Minilua

Monte a sua matéria: A intolerância está no ar #94

Pois é, e para enviar o seu texto, é muito fácil: Para tal, envie para: equipe@minilua.com! A todos, uma excelente leitura!

A intolerância está no ar

Por: 3 Hits

A sociedade muda com o passar do tempo, alterando economia e costumes, desde a sedentarização do homem até a formação dos mais ricos, poderosos e organizados países do mundo atual. Cada vez mais é fácil ver que certos preconceitos, certas rixas de outrora estão manifestando-se apenas pelas pessoas mais idealistas e fanáticas que, acham que sua opinião é a única correta. Pobres tolos de mente fechada.

Muitos necessitam de algo além da sua compreensão para que, possam viver mais sossegados ou possam buscar apoio nos momentos mais delicados de suas vidas. Sobram religiões para que as pessoas escolham a que mais se adequar às suas crenças. Mas será que alguma delas está correta? Ou todas estão erradas? Nem uma nem outra. No que alguém acredita ou não, interessa somente a ele. Se cada um sente-se bem com determinada crença, não tem porque começar esta discussão boba.

Entretanto, não se deve fechar os olhos diante da enganação, do charlatanismo. As críticas não devem ser dirigidas à religião ou a crença em si, mas à maldita manipulação de massas, através da fé das pessoas, pelos falsos profetas que visam apenas ao enriquecimento próprio.

Outro caso que também gera diversas discussões é o da aceitação dos homossexuais na sociedade. Desde a antiguidade existem pessoas com orientação sexual diferente da natural (homem-mulher). No entanto, elas tinham que esconder este fato por causa da alta descriminação na época. Hoje, diferentemente de antes, a aceitação dos gays é altíssima, tanto que a manifestação de sua sexualidade, nas ruas ou em outros ambientes, já é tratada de forma igual aos heterossexuais.

Infelizmente, mesmo com tanta aceitação, ainda há muitos intolerantes que, seja por falta de informação, seja por ignorância, não aceitam a existência de pessoas com orientação sexual diferente da sua e, por causa disto, acaba incitando, ou até mesmo cometendo, violência contra os homossexuais. Seria tudo isso medo de se tornar “um deles”? Os gays são pessoas como nós: comem, trabalham, sofrem, etc. Não se deve dar importância ou que alguém faz em sua vida privada, mas sim suas atitudes, seu caráter.

Tudo bem, ninguém é obrigado a concordar com tudo, nem aceitar certas opiniões, porque, afinal, vivemos em uma sociedade de livre expressão (eu acho!). Porém, o respeito é maior que tudo (ou pelo menos deveria ser). Dizer o que acha e discutir assuntos é importantíssimo, pois ajuda na troca de informações e questionamentos, que fazem com que cada um analise melhor suas ideias e mantenha seu cérebro ligado nas questões mais importantes.

O mundo está cheio de diversidades, de diferentes opiniões, culturas, posicionamentos, religiões, etc. Discutir sobre tudo isso é intrínseco e interessantíssimo, mas sem nunca esquecer o respeito, pois cada pessoa teve uma criação e uma vivencia diferente das outras. Assim devemos entender que a unanimidade é uma utopia, além de que não é necessária. Uma pena que existam tantos intolerantes ignorantes que pensam que são os únicos que estão corretos.