A origem do mundo segundo as mitologias: Egípcia #1

Uma pergunta que ninguém sabe a resposta é: como surgiu o mundo? Mas isso não significa que não houve tentativas para explicar como aconteceu, foram diversas as teorias, e com esta série, vamos falar de várias delas e levantar a seguinte questão: será que alguma delas realmente aconteceu?




Egípcia

eyeofhorusblack

Embora não seja tão conhecida quanto a grega, ela é igualmente fascinante e rica.

Vale ressaltar, antes de começarmos, que a mitologia egípcia usa muito da antropomorfização, que é quando temos partes humanas mescladas com partes animais em um único ser.

Nesta mitologia, como em muitas outras, o universo se originou de um ato divino a partir do nada, quando um ser primordial cria suas próprias características e, neste caso, dá origem a uma espécie de liquido cósmico que recebe o nome de Nun, que é o ser subjetivo. Quando Nun torna-se mais material e concreto, ele se torna Áton – o ser objetivo.

Um fato que dá muito que pensar é que Áton tem o poder de “tornar-se a si mesmo”, que segundo os egípcios é algo complicado para um humano, tanto que é considerado divino. Isso porque Áton pode se “transformar” em Rá – que é o sol da manhã – enquanto que o da tarde é o próprio Áton.

rá

Rá, então, originou dois seres divinos: Tefnut – a deusa da água – e Shu – o deus do ar. A partir daí, Shu e Tefnut, deram origem a outros dois deuses: Nut – representada pelo céu – e Geb – o deus da terra. Shu acaba separando Nut e Geb, que antes estavam grudados, e isso dá forma ao céu, à terra e à atmosfera do jeito que conhecemos.

shu

Mas antes de se separarem, os dois criaram mais quatro deuses: Osíris, Ísis, Seth e Néftis. Osíris cria a vida após a morte; Ísis toma conta de tudo que tem vida; Seth representa o mal em geral; e Néfitis o ato da morte e a orientação.

aaa

No próximo post, veremos como se deu o nascimento de Anúbis e como o mesmo atuou no assassinato de Osíris, bem como sua ressurreição…

seth osiris




Não perca o próximo post!

Me adicione no Facebook: Nandy Martins

E faça parte de nosso grupo: http://www.facebook.com/groups/188760724584263/

  1. Reginaldo Rê

    3 de fevereiro de 2014 em 22:58

    Sempre é bom relembrar sobre o povo egípcio e suas crenças.

  2. Feiki Sheiki Shun

    2 de setembro de 2013 em 12:43

    Só uma coisa : Seth não é a representação do mal, pq essa concepção só passou a existir depois do cristianismo. Seth era o Deus dos desertos e dos animais também, e constantemente ajudava Rá na luta contra a serpente Apófis.

  3. Bruno Augusto

    7 de julho de 2013 em 10:19

    Ninguém mais aguenta (e provavelmente serei apedrejado), mas não posso evitar: “Eu quero Ar, eu quero Sol, eu quero Ar, Sol, Ar, Ar e Sol, Ar, Sol, Ar, Ar e Sol.”

  4. Rerman Andriz

    30 de junho de 2013 em 21:55

    Só uma correção, a forma híbrida de deuses meio animais meio humanos se chama “Antropo zoomorfismo” e não “Antropomorfismo”, sendo a última aplicada a deuses com formas puramente humanas.

  5. Lucas Rodrigues

    15 de junho de 2013 em 13:25

    Muito legal, sempre gostei de mitologia egípcia 🙂
    No aguardo pro próximo post XD

  6. João Victor

    15 de junho de 2013 em 09:25

    como seria uma luta entre dois deuses pagãos?

  7. João Victor

    15 de junho de 2013 em 09:24

    o minilua tá parecendo filme de terror nos comentários.

  8. Tiago Gonçalves

    15 de junho de 2013 em 01:40

    Aguardando a origem do mundo segundo a mitologia cristã!

  9. eduardo (eduh)

    14 de junho de 2013 em 23:47

    interessante….espero que esse post tenha muitas continuações.

  10. Slenderzinho (Governante dos bosques)

    14 de junho de 2013 em 23:01

    img 3
    UAT? isso é posiçao de quem se mast…

  11. Geraldo Paulino

    14 de junho de 2013 em 22:26

    Sei muito além do básico por ter lido “As Cronicas dos Kane” fala tudo sobre mitologia Egípcia e “Percy Jackson” de Mitologia Grega. Recomendo muito :p

    • Clayton Biscalchini

      14 de junho de 2013 em 23:36

      Li as duas séries e ambas só tem o básico…

      • lucas Mondeli

        16 de junho de 2013 em 02:06

        Pô, cortou o barato do cara hahahahahahaah Que deselegante.

  12. John Rambo

    14 de junho de 2013 em 20:21

    Bem lega,fiz um trabalho ano passado da feira de ciências sobre o Egito antigo.

  13. carlos henrique

    14 de junho de 2013 em 19:50

    Primeira vez que leio a mitologia egipcia
    É muito interessante

  14. Godfather Vito

    14 de junho de 2013 em 19:49

    Bem interessante e correto, entretanto que eu saibam o ser objetivo é “atum”, atom e outro neteru de amon(como se fossem os raios do sol), o sol da manha é kephra é o sol da manha(aquele escaravelho) ele é responsável por empurrar o sol do submundo para que ele nasce no horizonte( tambem e uma forma de Rá). Bem e isso que eu soube quando pesquisei tempos atrás.

    • Godfather Vito

      16 de junho de 2013 em 23:27

      relevem os erros de português kkkk

  15. Pablo Neves

    14 de junho de 2013 em 19:45

    Bes , Nut e Geb. Rotmg <3

  16. Joao Francisco

    14 de junho de 2013 em 19:45

    este poste ta bem menor que os outros desta série!

  17. Joao Francisco

    14 de junho de 2013 em 19:42

    eu estava esperando bastante por este post.Eu gosto muito da mitologia egípcia!!!

  18. Verde

    14 de junho de 2013 em 19:40

    só falta a mitologia de khr e de pokemon.essa piada foi +ou- mas a mitologia de pokemon é muito interessante(a mistura de ciencia e religião).
    mas muito interessante o post

  19. voldemort locão

    14 de junho de 2013 em 19:37

    quem me dera se tivesse sido que que criou o mundo…

    • voldemort locão

      14 de junho de 2013 em 19:39

      *quem (1° que) /(.)(.)\ kkkkk

23 Comentários
mais Posts
Topo