O multiverso explicado para iniciantes

Tentar entender o multiverso é uma tarefa complexa. Essa ciência de pessoas profanas pode fazer você sentir seu cérebro se quebrando na tentativa de compreender as estranhas teorias que fazem fronteira com a metafísica. Mas vamos tentar lançar para você alguma luz sobre esse assunto.




Um Universo Finito

Quando nós pensamos no universo, aquele que podemos ver, embora seja imenso é um lugar finito. Milhões de bilhões de galáxias quase 14 bilhões de anos luz desde o Big Bang estão ali para que possamos observar.

Em qualquer lugar do universo conhecido existem situações que observamos o mesmo material uniformemente embora em outra distribuição, sempre dependendo da perspectiva.

Em tudo o que nós podemos ver nós encontramos teorias viáveis. No entanto, se o que vemos é uma pequena porção, o que está além? O que nós encontramos nessa parte não observável? Aqui entra em jogo o conceito de multiverso.




O Multiverso

Nós acreditamos que o Big Bang deu início ao universo, mas ele não deu. E é neste ponto que a teoria da inflação cósmica surge. A expansão rápida e exponencial de espaço no início do universo criou mais e mais espaços em velocidade excessiva, mesmo antes que eles pudessem chegar ao fim. Isso resultaria em um novo Big Bang. Na verdade, um para cada espaço inacabado levaria a milhões de universos paralelos.

Como o estado da inflação é eterna, seria óbvio pensar que estamos constantemente criando universos infinitamente. Mas esses universos que são criados também têm suas próprias leis e constantes físicas universais.

No entanto, se essa teoria é verdadeira, não somos capazes de observar outros universos paralelos. Também não sabemos se o multiverso pode ser infinito ou não. Se a inflação cósmica é eterna como postulado, teríamos a criação de nosso universo para sempre.

De qualquer forma, a teoria do multiverso que temos hoje não passa de apenas uma teoria. Embora haja um número de cientistas que estudem o problema, ninguém foi capaz de provar nada ainda. Ou seja, não temos visto outros universos ou visto diferentes leis físicas que governam nossa realidade.

Talvez vivamos em um multiverso enorme e existam outros universos paralelos semelhantes aos nossos… ou talvez não. Mas, claramente, os segredos e mistérios ainda são enormes para a nossa espécie.

Na verdade, se você parar para pensar sobre isso, é praticamente impossível de provar isso mesmo com bilhões de anos de estudo em metafísica, mas vamos mantê-lo informado sobre quaisquer desenvolvimentos.

  1. Ramón Rodrigues

    13 de outubro de 2016 em 13:47

    Disse, disse e não disse nada…

    • Neko-san

      20 de outubro de 2016 em 08:46

      Explicou em um nível de pessoas que não possuem muita noção de física, não entrou na parte mais teórica e explicativa,como os orbitais onde eletróns podem aparecer em lugares ao mesmo tempo em uma determinada região e afins (que por sinal isso me lembra a ligação dativa, que não aceitei até hoje ligação entre gases nobres e com mais de 8 na valencia x.x)

2 Comentários
mais Posts
Topo