Minilua

Monte a sua matéria: O Diário que Sobreviveu à Guerra #169

Pois é, e pra participar, é muito fácil: Se preferir, encaminhe desenhos, matérias ou contos. O e-mail de contato, claro: equipe@minilua.com! A todos, uma excelente leitura!

O Diário que Sobreviveu à Guerra

Por: Renata Soares

Anne Frank foi uma garota, que nasceu em 12 de Junho de 1929 e era de família judia. Quando completou seus 13 anos, em 1942, ganhou de presente um diário e nele começou a narrar contos e experiências sobre sua vida e sobre o extermínio contra os judeus. Esse diário ficou famoso mundialmente, e foi publicado por seu pai Otto Frank, único sobrevivente da família Frank.

Anne se escondeu no dia 6 de Julho de 1942, em um local onde ela apelidou de “Anexo Secreto”, e morou juntamente com sua outra família, os Van Pels. Lá, ela continua seu diário, porém não mais com sua rotina alegre, com sua escola de antes, e sim com uma rotina boba, comum entre uma jovem de 13 anos.

Daí em diante, ela resolve se comunicar com Peter Van Pels, e por incrível que pareça ambos se apaixonam. Anne e Peter, infelizmente, não sobreviveram à guerra. Entretanto, seu diário permanece vivo, e nele, estão relatadas todas as experiências e sofrimentos de uma garota de 13 a 15 anos.

As duas famílias, foram descobertas em Agosto de 1944. Anne foi somente uma das vítimas do nazismo. O diário deve ser lido por todos, para que nunca, nenhuma atrocidade parecida aconteça e que não haja outras “Annes” pelo mundo.

Abaixo a imagem de um relato de Anne Frank em seu famoso diário em 10 de Outubro de 1942:

“Esta é uma fotografia minha, ela mostra como eu gostaria de ficar para sempre. Então eu ainda poderia ter uma chance de ir para Hollywood, mas agora estou com medo, a minha aparência está muito diferente.”