Minilua

O nascimento e a morte de Jesus

Dois dos momentos mais importantes de toda a crença cristã são o nascimento e a morte de Cristo. Mas algumas partes dessas duas histórias são bem diferentes do que a grande maioria das pessoas acreditam:

 

A virgem

Um dos principais conceitos do nascimento de Jesus é que ele nasceu de uma virgem, algo que praticamente todo cristão defende e acredita. Porém existe uma grande discussão sobre isso, devido a um problema de tradução que poderia existir nas escrituras.

Os livros originais, que deram origem ao Velho Testamento, foram escritos em hebraico. Na profecia que descreve Maria, mãe de Jesus, a palavra usada é almah, que significa “mulher jovem”.

Já nas partes que o grego foi usado, a palavra “parthenos” aparece, dando o significado de virgem. Alguns acreditam que a tradução do hebraico gerou um erro, fazendo com que os textos mais novos usassem “virgem” no lugar de “jovem” para que não houvesse uma discrepância entre a profecia e o acontecimento posterior.

Tal tipo de problema com línguas antigas e mortas gera uma enorme discussão que, provavelmente, jamais será resolvida.

 

Celeiro, três Reis Magos e o burro

As pessoas, em geral, acreditam na história de que Maria foi de burro até Belém, depois acabou tendo seu filho em um celeiro cercado de animais e que, logo em seguida, três reis magos surgiram para dar presentes ao filho da virgem. Apesar do contexto estar correto, de acordo com a Bíblia, os detalhes dessa versão são bem distorcidos.

O burro – Normalmente, quando se descreve a ida de Maria e José para Belém, as pessoas dizem que ela foi em um burro, mas a verdade é que a Bíblia simplesmente não fala como ela foi, apenas diz que foi. Esse tipo de dado deve ter sido acrescentado para gerar um maior drama, mostrando todo o sacrífico que Maria e José teriam feito.

O celeiro ou estábulo – Sempre que falamos do nascimento de Cristo, os religiosos costumam relatar que ocorreu em um celeiro ou estabulo, citando a manjedoura como prova disso. Mas a Bíblia só fala da manjedoura e não cita em que lugar Jesus nasceu exatamente. Muitos acreditam que ele nasceu fora de uma hospedaria, mas a palavra do texto original é kataluma, que pode significar quarto de hospedes, alojamento e também hospedaria, mas como os pais de Cristo estavam em sua cidade natal, é mais provável que tenham se hospedado na casa de um parente e ele tenha nascido por lá.

A manjedoura, que é o lugar onde os animais se alimentam, pode ter gerado todo o pensamento do estábulo, mas, antigamente, as pessoas, muitas vezes, tinha uma dentro de casa, lugar onde alguns animais passavam a noite para evitar roubos e facilitar o acesso a eles.

Os três Reis Magos –  Para começar, eles não eram Reis e muito provavelmente não eram magos. Os homens que visitaram Jesus são descritos como “wisemen”, que significa homens sábios, mas também pode ser interpretado como magos no inglês.

Outro ponto é que eles não chegaram logo que Cristo nasceu, nem eram três. O único relato desses homens ocorre no Evangelho de Mateus, o qual não cita três Reis Magos. A história fala que alguns homens visitaram o garoto, citando os presentes, que foram incenso, mirra e ouro. Devido aos três presentes, assumiu-se que eram três homens, quando poderiam ser dois, cinco, etc.

E quanto ao momento da chegada, é citado que eles visitaram, literalmente, “o menino”, não o bebê, o que pode indicar que houve um lapso de tempo entre o nascimento e a visita. Além disso, é contado na Bíblia que eles viram a estrela, conversaram com o Herodes e só depois foram em busca de Jesus. Isso tudo deve ter levado um certo tempo.

 

A morte de Cristo

A morte de Jesus é um dos pontos altos da Bíblia. Tanto que é relatado em mais de um Evangelho e é exatamente por isso que existem alguns problemas. Existem três citações das últimas palavras de Jesus na cruz, mas nenhuma concorda com a outra…

Em Mateus 27 temos a seguinte descrição das últimas palavras de Jesus:

Já em Lucas 23 temos a seguinte descrição das últimas palavras ditas por Jesus:

Para fechar temos outra descrição bem diferente do que Cristo disse momentos antes de morrer:

A dúvida que fica é: Qual deles está falando a verdade? Você decide!