Monte a sua matéria: Reflexões sobre a vida #164

Pois é, e mais uma vez, todos os temas são aceitos! Política, esporte, religião. Enfim, sinta à vontade ok? O e-mail de contato: [email protected]! A todos, uma excelente leitura!




Reflexões sobre a vida




Por: JW

sciencereligion

Fomos colocados no mundo sem pedir por isso, alguns com mais e outros com menos, temos diferentes tipos de pensar e diferentes sonhos, alguns de nós acreditam que foi por causa de um criador e outros que foi por conta de uma grande explosão e muita sorte.

Por enquanto não conseguimos descobrir quem ou o que nos colocou aqui, temos algumas provas que o universo foi criado a partir do Big Bang e que estamos aqui graças à evolução, porém, essas provas não têm como refutar a existência de um criador que esteja ou não por trás de tudo isso.

Tentamos tanto que podemos chegar à conclusão de que não é possível descobrir isso de forma definitiva, cabendo a cada um decidir no que acredita. Algumas perguntas não têm resposta e isso não é o fim do mundo, temos apenas que aceitar isso e partir para perguntas mais frutíferas.

Uma boa pergunta é o que podemos fazer com essa grande oportunidade que nós foi dada, bom até onde eu saiba podemos fazer tudo com ela. Penso que essa oportunidade é boa de mais para passar a vida criticando e atrapalhando os outros, persistindo no mesmo erro, criando teorias sem fundamentos e jogando tempo fora.

A vida não tem sentido para algumas pessoas porque essas não perceberam que quem deve dar sentido a vida são elas mesmas e não um grupo de cientistas ou mesmo um criador.

  1. Greg

    24 de fevereiro de 2015 em 14:13

    “BUgs no minilua…
    Ha quanto tempo está acontecendo isso?, qual a causa? … o que deveria ser feito para voltar ao normal? … sexta no globo reporter
    [img]http://poracaso.ocponline.com.br/wp-content/uploads/2014/08/globo-reporter-10.jpg[/img]

  2. Marttin Lothus

    24 de fevereiro de 2015 em 03:39

    o sentido da vida depende do idioma escrito, por exemplo se for em português é da esquerda pra direita mesmo .-.

  3. ErlyJy

    24 de fevereiro de 2015 em 00:44

    3 Dias sem postar NADA??? Pode isso Arnaldo??

    • Blue

      24 de fevereiro de 2015 em 00:59

      Ainda devem estar arrumando tudo, acho que o problema foi sério.

      • ErlyJy

        24 de fevereiro de 2015 em 01:02

        O bug é big hehe

  4. chapolim do mal

    23 de fevereiro de 2015 em 13:54

    Eu acho que não existe um sentido a vida, a vida que dá sentido a ela própria, dependendo de como vc vive a vida vai ter um sentido.

  5. chapolim do mal

    23 de fevereiro de 2015 em 13:52

    Que bug horrível, lá fora está sem posts novos e ainda em 5 comentários.

    • Blue

      23 de fevereiro de 2015 em 16:58

      Aqui também, os mesmos posts com o mesmo número de comentários, parece que não postam há dias, os posts novos deveriam aparecer lá, mas, nada, parece que a página inicial do Minilua parou no tempo, espero que resolvam logo esses bugs.

      • Greg

        23 de fevereiro de 2015 em 20:46

        ta bugadão mesmo

  6. Greg

    23 de fevereiro de 2015 em 12:38

    Eu acredito em Deus e pronto, mas tambem não fico quebrando a cabeça tentando achar uma prova que Deus exista,
    Na verdade é a FÉ que faz acreditar em Deus, senão seria muito simples… sei lá se bem que no velho testamento tinha prova concreta que Deus existia e mesmo assim o povo fazia merda… ah sei lá …. esses assuntos são dificeis …rçrç

  7. Max_Power

    22 de fevereiro de 2015 em 16:54

    Haha!excluiram meu coment é?não aguentam criticas?

    • Max_Power

      23 de fevereiro de 2015 em 15:09

      …….

    • Greg

      23 de fevereiro de 2015 em 12:40

      vc deve ter zuado muito cara… Vou orar por voc3e

  8. Lucas Rodrigues

    22 de fevereiro de 2015 em 14:05

    Gostei do texto, apesar de curto e apresentar umas obviedades. A frase final resume-o. No meu caso, quanto mais tento redescobrir o sentido da minha vida, mais as adversidades tentam me provar que não há um. Mas concordo com a frase e acho fortalecedor. Na tentativa de descobrir o seu sentido da vida não é bom cumprir o papel de “Maria vai com as outras”.

  9. Mutley

    22 de fevereiro de 2015 em 13:43

    Cara a minha maior dúvida não é nem sobre dar um sentido a vida , e sim o que esperar lá no final dela , pois todos nós morremos , essa é a única ”verdade absoluta” , o foda é saber o que acontece depois disso , não acredito que as pessoas realmente pensem ”vou viver minha vida , pois amanhã pode ser o último dia” , último dia do que ? , de algo incerto ? , eu não sei vocês , mas eu não encaro a morte como o fim da vida , e não , o que eu penso não tem nada ligado a crenças ou religiões , eu apenas permaneço em um estado de dúvida , pois não sei o que realmente a morte representa , porque essas mesmas pessoas que acreditam na morte como um fim derradeiro , também encaram ela com medo .

  10. Karamelo

    22 de fevereiro de 2015 em 08:21

    Eu só me preocupava com o sentido da vida quando eu era católico, e muitas vezes por culpa de textos que lia na internet.
    Agora eu só penso em aproveitar oque está disponivel no meio em que vivo, sem procurar um sentido para aquilo que eu faço ou deixei de fazer.

    • Tolerância Zero

      22 de fevereiro de 2015 em 18:29

      Acho que o sentido da vida de um caramelo é ser comido.

      • Karamelo

        22 de fevereiro de 2015 em 20:21

        Deve ser, mas eu não tô afim de passar por essa experiencia ‘-‘

  11. Gabriel Frigini

    22 de fevereiro de 2015 em 00:48

    polêmica…

  12. Carlos Souza

    21 de fevereiro de 2015 em 23:44

    Bug monstro no minilua hj, só digo isso:
    https://sentadonacadeira.files.wordpress.com/2012/07/keepcalm.jpg

    • DCemblemático

      22 de fevereiro de 2015 em 03:36

      Ja é a segunda vez desde que eu fiz a conta no minilua que acontece isso ‘-‘ he-he-he

  13. André Silva

    21 de fevereiro de 2015 em 23:09

    Rapaz, até que enfim o site voltou ao normal. Gostei da matéria, eu esperava mais, poderia ter sido maior, mas gostei.

  14. Jeff Dantas

    21 de fevereiro de 2015 em 22:46

    Ufaaaa! Agora sim, o site tá normal…:)

  15. Blue

    21 de fevereiro de 2015 em 16:29

    “Algumas perguntas não têm resposta e isso não é o fim do mundo, temos apenas que aceitar isso e partir para perguntas mais frutíferas.” Não, devemos continuar buscando as respostas, estudando, as perguntas tem respostas, evoluímos por causa dessas perguntas, humanos são curiosos, essa é uma das qualidades que nos trouxeram até aqui.

    • Wayne Griffin

      22 de fevereiro de 2015 em 00:10

      É verdade , não sei porque ele mencionou a nossa maior questão de pergunta pouco ”frutífera”, é compreender nossa história que sempre nos levou ao futuro.

    • Caciano Genz

      21 de fevereiro de 2015 em 23:28

      ah cara, um pouco de super ego, não faz mal a ninguém.. ou será que faz? .-.

  16. Caciano Genz

    21 de fevereiro de 2015 em 15:06

    Se a vida não tem sentido, você cria um sentido pra ela, vira ateu, panteísta, cristão, budista, iluminai, satânico, cientólogo, até da pra criar sua própria crença religião ou ceita. Mas ficar reclamando do sentido da vida ou achar que sabe verdeiro sentido dela (achar que a sua crença é verdadeira), É COISA DE BABACA! E o melhor conselho que posso dar é: NÃO SEJA UM BABACA!
    .
    Tchau!

    • Alfred Edmund

      21 de fevereiro de 2015 em 22:35

      esse negocio sobre achar q sua crença é a certa,nao tem nada de errado nisso,nao sei pqs vcs reclamam tanto,se a pessoa acredita naquilo,entao pra pessoa é a certa acima de qualquer outra

      • Caciano Genz

        21 de fevereiro de 2015 em 23:26

        eu estava me referindo a impor a crença, pra mim ela é a crença certa, mas possivelmente não é a crença certa para outra pessoa.. ficar teimando tentando em discutir com uma crença contraria a sua é idiotice, alem de que um ofende o outro, em uma discussão sem sentido.

    • Greengineer

      21 de fevereiro de 2015 em 16:05

      Este video do Porta dos Fundos ilustra parte do texto: https://www.youtube.com/watch?v=t11JYaJcpxg

    • Jeff Dantas

      21 de fevereiro de 2015 em 15:44

      Então..muitas vezes, há uma série de questões envolvidas. O meio da pessoa, as amizades, os valores que ela possui. No meu caso, pelo menos, tenho amigos de todos os estilos.. E é aquilo: se a pessoa se sente bem assim: sendo ateu, religioso, dogmático, eu respeito. O que eu não acho saudável, e nunca achei, é tentar impor uma opinião, como se esta estivesse acima do bem e do mal. Nesse ponto, eu discordo totalmente.

      • Greengineer

        21 de fevereiro de 2015 em 15:53

        Sai deste corpo que não te pertence

32 Comentários
mais Posts
Topo