Mistérios fascinantes da vida que a ciência não pode explicar

A ciência com certeza melhorou o nosso entendimento do mundo enormemente, mas ainda existem muitas coisas que simplesmente não parecem ter explicação e continuam a intrigar estudiosos por décadas.
Confira:




Vacas sempre encaram norte ou sul enquanto comem

521-610x360

Quando uma equipe de cientistas analisou milhares de imagens de satélite do Google Earth de vacas (não me pergunte por quê), descobriram um detalhe que nos passou despercebido por milênios: os animais sempre se voltam para o polo magnético norte e sul enquanto comem ou descansam. O padrão se manteve consistente independentemente do vento ou outros fatores, e ninguém sabe por quê. Enquanto outros animais são conhecidos por conterem uma bússola interna, esta é a primeira vez que a orientação foi encontrada em um grande mamífero. Outra coisa estranha é que, quanto mais perto as vacas estão dos polos, menos precisas essa orientação é. Os cientistas não podem dizer se o fenômeno está relacionado com a navegação ou uma tentativa mal calculada de afastar predadores, embora deva ter um propósito (por causa da consistência com que foi observado em animais nos seis continentes). O fenômeno pode ter um efeito sobre a produção agrícola, uma vez que vacas obrigadas a ficar em uma orientação leste-oeste devem ser afetadas de alguma forma.




Por que alguns mamíferos voltaram para água

Explosive Breach

Sabemos que animais marinhos se mudaram da água para a terra muito tempo atrás, desenvolvendo membros para rastejar no chão. Foi a coisa mais sensata a se fazer, já que as regiões terrestres continham uma grande quantidade de recursos inexplorados, ideais para a evolução animal. Mas por que alguns desses animais, como os ancestrais imediatos de baleias e focas, mudaram-se de volta para a água? É evolutivamente muito mais difícil para os animais terrestres se mudarem para o mar do que vice-versa, uma vez que aprender a nadar para um animal que já anda leva muito mais energia. Mamíferos marinhos desenvolveram o método mais eficiente de navegar pelas caudas em vez de remar muito mais tarde no curso de sua evolução, o que nos leva a perguntar: por que passar por todo esse calvário, em primeiro lugar? Esse continua sendo um dos maiores mistérios da evolução que a ciência moderna enfrenta.




Alcaloides nas plantas

Red Poppy Flowers

Alcaloides são substâncias que ocorrem naturalmente nas plantas, sendo que um dos mais populares é a morfina. Cerca de 7.000 diferentes tipos de alcaloides foram identificados em plantas e, embora tenhamos sido capazes de estudar os produtos químicos extensivamente, ainda não estamos muito certos do porquê eles estão lá. Essas substâncias fortes provocam uma variedade de respostas quando consumidas por outros animais. No caso da planta papoula, que produz morfina, alguns especialistas acreditam que é útil para manter os predadores afastados. Como consegue esse efeito, uma vez que é uma substância muito eficaz na redução da dor, é uma incógnita. Alguns acreditam que, em vez de razões externas, os alcaloides podem ser úteis para a regulação do metabolismo das próprias plantas.




Por que flores estão por toda parte

Sunflower

As plantas com flores formam uma classe chamada de angiospermas. Como você deve ter notado, elas estão por toda parte. O que é uma surpresa, no entanto, é que esse não foi sempre o caso. As plantas floridas superaram outros tipos de plantas em um período de tempo muito rápido cerca de 400 milhões de anos atrás, e como resultado constituem cerca de 90% de todas as espécies de plantas hoje. O problema preocupava Charles Darwin, que o chamou de “um mistério abominável”. A rápida evolução de flores logo após sua origem ocorreu diretamente contra sua lenta teoria da evolução através da seleção natural. E não há nada evolutivamente benéfico sobre produzir flores. A planta poderia investir seus nutrientes em crescimento ou outras coisas que poderiam colocá-las em um lugar mais alto na escada evolutiva. Como as plantas não deixam quaisquer registros fósseis quando morrem, tem sido difícil determinar como esta espécie veio do nada e tão rapidamente conquistou todo o resto.




Por que há tanta diversidade perto do equador

Person holding up a globe at the beach

Cerca de 200 anos atrás, um explorador prussiano chamado Alexander von Humboldt percebeu pela primeira vez que a biodiversidade aumenta conforme nos aproximamos da linha do Equador. A vida natural e a cultura humana se tornam mais diversificadas e vibrantes, assim como as doenças. Sempre que você ouve falar sobre epidemias mortais na África ou na América do Sul, não é apenas por causa dos cuidados de saúde ruins dos países subdesenvolvidos – os vírus e as bactérias que causam essas doenças são simplesmente muito mais ativos e diversificados nesses locais do que mais ao norte. Existem mais de 30 teorias para responder à grande questão de por que isso acontece, mas tem sido quase impossível conciliar todas essas hipóteses em uma única conclusão.




Paradoxo do fitoplâncton

Colorful phytoplankton

Fitoplâncton é uma classe de organismos encontrados em grandes corpos de água. Eles são, essencialmente, plantas que flutuam, e têm sido descobertos em todo o mundo. É um grupo extremamente diversificado, e é essa grande diversidade que parece zoar com a cara da evolução e da seleção natural. A falta de recursos faz com que seja impossível que um grande número de diferentes organismos sobreviva em um ecossistema sem matar uns aos outros. Mas, de alguma forma, isso acontece. O problema não é restrito apenas ao fitoplâncton, aliás. Corpos d’água abundantes em nutrientes têm geralmente uma menor diversidade de espécies do que os que carecem deles. Isso é conhecido como o “paradoxo do enriquecimento”, já que nutrientes mais elevados deveriam significar maior diversidade.




Como formigas argentinas sustentam colônias em todos os continentes

7-ant
Formigas argentinas são, possivelmente, a única espécie além da humana que conseguiu colonizar três continentes. Todos as três supercolônias de formigas argentinas na Europa, América do Sul e Ásia consistem de animais que compartilham as mesmas características genéticas e são essencialmente a mesma população. Como a distribuição geográfica dessas colônias é assustadoramente grande, sua estrutura social também confunde a ciência. Esses insetos reconhecem imediatamente seus irmãos, mas são agressivos com formigas de outras espécies. Além disso, o código genético das formigas argentinas não mudou muito durante milhares de anos. Isso é estranho porque, geralmente, organismos fora do seu ambiente nativo evoluem rapidamente, o que não foi o caso com esses bichinhos.




O ancestral humano misterioso

still life skull

A linhagem de seres humanos modernos foi bem estudada ao longo dos anos, e parecia que tínhamos uma boa ideia sobre as nossas origens – até que os cientistas descobriram vestígios de um ancestral humano desconhecido no DNA de uma espécie extinta, a Denisova hominins, uma espécie de hominídeo estreitamente relacionada com os Neandertais e nomeada em homenagem às cavernas em que seus membros foram encontrados. A análise dos Denisovans indicou que eles cruzaram com uma espécie desconhecida cerca de 30.000 anos atrás, que deixou no seu DNA uma marca distinta: um conjunto estranho de dentes não encontrados em qualquer outra parte do mundo. Não sabemos nada sobre essa possível espécie hominídea ancestral.




Os animais que podem viver sem oxigênio

9-bacteria-2
Quase todos os organismos da Terra precisam de oxigênio para viver, seja consumindo-o ou produzindo-o. Por isso, todos ficaram chocados quando os primeiros animais que não precisavam de oxigênio foram encontrados no fundo do Mar Mediterrâneo. Enquanto algumas bactérias e outros organismos simples podem viver sem oxigênio, o fenômeno era inédito entre animais multicelulares complexos. As criaturas recém-descobertas são do filo Loricifera, uma classe de pequenos animais que viviam com oxigênio, mas, eventualmente, se adaptaram a um novo ambiente com níveis muito baixos do gás, que eventualmente foi substituído por sais. Nenhum organismo complexo previamente conhecido vivia em ambientes sem oxigênio, então não temos nenhuma ideia sobre sua história evolutiva. Mais pesquisas poderiam oferecer-nos um novo olhar sobre a vida marinha antes dos oceanos terem qualquer oxigênio, cerca de 600 milhões de anos atrás.




Reprodução sexual

Couple Holding Hands

Além de alguns micróbios e plantas, quase todos os seres vivos do mundo se reproduzem sexualmente. Parece algo tão comum e normal que não percebemos que o sexo, na verdade, pode ser uma anomalia evolucionária. Metade de toda uma espécie – os machos – são incapazes de produzir qualquer descendência, enquanto usam os mesmos recursos do ambiente que a outra metade – as fêmeas. Por que passar por tanto esforço para desenvolver um mecanismo que é uma clara desvantagem no longo prazo? Por que não existe apenas a reprodução assexuada, que só depende de um único ser? Uma das teorias era que o sexo ajuda a eliminar mutações prejudiciais, mas esse não parece ser o caso. Quando os cientistas estudaram 700 genes de diversos organismos, eles descobriram que o número de mutações prejudiciais ainda gira em torno de 0,5 por indivíduo por geração, o que é muito. Somando os vários inconvenientes do sexo, não há nada suficiente para justificar a reprodução sexual.

  1. Beto Ranger Verde

    11 de dezembro de 2015 em 22:06

    CHUPA DARWIN!!!

  2. Giovan Paulo Caovilla

    1 de setembro de 2015 em 22:38

    sobre as vacas, nada de mais, é comprovado cientificamente que elas não tem noção de profundidade, então elas se alinham ao SOL, pra facilitar a visualização de um predador, tanto é que em lugares onde elas estão seguras, pastam de qualquer lado

  3. Milbin Kast

    1 de setembro de 2015 em 18:52

    No caso das flores é que elas dão a planta maior capacidade de reprodução, já que ela utiliza de outras seres vivos para a fecundação, assim explicando a maior quantidade delas.

  4. Caciano Genz

    1 de setembro de 2015 em 16:56

    exagero, talvez tenha falado um pouco demais pelo seu cargo, mas não significa que seja um pensamento que o ser humano não possa difundi lo, a Bíblia esta em um contexto metafórico e o capitulo de genesis, pode sim ter muitas ralações com a teoria do big bang.

  5. Wayne Griffin

    1 de setembro de 2015 em 16:34

    “(por causa da consistência com que foi observado em animais nos seis continente)”. TEM VACAS NA ANTARTIDA DESDE QUANDO?

  6. ani

    1 de setembro de 2015 em 16:15

    Gostei desses mistérios, animais e magnetismo são curiosos mesmo! Continuem assim, e coloquem mais creepypastas!

  7. Nicolau Figueredo Paulino

    1 de setembro de 2015 em 15:03

    Esses mistérios nem precisam serem desvendados, engraçado como muitos dizem que a vida surgiu sem um motivo aparentemente lógico, mas ficam tentando achar lógica em tudo que ela proporcionou pra este planeta nos últimos bilhões de anos, a vida sempre acha um jeito, nós seres humanos que com nossa arrogância tentamos corrigir o não precisa de nossa intromissão!! por que a natureza não precisou de nós para se fazer e ainda de quebra nos fez, e agora tentamos ser “Deus” para ela….

  8. Little Uchiha™

    1 de setembro de 2015 em 10:51

    Formigas argentinas sobre outras espécies:

    [img]http://i.imgur.com/kpQFD0P.jpg[/img]

  9. Caciano Genz

    1 de setembro de 2015 em 09:24

    “Vacas sempre encaram norte ou sul enquanto comem” FAKE!
    voce por acaso ja viu uma vaca pastando? [dizer na internet, não vale];

  10. Leucothea a Ninfa

    1 de setembro de 2015 em 09:21

    Ah cara, esse negócio de evolução ZZZzzZZzZz, pra mim nunca fez nenhum sentido na moralzita kkk
    Li o texto inteiro e a única coisa que ficou ecoando na minha cabeça foi “não há nada evolutivamente benéfico sobre produzir flores” mas o quê??? Kkkk e as abelhas meu? Vão se “alimentar” do que?
    Esse Darwin não manjava dos paranauês não..

    • Felino

      1 de setembro de 2015 em 09:50

      falando na linguagem da evolução, se as flores não existissem as abelhas iriam arranjar outra forma de se alimentar…

      • Leucothea a Ninfa

        1 de setembro de 2015 em 09:54

        É verdade, faz sentido do ponto de vista evolutivo kk

        • Felino

          1 de setembro de 2015 em 11:23

          hehe, que bom que você aceitou um ponto de vista que não é seu. Isso evitou uma longa e chata treta

          • Leucothea a Ninfa

            1 de setembro de 2015 em 11:34

            Pior que é kk, é que diferente de muita gente na internet hoje em dia, eu consigo ser compreensíva kkk
            Na verdade eu sempre me pergunto, o que tá con teseno (rçrç) com essas pessoas cara? O pessoal anda muito intolerante hoje em dia né? Chato isso :/

    • Juliana Pereira

      11 de setembro de 2015 em 18:34

      [img]https://www.screenused.com/images/fifthelement/diva_9.jpg[/img]

  11. Armando Domingos Dominguez

    1 de setembro de 2015 em 08:33

    Isto São misterios , q um dia iremos descobrir

  12. Felino

    1 de setembro de 2015 em 08:27

    No geral eu amei esse post. Continuem assim Minilua, postando esses mistérios da ciência. Isso sim é curioso! Embora algumas tenham sim resposta e outras já foram postadas, eu vou dar um “Recomendar” nessa matéria rs… (aviso de comentário gigante com teorias de fundo de quintal)
    1- Vocês já postaram isso http://minilua.org/maiores-misterios-ciencia-5/
    2- Eu já vi um documentário falando de um mamífero terrestre que “resolveu” começar entrar na água por que a vida no solo estava muito difícil e pela evolução conseguiu virar uma baleia… Se eu achar o documentário eu posto nas respostas desse comentário, ele explica certinho com imagens e tudo o que eu quis dizer…
    3- Isso também é curioso, eu sempre me perguntei porque todas as flores da Terra tem coloração diferente das plantas (verde), pensando nisso acabei de criar uma teoria fundo de quintal de que eles tem a coloração diferenciada para os animais terem medo de come-la, já que no caso dos sapos, quanto mais colorido e exótico mais veneno tem, e os animais entendem isso e não mexem com eles, TALVEZ seja o caso das plantas.
    4- Éh, também é interessante
    5- Acho que isso não é tão inexplicável assim Luciano, raciocina comigo, quanto mais perto da linha do equador mais calor, certo? a vida se reproduz e convive melhor em lugares com uma temperatura um pouco mais quente, e nos lugares frios o efeito é o contrário. Então é só raciocinar…
    6- Essa eu também não sei responder, interessante…
    7- Sei lá, acho que elas conseguiram passar para outro continente na cagada, subindo em um bote, navio ou algo assim, e também deram muita sorte de não sofrer evolução nem seleção natural e se diferenciarem do ancestral em comum. (se é que isso é possível, depois vou pesquisar)
    8- Acho que isso não tem muito a ser explicado, o próprio textinho explica tudo que aconteceu rs
    9- Legal, talvez quando a ciência estiver muito mais avançada consiga extrair alguma informação desse ser que não necessita de oxigénio e nós poderemos evitar que menos carbono seja jogado na atmosfera respirando e talvez até prolongar a vida humana! Sim, se nós não precisássemos do O² pra viver, talvez nós poderíamos prolongar bastante o nosso tempo de vida, já que a ciência atual descobriu que o oxigênio é o culpado de nossas células envelhecerem, com aquele negócio todo de “radicais livres” (pesquisem se não acreditaram nisso)
    10- Sim, isso também é um mistério da ciência, e um dos interessantes! Na verdade, eu acho que a reprodução assexuada não seria tão legal de acontecer, já que não há evolução nem mistura de DNA nem nada, todo mundo seria igual. Acho que se nossa reprodução ainda fosse assexuada não teríamos evoluído até a espécie humana, na verdade, acho que se o acaso não tivesse inventado a reprodução sexuada, nós ainda seriamos organismos totalmente sem graça nenhuma, e nem teríamos saído da água ainda.
    Abraços, se você conseguiu ler até aqui, parabéns, toma aqui seu biscoito rs

    • Felino

      1 de setembro de 2015 em 08:48

      aeeee, consegui achar o documentário que explica sobre um mamífero que migrou pra água: https://natgeotv.com/pt/evolucao/videos/evolu%C3%A3o-das-espcies1

      • Felino

        1 de setembro de 2015 em 08:51

        desgraça, esse é só o Teaser :.(

    • Felino

      1 de setembro de 2015 em 08:28

      Ou eu poderia ter economizado meia hora da minha vida que gastei escrevendo isso colocando simplesmente “Porque Deus quis” kkkkkk, mas não sou desse tipo!

  13. Aguiar

    1 de setembro de 2015 em 07:51

    Se a formiga está presente nos 3 continentes, por que diabos ela é argentina?

  14. Jefferson Almeida

    1 de setembro de 2015 em 05:42

    Porque Deus quis. (Eiiita ignorância) kkkk

  15. Suel Viana

    31 de agosto de 2015 em 23:51

    O paradoxo tem uma resposta simples.
    Quando existe abundância uma espécie a acaba causando a extinção da outra
    Quando existem poucos recursos os animais, são obrigados a utilizar os nutrientes sem disperdicar em tentar acabar com a oposição.

  16. Rodrigo Duarte

    31 de agosto de 2015 em 22:42

    Evolucionistas, seus principiantes, a resposta para tudo isso é muito simples e clara… Foi porque Deus quis.

    • Mutley

      1 de setembro de 2015 em 06:46

      Isso é o que geralmente acontece quando você tenta discutir sobre a origem das coisas com religiosos.

      • Caciano Genz

        1 de setembro de 2015 em 09:29

        porque um religioso não pode ter uma ideia evolucionista? quanto pre conceito de voce, em…

        • Mutley

          1 de setembro de 2015 em 10:58

          Pode , mas falei da origem das coisas , porque evoluímos e etc , se você partir de um principio de que os religiosos acreditam em um Deus e que esse Deus criou tudo , eles não discutiram além daquele papo de que ”Deus criou tudo” , ou seja , ocorre um bloqueio mental causado pela sua própria crença (mas caso você tenha dito em sentido irônico/sarcástico me desculpe , sou péssimo para interpretar essas coisas).

          • Leucothea a Ninfa

            1 de setembro de 2015 em 15:10

            Nada, olha o que o doidão do Papa Francisco disse esses dias kkk http://www1.folha.uol.com.br/mundo/2014/10/1539614-teorias-do-big-bang-e-evolucao-estao-corretas-diz-papa-francisco.shtml
            Na moral, o “santíssimo” papa, dizendo umas coisas dessas? Sei lá, ele tá contradizendo o que a Bíblia diz kkk, o cara é representante da igreja e prega coisas contrárias ao que fundamentou a religião..

          • Caciano Genz

            1 de setembro de 2015 em 16:58

            exagero, talvez tenha falado um pouco demais pelo seu cargo, mas não significa que seja um pensamento que o ser humano não possa difundi lo, a Bíblia esta em um contexto metafórico e o capitulo de genesis, pode sim ter muitas ralações com a teoria do big bang.

          • Leucothea a Ninfa

            2 de setembro de 2015 em 09:19

            Bom, pra mim não é metafórico o que tá escrito na Bíblia, logo.. kk pra mim o cara deu uma baita viajada. Mas whatever, não sou católica mesmo uashuhas

          • Caciano Genz

            2 de setembro de 2015 em 10:07

            ai esta o maior erro, a biblia não pode ser interpretada como um livro que explica o universo ou a historia, trata se de um livro de fe, esquece a relação do big bang, eu tava errado…

    • Suel Viana

      31 de agosto de 2015 em 23:43

  17. chapolim do mal

    31 de agosto de 2015 em 22:39

    Na verdade a vaca não está mirando os polos da Terra e sim mirando a amiga dela, isso mesmo, a vaca da sua mãe com aquela bunda gorda, inclusive foi ela que causou a extinção dos dinossauros

    [img]http://www.ahnegao.com.br/wp-content/uploads/2014/12/dinossauros.jpg[/img]

    [img]http://http://www.ahnegao.com.br/wp-content/uploads/2014/12/dinossauros.jpg[/img]

    • Lynn Rock

      2 de setembro de 2015 em 08:21

      Que isso jovem? quanta revolta, senta aqui, vamos conversar kkkkkkk

    • chapolim do mal

      31 de agosto de 2015 em 22:39

      Eita, acabou saindo duas vezes

      • Eduardo Larocca

        1 de setembro de 2015 em 00:27

        it’s Karma bitch

  18. Elisa Lam

    31 de agosto de 2015 em 22:32

    ótima ideia vou usar sua mão como bussola

  19. Cold

    31 de agosto de 2015 em 22:02

    🙁 Sem querer mandei uma “correção” do texto. Desconsiderem…

    • Luciano Lobato

      31 de agosto de 2015 em 22:24

      o.0

  20. Mutley

    31 de agosto de 2015 em 21:57

    Acho que a da parte próxima a linha do Equador possuir mais biodiversidade pode ser por conta de estar numa área tropical quente , por causa do eixo da Terra ser um pouco inclinado atingindo mais a área próxima ao equador ,os raios solares provavelmente provocam um processo de fotossíntese mais avançado e também em regiões como a Floresta Amazônica registra altos volumes de chuva durante todo ano , fazendo assim a vegetação crescer mais rapidamente .

  21. Ferto Malis

    31 de agosto de 2015 em 21:46

    o pq das flores estarem por todos os lugares é obvio pelo simples fato dos animais polinizadores repreduzirem elas mesmo a longa distancia o que é mais eficiente do que sem flores,por isso com uma vantagem tão grande não é surpresa ter logo tomado o lugar das outras,e aff pq os conceitos pré-estabelecidos para se dizer que existe vida são tão limitados,quem garante que seres de outro planeta vão precisar de oxigênio,água,etc exatamente como na terra? nos só precisamos pelo simples fato de termos nos adaptado pra esse meio,na realidade nossa biologia ta tão presa nesse conceitos que mesmo se encontrasse vida fora na terra,poderia até mesmo não conseguir identificar,e até mesmo não existe nada que determine que seres que evoluiram em um ambiente um planeta totalmente diferente,em um ambiente totalmente diferente tendo que se adaptar a condições adversas totalmente diferentes,vão ser parecidos com a vida na terra,e essa ideia dos aliens que todo mundo diz que são a mesma coisa de homens só que mais magros,com cabeça maior,pele lisa e olhos grandes eu não consigo acreditar pois pra mim é totalmente sem logica,pois na minha cabeça é inviavel acreditar que seres que se desenvolveram em um planeta diferente da terra tem tantas caracteristicas em comum com a especie humana,já que mesmo na terra poucos seres se parecem conosco,mesmo seres que que evoluiram no mesmo ambiente se tornaram diferentes imagina em outro planeta?

  22. Greengineer

    31 de agosto de 2015 em 21:34

    Que eu saiba na reprodução assexuada não há mudança significativa no DNA, sendo assim todos os indivíduos praticamente iguais entre si. Desta forma uma alteração do meio pode dizimar todos os indivíduos da espécie, por não haver diferenciação entre eles. É o que está acontecendo com a banana Cavendish por exemplo.

    • Ferto Malis

      31 de agosto de 2015 em 21:47

      é exatamente o que eu penso

45 Comentários
mais Posts
Topo