Minilua

Monte a sua matéria: Os verdadeiros gatos heróis #136

E sim, lembrando que todos os temas são aceitos: Política, esporte, religião…Enfim, sinta-se à vontade a participar! O e-mail de contato: equipe@minilua.com! A todos, uma excelente leitura!

Os verdadeiros gatos heróis

Por: João Edmilson

Muitas vezes vemos na TV, na Internet ou ouvimos na rádio de cachorros que salvaram vidas, bem, agora é a vez dos gatos

1 – O Gato médico

No Canadá, Lionel Adams foi alertado pelo seu gato Tiger sobre um tumor no pulmão. O felino arrastou sua pata para baixo, no lado esquerdo do órgão, exatamente onde estava o tumor. Adams foi ao médico, que detectou a doença em estágio inicial, fez a cirurgia para retirada do tumor e hoje passa bem, tudo por causa desse gato! “Ele é o meu herói”, afirmou.

2 – Gato salva gestante

Dois pequenos felinos sem raça definida salvaram a sua dona de falecer enquanto dormia, envenenada por gás proveniente da sua cozinha. A dona, grávida já em final de gestação, foi colocar a tradicional chaleira inglesa ao lume com água com chá. Pouco tempo depois de adormecer, a água fervendo criou uma rotura na chaleira que verteu o líquido do interior sobre a cama, que se espalhou, continuando no entanto a sair gás na casa, colocando em perigo de morte a senhora e o bebê.  Os gatos de alguma forma, perceberam o perigo e começaram a lamber-lhe seu rosto e miar perto dela, até que ela acordou. Ao perceber o risco que corria, saiu de casa com os gatos e ligou para os bombeiros. Salvando assim, duas vidas.

3 – O Gato bombeiro

Nos Estados Unidos, o gato Boo Boo salvou sua dona Grace George de um incêndio na casa. Ela, que tem 97 anos, acordou de madrugada com os altos miados do bichano. Ao ir à cozinha, sentiu o cheiro de fumaça. A casa foi totalmente destruída, mas ela e seu felino escaparam com vida. “O  meu gato salvou minha vida”, conta Grace.

4 – O Gato enfermeiro

Ainda nos Estados Unidos, o gato Tommy salvou seu dono Gary Rosheisen, que é paraplégico e sofre de osteoporose. O bichano ligou para a polícia quando Gary caiu de sua cadeira de rodas. O felino havia sido treinado para apertar a tecla de emergência do telefone. “Quando chegamos, vimos o gato ao lado do telefone, e o proprietário do animal desmaiado ao lado da cadeira de rodas”, conta o policial Patrick Daugherty.