Minilua

Monte a sua matéria: O fascinante mundo dos vampiros #90

E lembrando que, todos os temas são livres: política, esporte, lazer…Enfim, sinta-se a vontade para participar. E-mail de contato: equipe@minilua.com!

O fascinante mundo dos vampiros

Por: Douglas Okazaki

Os Vampiros possuem as mais diferentes origens em todo o mundo. A lenda Ocidental do vampiro mais aceita entre todos é de Drácula, um homem que nega a morte e a Deus.A partir dessa tese muitos deram asas a imaginação e criaram mil e uma versões e adaptações. A análise da Lenda Do Vampiro como ser é fácil, um ser que negou o poder divino em todos os sentidos, por isso não pode em nenhuma hipótese ser tocado pela luz do Sol, tem que alimentar-se da energia vital dos outros seres vivos, no caso em especifico do humano, isso está ligado diretamente a sua maldição, pois perante a lei divina matar outro humano é um crime.

A questão dos poderes de um vampiro é um caso um pouco mais delicado, no original de Drácula ele possui habilidades únicas que lhe são úteis de todas as formas. O grande problema seria quais são os limites para um ser desses? Tentam de alguma forma colocar todos os poderes possíveis em um vampiro, em alguns casos até mesmo a transformação em um Werewolf (lobisomem), isso seria um tanto impossível devido a parcial inutilidade que isso teria para ele, o vampiro vai desenvolver poderes conforme a sua índole e as suas necessidades.

A questão da índole também é um caso complicado quando trata-se de vampiros, existe uma grande crença que quando um ser humano é transformado em vampiro ele ira tornar-se uma besta irracional sem sentimentos ou desejos, isso está errado, o humano ao ser transformado continua com o mesmo caráter que antes da morte, a diferença é que ele terá um grande tempo de vida para cumprir todos os seus desejos anteriores.

2– A regeneração

Todos os seres são capazes de curar-se, os vampiros não são diferentes. O que é diferenciado é o tempo de regeneração de seu corpo e a gravidade dos ferimentos possíveis de serem curados.

Um tópico a ser visto são as doenças, os vampiros não contraem nenhum tipo de doença como os humanos. As doenças podem ser contraídas através do sangue de sua vitima. Essa doença, por sua vez, não ira ficar em seu organismo.

Pois os organismos não conseguem se desenvolver, pois, não tem os nutrientes para os vermes, vírus etc. Nem mesmo os vermes que se reproduzem na carne morta ou em decomposição, pois o vampiro mesmo que morto o poder místico deles impede esse mal.

Agora sobre a regeneração, como disse, qualquer ser é capaz de se regenerar, os vampiros como seres sobrenaturais conseguem ter um ponto extra quando trata-se de curar o seu corpo. Graças a manipulação do sangue eles conseguem acelerar o processo de cura.

Alguns ferimentos que são impossíveis para um ser humano como a re posição de um membro, para um vampiro é possível. Perder as mãos, braços ou pernas não é um dano permanente para eles.

No caso deles perderem a cabeça já se torna um caso mais complicado. Na maior parte das teorias o vampiro morre imediatamente. E é essa que mais aceito. Por tanto qualquer ferimento comum ou grave pode ser recuperado por um vampiro.

Claro que um vampiro quando perde um membro pode se pensar em dois casos. Um vampiro novo que vai demorar um bom tempo para curar-se e um vampiro mais velho que pode chegar ao ponto de repor imediatamente o membro.

3 – A visão no escuro

Muitas vezes podemos nos perguntar como alguns animais enxergam no escuro ou pelo menos na escuridão parcial, assim como os gatos que tem uma visão melhor com pouca iluminação, isso aconteceu graças ao processo da evolução de cada espécie.

No caso dos vampiros eles não vão reproduzir e jogar sua genética em outro ser então eles mesmos tem que providenciar a sua evolução, se aceitarmos que o corpo do ser humano durante a sua vida é capaz de evoluir porque não um ser sobrenatural também não seria capaz de evoluir a sua própria maneira(obviamente).

Logo os Vampiros podem desenvolver a sua visão no escuro pelo simples fato de que eles tem que “caçar” durante a noite, precisando sempre desenvolver mais os seus sentidos no caso aqui citado a visão.

4- O poder da sedução

As maiores questões são levantadas quando se trata dos poderes que um Vampiro pode ter.Se pensarmos no vampiro como ser sobrenatural vamos começar a entender a sua concepção total. Os vampiros desenvolvem poderes conforme a sua necessidade, assim como os animais tem as mais variadas formas de caça, os vampiros também. Um vampiro que era um humano belo do estilo sedutor pode (ou vai), desenvolver uma habilidade especial, obviamente sobrenatural, de manipular a sua vitima. 

Essa manipulação pode ser explicada pelo fato dos humanos terem a necessidade da procriação, o vampiro usa o seu charme sobrenatural para manipular esse instinto humano para poder caçar seus humanos.

5– Sentimentos

Mesmo que os vampiros sejam seres da noite e tenham que conseguir seu alimento matando outras pessoas não significa que eles não possuam sentimentos. Eles são seres comuns ao humanos, ou seja mantem uma parte humana, a grande diferença é que a partir do momento de sua transformação eles tem muito mais tempo de vida para realizar seus objetivos.

Em uma grande teoria, enquanto os vampiros são novos se assemelham mais aos humanos na parte dos sentimentos, mas ao passar do tempo se tornam menos humanos uma vez que eles vem tudo a sua volta morrer eles acabam por se tornar menos humanos e mais bestas.

Assim como o velho ditado diz: o poder corrompe, o.poder com o tempo ira tornar o vampiro um monstro. E normal pensarmos e vemos pessoas nada “humanos”, com os vampiros não é nada diferente.