Lendas urbanas que ainda causam medo #1

Estas lendas surgiram há muitos anos, mas ainda hoje mexem com a imaginação e os pesadelos de muitas pessoas. Confira algumas das mais conhecidas.




O degolado

Conta a lenda que um homem muito bruto gostava de perseguir viajantes que invadiam suas terras. Muitos homens foram mordidos pelos seus cães, ou perseguidos por ele e seus lacaios armados até os dentes, enquanto estes riam e debochavam da cara de medo dos coitados.

Um dia um jovem entrou no território do fazendeiroq ue logo soube da situação pela boca de um de seus trabalhadores e foi a cavalo à caça do rapaz.

Os cães logo encontraram o jovem, que descansava embaixo de uma árvore frondosa próximo a uma cerca de arame farpado que separava a estrada de barro que levava até a cidade. O homem chamou a atenção do rapaz e disse que ele iria pagar o preço por ter invadido sua propriedade, soltando os cães sobre o jovem que gritava enquanto tentava escapar dos ferozes animais. O homem observava alegre ao jovem sendo dilacerado pelos cães.

Nos últimos momentos ele chamou os cães e foi escarnecer o moço que se encontrava caído e empoçado em seu próprio sangue. Ao perder as forças o morimbundo rogou uma maldição sobre o homem, dizendo que ele pagaria pelo resto da eternidade o que havia feito com ele e com os outros viajantes. Logo após ele morreu e foi deixado lá para apodrecer pelo maldoso homem que saiu dali perseguido por um medo incessante.

Meses depois, o homem foi caçar outro viajante, mas desta vez ele não voltou. Os seus empregados encontraram seu corpo pendurado pelo pescoço na mesma árvore em que havia matado o peregrino da última vez. Nenhum de seus cães foram avistados nunca mais. E ninguém teve coragem de retirá-lo dali, pois seus olhos estavam arregalados e cheios de sangue, o que os fazia ficar vermelhos. Deixaram o corpo para a polícia retirar e averiguar.

Apenas no outro dia a polícia chegou ao local. Mas o corpo do homem agora estava no chão e sem a cabeça. Ninguém jamais soube explicar quem havia feito aquilo, pois ninguém teria coragem de ir até aquelas brenhas na escuridão da noite. A cabeça do homem foi encontrada dias depois boiando na enorme lagoa que dá nome à cidade.

Hoje as pessoas têm medo de passar naquele trecho da estrada, que agora é de asfalto, mas ainda passa ao lado da árvore citada na história. Vários relatos afirmam ter visto um homem pendurado na antiga árvore, ou um homem todo ensanguentado sentado à beira da estrada, ou ainda latidos fortes nas noites mais frias.




A loira do Banheiro

Conta a lenda que uma garota muito bonita de cabelos loiros com aproximadamente 15 anos sempre planejava maneiras de matar aula. Uma delas era ficar no banheiro da escola esperando o tempo passar. Porém um dia, um acidente terrível aconteceu. A loira escorregou no piso molhado do banheiro e bateu sua cabeça no chão. Ficou em coma e pouco tempo depois veio a morrer. Mesmo sem a permissão dos pais, os médicos fizeram autópsia na menina para saber a causa de sua morte. A menina não se conformou com seu fim trágico e prematuro. Sua alma não quis descansar em paz e passou a assombrar os banheiros das escolas. Outra versão conta que, há muito tempo atrás havia uma loira que tinha sido enforcada na sua escola. Depois de um ano, na mesma escola, jovens eram mortas no banheiro, e as vítimas que viram, disseram que havia uma loira que matava as jovens. Diz-se que ela é loira, alta e alva, vestida de branco, e com algodão em sua boca, nariz e ouvidos.




Lágrimas de Sangue

Em uma cidade do interior de SP havia uma menina tão linda quanto um anjo mas que se vestia como uma vampira, seus modos eram estranhos, ela parecia sombria, mas ela era doce. Ela era acostumada a ir ao cemitério todos os dias, certa vez o vigia a pegou falando sozinha lá dentro e a perguntou com quem ela estava conversando, ela então o respondeu que conversava com alguns amigos e parentes que já estavam mortos. O vigia sem entender nada apenas avisou que estava fechando os portões e ela foi embora. No dia seguinte como de costume voltou ao cemitério para conversar com seus “parentes e amigos”, porém aquele dia ela estava angustiada mais do que o normal e nas mãos estava carregando algumas rosas cujos espinhos haviam ferido suas mãos. Já acostumado com suas visitas diárias o vigia não falou nada. Não demorou nada ela saiu, o vigia estranhou já que ela costumava ir e ficar metade do dia lá então ele perguntou a ela “mas já?” ela respondeu a ele “hoje vou mais cedo alguém lá dentro me falou que o motivo da minha angustia é o que vou fazer um passeio onde vou chorar lágrimas de sangue e que na próxima vez que eu vier aqui estarei com os olhos fechados”. Ela foi embora e o vigia sem entender nada apenas achou que ela era louca, porém no dia seguinte ela não apareceu para sua visita diária e o avisaram que uma garota que havia sido assassinada a sangue frio, cujos olhos haviam sido furados, estava sendo velada no necrotério da cidade e seu corpo seria enterrado ali. No momento passou pela sua cabeça que poderia ser a tal menina, para matar sua curiosidade ele foi até o necrotério e quando viu o corpo, constatou que era a menina. Passou alguns dias o vigia viu alguém dentro do cemitério, mas como? se ele não viu ninguém entrar então ele escutou uma voz conhecida, era a voz da menina, assustado ele saiu dali e foi para seu posto, falando a si mesmo que era coisa da sua cabeça. Um dia algumas amigas foram visitar o túmulo dessa garota e levar rosas, elas entraram colocaram as rosas em seu túmulo e notaram algo de estranho, voltaram a portaria e perguntaram se mais alguém havia ido ao cemitério visitar o túmulo da menina. Ele respondeu que não, pois depois que ela morreu era difícil ver alguma pessoa lá, pois era ela que ia lá todo dia. No dia seguinte bem no finzinho da tarde antes do cemitério fechar uma das amigas da garota foi novamente visitar seu túmulo, mas logo que ela entrou o vigia ouviu um grito e viu essa menina sair correndo e parou-a no meio do caminho. Ele perguntou a ela o que havia acontecido, ela respondeu que viu sua amiga com os olhos perfeitamente abertos sem nenhum machucado, porém escorrendo sangue como se ela estivesse chorando lágrimas de sangue. O vigia não acreditou muito, mas no dia seguinte foi ao túmulo da garota ver como estava depois das visitas e encontrou as rosas que as amigas tinham levado há três dias atrás em perfeito estado, mas com todos os espinhos manchados de sangue como se alguém os tivesse acabado de pegar e no túmulo gravado “por favor, não tenha medo dessa alma que é triste e amaldiçoada”, o vigia não sabia como a escrita apareceu no túmulo, mas quando ele acabou de ler e olhou para cima ele viu a garota trajando luto como de costume chorando lágrimas de sangue, ele saiu correndo e assustado saiu do emprego e dizem que desse dia em diante quando o dia se torna noite vê-se a garota saindo do cemitério com rosas nas mãos escorrendo sangue e chorando lágrimas de sangue. O novo vigia do cemitério conta que às vezes vê uma menina de preto andando pelo cemitério e que todos os dias ele a ouve conversar e que quando vai algum parente ou amigo visitá-la sai de lá afirmando que a viu chorando lágrimas de Sangue. A amiga que a viu primeiro perdeu o medo e agora com o mesmo costume da garota morta vai todos os dias ao cemitério visitar seu túmulo e conta que uma das coisas que a garota conta é que sua triste alma só irá descansar quando souber quem foi que furou seus olhos e depois tirou sua sombria vida.




A mulher da Estrada

De acordo com a história seu surgimento ocorreu em meados dos anos 50/60 devido ao grande crescimento de rodovias que se deu nesses anos. Normalmente a lenda fala de uma mulher loira que fica na beira da estrada pedindo carona aos motoristas que passam, quando um resolve parar, grande parte das vezes caminhoneiros, ela conduz a pessoa até um cemitério próximo, chegando lá a bela mulher desaparece, logo depois ele a reconhece na foto de uma das lápides. Em outras versões ela simplesmente desaparece dentro do próprio veículo, depois o motorista descobre pelos moradores das redondezas que a moça havia sido atropelada há muitos anos naquela mesma estrada.  Algumas vezes, antes de desaparecer, o espírito da mulher pede ao motorista que ele construa uma capela no lugar onde ele a encontrou para que assim ela possa finalmente descansar em paz. Há ainda versões em que ela se deita com o motorista que quando acorda no dia seguinte descobre que ela simplesmente desapareceu sem deixar vestígios de sua existência. Uma versão mais sangrenta diz que a mulher, antes de desaparecer, seduz o motorista que quando tenta beijá-la, acaba perdendo a língua.

Outras versões ainda se passam em cidades grandes e são protagonizadas por motoristas de táxi.  Nelas o taxista pega uma passageira muito bela e jovem que pede uma corrida até um cemitério qualquer da região, chegando lá ela dá ao motorista o endereço de sua casa e diz que lá ele irá receber seu pagamento. No dia seguinte, quando o motorista vai receber o dinheiro, o pai da menina lhe diz que é impossível sua filha ter feito essa corrida, afinal, ela havia morrido há muitos anos. O taxista, sem entender nada, fica ainda mais confuso ao reconhecer numa foto a menina que ele conduziu no dia anterior.

  1. Joao Vitor Santos Santana

    7 de agosto de 2015 em 10:59

    Percebi o seguinte com este Post: só mulheres nos dão medo em relação a coisas sobrenaturais… É sério… o único filme de terror que marcou e que retrata um personagem que assusta mesmo do gênero masculino é o filme do Chuck, mas particularmente acho o Chuck mais engraçado do que assustador, agora se a gente pegar o filme da Samara a gente vê a diferença… Maluco quando assisti aquele(s) fime(s) eu fiquei uma semana com medo de morrer ‘-‘.

  2. Gabi Linda

    18 de março de 2014 em 18:59

    Divia Ter A Lenda Da Brincadeira Do Copo

    • Gabi Linda

      18 de março de 2014 em 19:01

      verdade

  3. Nathan Terres de Souza

    27 de maio de 2013 em 17:31

    a ultima é bem fraquinha mais eu gostei mais da de lagrimas de sangue, mais não da muito medo naum 🙂

  4. Kesly Rodrigues

    26 de novembro de 2012 em 12:48

    muito daora o site.
    -alenda do degolado e bem sangrenta
    -a lenda da loira hummm sei la n me asusto muito ja e velha tambem
    -a lenda da lagrimas de sangue sinto pena dela ela devia ser muito sozinha
    -a lenda da mulher da estrada antiga a legal

    mais gostei muito das fotos, MEGA, gostei D++ (^^^)

  5. Vania Lemos

    24 de maio de 2012 em 17:12

    essa lenda é podre da loira bdo banheiro que medooo aff nem da medo vs sao otarios

    • Vania Lemos

      24 de maio de 2012 em 17:14

      eu fiquei com pena da lagrimas de sange mais nao da medo
       

  6. Psycho The Cat

    20 de maio de 2012 em 03:08

    Para mim essas historias não são novas, mas coloquem mais dessa leitura recreativa, muito me entretém.

  7. Zetsu

    24 de abril de 2012 em 01:06

    Loira do banheiro e mais velho que a tv.

    • Kesly Rodrigues

      26 de novembro de 2012 em 12:42

      pode cre ja vi ate a segunda versao!

      que tal uma lenda mega assustadora e mega antiga tambem!

  8. Cris Vidal

    24 de abril de 2012 em 01:04

    Quase todas já ouvi falar, mas Lagrimas de Sangue non xD
    e na maioria das vezes é loira. @-@

    • Jardson Simplicio

      3 de dezembro de 2012 em 14:04

      Eu ja vi um cara que estava com capuis so nao sei quem era o menino disse que ele ja correu atras do menino oque vcs acha que ele era

  9. Laura Tude

    3 de março de 2012 em 13:15

    E só mesmo uma loira pra morrer assim. Lol.

  10. Guilherme

    24 de fevereiro de 2012 em 18:24

    Tenso e um pouco assustador… a da loira do banheiro eu já tinha ouvido falar… mas enfim todas as lendas são bem tensas e macabras…

  11. Kairos

    22 de fevereiro de 2012 em 15:35

    Faltou a Maria Sangrenta XD

    • Laura Tude

      24 de fevereiro de 2012 em 12:22

      A Maria e a Loira são same shit.

  12. Anderson Ferreira

    13 de fevereiro de 2012 em 17:00

    a lenda da menina do cemiterio… é triste porem chega a ser até meio poética!!!
    e tenso… ao 
    mesmo tempo!!!

  13. TEL :P

    21 de janeiro de 2012 em 23:59

    meu pai era caminhoneiro e ele jah me contou que um amigo dele encontrou essa mulher da estrada; ele diz que hoje em dia eo cara não aceita fazer entrega que anda pela mesma rodovia que encontrou essa mulher…

  14. Osyas Darkness

    6 de dezembro de 2011 em 09:03

    Gostei das imagens

  15. É a Vida

    5 de dezembro de 2011 em 14:15

    Caramba, a segunda história é bem difícil de ler.
    Tem umas partes que você não consegue entender nada… Quem escreveu a segunda, heim?
    Parece que não foi a mesma pessoa que escreveu a primeira e a terceira.

  16. Isa Hedgefox

    22 de outubro de 2011 em 19:14

    ja li todas no blog mentes imundas e belas mas a 1 eu n tinha visto

  17. Kathy Valemont

    20 de setembro de 2011 em 20:49

    Não fiquei com medo. Mas as histórias são ótimas.

  18. Sarah

    14 de maio de 2011 em 19:17

    (em relação á lenda)
    a mulher chama-se teresa fidalgo, dizem que ela morreu já á muitos anos.

    • Kesly Rodrigues

      26 de novembro de 2012 em 12:32

      TERESA FIDALGO? ja ouvi uma lenda de uma bela mulher com esse nome ela morreu de disgosto ao saber que o seu marido avia desistido do casamento!

    • Benedito Carvalho

      29 de maio de 2011 em 12:26

      Eu acredito Sara, em SP, tinha uma loira que fazia ponto, na Radial Leste, uma avenida movimentada, todo mundo que, passava ali se encantava, conversava com ela, mas depois essas pessoas sumiam, meu amigo comprou um fusca, e foi passear na tal avenida, viu a loira, colocou no fusca e foram, para o motel, diz a lenda que quando ele saiu de lá, gemia muito, não sentava, olhos esbugalhados, já não era o mesmo, supositorio nem pensar, ai ele sumiu mudou-se, diz a lenda que foi o primeiro travesti da Radial. Pesquisei e descobri que a tal loira de 30cm, depois de aterrorizar muitas pessoas, se casou, com um dos assustados. 

      • Benedito Carvalho

        29 de maio de 2011 em 12:32

        Aqui na cidade de Paraibuna em SP, no portal do cemitério está escrito;
        Nós que aqui estamos, Por vós esperamos.
        Dizem que o padre da cidade escreveu aquilo, para o povo ir rezar mais,
        pelos que ali estavam.

  19. Sarah

    14 de maio de 2011 em 19:16

    credo!!!
    cá em Portugal, na minha zona, existe uma lenda.
    Uns rapazes tavam a passar numa estrada no meio de Sintra (concelho de Lisboa) em plena madrugada. De repente aparece uma rapariga á frente deles, um sai do carro e perguntalhe “precisa de boleia?” e a mulher aceita. a mulher entra. quando eles vão a passar numa rotunda, tem um acidente. dizem que os rapazes morreram, mas o corpo da rapariga nunca foi encontrado.
    e eu uma vez estava a ir para o cinema á noite com a mnh prima, o meu pai foi-nos levar e passámos por uma estrada bué assustadora, no meio duma floresta, á noite. Eu olho para o lado e vejo uma miúda a olhar para o carro, vestida de branco.

  20. Lucas Mafagafo

    3 de maio de 2011 em 21:51

    muito medo 😛 plena noite aqui, e acredito muito nessas coisas, to morrendo de medoooo

  21. Daniele Borges Tosta

    23 de abril de 2011 em 14:41

    corrigindo
    KK,, já eu tive azar eu a vi, quando eu estudava em uma escola publica, minhas amigas e eu ficamos no banheiro chamando ela e ela apareceu no vasculhante do banheiro. toda de branco e com algodão no nariz. quando eu a vi sai correndo do banheiro gritando eu e minhas amigas

  22. Daniele Borges Tosta

    23 de abril de 2011 em 14:40

    KK,, já eu tive azar eu vi ela, quando eu estudava em uma escola publica, minhas amigas e eu ficamos no banheiro chamando ela
    e ela apareceu no vasculhante do banheiro. toda de branco e com algodão no nariz. quando eu a vi sai correndo do banheiro gritando eu e minhas amigas

  23. Cristiano Borba

    19 de fevereiro de 2011 em 16:50

    Da loira eu conheço como Maria Sangrenta, meio que uma adaptação do filme Candyman, que no caso da loira, se você disser 3x o nome dela na frente do espelho do banheiro, ela aparece pra você.
    Pra mim não apareceu, nem ela, nem o Candyman =P

    • Capivara Selestial

      2 de abril de 2011 em 20:17

      Eu jah fiz isso mas ela me ignoro e não apareceu aquela vaca ¬¬

  24. Iara Pina

    17 de fevereiro de 2011 em 16:35

    Eu nunca tinha ouvido falar na do degolando O.o

    • Nyka Kaminsky

      7 de abril de 2012 em 18:54

      Eu também não,mas a história é muito interessante.Gostei =)

  25. jeff zika Mc

    13 de fevereiro de 2011 em 14:25

    FIM DOS TEMPOS! ¬,¬ 

  26. Doppelganger copycat

    13 de fevereiro de 2011 em 13:06

    otimas historias, queria que o da menina de lagrimas de sangue fosse real, eu visitaria ela xD

  27. Icaro

    13 de fevereiro de 2011 em 13:01

    Daora, não acredito que nenhuma seja verdade, mas também não quero em arriscar a comprovar (hehe)Só conhecia a da loira do banheiro. A da que chora sangue lá acho meio……… se for verdade, sinto pena dela =/
    A da moça na estrada, no primeiro episódio de Supernatural eles usam uma história semelhante.

    Cuidado com os erros de ortografia Gerusa ^_^
    “tão linda quanto um anjo mais que se vestia como uma vampira”
    O certo é “mas que se vestia”   ^_^
    Belo artigo

    • Gerusa Luiz

      13 de fevereiro de 2011 em 16:39

      Valeu pela correção Icaro, escrever rápido às vezes causa isso!

      • Icaro

        13 de fevereiro de 2011 em 18:57

        De boa ^_^Sei como é =D

  28. Joao pedro

    13 de fevereiro de 2011 em 10:21

    ótimas histórias, postem mais !

  29. TENSEI

    13 de fevereiro de 2011 em 02:51

    plena madrugada lendo isso é meio tenso não que eu tenha medo nem nada
     mas vou esperar pela 2º materia agora

  30. Daniel Sant anna lisboa

    12 de fevereiro de 2011 em 23:24

    Já vi algumas dessas ! E manerinho ! |,,|

  31. Santista

    12 de fevereiro de 2011 em 22:59

    Nem conhecia nenhuma dessas lendas. Na verdade conhecia a da loira do banheiro, mas foi pq eu li na Turma da Mônica, achei que era coisa do Maurício mesmo, não sabia que tinha mesmo uma lenda.

    • Osyas Darkness

      6 de dezembro de 2011 em 09:01

      nossa que noob desinformado – -‘ 

      • ~Lingalingalin~

        25 de fevereiro de 2012 em 17:13

        nossa que criança chata .-.,não acredito que ainda tem jovem que diz noob

  32. Renan Da Silva

    12 de fevereiro de 2011 em 21:09

    isso non ecziste

    • Um Nome Maneiro

      25 de fevereiro de 2012 em 22:12

      ‘non ecziste’? é não existe seu animal

      • Flavio Henrique

        14 de junho de 2012 em 19:36

        Nyka Kaminsky wins

      • Nyka Kaminsky

        7 de abril de 2012 em 18:52

        Animal é você!…Não conhece Padre Quevedo??Antes de falar alguma coisa,pesquise!

  33. danilo junior

    12 de fevereiro de 2011 em 19:58

    Só tinha ouvido falar da loira do banheiro.

  34. Dead By April

    12 de fevereiro de 2011 em 19:56

    Cara a das Lagrimas de Sangue, é Triste…
    Não fiquei com medo e sim com pena da jovem…

    • Eduard Khil

      22 de fevereiro de 2012 em 03:19

      véi, tipo, a fotinho da do degolado foi item mais fo.da, porque será? pq o cara é igualzinho um zumbi do dead risin 2!!!!! XD 

53 Comentários
mais Posts
Topo