Netflix anuncia o início da produção da Live-Action de Death Note

A Netflix acabou de anunciar o início da produção da Live-Action do famoso anime Death Note.

Ele será filmado no Canadá e nos EUA com a participação das estrelas Nat Wolff, Margaret Qualley, Keith Stanfield, Paul Nakauchi e Shea Whigham e produção de Roy Lee, Dan Lin, Jason Hoffs, e Masi Oka.

Production Begins on Netflix's Death Note

Baseado no famoso mangá japonês escrito por Tsugumi Ohba e Takeshi Obata, Death Note conta a história de um estudante colegial que se depara com um caderno sobrenatural.

No decorrer da trama, ele descobre que ao escrever o nome de uma pessoa no caderno, ela morrerá dentro de 40 segundos vítima de um ataque cardíaco (ou de outra forma se ela for especificada junto ao seu nome).

Maravilhado com suas novas habilidades divinas, o jovem então começa a matar todos aqueles que ele considera serem indignos de viverem na terra.

Com data prevista para estrear mundialmente no Netflix em 2017, o filme já conta com alguns pontos negativos entre os fãs por causa das características físicas dos personagens:













No entanto, resta apenas esperar por seu lançamento e saber se o filme sofrerá mais algumas mudanças ou seguirá fiel as versões que estamos acostumadas no Anime e no Manga.

  1. Beyond Oliveira da Silva

    5 de julho de 2016 em 23:17

    esse bang de deixar os personagens mais ocidentais não me incomoda ,pq convenhamos a historia de death note pode ser no japão mas tem bem pouco da cultura oriental mostrada no anime(tem os shinigamis,né), o elenco achei bacana, o L eu to meio q dividido o caraé britânico com aquele humor dele sarcatisco e estilo emo(esse cara ai não tem nada disso) pra mim seria bom ter chamado o ezra miller…mas vamos ver.

    • Beyond Oliveira da Silva

      5 de julho de 2016 em 23:19

      *eu to meio q dividido , o cara é.
      lembrando q o L é quase albino e com olheiras, e isso é legal pq mostra q ele não sai muito de casa e não dorme.

  2. Chuck

    5 de julho de 2016 em 19:04

    Só espero que não seja igual a versão live action japonesa.

  3. Issei Gremory (Clã Gremory)

    5 de julho de 2016 em 18:47

    O L NEGRO KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  4. anima geek

    5 de julho de 2016 em 17:31

    vai ser tao ruin quanto a adaptasao q saiu do dragon ball

  5. anima geek

    5 de julho de 2016 em 17:26

    n e so e elenco e e um lixo e a historia ja sei q vao cagar tudo tbm!!!! e so pra retardado isso ai

  6. Carlinhos Nascimento

    5 de julho de 2016 em 16:09

    A maioria das pessoas vai pensar (e escrever) que “o elenco não tem nada a ver com o mangá e o anime”?! P***a vcs não queriam que o Netflix fizesse um filme só com japonês né? Se eles decidiram optar por um ator negro pra fazer o “L” em por que eles tiveram a permissão dos autores para isso… E outra a adaptação do mangá para filme feitos no Japão foi uma droga… Sério mesmo… Tomara que essa faça jus ao mangá que é incrível!

  7. Mika Bradley

    5 de julho de 2016 em 07:56

    Para quem está reclamando isso se chama uma adaptação baseada não uma cópia e eu gostei da escolha do elenco.

  8. Erick Lima

    4 de julho de 2016 em 01:45

    Colocaram um negro para fazer o papel de L … pqp esses cara sao maluco, nao tem quase ninguem parecido com o anime …

  9. KonaKona

    3 de julho de 2016 em 18:05

    eu tava animada ate ver o elenco .-.

  10. anima geek

    3 de julho de 2016 em 15:58

    q lixo cara olha os cara q o povo escolheu pra vaser o papel dos caras o as ideias!!!

11 Comentários
Topo