Minilua

O arquivo negro: Presidente morto #5

Você conhece a verdadeira história do Brasil? Você sabe quem são os reais ídolos dessa pátria? Ou você apenas sabe do que eles querem que saiba? Talvez a história que leia nos livros da escola e as reportagens que passam na sua TV não mostrem todas as verdades.

Presidente morto

A ditatura estava enfim acabando no país e teríamos o primeiro presidente civil: Tancredo Neves. Mas ele jamais assumiu seu cargo e morreu de maneira muito suspeita, deixando sua vaga aberta para Sarney e um clima de desconfiança em todo o país.

Era fim do dia 14 de março de 85, somente algumas horas antes da posse de Tancredo, quando ele foi para uma missa. De lá ele saiu sentindo-se mal e ainda na mesma noite foi internado no Hospital de Base de Brasília. Alguma coisa estava errada com o futuro presidente, que deveria assumir na manhã seguinte.

Na mesma madrugada o Presidente foi operado naquele hospital, que não tinha as condições necessárias para tal operação, pois sua UTI estava em reforma. Mas por algum motivo desconhecido os médicos impediram Tancredo de ir para São Paulo, onde poderia ser melhor tratado.

Foi alegado que ele estava sofrendo de apendicite aguda, mas depois ficou óbvio que isso foi apenas uma de tantas mentiras:

Enquanto o Presidente tentava se recuperar da cirurgia, Sarney assumia o cargo e um fato estranho acontecia com João Rosa, o mordomo de Tancredo: o homem sentia as mesmas dores e sintomas do presidente…

Foto tirada depois da cirurgia, alguns dizem que ele já estava morto nessa imagem:

Os boatos começaram a correr, algumas pessoas diziam que a morte dele era um golpe militar, outros que Sarney tinha mandando matar o presidente para assumir em seu lugar. Alguns contavam que durante a missa houve falta de luz e um tiro foi ouvido, contudo o que mais se falava era de um possível envenenamento.

Trinta e oito dias depois o primeiro presidente eleito depois da ditatura estava morto e faltavam explicações. Até hoje a família de Tancredo ainda busca informações sobre a verdadeira causa da morte. Assim como a família do mordomo João, que morreu um dia depois do Presidente de diverticulite, uma das doenças que os médicos alegaram que Tancredo tinha… Coincidência ou será que os dois acabaram envenenados por compartilharem os mesmos ambientes?

Entre o dia antes da posse e sua morte, Tancredo passou por 7 cirurgias e oficialmente seu falecimento foi causada por infecção generalizada. Só que nem mesmo a família acredita em tal coisa, afinal são muitos dados estranhos:

– Incrivelmente um dia antes de sua posse ele vai parar no hospital;

– Sua cirurgia é feita em um lugar com péssimas instalações;

– Cada médico alega uma doença diferente, não há consenso;

– O mordomo do presidente sofre com os mesmo sintomas e morre apenas um dia depois dele;

– O Presidente só vai para São Paulo quando sua situação é irreversível.

Essas são apenas algumas perguntas que envolvem a morte do primeiro Presidente pós-ditatura do Brasil, em um dos mais estranhos casos na história do país.

Siga Diego Martins no Google+: gplus/diegomartins

Ou adicione no Facebook: http://www.facebook.com/diegominilua

Faça parte de nosso grupo: http://www.facebook.com/groups/188760724584263/