Minilua

Monte a sua matéria: As maiores mancadas da Marvel #132

Pois é, e desde já, contamos com a sua participação. O e-mail de contato: equipe@minilua.com! A todos, uma excelente leitura!

As maiores mancadas da Marvel

Por: Marvelunático

Quando falamos em histórias em quadrinhos, super-heróis e vilões, não há como se esquecer da criadora de vários dos mais famosos personagens, como Homem-Aranha, Hulk, Homem de Ferro, Capitão América, Wolverine, Motoqueiro Fantasma, entre muitos outros.

A Marvel Comics recebeu o apelido de House of Ideas (Casa das Ideias), não por acaso. Porém, até mesmo a editora líder em vendas no segmento de super-heróis comete as suas “mancadas”.

Abaixo você confere as histórias mais catastróficas já publicadas pela Marvel Comics:

1 –  Estupro da Miss Marvel – Grandes Heróis Marvel 1ª série

No final dos anos 70, Carol Danvers, a aclamada Miss Marvel, também conhecida como Capitã Marvel, se tornou uma das principais personagens femininas da Marvel. Conquistou fãs por toda a parte. O que a Marvel resolveu fazer então com uma de suas principais e mais queridas heroínas? Estuprá-la! Isso mesmo.

Para resumir essa longa (e muito complicada) história, a Miss Marvel misteriosamente engravidou e deu à luz um bebê três dias depois.  A criança, chamada Marcus, nasce e se torna um adulto em poucas horas. Marcus revelou que ele havia “estuprado” a sua mãe e a engravidado. E o que aconteceu com o bebê incestuoso da Miss Marvel?  Ele cresceu para se tornar… Marcus!

Se você não entendeu, Marcus havia voltado no tempo para engravidar sua mãe com ele mesmo. Acha que não fica pior? Mais tarde nossa querida Miss Marvel, que já havia sido estuprada pelo próprio filho, revelou que gostou disso e decidiu ficar com Marcus depois. Marcus então foi o pai de si mesmo, sendo assim filho de si mesmo e esposo de sua mãe… Mais tarde houve uma tentativa de recontar a história, alegando que Carol foi hipnotizada por Marcus. Enfim, independente de explicações, essa com certeza foi uma mancada muito grande!

2 –  Homem de Ferro: A Cruzada (Setembro 1995 – Fevereiro 1996) – Inédito no Brasil (Ainda bem…)

Esqueça tudo que você sabe sobre o Tony Stark que conheceu nos quadrinhos até Setembro de 1995, bem como nos cinemas. Mergulhe com a Marvel numa história conspiratória que magoou corações de fãs em todo o mundo, causando raiva e deixando muitos inconformados.

No meio dos anos 90, a Marvel decidiu revelar que o Homem de Ferro era um traidor que trabalhou como um agente adormecido para Kang, o Conquistador, durante anos. Primeiro, ele sai matando todo mundo, matando a Jaqueta Amarela feminina, Amanda Chaney, e Marilla, a babá da filha do Mercúrio.

Os Vingadores decidem que a melhor coisa a se fazer é recrutar um Tony Stark adolescente de uma outra linha do tempo, fazer com que ele roube a armadura do Homem de Ferro e lute contra o agora malvadão Tony Stark.  Na luta que se seguiu, o verdadeiro Tony Stark se sacrifica para impedir Kang. Por um tempo, o Tony Stark adolescente foi o Homem de Ferro oficial…um verdadeiro fiasco!

 O novo Tony ficou ridículo com uma terrível armadura nova. Mas o que realmente perturbou os fãs foi a ideia de que Tony Stark, um personagem que eles conheceram e amaram durante décadas, era um traidor. Foi um tapa na cara dos fãs.  Ainda bem que todo o incidente foi completamente reescrito, substituindo o Tony adolescente pelo Tony do bem. Se bem que para isso, tiveram que criar uma história bem tosca, mas isso é história para uma outra ocasião….

3 – Saga dos Clones (Outubro 1994 – Dezembro 1996) – A Teia do Aranha #89 -110

  

Terrivelmente distorcida e estupidamente executada, a Saga dos Clones foi uma história que percorreu todos os títulos do Homem-Aranha por dois anos. Tudo começou com uma história nos anos 70, onde o vilão chamado Chacal clonou Peter Parker e sua falecida namorada, Gwen Stacy. O Homem-Aranha enfrentou esse clone e venceu.

Décadas depois, esta história foi trazida de volta à tona quando foi revelado que não só o clone havia sobrevivido a este encontro com o Homem-Aranha, mas que o clone, agora conhecido como Aranha Escarlate, era o verdadeiro Peter Parker e que o Peter Parker que os quadrinhos haviam seguido por décadas era o clone! Mais uma vez os fãs se sentiram traídos e indignados.

Na esperança de tentar corrigir a besteira feita, a saga se estendeu por 2 longos anos. Resultado? Foi revelado que o Aranha Escarlate era o clone e Peter Parker era o original. Some isso a uma atrapalhada ressurreição da tia May após ela ter morrido anteriormente (AQUELA tia May TAMBÉM era um clone); algumas outras centenas de clones do Homem-Aranha que o Chacal tinha por acaso em seu porão, e a revelação de que tudo havia sido orquestrado por Norman Osborn, o Duende Verde, que acreditava-se ter morrido décadas atrás – e você terá uma das histórias mais loucas contadas na história dos quadrinhos.

E a melhor parte? Depois disso, todos agiram como se nada tivesse acontecido e o enredo nunca mais foi mencionado. A Marvel havia literalmente desperdiçado dois anos das vidas de seus leitores sem mostrar nada. Muitos dos fãs simplesmente deixaram de acompanhar as aventuras do aracnídeo e se revoltaram, guardando mágoas até hoje. Que coisa feia Marvel!

E não para por aí. A Marvel continuou aprontando das suas…