Minilua

Obsolescência Programada: Programado para quebrar

Quando você compra um alimento, arroz, feijão, biscoito… na embalagem vem impresso a data de validade, essa é a data limite para o consumo do alimento, se passar a validade o alimento é considerado inadequado para o consumo.

Já ouviu falar de obsolescência programada? É mais ou menos o que descrevi acima, mas a obsolescência programada não acontece com os produtos perecíveis e sim com qualquer produto. Pense na seguinte situação: Você compra uma impressora jato de tinta, imprime, imprime, imprime. De uma hora para outra ela para de imprimir, você pensa que a tinta do cartucho acabou, vai na loja e compra um cartucho novo (sim, um novo, porque sua impressora não aceita um recarregável). Chegando em casa você instala o cartucho novo na impressora, mas mesmo assim não funciona. EUREKA! QUEBROU! Não, não quebrou, a impressora tem um chip dentro dela que faz a mesma parar de funcionar quando atinge um número máximo de impressões.

A história acima é uma das contadas no documentário espanhol The Light Bulb Conspiracy (A Conspiração da Lâmpada). A obsolescência programada é simples: o produto tem uma “data de validade”, é feito para durar x anos. Quando ele quebra compramos outro e ponto. Quem nunca passou pela situação de um produto quebrar, você leva para concertar, e a autorizada fala que não vale a pena, que é melhor comprar um novo? Para indústria isso é ótimo, pois gera venda e consequentemente lucro para a empresa.

Essa história de obsolescência programada não é recente. O documentário mostra a indústria de lâmpadas, que na década de 1920 elas duravam 2500 horas, e hoje ela dura em média 1000 horas. Porque isso? Não temos tecnologia para fazer uma lâmpada durar mais? ERRADO! Isso ocorre porque em 1920 os fabricantes fizeram um acordo para as lâmpadas durar no máximo 1000 horas, para que nós, consumidores, precisassem comprar mais.

Existe hoje nos EUA, uma lâmpada que está acesa há 110 anos! Não é à toa que temos a impressão que os produtos antigos duravam mais…

Além da história das lâmpadas, o documentário conta a história de impressoras, meias-calças e até mesmo do iPod, o player de música mais desejado do mundo. Veja abaixo esse sensacional documentário, acho que todos nós deveríamos assistir, tenho certeza que você não irá se arrepender.