Músicas que ainda causam vergonha alheia aos brasileiros #2

00

Não é de hoje que músicas de qualidade altamente questionável dominam as paradas de sucesso. Se hoje ouvimos muito “lepo lepo”, “tche tche rere”, “dom dom dom”, “sei fazer o lê lê lê”, “quero te da da da da da”, entre outras medíocres musiquinhas, no passado éramos obrigados a conviver com: “bomximbombombom, tchurururu, tchantchantchantchan, tictictictac, kibólikibólikidá, tchubirabirom…

Em pensar que, enquanto o Brasil louva essas modinhas, muitos músicos de legítimo talento vivem praticamente no anonimato, sem nunca chegar ao devido reconhecimento.




MC Serginho - Eguinha Pocotó (Vai Lacraia)




Bragaboys - Bomba




P O Box - Papo de Jacar /h2>


Falcão - Homem é Homem




Kelly Key - Baba Baby




Reginaldo Rossi Oficial - Garçom




Só Pra Contrariar - A Barata




Art Popular - Pimpolho




Parangolé - Rebolation




Carrapicho - Tic Tic Tac (Bate Forte O Tambor)




Latino - Festa no Ap /h2>
  1. Samuel Smith

    30 de julho de 2014 em 22:03

    pegue a pior musica do pink Floyd e examine a letra, qualquer site de musica tem tradução hoje em dia, pegue a melhor musica de qualquer um desses citados ai em cima e analise o conteúdo, não é porque é rock que é melhor, tem musica boa e musica ruim, o fato de uma pessoa gostar de musicas ruins não há torna menos inteligente, mas pode torna-la menos critica e mais alienada…

  2. Samuel Smith

    30 de julho de 2014 em 22:02

    pegue a pior musica do pink Floyd e examine a letra, qualquer site de musica tem tradução hoje em dia, pegue a melhor musica de qualquer um desses citados ai em cima e analise o conteúdo, não é porque é rock que é melhor, tem musica boa e musica ruim, o fato de uma pessoa gostar de musicas ruins não há torna menos inteligente, mas pode torna-la menos critica e mais alienada…

  3. Bruna Battirola

    25 de julho de 2014 em 00:30

    Essas músicas são uma vergonha!! E infelizmente caíram na modinha de sua época…

  4. Everth Alves

    17 de julho de 2014 em 13:13

    Muito bem,noto que quem postou não gosta muito de um estilo específico de música….. Mas,essas que estão aí se comparadas com 90% das modas musicais de hoje(FUNK NACIONAL),podem ser consideradas ótimas…..

    • Adriano Saadeh

      18 de julho de 2014 em 10:04

      De fato o nosso presente é muito mais ridículo!

    • Vinicius Passos

      17 de julho de 2014 em 18:31

      Essas músicas eram divertidas, vc pode cantar, brincava e tal, eles pegavam leve na sacanagem, mascaravam.

  5. Matthew Back Barden

    17 de julho de 2014 em 01:44

    Sinceramente? A discussão sobre isso vai ser sempre a mesma: gosto é gosto. O que nunca morre são os “pseudocriticos” musicais que pensam que por escutar um estilo diferente são o dono da razão. O cara fez a música que pode ser chata, repetitiva e com a letra tosca e fez sucesso. Ninguém numa baladinha enquanto dançava essas músicas disse que elas causavam vergonha alheia. Eu não me sinto envergonhado por uma música dessa, até porque a cultura musical brasileira não se baseia só nisso. Se é que os nossos amigos críticos conhecem alguma cultura musical brasileira.

  6. Blue

    16 de julho de 2014 em 23:52

    reclama do funk eu entendendo e apoio,mas qual o problema do axé,do samba e do pagode? é a cultura do Brasil

  7. William Haddad

    16 de julho de 2014 em 19:34

    deixa o pessoal ser feliz se divertir poxa vai me diz ai quem não saiu para dançar aquele sucesso do grupo ABBA …”DANCE QUEEN” tantas outras pérolas tanto das músicas internacionais como as da postagem vai se divertir que se foda o mundo

    • Tony Iommi

      23 de julho de 2014 em 18:58

      Você ta em todo lugar homem!

  8. Anubis

    16 de julho de 2014 em 17:16

    Certeza que aquele negão do Bragaboys andava no recreio com o Moonlight!!!

  9. Gabriel Pessoa

    16 de julho de 2014 em 16:27

    acho que po box e carripicho não mereciam estar aí… po box é uma música descontraída, sem compromisso, me suave e o carripicho é a música da cultura dos caras de lá, sem contar que esse vocalista é muito afinado, canta muito.

  10. Felipe Bleichvel

    16 de julho de 2014 em 14:14

    pra mim não dá vergonha, muito menos alheia (até por que… essas musiquinhas ai, comparadas com as q agente tem hj… pois é, é aí q agente vê q a tendência é só piorar)

    na verdade, acho q o titulo tambem poderia ser “músicas q causam nostalgia aos brasileiros”

    Lembrei de muita coisa escutando elas ‘-‘

    • Super Choque

      16 de julho de 2014 em 14:35

      Mas que as letras são bobas são, gostar ou não é de cada um, porém é inegável que essas musiquinhas não passam nada de valor. São só pra agitar.

      • Felipe Bleichvel

        16 de julho de 2014 em 15:02

        O objetivo de uma música é agitar, alegrar, e tirar aquele estresse que vai se acumulando em nós. Eu mesmo escuto música todo dia, justamente por isso.
        quer valores? vai ler um livro, conversar com pessoas…

        PS1: odeio essas musicas tanto quanto todo mundo
        PS2: não sou bipolar
        PS3: só gosto de analisar as coisas, acima da minha opinião e pensamentos.
        PS4: é muito caro, intão n botei. duvida? http://eletronicos.mercadolivre.com.br/playstation-4-consoles/ps4
        PS5: sim, só botei PS’s no meu comentário pra poder fazer a piadinha do PS4 😀

  11. larissa

    16 de julho de 2014 em 14:06

    Podem discordar de mim, mas acredito que tem musica para todos momentos… é claro que um “lepo lepo” ou “ai se eu te pego” não é uma musica que faz refletir, pensar, entre outros… Mas a mesma pode ser bem legal dependendo do momento, como uma balada, uma festa com amigos.. algo mais descontraido… Ou seja da mesma forma que não vou “relaxar” ouvindo um “pancadão”, não vou curtir uma festa ouvindo “pais e filhos”…

    • Harry Alone Potter

      19 de julho de 2014 em 21:53

      Só passei aqui pra dizer que você é mto gata. *extremamente carente* boa noite. vlw, flw.

      • larissa

        21 de julho de 2014 em 08:57

        kkk que fofo s2

        • Harry Alone Potter

          23 de julho de 2014 em 00:41

          Sim, sou! :3 e mto humilde tbm.

          • larissa

            24 de julho de 2014 em 12:02

            Que bom

    • Vinicius Passos

      17 de julho de 2014 em 18:30

      Sim, essas músicas são ótimas no Carnaval, são contagiantes, apesar de serem péssimas.

      • larissa

        18 de julho de 2014 em 08:39

        exatamente 🙂

    • Super Choque

      16 de julho de 2014 em 14:29

      Mas isso não tira a idiotice das músicas. E existem músicas que faz pensar e refletir mais agitadas, têm músicas de rock assim, pop…com letra e agitação ao mesmo tempo, pra música ser animada ela não precisa ser boba ou ter conotação sexual.

      • larissa

        16 de julho de 2014 em 16:55

        sim, com certeza, acredito que muitas são exageradas tipo as musicas do MC catra,mas o que eu quero dizer é que tipo em uma balada que o que rola é pegação e coisas do tipo um ” ai se eu te pego” é legal, acaba se tornando propício.

  12. Dr.V

    16 de julho de 2014 em 13:52

    Uma pior que a outra.

  13. Clyfor Lima

    16 de julho de 2014 em 12:47

    coisa interessante e que eu sempre gostei das musicas quando criança,acho q fui o único minha família que pensou ::isso não é tão bom quanto dizem:: quando vi o rock não gostava mais delas, pois achava as letras toscas repetitivas e sem “criatividade” pensava que esses estilos de musica eram passageiros mas com tamanha decadéncia moral hoje em dia muitas pessoas não ligam se a musica for de boa qualidade ou se ele rebaixa e aliena tal povo ,gosto de rock porque a vários tipos de musica q possa escolher obs: aqui pernambuco a “””praga é forró””” que só sabe copiar e criar musicas nada a ver como lepo lepo

  14. P Pierrot

    16 de julho de 2014 em 07:46

    Olha a carapuça serviu ai com algumas músicas . Acho que todos nós já tivemos uma época em que ouviamos música tosca sem muita neura (vide época é o tchan e coisetal).
    Mas realmente está um saco. Eu já não consigo ouvir nada tranquilamente, seja pelas músicas e clipes hoje terem simbologia e mensagens estranhas ou seja pelo fato da maioria das músicas que você vê as pessoas ouvindo tem conotação sexual.

  15. ultramen Tiga

    15 de julho de 2014 em 23:57

    Eu só passei pra falar que a “matéria os maiores conquistadores me levou a acreditar que seria um documentário sobre o roberto carlos heuheuhe

    • Adriano Saadeh

      18 de julho de 2014 em 10:01

      kkkkkkkkkkkk

  16. Tony Iommi

    15 de julho de 2014 em 23:45

    Sinceramente,não acho que Reginaldo Rossi-Garçom deveria estar nessa lista,até porque é uma música clássica do Brasil.E para os “pseudo-rockeiros”,saibam que não é porque você gosta de rock que é superior a quem não gosta,isso não define nada!

  17. Kairos

    15 de julho de 2014 em 22:13

    unica q eu achava daorinha era tic tic tac 😛
    nem sinto vergonha alheia, algumas dá vontade de rir xD

  18. Marcelo Afonso

    15 de julho de 2014 em 21:31

    Gosto é gosto, não se discute. Eu particulamente não curto nenhum desses postados

  19. Aquele cara que atira

    15 de julho de 2014 em 21:29

    O que aconteceu com Edy Lemond e Pepe Moreno?

  20. Jeff Dantas

    15 de julho de 2014 em 20:52

    E já dizia o sábio: “Porque homem é homem. Menino é menino. Político é político. E baitola é baitola!

    http://3.bp.blogspot.com/-XD32UIhoVf8/UAY5sefQuUI/AAAAAAAAGj0/zENkiu9MpYw/s1600/RockaRolla_Falcao_Detonator_405347_292365574174109_636221143_n.jpg

    • OtakuSan

      15 de julho de 2014 em 21:32

      O Falcão tem umas sacadas engraçadas, pra quem gosta claro, meu caso.

    • Paulo Cesar

      15 de julho de 2014 em 21:08

      engraçado esse da direita me lembra este cara:
      [img]https://scontent-b-gru.xx.fbcdn.net/hphotos-xpa1/t1.0-9/10363531_879310285418983_3378987560892385766_n.jpg[/img]

      • Zeref

        15 de julho de 2014 em 21:49

        Bruno Sutter vestido de Detonator,vocal do falecido Massacration e ex-membro do falecido Hermes e Renato,parece mesmo com o Jeff (e essa pose pensativa olhando pro pau ( ͡ʘ ͜ʖ ͡ʘ) )

  21. Alphonsus Gabriel Capone

    15 de julho de 2014 em 19:43

    queria ter um caderno desses pra escrever o nome desses artista
    [img]http://mlb-s2-p.mlstatic.com/kit-caderno-death-note-cd-caneta-pena-frete-gratis-14009-MLB4530606414_062013-O.jpg[/img]

    [img]http://www.gifs8.com/wp-content/uploads/2013/10/Justin-Bieber-and-death-note.gif[/img]

  22. Bru No

    15 de julho de 2014 em 19:33

    Precisamos de um post dedicado para o Latino e outro para o “sertanejo” universitário (nem faz um pro funk que vai que reduz o QI, alguns querem mantê-lo intacto). Além disso, o pop estadunidense não é muito melhor do que música brasileira não.

    • Lucas Rodrigues

      16 de julho de 2014 em 13:27

      Os EUA não são muito diferentes do Brasil quando se trata de porcarias musicais. Esse pop estadunidense meloso e coloridinho de lá é como o funk daqui, que é pornofônico e irritante, ambos igualam-se em qualidade musical precária. Não é tão difícil você associar Justin Biba à Luan Santana, nem a tal da Anitta com a Katy Perry, sendo que os brasileirinhos citados aí já estão com suas carreiras quase na vala profunda do esquecimento (e espero que caiam bem fundo para nunca subirem de volta ._.)

    • DCemblemático

      15 de julho de 2014 em 19:40

      Também um post do Heavy Metal, Death metal, Black metal e Thrash metal he-he-he

  23. Paulo Cesar

    15 de julho de 2014 em 19:15

    Acho engraçado que as mesmas pessoas que dizem que essas músicas são lixo, são as mesmas consideram ”robocop gay” e ”minha brasilia amarela” uns clássicos.(não estou dizendo que é o pessoal do minilua)

    • Ricardo

      15 de julho de 2014 em 19:37

      eu sempre gostei do Mamonas, eu sei muito bem que as letras não são nada inteligentes mas as letras engraçadas e as apresentações ao vivo eram divertidas, por isso que essa banda foi um sucesso e ainda é lembrada por muita gente até hoje

    • chapolim do mal

      15 de julho de 2014 em 19:26

      Realmente eu nunca gostei de mamonas

      • DCemblemático

        15 de julho de 2014 em 19:37

        Eu também he-he-he

      • Bru No

        15 de julho de 2014 em 19:34

        É, estouram ao Sol, mancham a roupa e ainda são venenosas. :c

        • chapolim do mal

          15 de julho de 2014 em 19:36

          [img]https://encrypted-tbn1.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcSuAP5sixw73UtHUDnExf4EIC9WHM6L-DGVDV7kjCzf5S2VCQWP[/img]

          • chapolim do mal

            15 de julho de 2014 em 19:39

            Falhou o GIF

          • DCemblemático

            15 de julho de 2014 em 19:42

            GIF pirata da isso he-he-he

  24. Lucas Rodrigues

    15 de julho de 2014 em 19:03

    E pensar que quando eu era criança curtia Papo de Jacaré e_e
    A frase “nada está tão ruim que não possa piorar.” resume esse post.

  25. chapolim do mal

    15 de julho de 2014 em 18:38

    Parece que alguem bateu com um martelo no canto do meu cérebro onde fica as memórias, aquelas músicas que são ruins mas ainda se solta uma batidinha no pé ou um treichinho.

    • DCemblemático

      15 de julho de 2014 em 18:44

      Eu até cantei algumas músicas he-he-he

      • Felipe Bleichvel

        16 de julho de 2014 em 14:28

        O q faz essas musicas famosas, não é o ritmo ou a letra, e sim o fato de elas “ficarem ecoando dentro do seu cérebro”. O cantor repete tanto a única frase q se canta (pq n pode ser chamada de letra) , q quando acaba, vc involutariamente, já ta cantando.

        No meu caso, a q ta me assombrando é: “e o movimento é sexy” ;-

    • Forasteira

      15 de julho de 2014 em 18:43

      Agora eu lembrei de uma tag que tinha no Last.Fm: “Eu batendo com meu pau num xilofone seria melhor”
      heuhuehueeh

  26. Ophelia Dilaurentis Soares

    15 de julho de 2014 em 18:24

    Se músicas como essas fossem as únicas coisas para sentir vergonha no Brasil…
    O Lepo Lepo é bacana 🙂

  27. Forasteira

    15 de julho de 2014 em 18:18

    ♫E o movimento é sexy♫
    Não tem jeito. Toda vez que você for pra praia vai ouvir essa música.

    • Rafaela Deacon

      16 de julho de 2014 em 07:56

      Independente de qual praia do Brasil você vai ouvir isso. Já fui em praias no nordeste, sudeste, sul e até no norte e até mesmo em Jurerê Internacional tocam umas coisas desse tipo :S

    • Le Mateus

      15 de julho de 2014 em 20:21

      Em minas não tem praia! Yeaaaaah

    • DCemblemático

      15 de julho de 2014 em 18:43

      Só se for nas praias de São Paulo, aqui no Rio de Janeiro é funk o tempo todo, e vive tendo duelo de carro de som he-he-he

      • Forasteira

        15 de julho de 2014 em 18:45

        Aqui em SP vive tocando essas do fundo do baú e sertanejo universitário. Tenha dó.
        Já não basta ter areia, salmonela, fralda de criança e esgoto, tem que ter música ruim e mulher gorda dançando como se fosse o último dia da vida delas (bom, com tanta gordura naquelas artérias, não duvido nada).

        • DCemblemático

          15 de julho de 2014 em 19:00

          Bom aqui no RJ o funk tem que ser lançamento para tirá onda com a cara dos alemães he-he-he

        • chapolim do mal

          15 de julho de 2014 em 18:48

          Isso que vc descreveu se assemelha a uma praia do litoral norte daqui de Natal chamado redinha, a pior coisa que existe aqui na cidade.

          • André Silva

            15 de julho de 2014 em 19:02

            Então você mora em Natal? Que legal! Já foi na praia do Pirangi? A entrada pro cajueiro tava 10 reais por pessoa quando fui, bando de aproveitador!

          • chapolim do mal

            15 de julho de 2014 em 19:08

            Já, já fui sim e na época era 3 conto faz uns 5 anos, mas na praia eu fui em janeiro é bem pertinho de carro

          • Thanatos

            15 de julho de 2014 em 19:00

            Não,ela descreveu o inferno de Dante com muita riqueza de detalhes.

    • chapolim do mal

      15 de julho de 2014 em 18:40

      E um mamão vai na cabeça (8

  28. Luís Felipe

    15 de julho de 2014 em 18:15

    A música mundial é cheia de pérolas como essas, n é só no Brasil, tanto q Michel Teló conseguiu transmitir sua msg pra todos os continentes.
    Brasileiro tem motivos realmente sérios pra ter vergonha, um deles é se julgar mais inteligente q outras pessoas só por causa do gosto musical. Isso normalmente parte d quem ouve rock, sendo q boa parte dos fãs ouve músicas em língua estrangeira e n entende o q a música q está ouvindo diz.
    Hipocrisia é algo q me dá nojo. ¬¬

    • afonso henrique

      16 de janeiro de 2015 em 11:35

      olha me desculpa, mas esse papo de hipocrisia e tals. Realmente a música mundial tem dessas coisas. Mas o problema é que no Brasil essas merdas fazem um sucesso tão grande que qualquer babaca faz uma musica dessas. Poxa AC/DC demorou 5 anos pra fazer o álbum Iron Man 2, cinco anos. Então me desculpa, com ou sem hipocrisia o Brasil se afunda mais e mais não falta de cultura e conhecimento, principalmente ouvindo essas merdas. E agora pra melhorar ainda temos o FUNK. Palmas pra nós.

      • Luís Felipe

        17 de janeiro de 2015 em 20:23

        Vc só vê as brasileiras fazendo sucesso pq (advinha só…) vc mora no Brasil!
        Existem bandas brasileiras que trabalham tanto ou mais q AC/DC na produção de um álbum. Vc está usando uma GENERALIZAÇÃO, assim como algumas pessoas que responderam meu comentário. N estou defendendo as músicas brasileiras, estou tentando mostrar q algumas ovelhas n representam o rebanho todo.
        A única coisa realmente ruim nessas músicas é q os ouvintes n ouvem ela pra si, mas fazem questão q todos ouçam a toda hora (por um período curto de tempo, depois eles enjoam e procuram outro “sucesso”).
        Ninguém gosta de ser obrigado a ouvir uma música q n gosta em todo lugar q vai (aqueles “paredões” são uma invenção do inferno), fora isso n tô nem aí pra o q os outros gostam ou não de ouvir.
        Portanto, se for criticar, critique os fãs, n os artistas.

    • Bruno Silva

      20 de julho de 2014 em 22:17

      mais há sites como o vagalume que os fãs frequentemente acessam para saber a letra das músicas que ouvem

    • ultramen Tiga

      16 de julho de 2014 em 12:10

      esta coisa de rockeiro é preconceituoso.
      já escuto isso desde quando a igreja catolica atacou o heavy metal com varias mentiras e pra acabar criaram o white metal(ou algo parecido),
      o estilo morreu mas estas mentiras continuam em alta.

      Os mamonas assassinas, já demonstraram que sim existem pessoas que não entendem a letra e gostam, isso após 1 semana do lançamento de “débil mental”… kkk

    • Adriano Saadeh

      15 de julho de 2014 em 18:56

      Concordo e não concordo. Apesar de tudo isso que tu falou não muda o fato dessas músicas, citadas no post, serem um verdadeiro estupro mental!

      • Kairos

        15 de julho de 2014 em 22:45

        no caso é o seu gosto ué
        tenho uma amiga que acha q depressive black metal é coisa de doido por causa dos gritos de horror, mas no meu caso eu adoro e acho ateh relaxante 😛

        • Litzen Vampiro

          15 de julho de 2014 em 22:47

          Enquanto deprimi uns, eu também relaxo com Dsbm…

      • Luís Felipe

        15 de julho de 2014 em 19:22

        Não concordo nem discordo, muito pelo contrário. O q vale é o q interessa, e é isso o q importa.
        Como a estrangeira comentou ali embaixo, gosto é relativo, e o seu com certeza é minoria.
        N tô dizendo q as músicas são boas, e isso q vc falou n é um fato, é uma opinião.

        • Adriano Saadeh

          16 de julho de 2014 em 17:24

          É um fato sim, são músicas “pobres” e medíocres e isso não é só por causa do estilo e ltras medonhas que estou falando, não leve para o lado pessoal!

          • Luís Felipe

            16 de julho de 2014 em 20:02

            Lado pessoal!? kkkkk
            Eu n gosto dessas músicas. Mas isso n é motivo pra dizer q as q eu gosto são melhores, tudo é relativo, inclusive o conceito d “medíocre” e “pobre”. Vc é quem está julgando as coisas através apenas d seu ponto d vista.

          • Adriano Saadeh

            17 de julho de 2014 em 08:10

            Nossa cara tu tens um grande problema do competência pragmática e interpretação! Em nenhum um momento eu falei que as que eu gosto são melhores até porque gosto, como alguém bem disse, é questão pessoal e está intimamente relacionado ao sistema límbico. E a única coisa que você está tentando, e de forma muito tosca por sinal, é querer desmerecer meu comentário com um ponto de vista pessoal sim. Quando falo que são pobres e medíocres , volto a afirmar que assim são de fato, digo isso como um acadêmico que estuda música, mas tua cabecinha limitada acredita que falo como se meu ponto de vista fosse superior e arrogante, engana-se, pois em meu repertório também constam músicas com estrutura simples e frivolidades, claro que nenhuma se compara às aberrações desse post. Agora se for para responder sem ao menos pensar um pouco antes sobre o que eu escrevi aqui e só atacar, nem desperdice o meu e o seu tempo, oks!

        • Luís Felipe

          15 de julho de 2014 em 19:24

          *ali em cima ^^^^^^

          • Gabriel Marins

            15 de julho de 2014 em 21:31

            Eu esculto rock, e não, não me chamem de roqueiro! Mas, devo admitir que muitas bandas tem a melódia, vocais e etc… Mas as letras são idiotas, mas, por isso eu sempre procuro saber do que as letras falam! 🙂

      • chapolim do mal

        15 de julho de 2014 em 19:18

        Pra mim um verdadeiro estupro mental é isso: http://www.youtube.com/watch?v=BOAs90ud7m4

        • Kairos

          15 de julho de 2014 em 22:09

          KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK?????????????????????????????????

        • Wayne Griffin

          15 de julho de 2014 em 21:58

          Não cara, estupromental é isso. Você não vai conseguir nem pensar depois desse , aconselho ouvir no fone bem alto acho que você vai para no limbo…

          https://www.youtube.com/watch?v=IwgTpWS7qjI

      • DCemblemático

        15 de julho de 2014 em 19:02

        Estão no mesmo nível do Heavy Metal he-he-he

        • Adriano Saadeh

          15 de julho de 2014 em 19:13

          Ahams…
          Claro que depende de que Heavy Metal estamos falando

          • Ricardo

            15 de julho de 2014 em 19:25

            com certeza, há várias bandas de Heavy Metal que são excelentes mas outras que são só barulho

          • DCemblemático

            15 de julho de 2014 em 19:31

            A mesma coisa são essas músicas brasileiras, umas mesmo não sendo uma música fodastica são boas a mesma coisa o Heavy Metal algumas músicas são maneiras outras não he-he-he

        • Forasteira

          15 de julho de 2014 em 19:07

          Sim, estão. Para o ouvido de muitos, as músicas citadas no post são um estupro mental tal como para outras Heavy Metal também é.
          Baseado naquele maluco beleza prodígio de cabelos brancos, tudo é relativo.

          • Ricardo

            15 de julho de 2014 em 19:29

            Bom no caso ai vai pelo gosto de cada um, nesse caso eu acho essas musicas horríveis porque eu não curto o gênero delas e a letra não é nada inteligente mas infelizmente tem pessoas que gostam

          • OtakuSan

            15 de julho de 2014 em 21:31

            Nao entendi o infelizmente. Infelizmente pra quem, pra voce? mas porque te incomoda?

          • DCemblemático

            15 de julho de 2014 em 19:33

            Sim, pra mim essas músicas são a mesma coisa do Heavy Metal, sendo que algumas músicas eu até curto outras não he-he-he

    • DCemblemático

      15 de julho de 2014 em 18:40

      Concordo, se uma pessoa gosta de Rock ela já acha que é superior a outras pessoas he-he-he

      • Emmanov Kozövisck

        15 de julho de 2014 em 22:18

        Este comentário baseia-se m uma generalização, pois muitos roqueiros não se acham superiores em comparação com terceiros. Definição razoável de roqueiro:
        adj (roca+eiro) Relativo a roca. 2 Que fia na roca. sm Aquele que faz rocas.roqueiro2ro.quei.ro2 adj (roca2+eiro) Pertencente ou relativo a roca ou rocha. 2 Que assenta sobre rochas: Castelo roqueiro. 3 Que, na sua constituição, se assemelha a rocha: Montanhas roqueiras. 4 Dizia-se do canhão que atirava. Instrumentista, cantor ou compositor de músicas de roque.

        • DCemblemático

          16 de julho de 2014 em 08:10

          Fonte : Yahoo he-he-he

          • Emmanov Kozövisck

            16 de julho de 2014 em 12:23

            Fonte: Dicionário Online de Português.

      • chapolim do mal

        15 de julho de 2014 em 18:44

        Eu não gosto de rock e me acho superior as outras pessoas, talvez seja porque eu sou.

        • DCemblemático

          15 de julho de 2014 em 18:53

          Bom tu é o Chapolim, o meu 60° herói favorito he-he-he

          • chapolim do mal

            15 de julho de 2014 em 18:54

            60 poxa #chateado

          • DCemblemático

            15 de julho de 2014 em 19:05

            Tá bem em cima do homem de ferro he-he-he

          • chapolim do mal

            15 de julho de 2014 em 19:06

            Eita esse duplo sentido ae

    • Thanatos

      15 de julho de 2014 em 18:34

      ” sendo q boa parte dos fãs ouve músicas em língua estrangeira e n entende o q a música q está ouvindo diz. ”
      E o ritmo,a melodia,os acordes ? Há situações em que escutamos alguma música e de imediato não compreendemos a letra,contudo é possível apreciá-la.

      • Luís Felipe

        15 de julho de 2014 em 18:43

        Se vc reparar bem, o motivo pelo qual as músicas citadas nesse post estão sendo ridicularizadas é q a letra delas é tosca, sem criatividade e repetitivas. Se for reparar nos acordes, ritmo e melodia, são ótimas músicas, pois atingem seu principal objetivo: fazer as pessoas dançarem.

        • Harry Alone Potter

          16 de julho de 2014 em 10:13

          Pessoas que escutam ”Rape me – Nirvana” e não sabem a tradução… huahuaha

          • Mandy_

            17 de julho de 2014 em 02:41

            lol,pods cre.Rape me my friend (8)…or nah. huehue

          • Harry Alone Potter

            19 de julho de 2014 em 21:49

            Rape you? ( ͡° ͜ʖ ͡°)

            Eita! Quanto tempo hein, Mandy! Huahuaa. Você adaptou a antiga história ”amor, vou ali comprar um cigarro e já volto”… :c

          • D1m1tr1

            17 de julho de 2014 em 03:01

            Kkkkkk’
            Trágico ;-;
            Lu,depois eu volto…flw’s >.< Respondendo Bardock · 1 ano atrás · Denunciar · Curtir Cê demorou um ano, puta que pariu

          • Mandy_

            17 de julho de 2014 em 14:51

            ehuheuheuheue’ posso receber minha certidão d fdp da década. xD

          • Lucas D

            17 de julho de 2014 em 06:58

            E olha que isso foi no começo do ano, então foi praticamente 1 ano e meio. ehauheuhuaehuahehahuea

          • Marvelunatico

            17 de julho de 2014 em 03:03

            LOL

            Maior pu.nhe.ta da história

          • D1m1tr1

            17 de julho de 2014 em 03:04

            Achei que isso aí fosse mulher

          • Marvelunatico

            17 de julho de 2014 em 03:07

            *LOL

            Maior siririca da história

          • ultramen Tiga

            16 de julho de 2014 em 11:56

            “pessoas que sabem ler inglês, mas não sabem interpretar”
            procure saber da situação mental do compositor.

          • Harry Alone Potter

            16 de julho de 2014 em 12:17

            Tá locão, cara? Aeuahuhea. Eu sei a história por trás de Rape me, assim como sei do Kurt. tnc…

        • Thanatos

          15 de julho de 2014 em 18:56

          Concordo e além disso não tem como discordar que fizeram(nunca gostei tanto de um verbo conjugado no passado) muito sucesso no passado.

  29. DCemblemático

    15 de julho de 2014 em 18:07

    Reginaldo Rose é um clássico, muita gente já ficou bêbado é triste ouvindo a música dele he-he-he

  30. DCemblemático

    15 de julho de 2014 em 18:02

    A gente MC Serginho é um clássico do funk he-he-he

    • Gabriel Marins

      15 de julho de 2014 em 21:32

      Vdd, eu curtia quando moleque, rsrsrs

  31. Sabrina

    15 de julho de 2014 em 18:00

    A vergonha já começa nessa foto do Michel Teló…

    • #Moonlightney

      15 de julho de 2014 em 23:34

      pensei que esse sentimento fosse um tanto desconhecido pra vc.
      pelo menos vc ñ usa mais aquele horror de foto no seu perfil. Parabéns fofíssima!!

    • Near

      15 de julho de 2014 em 21:08

      a vergonha começa em ser brasileiro

      • Emmanov Kozövisck

        16 de julho de 2014 em 01:41

        A vergonha começa em ser idiota.

      • Sabrina

        15 de julho de 2014 em 21:50

        Também.

  32. Match

    15 de julho de 2014 em 18:00

    Comprei uma eguinha do farinha e do vareta, o nome da eguinha era eguinha mijoleta
    pula mijoleta

  33. Litzen Vampiro

    15 de julho de 2014 em 17:51

    Ver essas músicas por todo lado, e você escutando suas bandas que quase ninguém conhece…

    • Kairos

      15 de julho de 2014 em 22:22

      eh nois
      ashuashuahsu

  34. André Silva

    15 de julho de 2014 em 17:50

    O pior é que essas músicas escrotas quando fazem sucesso poluem a televisão, eu adorava assistir o programa Legendários, mas virou um grande saco de bosta quando decidiram tirar metade do humor e transformá-lo em um programa que passa metade do tempo tocando funk e pagode!

    • Vinicius Passos

      17 de julho de 2014 em 18:28

      A única coisa boa do Legendários era o Vale a Pena Ver Direito.

    • Mutley

      15 de julho de 2014 em 19:51

      O mesmo aconteceu com o Domingo Legal , sempre almoçava assistindo-o nos Domingos , mas agora esta uma porcaria , exploram o funk de uma forma ridícula deixando explicito que aquilo é pra chamar mais audiência , dando a entender que somos todos tolos alienados em sua maioria .

    • DCemblemático

      15 de julho de 2014 em 18:50

      Lá pro início do programa legendários eu curti pra cacete, eu morria de rir com vale a pena ver direito, mas hoje em dia tá na mesma porcaria de pânico na band he-he-he

      • chapolim do mal

        15 de julho de 2014 em 18:53

        Verdade, tem bunda, piada sem graça e claro mais bunda.

  35. Kuzan

    15 de julho de 2014 em 17:40

    O Ministério da Saúde adverte: Ouvir essas músicas, prejudica o cérebro, pode causar danos a sua audição e diminui seu QI em até 120 pontos.

    • chapolim do mal

      15 de julho de 2014 em 18:39

      Tem gente que se tirar 120 fica negativo.

      • Kuzan

        15 de julho de 2014 em 19:20

        Por isso o “Até”.

133 Comentários

mais Posts
Topo