Minilua

Monte a sua matéria: O fascinante universo Marvel #172

Pois é, e lembrando mais uma vez, que todos os temas são aceitos. O mais importante, claro, a sua participação. E-mail de contato: equipe@minilua.com! A todos, uma excelente leitura!

O Que Esperar do Universo Cinematográfico da Marvel

Por: Vinícius Salfer

O mundo, ou melhor, os empresários e as grandes produtoras descobriram um belo mercado onde podem ganhar, perdoem o meu “francês”, uma puta quantia de dinheiro e prestígio. Descobriram, entrincheirados nos sofá e em pilhas de quadrinhos com títulos que apenas eles mesmos conheciam, abraçados em produtos consequentes de velhas franquias e sujos apenas da devoção de seus proprietários, pessoas críticas com o que se passava fora de sua bolha cultural, porém, dispostas a abrir mão de convidativos valores monetários em troca de algo que suprisse essa falta da algo novo para doar todo o seu amor e carinho. Foi aí, observando os sucessos de antigas tentativas de atrair esse público, que, principalmente a Marvel Studios, deu início a um plano que iria revolucionar todo o cinema de massa.

A ideia era trazer o que dava certo nos quadrinhos e arrastar para um tipo de mídia maior, que arrastasse mais olhares e nádegas para esquentar os assentos de suas sessões. Tudo começou em 2000, com o filme do X-men, que mostrou que sim, histórias baseadas em quadrinhos davam certo no cinema atual. A dose se repetiu com a chegada do filme do Homem- Aranha.

Mas a percepção, o feeling dos grandes estúdios e das pessoas dispostas a abrirem a mão de uma quantia razoável – entende-se razoável algo grande o bastante para que não fique uma merda – ou seja, bem feito, para que, bem, quase uma aposta, de que esse era o mercado que sustentaria os herdeiros de seus herdeiros, veio um pouco mais tarde. A ideia de universo compartilhado não passa de um termo que apenas os mais fervorosos conheciam, mas que o mundo passou a conhecer com a chegada de “Homem de Ferro” em 2008.

De uma marca que teve que vender o direito de seus principais e mais rentáveis personagens como, “O Homem Aranha”, “X-Men”, “Quarteto Fantástico”, tudo para fugir do abraço apertado da falência, para uma gigante detentora de um dos universos mais rentáveis e famosos da história. Quem havia ouvido realmente falar do “Homem de Ferro” antes de 2008, do “Thor”, por deus, da “Viúva Negra”? Poucas pessoas, não minta você não conhecia. O fato é que o plano todo da Marvel, além de muito arriscado, foi genial e o melhor, veio na hora certa. Mesmo com filmes medíocres anteriores como os filmes do “Hulk”, a marca resolveu investir.

O sucesso do “Homem de Ferro”, o início desse império que a Marvel construía no cinema, foi algo enorme. O mesmo aconteceu com os filmes do “Capitão América” e “Thor”. Foi então que o mundo começou a perceber o que a Marvel estava querendo fazer com o anúncio do filme “Os Vingadores”. Tente entender, nos quarinhos, a Marvel era forte em títulos, já citados anteriormente, como: “O Homem Aranha”, “X-Men”, “Quarteto Fantástico”. “Os Vingadores” e seus integrantes eram personagens lado B da empresa, então o chute foi de longe, mas bem dado.  Enfim, tudo isso você caro leitor, já sabe, mas o que você pode não saber?

O universo da Marvel no cinema passou por fases bem definidas. Na primeira fase, temos os dois primeiros filmes do “Homem de Ferro”, o primeiro filme do “Capitão América” e do “Thor”, para encerrar com classe com o filme “Os Vingadores”. Estamos na segunda fase, onde já encontramos o não tão bom “Homem de Ferro 3” de um Tony Stark chateado,  o mais ou menos “Thor: O Mundo Sombrio”, que de um universo tão rico a ser explorado, continuam trazendo as tretas do Thor pra Terra, e o ótimo “Capitão América 2: O Soldado Invernal”, onde encontramos o fim da S.H.I.E.L.D.

Ainda nessa fase, a Marvel decidiu trazer um grupo de heróis lado C dos quadrinhos, foi no puta filme “Guardiões da Galáxia”, onde a Marvel disse “A gente sabe fazer as coisas, a gente sabe o que tá fazendo e a gente tá fazendo bem pra caralho”. Aqui também é encontrado último filme da Marvel “Os Vingadores: A Era de Ultron”, onde são apresentados novos Vingadores e que ao mesmo tempo é um fim de uma fase e uma desculpa para o início de outra.

Como alguns já sabem, a Marvel anunciou os filmes componentes de seu universo que iriam ser produzidos até 2019. A seguir vamos discutir um pouco cada um.

Homem Formiga (2015)

É o próximo filme da Marvel, o divertido trailer pode ser encontrado facilmente em qualquer lugar. É um filme que teve um parto difícil. Começou com a produção, roteirização e direção e Edgar Wright (Scott Pilgrim Contra o Mundo), que deixou o filme por diferenças criativas com a Disney e Marvel. O abacaxi ficou para Peyton Reed (Sim, Senhor). “Homem Formiga” contará a história de Scott Lang, um ladrão que terá uma segunda chance para com a sociedade vestindo o traje do Homem- Formiga, sob a tutela de Henry Pym, um dos fundadores do grupo Vingadores.

E como se dá uma segunda chance para um ladrão? Bem, o fazendo roubar de novo, porém, para um bom propósito. Essa é a premissa do filme, é onde Lang tem de roubar os planos e a tecnologia de seu uniforme antes que caia em mãos erradas. Você pode estar se perguntando o que de bom pode ter em um filme de um super-herói que simplesmente encolhe, mas aumenta a força e fala com os insetos? Bem, para esse tipo de pergunta resta uma resposta: É a Marvel, vai dar certo. Se eles fizeram um guaxinim falante perito em armas no espaço dar super certo no cinema, acho que um cara que fala com formigas não é um grande problema.

Capitão América 3: Guerra Civil (2016)

É aqui senhoras e senhores que se encontra o filme solo mais esperado da fase 3 da Marvel. “Guerra Civil” é um dos melhores e mais famosos arcos da Marvel nos quadrinhos. Nos quadrinhos, onde o filme se baseará, “Guerra Civil” conta a história de uma briga entre o Tony Stark (Homem de Ferro) e o Capitão América. O motivo da briga é uma consequência de uma missão que deu errado, onde muito civis morrem. O governo decide criar uma espécie de central onde todos os super- heróis deveriam ser cadastrados, com identidades secretas e tudo, para que o Tio Sam tivesse mais controle sobre os supers. Tony Stark concorda com isso, assim como vários outros heróis se juntam a ele.

Porém, O Capitão América não parece está muito afim dessa parada “ae”, então ele junta a sua galera que divide o mesmo sentimento. A briga começa. É um arco grande, com muitos personagens envolvidos, inclusive um que é principal é o Homem Aranha, que provavelmente dará as caras no filme também. Uma das suposições é que o motivo para a desculpa da intromissão do governo seja os eventos ocorridos em “Vingadores 2: Era de Ultron”. Bem, só mais um aninho galera.

Doutor Estranho (2016)

No final de 2016, seremos apresentados a mais um personagem alternativo da Marvel, o Doutor Estranho. Muito se comenta de que esse filme terá um tom mais sombrio do que os outros coloridos filmes do Universo da Marvel no cinema. Esse tipo de especulação se dá por, principalmente, dois motivos. O primeiro é por causa da temática esotérica tratada nas histórias do Doutor Estranho que será representada por Benedict Cumberbatch.

A segunda é por causa do currículo do diretor do filme Scott Derrickson, responsável pela direção de filmes como “O Exorcismo de Emily Rose” e “A entidade”. Doutor Estranho é o mago supremo da terra nos quadrinhos, contando com vários poderes mágicos, utensílios e feitiçaria para defender a terra. Não se sabe ainda para onde o roteiro do filme vai migrar, mas é um personagem com um universo rico e com muitas opções para se trabalhar.

Guardiões da Galáxia 2 (2017)

Sim, veremos Vin Diesel entoar de todas as maneiras possíveis “I´m Groot” novamente. A continuação desse grande sucesso da Marvel chega em 2017 pelas mãos de James Gunn, que também dirigiu o primeiro filme. De acordo com Gunn, a trilha sonora do segundo filme está melhor do que a primeira. Voltaremos a acompanhar as aventuras desse grupo de marginais intergalácticos com muito humor e lindas cenas do espaço. Há indícios de que a história desse segundo filme focará na busca de Peter Quill pelo seu pai.

Homem Aranha (2017)

Para a alegria de todos, depois de exaustivas negociações com a Sony, a Marvel finalmente conseguiu um acordo para conseguir usar o cabeça de teia em seu universo, em um reboot que desligará o personagens dos horríveis e confusos dois últimos filmes do Homem Aranha, “O Espetacular Homem Aranha”. Não há muito informações sobre esse filme, apenas que: O novo Homem aranha deve ter 15 ou 16 anos; Ele fará um bico em “Capitão América 3: Guerra Civil”; O título do filme deverá ser “Homem Aranha: O Novo Vingador” em tradução literal. Agora é só sentar e esperar a Marvel consertar a “cagada” da Sony.

Thor: Ragnarok (2017)

Thor vem se mostrando um personagem cada vez mais importante, principalmente no último filme dos Vingadores.  O problema com o Thor são os seus filmes solos. São filmes que parecem ser feitos simplesmente para apresentar uma coisa qualquer que vai ter realmente algum efeito em outros filmes. Por exemplo, o primeiro filme “Thor”, serviu simplesmente para apresentar, fora o próprio Thor, o Loki, vilão do primeiro filme dos Vingadores.

Thor tem um universo tão bom para ser explorado, principalmente por ele ter essa forte ligação com as gemas do infinito, mas seus filmes sempre o puxam para um tramazinha qualquer na terra, o que torna seus filmes os menos aproveitáveis do Universo Marvel. Talvez esse terceiro filme finalmente tenha o seu peso apresentado.

–  Os Vingadores: Guerra Infinita – Parte 1 (2018)      

É aqui que finalmente Thanos, sim, aquele cara roxo que apareceu na cena pós-créditos do primeiro Vingadores e mais um pouco no “Guardiões da Galáxia”, irá aparecer. Não se sabe ainda como será a adaptação dos quadrinhos para as telas, mas uma coisa é certa: Será grandioso. O filme, que foi dividido em duas partes, provavelmente contará a história de quando Thanos finalmente consegue completar a Manopla do Infinito com todo as jóias.

Esse é um tema central no Universo Marvel, já vimos algumas jóias nos filmes, como a que estava no cetro de Loki, no “Guardiões da Galáxia” também podemos ver, houve um vislumbre da manopla intacta no filme do Thor também. Mas afinal, o que é essa manopla? É uma luva de metal que quando completa com todas as jóias do infinito, dá ao usuário poderes além da imaginação, algo que aparentemente Thanos quer.

Há especulações de que finalmente veremos os Guardiões e os Vingadores juntos nesse filme. Já foi divulgado também que Thanos não será o único vilão do filme então se preparem para algo nervoso. Um teaser já pode ser encontrado na internet, onde vemos Thanos com a Manopla completa.

Pantera Negra (2018)

Depois de enlouquecer um pouco com a primeira parte do terceiro filme dos Vingadores, a Marvel nos leva para Wakanda. Wakanda é um país fictício na África, onde, além de ser rica em Vibranium, é um país incrivelmente desenvolvido por, contra todas as teorias antropológicas, não manter contato com o mundo, por isso se tornou tão diferente do resto do globo. Um lugar muito recorrente nas histórias da Marvel. É nesse pedaço de terra desenvolvido onde o Pantera Negra é o príncipe.

Um de seus principais vilões, Ulysses Klaw, já foi apresentado em “Vingadores: A Era de Ultron”, o que nos leva a crer que ele será utilizado novamente no filme solo do Pantera Negra. O príncipe de Wakanda não tem muitos poderes especiais além dos sentidos aguçados e de grandes conhecimentos em certas artes marciais. Não se sabe muito sobre esse filme, apenas que o papel principal será realizado por Chadwick Boseman.

Capitão Marvel (2018)

Ainda em 2018, a Marvel lançará o seu primeiro filme solo de uma super heroína. Muita se especulava que a Capitã Marvel seria apresentada no segundo filme dos Vingadores, dizem até que ela estava na primeira versão do roteiro, mas que acabou não acontecendo, deixando ela para ocasiões futuras. Nos quadrinhos seus poderes incluem super força e poder de voar.  Não se sabe muito sobre o filme.

Os Vingadores: Guerra Infinita Parte 2 (2019)

Continuação da parte 1, especulações dizem que a primeira parte acabará com os Vingadores em ruínas e nessa segunda parte a mesa virará.

Os Inumanos (2019)

Aqui a Marvel nos apresentará um novo grupo de Heróis, Os Inumanos. São descendentes de humanos normais que sofreram mutações genéticas conseqüências de experiências alienígenas. Nos quadrinhos são protetores da terra e vivem na lua. Seus principais integrantes são: Raio Negro tem extrema força, voa e não fala, pois sua voz e tão poderosa que destrói tudo; Medusa, seus poderes estão ligados aos seus cabelos (ah vá); Karnak, um grande mestre da arte da “porradaria” na cara; entre outros.

A Feiticeira Escarlate e o Mercúrio, apresentados no último Vingadores, serão Inumanos nos cinemas, já que a Marvel não pode usar a palavra “Mutantes” em seus filmes, pois pertence à Fox que detém os direitos dos X-Men. Vin Diesel vem mostrando indícios que podem ser apenas vontade, ou a coisa concreta mesmo, de que ele será o Raio Negro, já que o personagem não fala. Iria ser interessante, enquanto ele dubla “Groot”, ele faz o papel de Raio Negro.

E Na Tevê?

Séries nunca foram o forte da Marvel. A empresa tenta ligar os acontecimentos dos filmes nos acontecimentos das séries, como por exemplo: “Agents of S.H.I.E.L.D”. Porém agora, o quadro parece ser outro. A Marvel vem produzindo séries cada vez melhores, um bom exemplo é a sua nova séria feita em parceira com a Netflix, “Demolidor”. Uma série que vem arrancando boas críticas de tudo que é lado.

 

Esses fora alguns detalhes do que pode se esperar dos próximos filmes da Marvel, filmes que com certeza manterão a grandiosidade e a diversão, pois a Marvel aprendeu a fazer. Muitos estão tentando alcançar o seu sucesso, mas até agora Stan Lee e seu pessoal ainda estão lá em cima vendo os concorrentes tropeçarem lá embaixo. Mas no final, quem ganha são os fãs, e nunca houve uma época melhor para ser fã de Super Heróis quanto agora.

P.S: Se essa matéria tiver um feedback legal e eu tiver um tempo massa, vou fazer a parte dois, “O Que Esperar Do Universo Cinematográfico da DC”.