Monte a sua matéria: E se houvesse uma terceira guerra mundial? #158

Pois é, e lembrando que todos os temas são aceitos: política, esporte, religião, enfim! Sinta-se à vontade a participar. O e-mail de contato: [email protected]! A todos, uma excelente leitura!




E se houvesse uma terceira guerra mundial?




Por: José Victor Coutinho

No dia 30 de maio de 1945, oficializa-se o término da Segunda Guerra Mundial, e assim abrindo uma nova era para a humanidade. A partir daí, o mundo se torna bipolar, dividido entre as duas nações que mais contribuíram para a queda da Alemanha nazista, os Estados Unidos da América e a atual Rússia.

Mas apesar do crescimento constante destas duas nações, as demais também vão se desenvolvendo aos poucos, as pequenas vão tomando voz a cada década, e a bipolarização vai de esvaindo. Tudo começa com o declínio desta bipolarização, e aos poucos um país que antes era insignificante, vai ficando cada vez mais importante para o mundo, o Brasil. O Brasil antes da Segunda Guerra era um país sem muita importância para o mundo, mas aos poucos foi ganhando seu espaço.

Já nos anos 90, o Brasil era o país mais importante da América do Sul, ele se tornou “a voz latina”, o único país como língua oficial portuguesa da América, e o maior país da América do Sul. Já no século 21, o Brasil tinha o poder bélico mais forte que todos os países da região juntos, e a partir daí as demais potências passam a ter uma visão diferenciada do Brasil.

Em 2017, no litoral brasileiro, acham o maior poço de petróleo que o mundo já imaginou ver, gerando uma economia tão forte, que passou da 6ª para 4ª maior potência econômica mundial.  No ano seguinte, faz uma grande aliança com a Rússia, aumentando drasticamente sua força bélica, o Brasil deixa então de ser aquele país neutro e inocente que se via antes. Os EUA, preocupados, passam a tomar precauções, tanto que agora um de seus porta-aviões era só para vigiar o litoral brasileiro!

Em 2020 o Brasil decide então abranger toda a América do Sul para o MERCOSUL, formando ali, o segundo maior bloco econômico mundial, atrás somente do NAFTA. Neste mesmo ano, decide ter uma participação maior nas brigadas que ocorrem no Oriente Médio, e com uma grande força dos EUA, tomam posse da região em cinco anos.

E em 2026 os países que fazem parte do Oriente Médio, declaram guerra contra o Brasil. Algo que não foi muito inteligente, tendo em vista, que estes já estavam praticamente abatidos, e como o Brasil estava tendo apoio dos EUA, foi tão fácil quanto tirar doce de uma criança.

O Brasil ficou com a maior parte do Oriente Médio, contando com os países que mais continham petróleo. O presidente brasileiro, afirmou que ajudaria os países a crescerem e após isto deixaria aquela região.

Os EUA não gostaram muito do controle brasileiro na região, iniciando-se assim um clima tenso entre o nosso país e uma das principais potências econômicas. Em 2029 o Brasil exige a retirada do porta-avião que sondava o seu litoral, os norte-americanos, fingem a sua retirada. Quatro meses depois um navio brasileiro é afundado pelo mesmo porta-aviões que antes já havia trazido dores de cabeça. Começaram a acontecer diversos ataques, contra navios brasileiros, até que em 2030, o Brasil declara guerra contra os Estados Unidos da América.

Continua…

  1. Karina Albuquerque

    12 de janeiro de 2015 em 22:08

    insulto aos estudantes de relações internacionais 🙁 não to na faculdade pra ler isso .

  2. carlos florencio

    31 de dezembro de 2014 em 23:44

    O Brasil sempre será um zero a esquerda, jamais uma potencia mundial.Não tem histórico pra isso no passado, quanto menos no futuro.Paisinho de povo ignorante, governo que se quer investe em educação.Até a Alemanha há mais de 50 anos atrás, tinha tecnologia mais avançado que nós atualmente,kkkkk

  3. Gabriel Frigini

    24 de dezembro de 2014 em 11:44

    /medo

  4. Vish

    23 de dezembro de 2014 em 13:44

    [img]http://media.tumblr.com/tumblr_mby531n7ql1qhbvi4.gif[/img]

  5. Ana Claudia Poderosa Silva Santos

    22 de dezembro de 2014 em 19:28

    meu filho trabalha na marinha, e ele me disse antes que um porta aviões NÃO tem poder belico para destruir nada, pois é somente um navio de transportee e lançamento de aviões

  6. Vinicius de Oliveira

    22 de dezembro de 2014 em 19:22

    eu ja imagino como seja a 3° guerra mundial a bric contra a otan

  7. Vinicius de Oliveira

    22 de dezembro de 2014 em 19:21

    ruim o estados unidos como sempre intrometido ia declarar guerra ao brasil e ficando com todo o petroleo

  8. Adiel Esdras

    22 de dezembro de 2014 em 17:37

    “o presidente brasileiro”:é o bolsomito com certeza!!

  9. Leonam

    22 de dezembro de 2014 em 16:07

    so espero que não ocorra mais guerras, alias, no momento ja tem guerras de mais pelo mundo. e se os países em vez de gastar tanto com armas, tanques e bombas investissem em educação, saúde e tecnologia o mundo daria passos gigantescos para uma vida melhor para todos, fico impressionado com a fortuna que muitos países gastam com isto, reconheço que é necessário para sua defesa, mas imagine se não fosse, quanta grana seria mais útil em muitos outros setores…

    • Adiel Esdras

      22 de dezembro de 2014 em 17:45

      esse mundo nao existe kra e nunca vai existir,aceita q doi menos

      • Leonam

        22 de dezembro de 2014 em 20:14

        nunca dica nunca, alimento a esperança em mim de um futuro melhor, agora, o que vc vai achar anormal e talvez ate rir, é que minha imaginação vai longe, muito longe, quando me refiro a um mundo melhor imagino daqui a uns quinhentos ou mil anos, não estaremos aqui, eu sei, mas não sou daqueles que acreditam (e alguns ate torcem) pelo fim da humanidade, muita coisa ainda ira acontecer, mas acho que a força, a luta de quem trabalha para melhorar nosso mundo vai ter grandes conquistas um dia.
        se não credita neste futuro distante, tudo bem, entendo, mas olhe o mundo como era a mil anos, olha como é hoje, vc pode imaginar como será amanha, e não seja pessimista achando que o que esta ruim hoje so vai piorar, não sou otimista, só sou realista com relação a isto.

        vc também dirá que isto nunca vai acontecer, mas eu gostaria de estar aqui daqui a mil anos, talvez eu nunca tenha esta chance, mas acredito tanto na ciência que creio que gerações futuras terão chances como esta.

        • Blue

          22 de dezembro de 2014 em 20:39

          Também tenho esperança, espero que a ciência descubra a imortalidade até lá, quero ver a evolução do mundo, muita coisa pode mudar, e pelo rumo que as coisas estão tomando, podem mudar para melhor, perdi as esperanças nos governos, nossos reis não ligam para a vida da população, depositei no povo, que se mostrou forte e está mudando ao longo do tempo, vamos ver o que acontece, e se nada acontecer, vamos à luta para fazer acontecer.

          • Leonam

            22 de dezembro de 2014 em 20:53

            pois é, e se tratando de futuro, tecnologias e ciência, minha mente voa, vcs nem imaginam as possibilidades que acredito que possam existir no futuro, muitas delas ja existem cientistas trabalhando nelas hoje.
            sinceramente, daria dez anos de minha vida hoje so para conhecer um dia da vida no futuro.

  10. Ferto Malis

    22 de dezembro de 2014 em 10:54

    sera que somente eu achei que esse texto está sendo otimista demais,cara o Brasil não é territorialista e por natureza quase como neutro,ele jamais tomaria essas decisões dessas formas,jamais tomaria uma posição tão agressiva de forma tão rapida e brusca,as nessa época os homens do Brasil serão os funkeiros de hoje,quer dizer os jovens de hoje jamais vão ser esses adulto de amanhã como o seu texto afirma,a natureza do Brasil não é essa e nem vai ser…..

  11. Ricardo

    22 de dezembro de 2014 em 10:48

    Seria uma loucura em tanto se o Brasil fosse criar uma guerra contra os EUA.
    Se fossem para a Guerra Nuclear o Brasil iria ser totalmente devastado, afinal os EUA atualmente possuem o maior arsenal nuclear do planeta e eles já tem o poder de destruir o mundo com suas armas nucleares (Atômica, Hidrogênio).
    Essa guerra seria um erro fatal.

  12. Waldenei C.

    22 de dezembro de 2014 em 10:02

    Só sei que a quarta guerra mundial será com paus e pedras… pq na terceira sera tudo destruido.

    • Luís Felipe

      23 de dezembro de 2014 em 13:06

      Nossa, q frase genial! Foi vc quem criou?

      • Waldenei C.

        26 de dezembro de 2014 em 14:50

        Uma professora de história costumava falar isso la na época da minha sexta série e nunca esqueci, pois realmente, é genial.

        • Luís Felipe

          28 de dezembro de 2014 em 20:40

          Quanta burrice. Fui sarcástico.
          Essa frase foi dita por Einstein e vc, junto com sua professora, a citam como se fosse sua.

  13. Cristiano Angnes

    22 de dezembro de 2014 em 08:09

    a zuera nunca tem fim so eu que ri da materia ={

  14. Terrorista

    22 de dezembro de 2014 em 00:08

    QUE BRISA CARA
    ISSO SIM FOI UMA BRISA
    MAS NEM SE EU FOSSE DITADOR DO BRASIL ISTO IRIA ACONTECER
    E SO PRA TER UMA IDEIA OS EUA TEM MAIS DE 9000 BOMBAS ATOMICAS E A RUSSIA NAO FICA MUITO PRA TRAS NAO
    ATE ISRAEL TEM BOMBA ATOMICA
    ISSO SIM FOI UMA VIAGEM PRA LA DE AVALON
    SERIA MELHOR SE FOSSE UM CONTO E NAO MONTE SUA MATERIA
    ATE 2030 OS EUA JA TERIAM ARMAMENTO PRA DESTRUIR O MUNDO TODO UMAS 10 MIL VEZES

    • Vinicius de Oliveira

      22 de dezembro de 2014 em 19:26

      estados unidos 6500,russia 8800,israel 80

    • Blue

      22 de dezembro de 2014 em 13:53

      Verdade, o Brasil não duraria muito nessa guerra, os países mais poderosos estão se olhando com caras feias esperando alguém fazer alguma coisa, e quando alguém decidir colocar suas cartas na mesa, não teremos mais mesa.

    • Wayne Griffin

      22 de dezembro de 2014 em 11:32

      Verdade, não demora ele envolve a Suíça na guerra.

    • Ricardo

      22 de dezembro de 2014 em 10:48

      Eu detesto falar isso mas vou ter que concordar com você Roberto.

  15. Daniel Champoski

    21 de dezembro de 2014 em 23:02

    caaaaaaaaara… não escreve isso não… eu não fui dispensado do exército ainda.. espera até dia 14… .-.

    • Jeff Dantas

      22 de dezembro de 2014 em 00:55

      Ah rlx! A maioria nem pega… 🙂

  16. Moonlight Crente

    21 de dezembro de 2014 em 22:40

    Sondei aí um potencial para obra de ficção. Talvez quando autor aprender a escrever (o texto tá péssimo) isso possa servir de base para algo interessante.

    • Ricardo

      22 de dezembro de 2014 em 10:37

      Olha só quem voltou! E ainda virou crente kkkkkkkkkkkkkkkk

    • Cold

      21 de dezembro de 2014 em 23:51

      Kkkkkkkk “moonlight crente”

      • Wayne Griffin

        22 de dezembro de 2014 em 11:31

        Chama o Diego pra ver uma coisa dessas.

  17. chopper

    21 de dezembro de 2014 em 22:27

    Vamos lá pessoal! a força do HUE contra os Estados Unidos!!

    • Adiel Esdras

      22 de dezembro de 2014 em 17:43

      ja começamos invandindo o face do mark,o proximo alvo é a casa branca

  18. Blue

    21 de dezembro de 2014 em 22:18

    Muito interessante, quero ver até o fim, espero que a Terceira Guerra Mundial nunca aconteça, vai ser uma tragédia, o mundo precisa de mudanças, mas devem ocorrer lentamente, uma guerra agora seria um desastre com as bombas atômicas, não sabemos o que iria acontecer, o desenho Hora de Aventura até retrata isso.

    • Davi Silva

      24 de dezembro de 2014 em 03:34

      O filme Watchmen também, você pode deveria dar uma olhada.

  19. Gilberson Jesus

    21 de dezembro de 2014 em 21:39

    vei,esse kra e o john titor hahaha zuera

  20. Caciano Genz

    21 de dezembro de 2014 em 21:14

    “Brasil declara guerra contra os Estados Unidos da América”
    ta certo que no conto a realidade é outra, mas hoje se fosse acontecer, quem iria se aliar ao brasil? Cuba? (não da nem pra pensar nisso)
    acho que a Alemanha se interessaria a ajudar o brasil, e não é por fanatismo que tenho, na copa parece que a Alemanha é a que mais entendeu e ajudou no brasil, e por que? por que ela já passou socialmente por muita coisa, e o povo reerguia sempre o pais.
    acho que é bom olhar pra fora pra saber quem realmente é inimigo, EUA só quer riquezas do brasil que estão deixando de lado aqui, e não é só EUA, é tudo que país mundo a fora..

    PS: ….e o brasil perde, não por recursos, mas por administração.

    • Blue

      22 de dezembro de 2014 em 20:27

      A esperança é a última que morre, já foi assaltada, sequestrada, estuprada e torturada, mas ainda está viva, quem sabe um dia a situação melhore, o Brasil pode se tornar um grande país importante, mas precisa melhorar muito, o povo precisa melhorar, a famosa esperteza brasileira reflete no governo, hoje o cidadão está levando troco a mais, amanhã ele está desviando dinheiro de escolas.

  21. Samuel Duarte Martini

    21 de dezembro de 2014 em 20:31

    Interessante, mas essas atitudes contrariam totalmente os princípios de relações internacionais presentes no Art. 4 da CF/88. Nosso país têm a característica de evitar conflitos mesmo que para isso abra mão de alguns interesses. Com a atual política seria impossível o Brasil encabeçar uma terceira guerra mundial. Felizmente!

    • Caciano Genz

      21 de dezembro de 2014 em 21:15

      que bom! achei que ia ser o fim de tudo!

  22. Raio Negro

    21 de dezembro de 2014 em 20:20

    A nação brasileira não é guerreira. Imaginar que o Brasil teria uma atitude dominante territorialista é o mesmo que imaginar o David Brasil encarando o Jon “Bones” Jones numa luta de MMA. É uma “forçação” exagerada. Portanto, essa especulação perdeu seu sentido prático. É uma pena, porque o tema é muito interessante.

    • O Mentalista

      21 de dezembro de 2014 em 20:45

      Amigo releia o texto e você verá que não é o mesmo Brasil que você está acostumado a ver…..

      • Raio Negro

        24 de dezembro de 2014 em 11:16

        Releia meu comentário e entenderá que estou ciente deste fato. Por isso, disse que considero essa especulação uma “forçação” exagerada. O assunto é muito interessante, porém não é necessário criar um Brasil que não existe para abordá-lo.

  23. André Silva

    21 de dezembro de 2014 em 20:09

    Minha nossa! Um viajante do tempo!!
    Curti a matéria, no aguardo da segunda parte.

  24. Luís Felipe

    21 de dezembro de 2014 em 19:44

    Gostei, mas acho q a cronologia está muito acelerada. Há pouco período de tempo entre acontecimentos q não são tão simples de acontecer.

    • Lakter X

      21 de dezembro de 2014 em 20:10

      Acredito que o Brasil só deixaria essa questão da neutralidade de lado se derrubasse a lei do desarmamento e inserindo a arma na cultura da sociedade. Até tem um novo projeto assim no Congresso, mas não deve passar.

      • Luís Felipe

        22 de dezembro de 2014 em 00:32

        Mas, nesse ponto, há tbm o lado negativo: mais armas, mais violência gratuita. Antigamente, por exemplo, quando havia uma briga (física, daquelas com murros chutes e olho-roxo), os dois lados ficavam com raiva e n se falavam mais, apena isso. Hoje basta pisar no pé de alguém e essa pessoa logo pensará em sacar uma arma (se possuir uma, claro) pra lhe matar ou, no mínimo, lhe ameaçar de morte.
        Tentar conseguir poder através da força bruta n é uma boa opção, pois automaticamente gera o sacrifício de milhares de pessoas. Então acho q o BR tem q ficar quietinho msm e investir dinheiro apenas em educação e tecnologia.

        • Adiel Esdras

          22 de dezembro de 2014 em 17:42

          kra,o problema é q os maus ja tem armas,e o cidadao de bem nao tem,se vc tivesse uma arma e um bandido soubesse,vc acha mesmo q ele arriscaria???mesmo se ele arriscasse vc ainda teria uma chance de se dar bem,enquanto q desarmado vc n tem nenhuma possibilidade,vc so reza para q ele pelo menos deixe vc vivo

          • Luís Felipe

            23 de dezembro de 2014 em 13:03

            Aí as pessoas seriam assaltadas por bandidos q queriam as armas delas. O número de homicídios aumentaria. A polícia teria q ser muito mais bem equipada, pois o poder de fogo dos bandidos seria maior, já q seria mais fácil obter acesso a armas. Mais gasto pro governo com segurança e saúde. Menos foco no q realmente interessa: educação.

          • Adiel Esdras

            23 de dezembro de 2014 em 17:09

            mas os bandidos ja nao conseguem armas facilmente?

          • Luís Felipe

            23 de dezembro de 2014 em 22:40

            Sim, mesmo com a proibição legal. Agora imagine se fosse permitido…

  25. Luís Felipe

    21 de dezembro de 2014 em 19:42

    … e perdeu.

    • Caciano Genz

      21 de dezembro de 2014 em 21:17

      , perdeu feio.

  26. O Mentalista

    21 de dezembro de 2014 em 19:38

    Agradeço o site por estar postando mais um dos meus textos. Em breve a segunda parte estará saindo.
    E para você de desmerece o seu país, sim o Brasil está crescendo a cada ano em todos os sentidos.

    • Jiao

      22 de dezembro de 2014 em 09:19

      É bem difícil ver que esta visão é totalmente concreta devido a economia estar sendo um palco de show de horrores pelo Governo Dilma, e pelo petróleo brasileiro ser de origem pesada, o que tornaria mais caro a produção de gasolina, GLP, entre outros produtos leves. Não vou ficar de tanto mimimi econômico, mas gostei da matéria assim mesmo, é meio um sonho, mas que em um governo extremamente bom, poderia se tornar qualidade (e no fundo se ouve um eco: Enéias u-u). Por fim, parabéns. =3

    • Nicolas

      21 de dezembro de 2014 em 22:45

      espero que o brasil vença pois a esta altura o PT nem estaria governando e a lei do desarmamento seria passado pois o brasil estaria seguindo os passos do mentor(os EUA) e destruindo-o….

    • Blue

      21 de dezembro de 2014 em 20:09

      Concordo, ainda tem problemas, mas é possível ver que está melhorando, os protestos são um ótimo exemplo disso, pena que não duraram muito.

    • Cold

      21 de dezembro de 2014 em 19:59

      O PT ainda estaria no governo nesta época? Seria legal pra história se vc colocasse sobre um novo tipo de política no Brasil, talvez uma nova ditadura….

    • Jeff Dantas

      21 de dezembro de 2014 em 19:55

      Magina, precisando pode contar conosco! 🙂

      • O Mentalista

        21 de dezembro de 2014 em 19:58

        Claro, qualquer coisa podem contar comigo também.

    • Wayne Griffin

      21 de dezembro de 2014 em 19:51

      Até entendi sua vontade de dar mais relevância no Brasil, porque ele realmente vem crescendo muito e vai sim se tornar uma super potência e que em um caso de proporções mundiais ele teria sua participação, mas não acha que a China tem uma probabilidade maior de estar mais envolvida nisso?

      • O Mentalista

        21 de dezembro de 2014 em 19:55

        Amigo, essa é a primeira parte, ainda não é a 3a guerra rs.
        Ainda tem muita coisa para contar, muitos países para entrar nesse combate.

  27. Wayne Griffin

    21 de dezembro de 2014 em 19:28

    O máximo que o Brasil pode fazer é um atentado exibindo Esquenta nas televisões do mundo inteiro. Seria mais inteligente que as propostas do EUA em fazer super bombas de hidrogênio.

    • Jeff Dantas

      21 de dezembro de 2014 em 19:59

      Sinceramente, eu não sei o que é pior: Se o “Esquenta” ou o “Zorra Total…” 🙂

    • Lucas

      21 de dezembro de 2014 em 19:42

      cara, aí já seria tortura.

67 Comentários
mais Posts
Topo