas

      17 de dezembro de 2014 em 16:45

      Hhehe e não eh que faz sentido… 🙂

42 Comentários
mais Posts
Topo