Monte a sua matéria: Aborto – Você é a favor ou contra? #71

Bem, e de antemão, gostaria de agradecer por todo carinho recebido. Sem vocês, acreditem, nada disso faria sentido. E-mail de participação: [email protected]




Aborto: você é a favor ou contra? 

Por: Marcos Cardoso

Sem dúvida esse é um tema para refletir consigo mesmo. Quando a ideia de aborto vem à cabeça, logo se pensa em assassinato, não um qualquer, mas sim de um inocente. Talvez você pense de outra forma: Como um ser que ainda não tem ideia do que é viver, pode sofrer com sua morte? Mas não vamos gastar linhas com debates.

O que podemos fazer é entender os diversos casos em que o aborto entra: estupro, gravidez precoce, gravidez de risco, prostituição, condição financeira ruim, etc. Dentro de cada contexto existe um motivo para se praticar o aborto. Para os que defendem, uma vitima de abuso não tem culpa do ocorrido, em gravidez precoce geralmente serão mães solteiras e com condições desfavoráveis ao desenvolvimento de uma criança.

Porém nada disso muda o fato de que o pequeno ser humano é inocente. Então como resolver esse problema?  Deixar esses pequenos nascerem e serem (mal)criados por mães sem condições? Ou matar todos para que não se tornem um mal na sociedade por falta de uma boa educação? Com certeza as duas opções são ruins.

O problema desse tema é que as pessoas pensam sempre de forma ético/moral sendo que é uma questão social ou seja, em vez de discutir o certo ou errado, deve-se ver a base do problema de forma que seja possível resolvê-lo.

Imagine, porque a mulher aborta? Em noventa por cento dos casos é por não ter condições de criar um filho. Já que não pode criar então porque não se cuidou? Irresponsabilidade? Falta de informação? Falta de uma boa educação? Julgaremos este último como mais importante, afinal como ter responsabilidade e informação sem educação?

Pensando nisso vemos onde está o problema, educação de má qualidade, tanto por parte da família como por parte das escolas. Jovens com intelecto menor, faz com que surja um efeito em cascata, já que ficam cada vez mais suscetíveis ao apelo sexual das mídias, seguem musicas imorais, letras que induzem à traição, sexo, libertinagem, etc.

Acontecendo assim uma inversão de valores na sociedade, o que antes era certo, agora é visto como antiquado. Décadas atrás exigia-se que a noiva fosse virgem, a mulher que perdesse a virgindade antes do casamento era vista com desprezo. Já nos dias atuais ser virgem aos quinze é motivo de chacota.

Sendo assim pode-se entender a trilha: Má educação> falta de intelecto> tendência a ser manipulado pela sociedade> iniciação sexual precoce> gravidez indesejada> possível aborto. Dessa forma passamos a ver o aborto não como problema em si, mas sim como consequência de um problema, “causa e efeito”.

Dessa forma volto a perguntar, você é a favor do aborto? Simplesmente proibir ou liberar não é suficiente para resolver esse assunto o que realmente deve ser feito é tratar a “doença” e não o “sintoma”. Só assim veremos um resultado satisfatório.

  1. Vladimir bonoto nascimento

    7 de abril de 2014 em 22:28

    Colocado assim,faz pensar e muito.Mas existem por aí muita gente a fim de adotar um bebê.A solucão seria a adocão,não o aborto,já que essa inversão de valores nesta a esta altura só DEUS,só DEUS.

  2. clonter456

    5 de março de 2014 em 14:56

    afavor

  3. Rafael Araujo

    21 de junho de 2013 em 20:21

    imagine-se com uma solitária(verme) de 8 metros enrolada no seu intestino, se alimentando do seu sangue, vc vai no médico e pede para ele tirar aquilo de vc. e ele diz” bom, infelizmente eu n posso tirar isto de vc, pois a lei n permite matar qlqr tipo de vida”. vc acharia isto justo?
    no caso de uma menina que tem um bebe indesejado dentro dela, ele n qr aquilo dentro dela, entao o bebe passa a ser um parasita, um hospedeiro maldito que se alimenta da hospedeira.
    Ai alguns vao dizer : ” á mas na hora de abrir as pernas ela soube neh?!”
    a maioria das coisas ruins que acontece ao nosso corpo é culpa nossa. ex:
    1 qndo n lavamos as maos ao comer, podemos contrair estes vermes ou bactérias que se alojam no nosso corpo nos trazendo doenças e mau estar…
    2 qndo n escovamos os dentes, eles estragam..
    3 qndo no transito dirgimos de forma inconsequente, corremos o risco de nos acidentarmos..

    e garanto que tds já agiram de forma inconsequente em suas vidas.
    N é certo proibir o aborto pra n matar um vida. Se n querem matar o feto arrumem uma maneira de encubar o feto fora do corpo de qm n o quer dentro de si!

  4. Cih Feh e Duda

    17 de maio de 2013 em 22:27

    Vocês ja pararam pra pensar que todo mundo q abortou ja nasceu um dia?? bom o pior é que eles tieram uma chance, puderam escolher entre ser bom, ser ruim. Mas que chance esses fetos tiveram? Pra mim a partir de que houve concepção ja é uma vida, e tem gente q vem com historia de que com 3 meses de gestação ainda não é gente…eu sou contra o aborto! se não quer criar dê a alguêm que crie com amor, é claro q vai sofrer por não ter a mãe ou o pai. Mas pior ainda tirar-lhe a vida!!

  5. KIRKSTREN

    17 de maio de 2013 em 17:12

    E se eu disesse que sou fruto de um estupro? Realmente não sou, mas se eu fosse, eu não mereceria viver? Eu não seria um ser humano? Eu seria inútil ou uma psicopata? Não queira colocar nos demais a filhadaputagem de uns e de outros. Pelo jeito, quem é fruto de estupro ou deficiente não é gente. Hitler e outros maníacos tinha um pensamento semelhante.
    Ah, outra coisa: Se você tivesse um filho com todo amor e carinho, tudo planejado e mais tarde ele se tornasse um criminoso, você certamente continuaria amando o elemento. Agora, você não pode amar alguém que não esteja nos seus planos? Cada um é cada um e não se esqueça que o “monte de células” que tá dentro de você, como um parasita ameaçador que se for morto não vai trazer qualquer justiça ao crime que você sofreu, não se originou sozinho — também tem uma parte de você mesma. 😉

    • Matheus S.

      17 de maio de 2013 em 22:30

      Gata,por você eu upo meu Margikap até o lvl 100,sua linda.

    • Cih Feh e Duda

      17 de maio de 2013 em 22:29

      Concordo contigo

    • Cih Feh e Duda

      17 de maio de 2013 em 22:28

      Concordo, a criança não tem culpa pelo que aconteceu.

  6. Lucas Araujo Maciel

    2 de maio de 2013 em 19:34

    sou totalmente a favor, eu acho que proibir o aborto é um crime contra a mulher pobre, qualquer mulher com condições vai sair do país e realizar o aborto em outros lugares.
    Gosta de ter direitos? não retire os meus!!!
    Claro que eu nem precisava mencionar mas o aborto é uma decisão da mulher É CLARO !
    Proibir o aborto é uma grande hipocrisia (claro tem a ver com religião certo?), sempre o humano vai fazer as coisas por debaixo dos panos, seja legal ou ilegal, a diferença é que processos ilícitos nunca são feitos da forma correta!
    Não seja hipócrita, não retire meus direitos que eu não tirarei os seus !

  7. Isis Balding

    10 de abril de 2013 em 05:32

    sou totalmente a favor , em todos os casos afinal a mulher é a única dona de seu corpo e não o governo nem o estado nem scheisse nenhuma pode mandar em seu corpo e sou a favor da liberdade de escolha . E 100 % A FAVOR DO ABORTO sofremos com desigualdades sociais , a países em completa , miséria e super população mundial , e claro religião algo que é inútil , e só atrasa , a vida de pessoas , sinto pena de religiosos , pois com a mentalidade que vocês tem , não faz diferença nenhuma para o mundo, é está ai em questão , a legalização do aborto existem muitas mas muitas pessoas mesmos as quais nunca deveriam ter nascido , e sou apenas contra crueldade a animais nos humanos somos um câncer , para o planeta, e nós como seres desenvolvidos , deveríamos ter controle sob nossa taxa de natalidade , já os demais animais não podem evitar sua procriação , você que se diz que é uma crueldade abortar não diz se o mesmo que é crueldade tirar a vida de um , peixe, de um boi, de uma ave inocente para celebrar a paz alegria felicidade e amor nas festas de finais de ano e também durante o ano todo , não merece meu respeito , vocês são hipócritas , e cada dia sinto mais , nojo dessa sociedade e do povo brasileiro em geral, aqui é um pais atrasado , me revolta em saber que todo mundo sabe dos problemas mas ninguém se mobiliza , em fazer algo revolucionário , apenas ficam o dia inteiro conectados , a seus aparelhos eletrônicos , com a sua bundinha em uma cadeira de escritório , estudantes em casa e na escola faculdade , com sua vidinha alienada pela mídia , eu não tive intenção de ofender nenhum crente ou alienado aqui nem muito menos algum praticante , conservador de estilo de vida medieval , e créditos irônicos a política deste PAÍS um país de palhaços , onde o povinho se mata o mês todo pra pagar altos impostos , e pense 2 vezes talvez a mãe de muitos corruptos , realmente queria ter abortado algum deles porém , não pode pois era ilegal 🙂 ai está ai o pais que vocês brasileiros tem .

  8. Marilyn Santos

    2 de abril de 2013 em 19:59

    Em caso de estupro , risco de morta para mãe sou sim, do contrario sou contra , muitas meninas ai sai dando a torto e direito e engravidam e querem abortar ai é bem errado!

  9. Fleura Carvalho Bandeira da Silva

    1 de abril de 2013 em 15:48

    Totalmente contra, pois essa prática fere a beleza de Deus no ser humano, uma mulher se julga dona do seu corpo, então por isso mesmo deve sofrer as consequencias das coisas que julga que faz em momentos de erros, e se ser mãe é um fardo, doem as crianças, já que elas são tão incompetentes para criar seus filhos, mas não o são na hora de abrir as penas para qualquer vagabundo fazer do seu corpo um depósito de espermatozoides. As mulheres estão fazendo tudo errado neste mundo atual, estão querendo ir além dos seus limites e estão se dando muito mal, pois muitas não veem que tornaram-se reféns deste tal feminismo que não vale nada. Nossa classe feminina precisa refletir e valorizar a vida e também ter compromisso com Deus, pois sem Deus no coração de cada uma, continuaremos ver casos de abortos em todo pais, e há quem pense que está agindo corretamente….bando de ignorantes, aquele ser pequenino poderia ser voce há anos atras, defendamos a vida e cuidemos do ser humano que precisa de apoio.

    • Lucas Araujo Maciel

      2 de maio de 2013 em 19:36

      Não da para dialogar com crente, proibir o aborto é um crime contra a mulher pobre e não passa de um grande hipocrisia

  10. Steffane

    31 de março de 2013 em 00:32

    Depende do caso. Quanto é um estupro, gravidez de risco ou baixa renda eu sou a favor.

  11. Deivison Fernando

    30 de março de 2013 em 15:05

    Sou contra, mas sou a favor em casos de estrupo comprovado,usuarios de entorpecentes que moram na rua, Pelo o outro lado governo faz a distribuição grátis de preservativos, pirula do dia seguinte e anticoncepcionais, isso em qualquer posto de saúde vc encontra e é lhe entregue em quantidade absurda a qualquer pessoa mesmo sendo menor de idade, fora os outros métodos pagos que são acessivel a toda população.

  12. Adriano Hidden®

    30 de março de 2013 em 02:39

    dos 7 bilhões de pessoas na Terra, creio que entre 80 a 90% seriam melhores seres humanos se tivessem sido abortados…
    ja o restante seriam mais uteis se fossem jogados pelo ralo do banheiro enquanto eram espermatozoide…

  13. Deuslênio Santos Do Nascimento

    29 de março de 2013 em 18:47

    ótima matéria, viu o aborto de forma muito mais ampla, isso pode gerar discussões num nivel mais produtivo

  14. DOOM

    29 de março de 2013 em 09:33

    Não tenho uma opinião, mas acho que isso poderia ter resolvido o problema de super-população pelo qual a Terra passou, e nos forçou a tentar viver em outros planetas(graças a UAC isso foi possível). Mas sei lá, posso estar errado.

  15. Dark Vampire

    29 de março de 2013 em 00:57

    OK, aborto né? Há casos e casos, e é uma questão que deve ser ajustada em relação a cada caso, porque tem mulher safada que faz as coisas e depois se arrepende, mas quando é realmente necessário, como no caso do estupro ou quando o feto é anencéfalo, aí sim o aborto é mais do que a opção certa, e nem vamos começar a falar do velho discurso de uma vida é uma vida, porque não é- pelo menos do ponto de vista humano, onde um outro humano vale muito e um alce ou um elefante são troféus de parede. E outra, o verdadeiro desenvolvimento da vida HUMANA, não se dá em um ou dois meses.

  16. cachorra dos olhos azuis .

    28 de março de 2013 em 22:24

    Sou a favor, cada um tem direito a seu corpo, kct, se for pra ser assim, que proibam a punheta tb u.u

    • Eduardo Oliveira Braga

      29 de março de 2013 em 12:46

      Tb sou a favor,e concordo com vc,se aborto é assassinato quer dizer q então pun3t4 é massacre e b0qu3t3 é canibalismo ¬¬

  17. Warlley C

    28 de março de 2013 em 21:46

    DEFINIR UM FETO (UM EMBRIÃO OU MESMO UM OVO) COMO UMA PESSOA É UM ABSURDO.
    A mulher tem o direito de tomar decisões num assunto que diz respeito à sua vida como o é da maternidade.
    A maternidade não desejada é fonte de problemas futuros para a mulher, para o casal, para as famílias e, sobretudo, para as crianças delas nascidas.
    É uma decisão que afeta não só a vida da mulher, mas a vida do casal envolvido e, caso exista, o contexto familiar.
    Podem ocorrer problemas na futura vinculação afetiva entre a mãe e a criança nascida quando a gravidez é vivida em sofrimento.
    A IVG quando considerada crime promove a perseguição às mulheres que abortam.
    Embora não haja mulheres na prisão, há mulheres com pena suspensa. Dezenas de mulheres são perseguidas, sujeitas a exames médicos humilhantes e expostas à opinião pública.
    O aborto clandestino é um problema de saúde pública.
    O acesso ao aborto legal permite reduzir progressivamente o recurso ao aborto.
    A defesa ao acesso ao aborto legal está associada à prevenção das gravidezes não desejadas.
    Nenhum sistema de saúde entrou em colapso depois da despenalização da IVG.
    Proibir não elimina o recurso ao aborto. Quando as mulheres sentem que ele é necessário fazem-no, mesmo que não seja em segurança.
    Um aborto mal feito pode ter consequências graves para a saúde da mulher.
    Definir um feto (um embrião ou mesmo um ovo) como uma “pessoa”, com direitos iguais ou mesmo superiores aos de uma mulher – uma pessoa que pensa, sente e tem consciência – é um absurdo.
    A proibição do aborto é discriminatória em relação às mulheres de baixo nível sócio-econômico, que são levadas ao aborto auto-induzido ou clandestino. As mais diferenciadas economicamente podem sempre viajar para obter um aborto seguro.
    O primeiro direito da criança é ser desejada.
    A possibilidade de escolha é boa para as famílias.
    Uma gravidez indesejada pode aumentar tensões, romper a estabilidade e empurrar as pessoas para baixo do limiar de pobreza.

    • Silva Kerlly

      28 de março de 2013 em 21:48

      É de mais!!

  18. Li Syaoran

    28 de março de 2013 em 18:25

    Ainda não tenho uma opinião bem formada sobre esse assunto. Mas acho que em casos de estupro ou anencefalia não há nem o que discutir, pois no primeiro não foi opção da mulher engravidar e no segundo caso acho bem melhor acabar com o sofrimento da família enquanto o embrião não passa de um amontoado de células do que quando for um bebê formado. Mas isso jamais deve ser feito após a terceira semana de gravidez.
    P. S: dizer que “não há educação” sobre esse assunto, pois em qualquer escola é ensinada a importância do preservativo e da pílua do dia seguinte.

  19. Karol Artiolli

    28 de março de 2013 em 17:55

    Sou a favor do aborto nos casos de estupro, anencefalia, entre outras doença que certamente mataria o feto (ou pior, a mãe). Mas, por sacanagem da mulher, ou pq a camisinha furou, ou pq é uma gravidez indesejada, dai é diferente.
    Acho q a mulher (eu digo a mulher pq homem não tem essa responsabilidade) deve se cuidar.

  20. Gabriele Gomes

    28 de março de 2013 em 15:07

    eu não tô nem aí, mas se meu pai fosse a favor do aborto eu não teria nascido

  21. João Fernandes

    28 de março de 2013 em 14:55

    O fod@ é quando sabe o que é uma camisinha mas não usa, e por isso, mata uma criança depois.

  22. Júlia Jaqueline

    28 de março de 2013 em 14:16

    O que eu acho errado é muitas mulheres por aí irem pra cama com um homem (sim, elas têm consciência do que vão fazer) e depois engravidarem e não quererem arcar com as consequências. E não é só a mulher não, é o homem também. O ser que nem nasceu não tem culpa se a mãe dele não quer assumir as responsabilidades. Então, eu sou contra o aborto. Só sou a favor se o aborto causar algum risco de vida para a mulher.

    • Júlia Jaqueline

      28 de março de 2013 em 14:17

      opa, errei no texto: se a ”gravidez” causar algum risco de vida para a mulher. Enfim

  23. Marcelo Menezes

    28 de março de 2013 em 13:48

    Argumentos fracos:
    “Você está matando um bebê!”. Não, não está. Bebê é bebê, feto é feto, e esse último tem diversas fases de desenvolvimento. Como muitos disseram, no começo, é um amontoado de células.
    “Mas um amontoado de células é vida!”. Uma bactéria é vida, e daí? Quer me dizer que cada espermatozoide ou óvulo inutilizado é um assassinato? Vamos todos presos então!
    “Mas o spríto…”. Vamos aprender a separar medicina e problemas sociais de misticismo, apenas.
    “Mas você poderia mandar para adoção! Tem tanta gente querendo adotar!”. Gente… matemática! Quero ver alguém aqui achar um casal para cada criança que nasce sem condições (mesmo tirando da equação os bebês que já são abortados clandestinamente).
    “Mas essa criança pode virar um médico! Um professor! Buda!”. Uma, talvez, 100 provavelmente não terão condições e terão uma vida ruim, tirar vidas de outras pessoas, ou nem chegar à ser adulto.
    Querendo ou não, é um problema social, e quando se pensa no social, temos que pensar no melhor para a sociedade como um todo. O certo era, como escrito no post, todos terem educação sexual para saber quando ter filho, mas estamos longe disso. Enquanto isso, permitir que alguém com autonomia sobre o próprio corpo tente diminuir os efeitos negativos de sua própria cagada (ou da alheia, no caso de estupro), me parece a melhor solução SOCIALMENTE.

    • Mariana Santos

      9 de abril de 2013 em 14:10

      Pessoal acha que orfanato é tipo Chiquititas. Que crianças são adotadas facilmente…

  24. Hideki Hinata

    28 de março de 2013 em 13:34

    “Já que não pode criar então porque não se cuidou? Irresponsabilidade? Falta de informação? Falta de uma boa educação? Julgaremos este último como mais importante, afinal como ter responsabilidade e informação sem educação?”
    Uma camisinha não estoura, né?
    Além disso, o que têm de errado em corrigir um erro?

  25. cobra

    28 de março de 2013 em 13:29

    Se o aborto for legal e normal, o assassinato também tem que ser liberado.
    Ou então seremos todos hipócritas…

    • lucas rodrigues

      28 de março de 2013 em 14:19

      O assassinato não precisa ser liberado (e nem deve ser). Acontece que o aborto é uma escolha da própria pessoa, então eu acho que o aborto é uma forma de arrependimento de uma mãe que não tem condições para criar seu filho mas que ao mesmo tempo se sente culpada por estar praticamente tirando uma vida, enfim é uma tema bem difícil de se argumentar por ser tão polêmico.

  26. Shun

    28 de março de 2013 em 12:27

    Minha mãe engravidou de mim quando tinha 14 anos… ainda bem que ela não me abortou, e quando eu nasci ela já tinha 15! da hora a vida!

    • Marcelo Menezes

      28 de março de 2013 em 13:51

      Pouca idade não necessariamente quer dizer falta de condições financeiras e psicológicas de se criar um filho. Tem adultos de 40 ano que não tem a menor condição (principalmente a psicológica)

      • Leonam

        28 de março de 2013 em 15:13

        Gostei da resposta, eu mesmo sou um, ainda não tenho 40 mas não tenho a menor condição psicológica para por um filho no mundo. E gosto de saber disto e deixar bem claro, melhor evitar do que depois abandonar ou tratar mal.
        Principal motivo? Não gosto de crianças, nem um pouquinho, as acho insuportáveis, não tenho preparo psicológico para aturá-las. As acho bonitinhas, engraçadinhas, mas bem longe de mim.

      • Shun

        28 de março de 2013 em 13:54

        Financeira não era (e ainda não é) lá essas coisas kkkk mas condições psicológicas com certeza minha mãe teve… Sorte minha haha

      • Marcelo Menezes

        28 de março de 2013 em 13:52

        Ops, anos*

    • Xion

      28 de março de 2013 em 13:00

      Da hora a vida mano!

  27. Eu sou a cara do Cara

    28 de março de 2013 em 10:52

    Nesse momento posso esta tendo um filho ou até mesmo abortando, afinal eu sou todo mundo e não é facil ser vocês porq vcs são difíceis oque torna a minha dificuldade chata pq vcs são chatos pra caramba e se vocês são chatos eu sou um cara chato pq eu sou todos vocês mas vocês não são eu

    • lucas rodrigues

      28 de março de 2013 em 12:06

      Você tem problemas O_O

    • Nyan Cat

      28 de março de 2013 em 12:03

      Sentido pra que né .-.

  28. Ana Carolina

    28 de março de 2013 em 10:36

    Muito bom esse post, eu acho que é um tema polemico, e que é a mulher que tem que decidir.

  29. InuYasha

    28 de março de 2013 em 10:29

    Dependendo do caso, se o feto for acéfalo ou tiver outro problema que não possa sobreviver, ou devido a problema de saúde da mãe não é errado; mas se for apenas por “não quero ter filhos” eles devem pelo menos esperar nascer e por pra adoção ou algo assim.

  30. lucas rodrigues

    28 de março de 2013 em 10:08

    o minilua precisa publicar mais posts. Acho que uns 6 ou 8 posts por dia seria bem melhor 😉

    • Yan Alves

      29 de março de 2013 em 14:54

      Aí ia ser encher linguiça com posts completamente sem nexo ou de motivação tola e fútil.

  31. Junior Cumilão

    28 de março de 2013 em 10:07

    eo sou contra o aborto pq eo sou foda e se eo foçe abotadi naum esisrtiria e iria exirti outro fodaum nu meo lugar sou sinistru

    • João Fernandes

      28 de março de 2013 em 14:54

      Sua mãe deveria ter te abortado.

  32. Killbill Amatsuokami Oobito, "Let's do the Harlem Shake!"

    28 de março de 2013 em 10:06

    Sou contra, pois a mulher não pensou duas vezes antes de ter aberto as pernas pro homem.Se ela pensasse isso, iria usar camisinha, “pirula do dia seguinte” e etc.Até porque se fez o favor de abrir as pernas, vai fazer o favor de cuidar do filho que fez.
    Se bem que depende de algumas, se a mulher for uma bela duma puta e quiser abortar, ai foi por vontade dela que ela quis engravidar.Mas se foi por abuso ou estupro, ai ela deve aceitar ser mãe…Mas também aceitar ser mãe é obrigatório.
    Ok, lá se foi um commentario sem sentindo…

  33. Anônimo

    28 de março de 2013 em 09:58

    argumentum ad passiones rolando solto…

  34. Wagner

    28 de março de 2013 em 09:52

    Sou totalmente contra, exceto quando ocorre uma gravidez de risco e que o feto possa ser retirado logo de início.
    Conheço uma mulher que foi estuprada e nem assim abortou. Ela teve uma menina que é muito parecida com o covarde que a engravidou. Olha para a cara dela e lembra-se do ocorrido. Não era de interesse dela se tornar mãe, porém a obrigação de cuidar de uma vida falou mais alto.

  35. I AM STRONG WITH DARKSIDE

    28 de março de 2013 em 09:20

    KKK OUVI DIZER QUE ELES PÕE UM ASPIRADOR DE PÓ NA BUCETA DA MUIÉ E ELE SUGA O FETO E ELES JOGAM NO RALO É VERDADE ISSO?\O

    • Priscilla Asagi

      28 de março de 2013 em 09:32

      na verdade em geral o aborto ocorre nos primeiros messes de gravidez quando o feto é menor que um grão de feijão. O aborto é feito a partir de medicamentos que fazem a mulher menstruar normalmente sem nem mesmo perceber o feto.

      • I AM STRONG WITH DARKSIDE

        28 de março de 2013 em 18:49

        THANKS 😛 MENTIRAM PRA MIM KKK

  36. Muller Montreal Canadiens

    28 de março de 2013 em 08:25

    é muito fácil em falar de aborto depois que nasce né?

    http://sphotos-h.ak.fbcdn.net/hphotos-ak-ash3/538223_330849613644052_964356243_n.jpg

    • Isis Balding

      10 de abril de 2013 em 05:37

      posta isso mas come carne tirar vida de um animal semi racional é nojento já seres humanos não dou a mínima

    • Priscilla Asagi

      28 de março de 2013 em 09:30

      só pra constar, em geral os abortos são feitos nos primeiros meses de gravidez quando o feto é só um montante de células ^^ ou seja sua imagem é invalida

      • Wagner

        28 de março de 2013 em 09:47

        Exatamente: em geral.
        Ainda há inúmeros casos em que clínicas tiram o feto quando já está “grande”. E além de tirarem, juntam os pedaços do lado de fora para ver se nenhuma parte ficou dentro da mulher. Claro que essa forma é extremamente anti-ética e ilegal, mas existe.

        • Muller Montreal Canadiens

          28 de março de 2013 em 10:04

          você tem razão, mas não seria melhor doar pra alguém que sempre quiz ter filho e não pode por ser estéril ou devido alguma doença não pode gerar uma criança, não pode sustentar doe pra quem pode sustentar.

          • Wagner

            28 de março de 2013 em 10:35

            Nos casos de estupro, penso que a melhor forma seria colocar a criança para adoção, isso se a mãe não mudar de opinião e quiser cuidar dela caso possua alguma forma de sustentação para a criança.

      • Muller Montreal Canadiens

        28 de março de 2013 em 09:41

        a partir do momento que a mulher fica gravida, o embrião ja tem vida^^ ou seja a sua resposta é invalida

        • Hideki Hinata

          28 de março de 2013 em 13:38

          O embrião ter vida é que é a discussão, meu amigo…
          A resposta dele não é invalida…

  37. Nyan Cat

    28 de março de 2013 em 08:24

    Sou a favor somente se o feto for anencéfalo (sem cérebro) ou se a mulher/menina sofreu estupro. Por exemplo, há algum tempo atrás vi uma notícia que uma menina de 11 anos sofreu abusos e ficou grávida mas não pode abortar, acho que num caso desses poderia fazer.

  38. Leonam

    28 de março de 2013 em 08:23

    Não tenho uma opinião formada, ou, bem formada sobre o assunto.
    A um tempo eu era 100% a favor em todos os casos, depois, pensando bem, acho que não é bem assim, o que eu penso, ou pensava, já nem sei mais, é que a mulher é dona do seu corpo e só ela pode tomar esta decisão, acredito que ninguém deveria ter o direito de dizer a ela o que fazer ou não de sua vida. Mas, se aborto fosse assim, qualquer uma pudesse fazer, o numero de abordos seria infinitivamente grande, não fariam por questões financeiras, fariam quase que por prazer de não ter o filho.
    Mas se a questão é só financeira, se a mulher não quer ter o filho porque acredita que não poderá criá-lo, existe tantas famílias por ai que querem adotar, seria só reduzir um pouco a burocracia para adoções.
    Sei la, é uma questão delicada, basicamente acho que é um caso para se tratar caso a caso, não só a mulher que esta grávida, mas o pai também, sentar, conversar sobre uma decisão e avaliar se esta é uma solução.
    Pessoalmente, se eu engravidasse uma mulher, não permitiria a ela fazer um aborto em nenhuma hipótese, mesmo que eu tivesse que criar meu filho sozinho, mas como eu disse, acho que a opinião mais forte é dela, o corpo é dela.
    Sei la, definitivamente não tenho uma opinião bem formalizada sobre o assunto.

    • Enzzo gonçalves

      28 de março de 2013 em 14:12

      Google tradutooor leia isso pra mim

      • Leonam

        28 de março de 2013 em 14:43

        Os jovens de hoje estão mesmo estudando em escolas caóticas, lêem um texto e não entendem o que leu.

        • lucas rodrigues

          28 de março de 2013 em 14:55

          Deve ser preguiça de ler.

      • lucas rodrigues

        28 de março de 2013 em 14:22

        Mas tá em português.

    • Anônimo

      28 de março de 2013 em 10:02

      concordo com quase tudo, também não tenho uma opniao formada.

    • lucas rodrigues

      28 de março de 2013 em 08:31

      Também não tenho uma opinião formada, é bem complicado debater esse assunto tão polêmico :/

  39. lucas rodrigues

    28 de março de 2013 em 08:14

    Só tem eu aqui ?

  40. lucas rodrigues

    28 de março de 2013 em 07:09

    Ótimo post, mesmo o tema sendo bastante polêmico.

  41. SerjTankian

    28 de março de 2013 em 05:47

    Respondendo ao título: depende, abortar depois de 6 meses de gravidez já é sacanagem… mas se for bem cedo, muito mal no segundo mês da gravidez, até vai…

  42. Mario Junior

    28 de março de 2013 em 03:30

    sou a favor, melhor abortar do que deixar nascer e depois jogar no lixo igual essas mães fazem porai

  43. Ranmes Sodi Miranda

    28 de março de 2013 em 01:09

    Sou totalmente contra…. Em casso de esputro o assunto e meio complexo. Mas mesmo assim, e um vida, e brincar de deus ñ e legal.

    • Priscilla Asagi

      28 de março de 2013 em 09:28

      saudades da língua portuquesa

  44. Iron Man

    28 de março de 2013 em 00:51

    caramba veio , se vem um estuprador e estupra a mulher .. e ai dá filho .. vocês meninas ? vão querer ver teu filho nascer com a carinha do estuprador ? ( imagina se ele é feio? ) .Acho que abortar em um estagio avançado de gravides tudo bem neah a criança jah esta formada . mas um feto de 1 2 meses ainda nem tem o tamanho de um feijão ‘-‘ .Acho que isso tem que ser legalizado mais com esse entendimento … sei lah

    • Camila Alvim

      28 de março de 2013 em 08:18

      Eu sou contra o aborto na maioria dos casos. Mas nos casos que são permitidos em lei sou a favor. Gente se eu fosse estuprada (que Deus me livre e guarde amém), eu não ia querer passar o gene do estuprador para frente! Isso ia gerar outro psicopata que ia fazer mal a outras mulheres. Não mesmo.
      E no caso de risco de vida para a mãe eu também sou a favor. É muito simples, como que você vai ter um filho se você vai morrer? Oi? Quem vai cuidar dele? Vai crescer sem mãe?

      • gato do apocalipse

        29 de março de 2013 em 13:33

        nao existe um gene de estuprador, se voce educar a criança ela nao vai se torna um mal caracter

        • Camila Alvim

          29 de março de 2013 em 13:43

          Existe sim. Socicopatia está ligado a herança genética. Alguns casos são devido traumas físicos. Mas a maioria tem componente genético.
          Pode esquecer isso. Tem criança que é perversa desde o berço.

          • Iron Man

            30 de março de 2013 em 00:07

            Verdade u.u

          • Yan Alves

            29 de março de 2013 em 14:47

            Mas aí é um GRANDE “se”. Pense nos psicopatas famosos. A maioria tinha esposas, amigos, etc; que nem suspeitavam de seus atos, de maneira que uma boa parte deles teve filhos antes da descoberta de seus atos. E eu nunca ouvi falar que os filhos deles tenham tido atitudes criminosas…

          • Shun

            29 de março de 2013 em 13:48

            Sem contar que o bebê pode nascer com a mesma cara do canalha, aí a mulher vai lembrar dele e do ocorrido todos os dias da vida dela :/

      • Iron Man

        28 de março de 2013 em 22:54

        EXATO Camila ! Na verdade se as pessoas tivessem um pouco mais de Cérebro uma gravides indesejada nunca existiria . =/

  45. Julherme Ferreira

    28 de março de 2013 em 00:47

    Me desculpe mas antes de ser uma situação social ela é sim uma questão MORAL.

  46. Iron Man

    28 de março de 2013 em 00:40

    A questão é quando é que começa a vida ? porque teoricamente bater punheta é um aborto ‘-‘

    • Julherme Ferreira

      28 de março de 2013 em 00:48

      a vida começa no momento após a fecundação quando começa o processo de divisão e aglomeração celular.

      • Iron Man

        28 de março de 2013 em 00:52

        meu espermatozoide que se meche e teoricamente esta vivo, não é vida ?

        • Nayara Rufino

          28 de março de 2013 em 18:06

          Sim ele é vivo. Qual seu conceito de vida? Ele é uma célula, apenas uma célula haplóide, nada mais que isso, é uma vida porém não é uma vida humana. Um óvulo fecundado por um espermatozoide, após sofrer o processo de nidação, têm todas as condições favoráveis para se tornar uma vida humana e isso é bem diferente de uma célula apenas. Para você vê como isso é uma questão relativa eu te digo, sou bióloga e totalmente contra o aborto, mas sou totalmente a favor do uso de células embrionárias para obtenção de células troncos. Ai vc deve pensar que mina contraditória, nada disso, como acabei de dizer um embrião no últero está em condições favoráveis ao seu desenvolvimento, porém um embrião fecundando in vitro muitas vezes torna-se inviável a ser uma vida HUMANA. Entendeu a diferença?????

          • Iron Man

            28 de março de 2013 em 23:07

            Mas entendi a ideia que você quis transmitir =D

          • Iron Man

            28 de março de 2013 em 23:06

            Não =/ , é mesma coisa só em lugares diferentes =/ … e como uma semente na terra e uma semente dentro de um pótinho , ainda é semente =/

          • Nayara Rufino

            29 de março de 2013 em 15:39

            Só que estudos comprovam que algumas “sementes” que estão dentro do potinho, não mais conseguirão vingar e vir a ser tornar uma planta, então quando confirmado tal fato, por que não ao invés de jogar no lixo a “semente” salvar vidas utilizando suas células?

          • Iron Man

            30 de março de 2013 em 00:12

            Sim sim entendo , mas estamos discutindo aborto .. eu sou a favor de usar células tronco . 😛

        • Marcos Cardoso

          28 de março de 2013 em 12:42

          kkk vocs tão de bagunça neh 😛

  47. Slash

    28 de março de 2013 em 00:12

    nem li nem lerei , pra mim o assunto aborto ja ta + q debatido…sou a favor de que a pessoa de escolha do q ela qer….n qer ter filho? ok…vai la numa clinica esterelizada bonitinho e tira…MUITO MELHOR DO Q TER A PORRA DA CRIANÇA E JOGA NUM RIO DPS!!!! MUITO MELHOR DO Q ABANDONA MUIT MELHOR DO Q SIMPLESMENTE N FAZER NADA N DAR AMOR, N DAR CARINHO E DEIXAR A CRIANÇA EXCLUIDA NO MUNDO! SOU A FAVOR DO ABORTO SIM! EH FACIL FALAR QANDU N ACONTECE COM VC! “A PROBABILIDADE DA CAMISINHA ESTOURAR EH DE 1%” OK…QAL A POPULAÇÃO DO BRASIL? 192M? ENTAO 1,9M OPA…ESSE NUMERO N PARECE + TAO PEQENO CERTO? N EH JUSTO UMA MULHER TER Q SOFRER POR ALGO Q ELA N QER!
    E MAIS , N EH SO PQ VAI LIBERA Q GERAL VAI FAZE, E OUTRA, TU EH CRISTAO? N GOSTA , FOD-SE GUARDE ISSU PRA VC!! EU SOU ATEU, SE MINHA NAMORADA ATEIA QISESSE ABORTAR POIS N SE SENTE CONFORTAVEL OW AXA Q N EH O MOMENTO, EU LEVO ELA AOND? FUNDO DE QINTAL? CRISTAOS N SE INTROMENTAM NAS LEIS DE UM PAIS!
    DA ULTIMA VEZ Q VOCES TOMARAM O PODER FIZERAM A INQUISIÇÃO E TODA AQELAS PORRAS LA, EH Q AGR VOCÊS PERDERAM O PODER Q TINHAM MSM ESTANDU EM MAIOR NUMERO!

    • Marcos Cardoso

      28 de março de 2013 em 12:41

      Ignorancia é um dos piores defeitos do homem sendo ateu ou não. Se não quer o bebe poderia pelo menos colocar a criança na adoção, tantas mulheres querendo ter um filho, bebes não ficam em casas de adoção pois muitos querem. Não precisa ser cristão pra ter bom senso.
      As pessoas tem quem assumir seus atos. Se não quer porque fez?

      • Nayara Rufino

        28 de março de 2013 em 18:10

        Você disse tudo, não precisa ser cristão para ter bom senso, e eu ainda acrescento não precisa ter religião nem uma para ter valores. Bem que as mães dos que pensam que aborto é certo, poderiam pensar da mesma forma que eles, poupariam o mundo de tanta ignorância!

    • I AM STRONG WITH DARKSIDE

      28 de março de 2013 em 09:09

      TEM OUTRA SOLUÇÃO TMB PODERIA DAR PARA UM CASAL QUE QUERIA TER FILHO MAIS NUM PODE 😛

  48. PATROCINADOR

    28 de março de 2013 em 00:02

    ESSE POST É UM OFERECIMENTO:

    [img]https://lh4.googleusercontent.com/-uM7bCLVx4zY/UUFM3XoV9kI/AAAAAAAAAwo/m63VXjus-oU/s480/4zObp.gif[/img]
    PILULA VERMELHA ANTICONCEPCIONAL
    VC VAI NASCER DE NOVO

  49. Nathalia Campos

    27 de março de 2013 em 23:47

    Por um lado é bom , por outro é ruim , mesmo assim sou contra , mas sabendo que isso pode ajudar algum dia…

  50. Roberto Romanelli

    27 de março de 2013 em 23:34

    eu sou a favor

  51. Pedro

    27 de março de 2013 em 23:28

    Você é a favor do homicídio qualificado de um ser incapaz de se defender?

    Eu sou a favor de deixar a mulher matar o próprio filho, mas deveria se seguir os seguintes passos:

    *Esperar a criança nascer.
    *Dar a criança pra mãe juntamente com um taco de basebol
    *Deixar que a própria mãe mate o filho a pauladas.

    e antes que me chamem de monstro, eu explico, dessa forma nunca ninguém pensaria em matar uma criança, e se fizesse seria presa. por que então permitir que alguém que aborta continue em liberdade, aborto é assassinato covarde, pesquisem as formas de aborto como se faz, vcs nunca mais vão nem pensar em ser a favor disso… .-.

    • I AM STRONG WITH DARKSIDE

      28 de março de 2013 em 09:31

      EVITARIA EM ALGUNS CASOS SE A MUIÉ TIVESSE APANHADO COM UM TACO ANTES DE PENSAR EM POR FILHO NO MUNDO IGUAL A POMBO,FICAR SE OFERECENDO POR AI IGUAL MUITAS FAZEM DÁ NISSO GRAVIDÊS INDESEJADA 😛

    • Iron Man

      28 de março de 2013 em 00:44

      Mas um feto que não tem cérebro ou um punhado de células é a mesma coisa que um bebê ?

      • Pedro

        28 de março de 2013 em 11:27

        o fato de não ter cérebro não quer dizer que a criança não vá viver, pelo menos por um curto espaço de tempo, eu sou cristão e acredito em espirito, e a vida está no espirito, o cérebro comporta apenas o domínio de existência e talz….

        a lei pune quem mata o corpo, mas Deus pune quem mata o espirito pense nisso…

        • Iron Man

          28 de março de 2013 em 22:56

          Mas o estado é laico ,então não se pode colocar religião na legislação ‘-‘

          • Pedro

            28 de março de 2013 em 23:04

            e de onde que você acha que eles tiraram inspiração pra constituição, se não dos 10 mandamentos, não matar, não roubar, não adulterar, etc…?

            a questão não é só de religião é de direito a vida e nisto até os humanistas concordam…

          • Iron Man

            28 de março de 2013 em 23:11

            e isso não muda nada , o estado é laico e ponto ‘-‘

          • Black King Mello

            29 de março de 2013 em 00:41

            e isso não muda nada, matar é crime e ponto .-.

          • Iron Man

            29 de março de 2013 em 00:42

            Você come carne ?

          • Iron Man

            28 de março de 2013 em 23:11

            Mas de onde você acha que tiraram os dez mandamentos ? Do raio de Odin ?

          • Pedro

            29 de março de 2013 em 00:28

            ta de brincadeira né? .-.

          • Iron Man

            29 de março de 2013 em 00:42

            A moral jah existia antes de existir os 10 mandamentos ‘-‘

          • Pedro

            29 de março de 2013 em 12:19

            o mundo antes dos 10 mandamentos era mundo cão, valia o olho por olho dente por dente, na verdade em vários lugares do mundo ainda é assim, e vc me diz que existia moral e ética naquele tempo? .-.

          • Iron Man

            30 de março de 2013 em 00:04

            Sim , toda sociedade tem sua moral , a moral dos católicos não é a mesma moral dos muçulmanos .

      • Julherme Ferreira

        28 de março de 2013 em 00:50

        Sim isso mesmo ja existe síntese celular já é uma vida meu amigo.

        • Iron Man

          28 de março de 2013 em 01:04

          Acho que qualquer celula viva é vida ‘-‘ , mas o que qualifica algo a ser um Ser Humano ?

        • Iron Man

          28 de março de 2013 em 00:57

          Pramin aquilo são celulas :’)
          não existe como você dizer que aquilo que se multiplica é vida …

  52. Jeff Dantas

    27 de março de 2013 em 23:09

    Ah, gente, não se esqueçam de curtir o post. ^^ Bora ajudar o Minilua! 🙂

    • 3 Hits

      28 de março de 2013 em 00:03

      Fiz mais uma crítica. Essa foi bem difícil de fazer, mas acho que ficou legal. quando eu terminr de editar, eu mando pra ti.

      • lucas rodrigues

        28 de março de 2013 em 07:00

        Você é crítico de cinema ?

        • 3 Hits

          28 de março de 2013 em 11:48

          Não profissional. por enquanto só publico por aqui. Ainda sou novo. Almejo engressar em duas áreas: engenharia aeronautica, e critico de cinema. tento aproveitar as oportunidades que me são dadas

          • lucas rodrigues

            28 de março de 2013 em 12:02

            Boa sorte 😉

  53. Elena

    27 de março de 2013 em 22:58

    Eu sou contra porque as mulheres tem como evitar o neném pra não vir em uma hora que não é desejada, seja porque ela não é casada, não está bem financeiramente. Os postos de saúde dão de graça.. Agora, vão fazer sexo e depois querem tirar o bebê como se tira uma espinha? Totalmente contra.

    • Jéssica De Fátima

      11 de fevereiro de 2014 em 20:43

      Sim, eu concordo, elas tem consciência de que elas podem engravidar, mas imagine, você está lá com um homem na hora H, maior emoção e não tem camisinha, eles vão parar para ir na farmácia para comprar? ligar para amigos por camisinha? Não, muitas vezes acontece isso, muito poucos jovens pedem ou compram camisinha, o sexo acontece, na maioria das vezes, em uma hora inesperada e, como o adolescente é jovem, ele pode não querer ficar com a criança e abandonar a namorada, isso acontece muito, e as mulheres abortam pois não podem.

    • Xion

      27 de março de 2013 em 23:03

      Mas em caso de estupro tipo:A menina com 15 é estuprada por um bandido e o bandido vai embora,aí não tem jeito.

      • Yan Alves

        29 de março de 2013 em 14:40

        Pilula do dia seguinte tá aí para isso.

      • Elena

        28 de março de 2013 em 11:45

        Sim, mas aí seria outro caso, e até nesse seria bom pensar, porque ela pode esperar nascer e dar o menino para a adoção igual o Pedro disse, porque também ficar com o menino, e ver nele um fruto de estupro, é melhor dar pra alguém que vai amar.

      • Pedro

        27 de março de 2013 em 23:30

        de a criança pra adoção se não pude cuidar, se a menina não tem culpa a criança menos… .-.

  54. Nayara Rufino

    27 de março de 2013 em 22:54

    Isso vai além de questões religiosas é uma questão de respeito a vida e ao direito de viver, considero que até um animal tenha esse direito quanto mas um ser humano. Eu não entendo como uma mulher que carrega um ser em seu ventre é capaz de matá-lo, imagine o que mais uma pessoa dessa é capaz?! Mas enfim existe cada doido nesse mundo que eu já nem me assusto com nada, como diz o Lenine “Enquanto todo mundo espera a cura do mal e a loucura finge que isso tudo é normal”. É o mundo, é o triste mundo!

  55. Luciana Araujo

    27 de março de 2013 em 22:51

    http://img526.imageshack.us/img526/6241/luznofimdotunel2raulval.png

    Assim diz Adam Qadmon “O Grande Arquiteto do Universo”:

    “Eu me importo quando uma mãe perde o seu filho, mais ainda quando ele é tirado antes da hora. Eu sei de todas as coisas e Me importo. Eu já sei a partir da hora que há vida no ventre. Eu sei também dos bebês que são assassinados ainda nos corpos de suas mães – as vidas abortadas que são lançadas fora porque não foram desejadas. Eu sei dos que nascem mortos e daquelas que nascem com defeitos físicos. São almas, desde o momento da concepção. Os meus mensageiros descem e trazem essas crianças para mim, quando elas morrem. Eu tenho um lugar onde elas podem crescer, aprender e serem amadas. Eu dou a elas corpos inteiros e restauro as partes que estavam faltando. Eu lhes dou corpos glorificados.”

    Para estas crianças é dando um planeta gigantesco, lindo e glorioso em todo o seu esplendor, em que há uma sensação de ser amado, uma sensação de bem estar. Tudo neste planeta é perfeito, com uma exuberante grama verde e com piscinas de água cristalina, com plagrounds com assentos de mármore e bancos de madeira bem lustrados. As crianças possuem todos os tipos de atividades, vestidas com tunicas de um branco perfeito, calçando sandálias. As vestes são tão resplandecentes que cintilam como o sol, na impressionante luz do planeta. Uma profusão de cores por toda parte acentua a brancura das túnicas das crianças. Os mensageiros são os guardiões dos portões e os nomes das crianças estão escrito num livro. Elas aprendem a palavra do Criador e estudam a música de um livro dourado. O planeta possui animais de todas as espécies vindo às crianças ou sentadas ao lado delas, equanto elas estão na escola celestial. Não há lágrima e nem tristeza, tudo é lindo, a alegria e a felicidade estão por toda parte.

    • Priscilla Asagi

      28 de março de 2013 em 09:26

      meu deus ele escreveu um texto pena não ter argumentos concretos ^^

      • I AM STRONG WITH DARKSIDE

        28 de março de 2013 em 09:28

        E PENA QUE QUASE NINGUÉM VAI LER ISSO KKK

    • PATROCINADOR

      27 de março de 2013 em 23:11

      É A TERCEIRA VEZ Q VEJO ISSO SÓ ESSA SEMANA
      VC VAI POSTAR ISSO EM TODO BLOG

  56. Jeff Dantas

    27 de março de 2013 em 22:31

    Bem, como disse acima, vai de pessoa para pessoa. Há casos, por exemplo, em que não há base financeira. Sendo assim, o sustento da criança é impraticável. Em especial, para as garotas mais novas.. de 15, 16, 17 anos…

    • Xion

      27 de março de 2013 em 22:38

      Minha prima teve 1 filho com 14,mas ela tem 17 agora.

      • Davis

        28 de março de 2013 em 18:36

        Nossa, 17 filhos…. .-.

      • Jeff Dantas

        27 de março de 2013 em 22:40

        Nossa, q tenso! E a família dela? ^^

        • Xion

          27 de março de 2013 em 22:43

          A família dela ficou chocada quando ela disse que estava grávida,o pai dela ficou morrendo de raiva,porém ela e o namorado pretendem se casar quando forem maiores de idade e a família dela sempre ajudou os 2 a criarem a criança.

  57. gato do apocalipse

    27 de março de 2013 em 22:28

    Bom galera, essa questão entra em diversos dilemas. A meu ver sou a favor em casos onde nao ha compatividade com a vida.
    Em caso de abuso ou outro tipo de gravidez indesejavel existe o pilula do amanha(que so funciona nas primeiras vezes do uso).Se nao quer ter filho, se previna.
    Algo muito importante a dizer são os metodos do aborto, que principalmente os cladestinos, so por metodos crueis

    • Yan Alves

      29 de março de 2013 em 14:43

      Cara, Tem pílulas do dia seguinte que funcionam até três dias depois da “concepção”… E nem são tão caras…

  58. Xion

    27 de março de 2013 em 22:11

    É uma questão complicada,acho que é errado,não se pode tirar a vida de alguém,afinal oquê essa pessoa que foi abortada poderia ter feito se ela tivesse nascido,poderia se tornar um Presidente,um Médico,um Poeta,afinal abortar é a mesma coisa que jogar a história de vida de alguém,no lixo.

    • Anônimo

      28 de março de 2013 em 09:52

      esse mesmo argumento pode ser usado ao contrario, o cara pode ser um pedófilo,um assassino, uma ladrão e etc.
      só o futuro dirá.

      • Jéssica De Fátima

        11 de fevereiro de 2014 em 20:39

        Sem falar que de um jeito ou de outro, a criminalidade aumenta pois como a mãe não tem condições financeiras, ela pode tratar a criança como um estorvo e ele pode seguir caminhos errados como prostituição, criminalidade, usar drogas para aguentar as dores emocionais e os problemas… uma coisa leva a outra.

    • Priscilla Asagi

      28 de março de 2013 em 09:21

      e enquanto ao dano que isso pode causar a mãe? vc manteria uma gravidez até o fim resultante de um estrupo? vc teria coragem de dar a luz a uma criança para ela viver na sarjeta com vc? vc realmente acha que um montante de células sem forma que geralmente é nessa fase que são feitos os abortos deve valer mais que a vida da mãe que morreria devido a problemas de saudade pela gravidez apresentar riscos para ela?

      • I AM STRONG WITH DARKSIDE

        28 de março de 2013 em 09:26

        PROBLEMAS DE SAUDADE?WTF?

    • Willian Haubert

      28 de março de 2013 em 07:59

      Eu sempre penso, sim, e errado, ela pode não ter condições financeiras, mas para que existe o orfanato?

      • Priscilla Asagi

        28 de março de 2013 em 09:22

        ja viu os orfanatos brasileiros?

      • lucas rodrigues

        28 de março de 2013 em 08:12

        Mas pra quê a criança vai ficar em um orfanato. Uma criança não pode ficar longe de seus pais.

        • Priscilla Asagi

          28 de março de 2013 em 09:23

          mesmo se o pai for um pedófilo e a mãe agredi-la?

          • lucas rodrigues

            28 de março de 2013 em 13:43

            Nem todos os pais são pedófilos e nem todas as mães são agressivas. Depende muito das condições em que a criança vive.

    • lucas rodrigues

      28 de março de 2013 em 06:49

      Concordo

  59. Bardock

    27 de março de 2013 em 22:11

    Se o feto for acéfalo, eu sou a favor.
    Caso contrário, não.

    • Enzzo gonçalves

      28 de março de 2013 em 14:15

      Ah tá lw Bardock,então acho que meu irmão nasceu sem um.

    • Jeff Dantas

      27 de março de 2013 em 22:25

      Mas aí que está… Mesmo deficiente, trata-se de uma vida humana…

      • Perry

        28 de março de 2013 em 16:56

        Mesmo tratando de uma vida humana, o recém nascido anencéfalo possui uma expectativa de vida muito curta. Podem viver poucas horas, embora haja registros de alguns que viveram uns dois anos.

      • Enzzo gonçalves

        28 de março de 2013 em 14:09

        Oque é acéfalo ????

        • Bardock

          28 de março de 2013 em 14:12

          É quando a criança não tem cérebro, literalmente.

  60. jeff zika Mc

    27 de março de 2013 em 22:10

    Tanto faz,desde que cresça e realize seu sonho
    http://www.8balls.com.br/wp-content/uploads/2013/03/sonhos.png

  61. Riddle Boy®

    27 de março de 2013 em 22:09

    Ótimo post principalmente por propor uma visão ainda mais profunda desta situação, quando tive que fazer uma redação abordando o assunto meu professor me deixou eu e meus colegas com mais duvidas porque eramos contra aborto mas esta visão alargou meus conceitos e reforçou minha concepção.

    • Viciado em Guarana

      27 de março de 2013 em 22:20

      Vc abordou o aborto

      • Riddle Boy®

        27 de março de 2013 em 22:49

        Sim mas em uma redação dissertativa não pode ter opinião pessoal.

    • Riddle Boy®

      27 de março de 2013 em 22:11

      Ainda bem que não é mais post aparentemente tendencioso.

  62. Super

    27 de março de 2013 em 22:08

    tem um caso que eu sou a favor, no caso a criança pode ter poucas horas de vida depois de seu nascimento.. há casos que são necessários..
    mas mesmo assim não somos ninguém pra julgar a vida de alguém..

    • Enzzo gonçalves

      28 de março de 2013 em 14:07

      Falou tudo.

  63. Altair Ibn-La'Ahad

    27 de março de 2013 em 21:59

    sou a favor do contrário e vice-versa

  64. Jeff Dantas

    27 de março de 2013 em 21:58

    No fundo, é uma questão complicada.. Vai muito da pessoa, sabe? das convicções dela, principalmente. 🙂

    • Altair Ibn-La'Ahad

      27 de março de 2013 em 22:00

      e de como foi feito também, se é q me entende..
      Mas, falando sério, eu sou contra tirar uma vida, mesmo q seja uma vida “teoricamente” ainda sem consciência e não totalmente formada, msm assim ainda acho q seja um ser humano com um futuro e abortar é cortar esse possível futuro..

  65. Bruno Hass

    27 de março de 2013 em 21:58

    Sou a favor desde que o feto não morra…

    • Priscilla Asagi

      28 de março de 2013 em 09:16

      vc realmente sabe o significado de aborto?

    • Pedro

      27 de março de 2013 em 23:23

      cara, nunca divida por zero, nunca!

    • Viciado em Guarana

      27 de março de 2013 em 22:18

      Sou a favor, mas desde que façam com carinho
      e sem maltratar o feto

      • Capitão Jack Sparrow

        27 de março de 2013 em 22:50

        Parabéns você é a favor da morte de sua própria espécie.

    • Black King Mello

      27 de março de 2013 em 22:09

      Sou contra esse ideia de morte do feto, pois com toda a tecnologia que existe poderiam matar o feto sem que precise ocorrer a morte do ser, acredito que daqui uns 20 anos já seja disponibilizada uma forma de salvar essas vidas sem que tenhamos que nos tornarmos destruidores de nossa própria espécie.

      • Priscilla Asagi

        28 de março de 2013 em 09:17

        genial seu comentário, mas onde ta a logica?

    • Altair Ibn-La'Ahad

      27 de março de 2013 em 22:05

      Claaaaro, faz todo o sentido..
      #evice-versa

  66. I AM STRONG WITH DARKSIDE

    27 de março de 2013 em 21:57

    PREVEJO QUE VAI TALVEZ GERAR UMA DISCUSSÃOZINHA PATÉTICA RELACIONADO A RELIGIÃO EM 3…2…1…

    • I AM STRONG WITH DARKSIDE

      27 de março de 2013 em 21:58

      ACHO QUE SÓ DEVE ABORTAR SE NACER SEM CÉLEBRO!

      • Capitão Jack Sparrow

        27 de março de 2013 em 22:51

        Nacer? Célebro?… Vai nessa amigo.

        • João Fernandes

          28 de março de 2013 em 14:50

          Ele que deveria ter sido abortado.

  67. Drubscky

    27 de março de 2013 em 21:49

    Eu sou contra 🙂

182 Comentários
mais Posts
Topo