Monte a sua matéria: Amor mórbido #38

E antes de tudo, gostaria de agradecer a cada um dos participantes.Acreditem, sem vocês, o quadro não seria nada. Agradecimento feito, vamos ao conto desta semana. Preparados? Vamos a ele…

Amor mórbido

Por: Darkness (P.N. S)

Ela é perfeita, posso fazer dela o que eu bem entender acariciá-la, beijá-la, lhe cortar em pedaços, a desmontar e a montar novamente como uma boneca, está certo que não há graça em torturá-la, afinal não poderei ouvir seus gritos de desespero, seu olhar assustado, e sentir seu sangue quente em minhas mãos, mas em compensação posso guardá-la para sempre, afinal não era esse o seu desejo? Sei que cometi um crime frio, mas eu só queria realizar seu ultimo desejo.

Eu a conheci na faculdade me recordo perfeitamente da doce sensação de sentir seu perfume, seus olhos azuis a me encararem, seu belo sorriso e seus longos cabelos loiros a voar ao vento, e da primeira vez que ouvi seu belo nome:  Jenifer… Ah! minha bela Jenifer!

- Eu te amo! Te amo mais do que tudo na vida!_ essas doces palavras que ela pronunciara para mim seguidas de um beijo cinematográfico, essa foi a primeira de muitas declarações de amor… Apenas palavras jogadas ao vento… Palavras que entraram em meu coração, mas que não passavam de uma grande ilusão… Ilusão da qual eu acreditei fielmente e a julguei como a mais doce das verdades, talvez esse seja nosso maior problema, passamos a vida seguindo tudo aquilo que julgamos ser “correto” e “verdadeiro” isso é o que chamamos de “realidade”, mas e se essa “realidade” não passar de um ilusão?

E se o amor que uma vez lhe foi dado na verdade nunca lhe pertenceu? E se o amor não passou de uma ilusão? Talvez seja isso o amor, uma ilusão, você pode imaginar a dor de perceber que tudo foi uma ilusão? A dor de descobrir uma traição? Quero ficar junto ao seu lado para sempre! ela me disse uma vez.

- Me desculpe, mas tudo entre nós chegou ao fim_ foi o que ela me disse quando a vi nos braços de outro, ela me traiu! Pode imaginar quão grande é a dor de ver a pessoa amada nos braços de outro? “Tudo entre nós chegou ao fim” ela disse, mas e o “para sempre” que ela mencionou? O “para sempre” não deveria ser eterno?

Naquela noite senti o mundo desabar diante de mim, com imensa dor em meu coração tomei uma decisão, de um jeito ou de outro ela será minha para sempre!

Nesta mesma noite resolvi agir, afinal é na calada da noite que as pessoas cometem atos que não devem ser vistos por nenhum outro olho humano, entrei em seu apartamento, ela dormia tranquila em sua cama, primeiro eu a acordei, queria ouvir seus gritos de desespero, queria ver seus olhos azuis assustados enquanto eu lhe tirava o seu precioso sangue, a amarrei na cama, esses olhos… Esses belos olhos azuis… Agora serão meus! Ela roubou meu coração, nada mais justo do que eu lhe roubar o coração também! Seu coração estava em minhas mãos, seu sangue quente escorrendo pelos meus dedos, ela é toda minha!

Limpei cuidadosamente seu corpo e troquei suas vestes ensanguentadas, ela estava perfeita, tão linda, parecia estar dormindo em um sono profundo, mas talvez a morte seja realmente um sono profundo, um sono do qual jamais se desperta, a deitei sobre a cama, acariciei seu corpo pálido, beijei seus lábios frios e sem vida, eu a despi, abaixei minhas calças e penetrei em seu corpo… seu corpo frio e sem vida, tive um prazer jamais sentido, nunca fora tão bom assim, eu sei que vocês talvez não me compreendam, que talvez me achem louco, sei que o crime que cometi não tem perdão, mas para ficar junto ao lado dela sou capaz de cometer o mais insano se todos os pecados.

E eu a tenho guardada comigo, talvez seja o remorso que começa a tomar conta de minha mente me fazendo delirar, mas por uma fração de segundos eu tive a nítida impressão de vela piscar, de ver seus olhos sem vida me encararem, desci as escadas, já sabia de meu destino, sentei no sofá e esperei, ouvi a porta do quarto se abrir, ouvi passos nas escadas, eu já sabia, eu apenas estava esperando ela surgir, descendo as escadas, os passos continuavam…

Ela estava cada vez mais perto… Mais perto… Mais… perto, ela me levará, me levará para um lugar de dor e sofrimento inimagináveis a mente humana, ela me arrastará para o inferno, eu sei disso… Mais perto… a sinto cada vez mais perto, já posso ver seus delicados pés descalços descendo as escadas, ela me levará para junto dela, onde serei eternamente seu, ela está perto… Mais perto… mais… perto…

  1. Arceus Levignin

    23 de novembro de 2013 em 13:17

    Quando comecei a ler isso começou a tocar a musica “Made of Stone” do Evanescence… Me senti o maior emo do mundo…

  2. João Fernandes

    2 de julho de 2013 em 16:58

    Olha o cara, ele é necrófilo.

  3. Psycho The Cat

    8 de junho de 2012 em 05:17

    Já pelo titulo já sabia que tinha necrofilia.    8-0Se ao inicio do ato o corpo do defunto(fêmea) ainda estiver quente ao final da ejaculação o pênis ficara preso dentre da vagina por causa do “rigor mortis”. Ai é problema do desgraçado…
    SUPER VERDADE;”calada da noite que as pessoas cometem atos que não devem ser vistos por nenhum outro olho humano”

  4. VanDrak SubZero

    8 de junho de 2012 em 02:18

    Gostei da História! Bem Sombria XD
    Cuidado que ela pode estar mais perto de vc,,,

  5. Fernanda Baptista

    7 de junho de 2012 em 20:18

    Interessante 🙂 Me lembra um pouco a letra e o clipe de ”A Little Piece Of Heaven”…

  6. Gaby

    7 de junho de 2012 em 18:59

    O começo foi até bom… mas n gostei do final =)

  7. Mari Siqueira

    7 de junho de 2012 em 18:39

    Texto bom *-*

  8. Um qualquer

    7 de junho de 2012 em 15:58

    O final foi meio esquisito.
    Sem falar que estas histórias góticas se parecem muito uma com a outra.

  9. Thiago

    7 de junho de 2012 em 15:58

    e a minha matéria jeff?

  10. Zóio verde

    7 de junho de 2012 em 14:14

    O final foi sem graça,tinha q ter mais coisa…

  11. Carol Nukenin

    7 de junho de 2012 em 11:40

    A história é realmente muito boa e criativa…
    Mas tinha tantos erros de pontuação que me deixou perplexa…
    Fora isso, gostei. =)

    • Jeff Dantas

      7 de junho de 2012 em 14:26

      Então, Carolzinha, em casos assim, eu não posso fazer muitas edições. Caso contrário, a história perde o sentido. O que posso sim, é separar o texto por parágrafos, e verificar a pontuação. 🙂

      • Carol Nukenin

        7 de junho de 2012 em 15:24

        Eu entendo. Mas é que a pontuação faz MUITA diferença no texto. Muda até o sentido, como vc disse. =)

    • Iron Man

      7 de junho de 2012 em 13:22

      Eh culpa do jeff… ele que edita kkkkk

  12. The little PAULA

    7 de junho de 2012 em 11:27

    Uhuuu! postaram a minha história! 🙂

    • Metalborn (saudades do ano passado)

      7 de junho de 2012 em 13:44

      Parabéns, você é uma ótima escritora 😀

      • Metalborn (saudades do ano passado)

        7 de junho de 2012 em 13:46

        Double comment, uhuu……

    • Metalborn (saudades do ano passado)

      7 de junho de 2012 em 13:30

      Parabéns, você é uma ótima escritora 😀

    • Pedro

      7 de junho de 2012 em 13:08

      então é isso_ muito boa a história_cheia de underlines e reticências_kk

      muito bem_xD

  13. Dinha Esteves

    7 de junho de 2012 em 11:23

    Legaal o texto ^^

  14. Iron Man

    7 de junho de 2012 em 11:22

    EBA!!!
    leguei de novo o/ o/ o/ o/ o/ o/ o/ o/ o/ o/ o/

    O texto foi maneiro pareceu que foi a mesma garota que escreveu o outro texto gotico.
    🙂

  15. Darkness

    7 de junho de 2012 em 00:17

    Hm, interessante que alguém mais que use o pseudônimo de Darkness… Não fui eu que mandei, não tenho talento para escrever mesmo. Muito bom o texto!

  16. Davi Rodrigues

    6 de junho de 2012 em 22:21

    gostei da historia
    me lembrou A Little Piece of Heaven do Avenged Sevenfold

    • Ernandes,Conde de Melo

      6 de junho de 2012 em 23:25

      pensei a mesma coisa….

  17. Giovanni Garcêz

    6 de junho de 2012 em 22:07

    “…Julgamos ser “correto” e “verdadeiro” isso é o que chamamos de “realidade”, mas e se essa “realidade” não passar de um ilusão?”
    Essa parte do texto me lembrou o Itachi falando .-.

  18. PYRAMID HEAD

    6 de junho de 2012 em 22:04

    Amei demais o post… muito legal… principalmente agora que eu tô numa onda meio dark de ser xD
    Graças a meu vicio em silent hill :p

  19. Sou maggotinho Seu amiginho

    6 de junho de 2012 em 21:56

    ”Você decide se você pode viverOu você decide deixar que alguémDecida por você”

  20. Wagner

    6 de junho de 2012 em 21:48

    Será que agora sossega de vez esse negócio de logar e não logar?

    • TENSEI

      6 de junho de 2012 em 21:59

      tanto tentei logar, que acabei desistindo…
      uma meia hora depois voltei pro minilua,
      e magicamente estava logado!

    • Hyoga Yukida

      6 de junho de 2012 em 21:59

      vc tb tah com dificuldade de logar? ‘-‘

  21. Wagner

    6 de junho de 2012 em 21:41

    Finalmente logou aqui…
    E não gostei do texto ‘-‘

  22. TENSEI

    6 de junho de 2012 em 21:41

    FINALMENTE CONSEGUI LOGAR
    TO CLIKANDO, E NÃO DA EM NADA

  23. Roberta Duarte

    6 de junho de 2012 em 21:19

    Eu vendo posts ”Monte sua Matéria”  :

    ( ) Leio e me interesso pelo assunto abordado 

    ( X ) Só comento

  24. Harima Kenji

    6 de junho de 2012 em 20:58

    Preguiça de ler :/

    • Goku

      6 de junho de 2012 em 21:18

      somos 2

  25. 3 Hits

    6 de junho de 2012 em 20:55

    Caramba, muito massa. Mistura de romance, com assassinato, com psicopatia, com necrofilia. Valeu  Darkness.

  26. Seth .

    6 de junho de 2012 em 20:46

    ta osso esses bugs

    • Harima Kenji

      6 de junho de 2012 em 21:58

      Eu desisto, vo jogar angry birds … fui o/

  27. Lucas Kont

    6 de junho de 2012 em 20:38

    graças aos posts do jeff, alguem conheceu esse lindo fetiche, e esta compartilhando a sua experiencia com os leitores do minilua. é isso mesmo?

  28. Pedro

    6 de junho de 2012 em 20:32

    então ele se matou? `-´

  29. Metalborn (saudades do ano passado)

    6 de junho de 2012 em 20:31

    Wow parabéns, adorei a história 😀

    • Metalborn (saudades do ano passado)

      6 de junho de 2012 em 20:35

      Enfim meu comentário apareceu…. pensei que os bugs tinham acabado……..

  30. Me Obrigue

    6 de junho de 2012 em 20:31

    preguiça de ler …

    • Kouta H!'

      7 de junho de 2012 em 19:59

      preguiça de ler …²

  31. Jeff Dantas

    6 de junho de 2012 em 20:28

    Eu gostei do conto. Parabéns, Darkness. 🙂

    • Kisame Hoshigaki

      6 de junho de 2012 em 21:37

      Me da uma camiseta jeff =(

  32. Nosferatu Alucard

    6 de junho de 2012 em 20:23

    nada mal mas por que tanto _?
    #vampirobebao 

  33. Moda Foca

    6 de junho de 2012 em 20:23

    necrofilia é crime

    • Metalborn (saudades do ano passado)

      6 de junho de 2012 em 20:36

      Não no Egito…….

      • Joao Carlos Almiron Vieira

        17 de dezembro de 2013 em 05:11

        Nem na Russia

  34. Kisame Hoshigaki

    6 de junho de 2012 em 20:19

    Parabens 
    Darkness 

  35. Seth .

    6 de junho de 2012 em 20:19

    hamm achei q não tava conectada a conta 

  36. Vinicius Daiprai

    6 de junho de 2012 em 20:19

    sera que é isso mesmo?

  37. News Shooter

    6 de junho de 2012 em 20:18

    Parece ser um romance bom … 

    • Pedrão e as batata

      6 de junho de 2012 em 20:32

      mais um romance q é melhor q Crepúsculo

      • L

        6 de junho de 2012 em 21:30

        Qualquer coisa , independente do que seja é melhor que crepúsculo…

        • Sesshoumaru

          7 de junho de 2012 em 13:00

          Acordar no meio da noite pra ir ao banheiro e quando chegar lá encontrar a avó cagando no escuro não é melhor não. ._.

          • João Alberto

            7 de junho de 2012 em 13:30

            e isso é romance??

58 Comentários
mais Posts
Topo