Monte a sua matéria: Preconceito de gênero #131

Pois é, e confira abaixo, um dos temas mais em voga nos últimos tempos. A todos, uma excelente leitura! E-mail de contato: [email protected]!




Preconceito de gênero

Por: Rodrigo Ludwig

Na última quinta-feira o Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (Ipea) divulgou através do Sistema de Indicadores de Percepção Social (SIPS) os resultados acerca da tolerância social à violência contra as mulheres, onde foram entrevistadas 3.810 pessoas em 212 cidades, abrangendo todas as unidades da federação.

Em conformidade com a pesquisa realizada pelo Ipea/SIPS, 65,1% dos entrevistados concordam totalmente ou parcialmente que as mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas. No mesmo sentido, 58,5% das pessoas que foram submetidas à entrevista concordam totalmente ou parcialmente que se as mulheres soubessem como se comportar, haveria menos estupros.

Baseando-se em tais afirmativas, a conclusão do Ipea/SIPS é que a culpabilização da mulher pela violência sexual está ligada à noção de incapacidade do homem de controlar seus apetites sexuais. De acordo com o levantamento, a responsabilidade pelo estupro seria da mulher ao não se comportar adequadamente, eximindo o estuprador de culpa ao estabelecer um propósito corretivo na prática do crime.

O resultado da pesquisa revelou que a cultura machista e o preconceito de gênero permanecem arraigados no comportamento da sociedade brasileira. Não obstante a mulher ter vivenciado a brutalidade do crime de estupro, seria justo, ético e moral ser responsabilizada pela violência sofrida em razão de suas roupas?

Não é crível que uma mulher seja responsabilizada pela violência com o fundamento de que não se coaduna aos padrões preconizados pela sociedade. A adoção do uso de estereótipos sociais e comportamentais banaliza a violência sexual que milhares de mulheres sofreram, sofrem e, infelizmente, ainda sofrerão no Brasil.

Limitar-se a analisar o comportamento e a conduta social das mulheres, separando-as de acordo com a sua maneira de se vestir, não alterará o crime, tampouco atenuará a violência, apenas denotará uma atitude de natureza essencialmente discriminatória.
Nesse contexto, impõe-se crer que quando uma mulher for obrigada a praticar o ato sexual sob violência ou grave ameaça, independentemente dos estereótipos sociais e comportamentais apresentados, este ato será severamente punido, especialmente com o intento de dissuadir a reincidência por parte do estuprador. Não há conduta apta a justificar e, muito menos, amenizar o crime de estupro.

Para que esta lastimável constatação não venha a fincar raízes nefastas, faz-se necessária uma urgente mobilização com a finalidade de coibir tal abuso, fazendo-se uso de manifestações públicas aptas a demonstrar o desprezo à violência contra as mulheres e, desse modo, contribuir para uma sociedade isonômica que se opõe ao machismo e ao preconceito de gênero que lamentavelmente ainda permeiam a sociedade brasileira.

  1. SlenderGirl

    14 de abril de 2014 em 23:18

    #nãomeressoserenganadapeloipea
    Estava vendo uma foto na pagina do facebook “me, you” e um cara comentou isso: (link da img)
    Foto de Cristiano Fagundes.

    [img]https://fbcdn-sphotos-e-a.akamaihd.net/hphotos-ak-frc1/t1.0-9/p160x160/1538659_520748348034316_1150003714_n.jpg[/img]

    A guria da foto, cujo nome, segundo o que consegui apurar é Cristine representa uma minoria de mulheres que priorizam o cérebro ao decote.
    Quando a mídia começou a divulgar que 65% dos brasileiros achavam que a culpa de ser estuprada era da própria mulher, ao invés de começar a postar coisas do tipo (hashtag)vaiterquerespeitar, ela preferiu se informar sobre a pesquisa realizada pela IPEA e notou o quão dúbias e passivas de diversas interpretações eram as perguntas realizadas na pesquisa. Outra coisa que chama muito a atenção é que 66,5 dos entrevistados na pesquisa eram MULHERES, isso mesmo, você leu correto, mulheres, o que nos abre duas possibilidades, ou as próprias mulheres acham que certos tipos de de mulheres merecem ser estupradas, ou a pesquisa foi realmente tendenciosa e fez os entrevistados acreditarem que opinavam em relação a alguma coisa, ao passo que opinavam sobre outra, uma verdadeira indução ao erro.Mais um detalhe lindo sobre os entrevistados é que 41,5% dos entrevistados possuem menos que o ensino fundamental.

    Caso queiram a ficha técnica da pesquisa da IPEA, aqui vai ela:

    Características da população entrevistada (3810 pessoas)

    A) Residentes no Sul ou Sudeste (sse): 56,7%
    B) Residentes em áreas metropolitanas (metro): 29,1%
    C) Pessoas jovens, 16 a 29 anos (jovem): 28,5%
    D) Pessoas adultas, 30 a 59 anos: 52,4%
    E) Pessoas idosas, 60 ou mais anos (idoso): 19,1%
    F) Mulheres (fem): 66,5%
    G) Brancos (branco): 38,7%
    H) Católicos (cato): 65,7%
    I) Evangélicos (evan): 24,7%
    J) Demais religiões, ateus e sem religião: 9,6%
    K) Menos que o ensino fundamental: 41,5%
    L) Ensino fundamental (edufunda): 22,3%
    M) Ensino médio (edumedia): 30,8%
    N) Ensino superior (edusuper): 5,4%
    O) Renda domiciliar per capita média: R$ 531,26

    A fonte foi este site, cuja matéria que fala a respeito do assunto se mostrou bastante esclarecedora, por sinal:
    http://veja.abril.com.br/…/a-culpa-do-estupro-nao-e-da…/

    Se quiserem mais informações sobre a opinião dos brasileiros em relação a estupradores, esta matéria contem um gráfico que mostra que as coisas não são bem da forma que estão contando pra vocês:
    http://veja.abril.com.br/…/estupro-machismo-culpa…/

    Antes de protestar por algo#VAITERQUEESTUDAR
    Sem mais.

  2. Dudu Hayreus

    10 de abril de 2014 em 19:01

    És uma pena o fato de que tanto o ipea quanto ao autor estarem equivocados sobre esta pesquisa,o próprio ipea admitiu ter errado sobre a mesma,dentre todos que conheço,não vi um sequer que apoiasse que a mulher de roupa curta deveria ser atacada,imagino que o mesmo aconteceria se o autor do post perguntasse a qualquer pai de família que honre o salário ganha,o machismo jamais ira tolerar violência contra mulher,quem bate e estupra mulheres não passa de um covarde psicopata,não há espaço para covardes no machismo,a principal razão de a nossa sociedade é o que é hoje,é devido ao fato de machistas como eu que não pensam duas vezes em dar conforto e proteção aqueles que são de nossa estima,o machismo deixou de existir a décadas,e mesmo com o homem moderno sendo capacho da mulher moderna,ainda temos feministas dizendo aos quatro ventos que a sociedade é machista e opressora,mas quando as questionamos de onde vem os fundos que bancam esse movimento,elas simplesmente se calam,afinal a fundação makartur,ford,rockfeller,rotchilds e os billdebergs,afinal é facil destruir a família dos outros e manter a deles intacta.

  3. Jeff Dantas

    9 de abril de 2014 em 05:30

    • Sabryna Fonseca

      10 de abril de 2014 em 10:40

      é vergonhoso =/

    • Marvelunatico

      9 de abril de 2014 em 06:35

      O retrato do nosso país…

      [img]https://imagizer.imageshack.us/v2/664x542q90/811/pgqm.png[/img]
      BR BR

  4. luiz gomez pai de nove

    7 de abril de 2014 em 00:47

    em coincidência esses protestos sobre os estuproS foi bem na época do roubo da petrobras , e essas mulheres caem que nem pato , eu so tenho e que me curvar a tamanha genialidade do pt os cara manjam enriquecem com milhões e enrolam o povo sem quase nenhum esforço ,GENIOS

  5. Jhonatan Henrique Castro

    6 de abril de 2014 em 22:22

    na hora de ter a conta paga em um restaurante caro, elas gostam do machismo né? q dahora

    • Marvelunatico

      6 de abril de 2014 em 22:25

      Verdade kra, chega desse feminismo todo, vamos estuprar todas as mulheres que não pagam a conta! ¬.¬

  6. Marvelunatico

    6 de abril de 2014 em 20:51

    Minha opinião:
    Primeiramente…Mulheres merecem todo os respeito do mundo, seja qual for o ambiente. Qualquer estuprador tem que pagar caro pelo que faz. Homem que estupra não é homem, é bicho.

    “Segundamente”…Óbvio que isso não justifica nada, mas mulher que sai de casa “pelada” ta pedindo pra ser desrespeitada. Mulher que não valoriza e não respeita a si mesma, está atraindo os canalhas citados acima. Claro, repito que não justifica, mas tem muitas que não tem a mínima vergonha na cara.

    “Terceiramentemente”…Essa conversa de que “se o cara for bonito pode”, mas se for feio é estupro é idiotice. Então existe controle de qualidade pra estupro. Quando for estuprada, pergunte se o estuprador é friboi.

    “Quartamente”…Mulheres, valorizem a si mesmas. Vai a dica do seu amigo de todas as horas, o Marvel 😀

    • Anubis

      6 de abril de 2014 em 22:07

      “Só concordo com a pena de morte pra dois tipos de criminosos, estupradores e atendentes de telemarketing…” By: Bastos, Rafael.

      • Marvelunatico

        6 de abril de 2014 em 22:24

        kkkkkk Rafinha só fala bosta msm

        • Anubis

          6 de abril de 2014 em 22:26

          Calma ai man, não sabia que você era estuprador…
          (ironia mode: on)

          • Marvelunatico

            6 de abril de 2014 em 22:27

            Não, sou atendente de telemarketing
            (ironia mode: on)

          • Anubis

            6 de abril de 2014 em 22:29

            KKK
            então da na mesma…

          • ultramen Tiga

            7 de abril de 2014 em 08:50

            verdade tipo ambos fazem você fazer coisa que você não quer.
            querem enfiar coisas goela a baixo, e mesmo que você esteja chorando para que eles parem eles continuam XD

  7. Lakter X

    6 de abril de 2014 em 18:54

    É complicado, porque aqui existe uma forte cultura dos típicos contatos físicos (beijos e abraços que não são comuns em vários países). Some a isso a educação deficiente disponível e terá a falta de bom senso como resultado para ambas as partes.

  8. Augusto Chies

    6 de abril de 2014 em 18:29

    Faltou mencionar várias coisas estranhas na pesquisa como:
    41% dos entrevistados não tem nem o ensino fundamental
    66% eram mulheres
    A renda per-cápita média dos entrevistados era de 531 reais
    É correto pensar, com estes dados, que o total de entrevistados representam a população brasileira? E além da pesquisa ser mal realizada ainda distorceram os dados(65%=26%). Duvido que uma diferença tão grande tenha sido um simples erro.

    • Allen Walker

      6 de abril de 2014 em 18:33

      Mais a maioria dos Br é pobre mesmo HUEHUEUEHUEHEUH (to rindo da minha própria desgraça).

  9. Zeref

    6 de abril de 2014 em 18:19

    Duvido NADA algum partido ou político aderi a causa,e criar vários jeitos de “ajudar” a combater e “destraumatizar” as mulheres,MAS como aqui é Brasil da Rola ele provavelmente roubaria TODA a ajuda ou impostos usados pra esse “projeto” q daria merda,com a promessa de dinheiro privado

  10. Kuzan

    6 de abril de 2014 em 18:09

    Não aguentou segurar a vontade de estuprar ou encoxar? Vai pra merda do banheiro e utilize sua amiga mão direita.

    • Emmanov Kozövisck

      6 de abril de 2014 em 18:33

      E os canhotos?

      • Kuzan

        6 de abril de 2014 em 20:49

        Usem a esquerda 😀

  11. Emmanov Kozövisck

    6 de abril de 2014 em 18:05

    Este texto é bom, mas muito jornalístico e pouco opinativo. Ainda sim, esta discussão recorrente do machismo brasileiro é e será pauta de muitas discussões que eu gostarei de aparecer.

    • derpy hooves

      6 de abril de 2014 em 18:15

      e exatamnte como de ser muito jornalístico e pouco opinativo paras pessoas pensarem a criarem a sua propria opniao

      • Emmanov Kozövisck

        6 de abril de 2014 em 18:33

        Eu estou ciente disso, mas eu gosto de textos opinativos que apresentam “os dois lados da história” e que auxiliam a construir uma opinião completo. Eu gosto de viagens históricas, estatísticas, pesquisas – algo completo para que eu forme uma opinião definitiva (ou quase) sobre o assunto, sem ser surpreso por contra-argumentos. Mas não tenho nada contra artigos jornalísticos.

  12. Angie

    6 de abril de 2014 em 18:02

    Tem como o povo brasileiro ficar mais ignorante? essa pesquisa é o fim da picada.
    Se as mulheres saíssem de burca na rua ainda assim seriam estupradas, pois se “o homem não pode controlar seus apetites sexuais” então não tem essa de roupa ou comportamento, isso é a desculpa mais machista e ridícula que já vi na vida, que deixem esses safados eunucos então, assim conseguirão “controlar os apetites sexuais”, se a mulher tem que se comportar pra não ser estuprada, os homens deveriam ser castrados pra não estuprar tbm… Sem comentários ¬¬

    • Anubis

      6 de abril de 2014 em 22:01

      Tá certinha gata, combata um abuso com uma brutalidade.

    • Zeref

      6 de abril de 2014 em 18:12

      Aqui é Brasil NÃO DUVIDO DE NADA!

      • Allen Walker

        6 de abril de 2014 em 18:24

        [img]https://imagizer.imageshack.us/v2/479x318q90/18/7vvi.jpg[/img]

  13. Li Syaoran

    6 de abril de 2014 em 17:58

    Como já foi dito, o número é de 26% e não 65%; mas a a pior parte dessa pesquisa ridícula é que a pergunta feita foi: “você acha que as roupas que as mulheres usam podem influenciar na chance de serem estupradas?” e a frase divulgada foi “Entrevistados acham que as mulheres de roupas curtas merecem ser estupradas”. Esse “Instituto” pergunta uma coisa e divulga outra completamente diferente.
    IPEA: Inventar Pesquisas Erradas e Absurdas.

  14. Noob Saibot

    6 de abril de 2014 em 17:56

    O mais estranho disso estar se repercutindo agora, pois isso sempre aconteceu todos sabiam, agora eu me pergunto quando sai uma possível CPI da Pétrobras e CPI da CPTM, ambas com valores de 1 bilão de superfaturamentos ambas dos dois partidos mas populares no país, isso acaba ficando em evidencias em todos os lugares, é por isso que eu acho estranho.

    IPEA o diretor dessa bagaça pediu demissão pq eles erram na matéria, agora um órgão desse tipo ter um erro grotesco assim que é cabuloso.

    PQ fazer uma pesquisa se mulher usa roupa pequena ela quer ser estuprada ? tem que ser muito animal pra fazer uma pesquisa dessa mano.

    Fica ai minha reflexão…

    • 3 Hits

      6 de abril de 2014 em 18:05

      Concordo que a pesquisa foi ridícula, muito pelo fato das perguntas feitas. E eu tava sabendo do escandalo da petrobras tambem. A impressão que dá, é q a pesquisa foi feita pra abafar esse caso. Tao falando do escandalo da petrobras e de repente todo mundo esquece disso misteriosamente. Muito estranho não?

      • Noob Saibot

        6 de abril de 2014 em 18:24

        Estranho é pouco…

  15. Wagner

    6 de abril de 2014 em 17:36

    Tantos casos de mulheres devidamente vestidas sendo estupradas e agora vem e meio que colocam a culpa dos estupros nelas. Concordo plenamente que tem mulher que deveria se vestir de maneira mais comportada, mas isso não justifica tais abusos contra elas.
    Isso é coisa de gente mentalmente perturbada ¬_¬’

  16. Allen Walker

    6 de abril de 2014 em 17:31

    Tenho quase certeza que daqui desse post vai sair um MDS.

    • Marvelunatico

      8 de abril de 2014 em 06:48

      “Quase certeza”?
      Ou tem certeza ou não tem 😛

  17. Thiago.

    6 de abril de 2014 em 17:30

    ” Se for bonito não é estupro ”
    [img]http://leninja.com.br/wp-content/uploads/2014/03/metrozeros.jpg[/img]
    flw

    • Angie

      6 de abril de 2014 em 17:50

      Não generalize vlw flw, não é porque duas mulheres são estupidas e não se dão o valor, ao ficar se oferecendo e querendo dar pro cara dentro do metro só porque é bonito, que todas as outras vão ser assim, me poupem… Eu pelo menos não me encaixo nisso ai não.

      • Angie

        6 de abril de 2014 em 18:21

        Eu sei que infelizmente a maioria das mulheres pensam desse jeito e sinto vergonha disso, falei “duas” ali em relação ao comentário do Thiago apenas.
        Mas mesmo que a maioria pense assim, as que não partilham da mesma opinião não merecem ser condenadas junto com essas retardadas, só mulheres completamente idiotas pensam dessa forma, e generalização não é legal em contexto nenhum.

        • Zeref

          6 de abril de 2014 em 23:14

          Eu falei isso de zuera mesmo agora vo dormi

        • Thiago.

          6 de abril de 2014 em 18:34

          Sendo que ali só tem duas, e as outras que não falam nada ? …
          ” Toda generalização é apenas um ponto de vista de milhões de ponto de vista “

      • el chupacabra

        6 de abril de 2014 em 18:10

        é uma pena pois não é bem assim

      • Zeref

        6 de abril de 2014 em 18:09

        Mas ali foram mais de duas mulheres e,numa pesquisa geral a MAIORIA diz a mesma coisa “Se é gostoso pode,se é feio é estupro” daí dexa rola e dpos q fica traumazida ou gravida ou com DST aparece no Datena

      • Kuzan

        6 de abril de 2014 em 18:03

        Não são só duas são varias, porém não todas, bando de hipócritas…

    • Jeff Dantas

      6 de abril de 2014 em 17:37

      Ah, não é possível! A pessoa não tava falando sério! Quer dizer então, que se o cara for bonito, tudo bem????

      • ultramen Tiga

        6 de abril de 2014 em 19:02

        se pensar direito o cara quer estuprar a mulher mas se a mulher estiver gostando não vai ser estupro correto?
        a lôgica está quebrada o tecido do espaço/tempo está se deteriorando,may God’s wrath shine upon your foes!

      • Zeref

        6 de abril de 2014 em 18:05

        Mas SEMPRE foi assim e SEMPRE SERÁ,ser bonito pode TUTÔ dsd ganha cargo importante sem nem ta concorrendo a crimes sexuais q serão permitidos se vc for LINDÃO/GOSTOSA

      • Thiago.

        6 de abril de 2014 em 17:50

        Se for feio é estupro
        Se for bonito está tudo bem
        Foda-se a lógica.
        [img]http://jesusmanero.blog.br/wp-content/uploads/2013/09/20130926polemica_est.jpg[/img]

        • King sloth

          6 de abril de 2014 em 18:21

          Desci da minha arvore-castelo- pra ver essa zoeira e acabei me arrependendo volto no ano que vem.

          • Zeref

            6 de abril de 2014 em 23:14

            LOL

      • 3 Hits

        6 de abril de 2014 em 17:43

        Uma pena, mas é só o que há. Vi um caso uma vez que uma mulher traída, planejou com as amigas cortar o negócio do cara fora. E conseguiu. Nos comentarios da matéria, só o que tina eram mulheres apoiando ela, que devia fazer era pior. O problema disso tudo não está apenas no homem, ou na mulher. Está em toda a sociedade.

  18. Allen Walker

    6 de abril de 2014 em 17:27

    Deixa eu ir estrupar umas mina ali que a sociedade me protege vlw flw.

    HUEUUHEHUEUHE é brinks não precisam vir com discurso moralista nem xingamentos ta pessoal.

    • Marvelunatico

      8 de abril de 2014 em 06:50

      Piupiu do Allen?

      [img]http://2.bp.blogspot.com/-mYgbsIxFFH8/UzCcmWvYrBI/AAAAAAAAEpQ/HPl5DsUwVDA/s1600/Armas_favela_brasil+%25283%2529.jpg[/img]

      [img]http://1.bp.blogspot.com/-RoJy-DtrMBA/UzCcjGcL4_I/AAAAAAAAEo4/zKW2bCUYLPk/s1600/Armas_favela_brasil+%252812%2529.jpg[/img]

      HUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUE

  19. Repede

    6 de abril de 2014 em 17:25

    Interessante,a vítima agora é a culpada.

  20. Jeff Dantas

    6 de abril de 2014 em 17:21

    E claro, em meio a tudo isso, tem pessoas que só querem se aparecer. Essa aqui é exemplo: http://extra.globo.com/incoming/12042994-490-f62/w448h673-PROP/geisy-arruda-campanha.jpg

    • derpy hooves

      6 de abril de 2014 em 18:07

      hey voce recebeu minha materia?

      • derpy hooves

        6 de abril de 2014 em 18:47

        por favor responda

        • Anubis

          6 de abril de 2014 em 21:50

          Ele recebeu cara, só não que te deixar triste…

          • derpy hooves

            7 de abril de 2014 em 14:08

            o que você quer dizer?

          • Anubis

            7 de abril de 2014 em 14:15

            Nada não man, só to te zuando…

    • Allen Walker

      6 de abril de 2014 em 17:27

      Quem é essa porra ai?

      • Jeff Dantas

        6 de abril de 2014 em 19:05

        Geisy Arruda!!! hauahaha

    • el chupacabra

      6 de abril de 2014 em 17:23

      sim pois maria da penha não precisou tirar a roupa para se vangloriar apenas lutou pelo o direito da mulher

  21. 3 Hits

    6 de abril de 2014 em 17:09

    Mesmo com o conserto da pesquisa, 26% da população que concorda com esta pergunta, é um número absurdo. Equivale a uns 50 milhões de pessoas aproximadamente. A sociedade brasileira é machista, de certa forma. É algo enraizado. Existem muitos (e muitos mesmo) homens que olham toda e qualquer mulher como um objeto, do tipo que se é pegável ou não. um pensamento ridículo, grotesco, nojento e infantilmente atrasado. É percebido isso no fato de que os homens que tentam ser legais com as garotas e as respeitam, acabam, muitas vezes, chamados de viadinhos e tal. E muito desse machismo, está incutido na própria mulher, que culturalmente acabou recebendo essa carga de ensinamento desde sua formação. Se tem uma solução, eu não sei, pois é algo muito complicado. Diminuir e erradicar pensamentos ultrapassados destes é complicado, pelo enraizamento na sociedade brasileira. E muito disso se deve pela grande falta de educação e facilidade de alienação de grande parte da população, uma pena. Torço que, pelo menos, com o escancaramento de situações horríveis como esta, como o ecoxamento e os estupros, se reduzam, e que a sociedade brasileira entenda que, em nenhuma situação ridícula destas, a vítima tem culpa.

    • el chupacabra

      6 de abril de 2014 em 17:25

      é tudo uma questão de perspectiva pois eu vi uma vez onde tinha um segurança bonitão e tal e nos comentários a mulheres pediam para serem “estrupadas”

      • 3 Hits

        6 de abril de 2014 em 17:39

        Pois é, como eu disse ali. O machismo não está apenas no homem.

    • Mutley

      6 de abril de 2014 em 17:24

      foram entrevistadas 3.810 pessoas em 212 cidades , isso não da pra levantar nenhuma discussão levando em conta que desses 3.810 só 21% tiveram essa opinião , por isso eu disse no outro comentário , que deveriam ter dados como o nível de educação das pessoas entrevistadas …

      • 3 Hits

        6 de abril de 2014 em 17:38

        Pois é. Mas tipo, depois que saiu os 65%, eu n confiei muito não. Fui pesquisar, e encontrei pesquisas da USP de anos anteriores, bem masi organizadas, produzidas que pelo IPEA. Os dados dela são bem parecidos com essa correção ai. Uma coisa eu concordo muito c vc, essa pesquisa, ainda assim, não é confiável. Se tu for ver as outras do IPEA, tu vai ver o absurdo que são essas pesquisas, que parecem ser encomendadas pelo governo do PT.

      • Mutley

        6 de abril de 2014 em 17:30

        *26%

  22. Mutley

    6 de abril de 2014 em 17:08

    Sério sem preconceito , mas pergunte qual região ou lugar do País contribui mais para os 65,1 % , qual era o nível educacional das pessoas que foram entrevistadas ?

    • 3 Hits

      6 de abril de 2014 em 17:12

      Pois é, com o erro da pesquisa, percebeu-se que não é tudo isso. mas isso ainda é um número quantitatico de pessoas muito alto. Uma pena.

  23. Hosheas Jr

    6 de abril de 2014 em 17:05

    Esses dados estão errados. O próprio instituto reconheceu o erro, segundo o Ipea o índice é de 26% e não 65%, vejam o link: http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2014-04-04/resultado-de-pesquisa-sobre-ataques-contra-mulheres-estava-errada-diz-ipea.html.

    • Mutley

      6 de abril de 2014 em 17:11

      Bom, com isso acabou a discussão , eu acho …

    • Jeff Dantas

      6 de abril de 2014 em 17:08

      Sim.. mas nesse caso, a questão vai além. Já pensou, se as pessoas começarem a agir por contra própria? O caos que não vai se transformar?

      • Hosheas Jr

        6 de abril de 2014 em 17:19

        Concordo plenamente, só corrigi os dados, mas tenho minhas dúvidas quanto a legitimidade dessa pesquisa, mesmo assim os dados ainda são muito altos, é uma estupidez tal pensamento. Uma mulher andar com roupas que acentuam sua sensualidade não caracteriza um motivo pra um pensamento tão esdrúxulo. Aqui onde moro, faz um tempo já, uma mulher, acho que deu uns paranauês nas ideias dela que ela saiu peladinha em praça pública, andando de bicicleta, parecia que estava em uma praia de nudismo e nem por isso os caras fizeram alguma coisa com ela.

      • 3 Hits

        6 de abril de 2014 em 17:11

        pois é Jeff. Pelo meu comentário ali embaixo que acabei de fazer, explico oq acho disso. podem ser “só” 26%. MAs 26% de 190 milhões é 49,4 milhões de pessoas. E pensar que tudo isso de gente pensa desta forma, nos faz pensar: em que mundo estamos?

  24. 3 Hits

    6 de abril de 2014 em 17:00

    Só avisando, a matéria deve ter sido escrita antes de quinta. A IPEA errou, o número correto dos 65% era de 26%. Anunciaram o erro, e isso causou a demissão do diretor da IPEA, uma coisa assim. Não estou dizendo que isso é bom. Vou fazer um comentário separado deste pra explicar oq acho dessa situação.

  25. Nell Murakami

    6 de abril de 2014 em 16:56

    Então nós somos as culpadas?

    • Jeff Dantas

      6 de abril de 2014 em 17:06

      Não, de maneira alguma! O que eu disse, é que existem pessoas sem a mínima educação. Em alguns casos, sem o mínimo preparo e caráter. Daí, esse tipo de coisa. Como se as mulheres fossem objetos, ou apenas “corpos”. O que me pergunte é: e se fosse a mãe dessa pessoa, desse “encochador”? Seria que ele gostaria desse tipo de coisa?

      • Anubis

        6 de abril de 2014 em 21:57

        Cara, não se pode argumentar contra mulheres na rede, ou seremos “machistas”.

  26. Jeff Dantas

    6 de abril de 2014 em 16:52

    Bom, no fundo, é tudo uma questão de educação. E mais do que isso, de respeito ao próximo. http://www.conexaojornalismo.com.br/fotos/encoxada-465x268_link.jpg

    • BR BR Huehuehue

      6 de abril de 2014 em 19:28

      tem mulher que gosta de dar ré na mandioca, eu mesmo sofri, me senti abusado, já que a mulher se esfregou no meu pénis durante varios quilometros no busão.

      • Marvelunatico

        8 de abril de 2014 em 06:45

        HUEHUEHUEHUEHUE BR SEMPRE BR

        • BR BR Huehuehue

          8 de abril de 2014 em 13:17

          mulher facilmente pode ferrar a vida de um homem ela possa sarrafar na mandioca e depois fala que você ta molestando ela, tu vai ta de pau duro e ninguem acreditará em sua versão.

          • Marvelunatico

            8 de abril de 2014 em 13:35

            HUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUEHUE
            “tu vai ta de pau duro e ninguem acreditará em sua versão.”
            faz sentido kkk

          • Night Angel

            8 de abril de 2014 em 13:39

            Muito sentido mesmo

          • Night Angel

            8 de abril de 2014 em 13:33

            Vdd

  27. el chupacabra

    6 de abril de 2014 em 16:51

    apenas acho que desvaloriza a mulher em todos os sentidos ser um outdoor publicitário para idiotizar uma utopia

91 Comentários
mais Posts
Topo