O outro lado da Segunda Guerra Mundial

Sempre falamos das barbáries cometidas durante a Segunda Guerra Mundial, lembramos dos atos nazistas e de algumas atrocidades japonesas, mas os aliados, aqueles que venceram a guerra, também tiveram sua parcela de crimes horríveis contra a humanidade.




O massacre de Kocevski Rog

01_03B

A guerra havia sido perdida pela Alemanha. Enquanto isso, milhares de soldados se rendiam em todas as frentes, tentando sobreviver da maneira que fosse possível.

Na Eslovênia, os Yugoslav Partisans, um grupo de resistência antinazista, que teve importantes vitórias no leste europeu, conseguiu capturar mais de 12 mil soldados inimigos, entre nazistas e eslovacos. Após todo o terror da guerra, os Partisans tinham a chance de terem a sonhada vingança contra de seus inimigos.

Sem pensar duas vezes, eles começaram a jogar os prisioneiros dentro de cavernas da região. Após isso, eles explodiram bombas nas entradas, criando prisões eternas, onde todos que estavam dentro sucumbiriam tanto pela fome, quanto pela falta de ar. Tempos depois, os portões feitos de escombros foram abertos, revelando o tamanho do crime cometido por alguns soldados que faziam parte dos Aliados, vencedores da grande guerra:

SearchingforBodies007




SearchingforBodies005




Operation Overlord

1944_02_wp

A Operation Overlord, também conhecida como o Dia D, foi uma das maiores e mais importantes manobras militares da história do planeta, pois foi nesse dia que a maré se virou contra os nazistas e a guerra começou a ser vencida pelos Aliados.

Durante a missão, milhares de soldados desembarcaram nas praias da Normandia. Apesar do contingente alemão no local ser pequeno, ainda existia uma resistência considerável. Durante o dia, dezenas de milhares perderam a vida, mas no final a invasão teve sucesso e milhares de alemães foram capturados vivos.

Foi nesse momento que os problemas começaram. Como os invasores haviam levado o mínimo de equipamentos, não haviam homens sobrando e nem havia um plano para mobilizar navios que pudessem fazer o transporte dos prisioneiros para Inglaterra, algo macabro teve que ser feito.

0774ebcdf46d8c33_landing

Os soldados aliados receberam ordens para executar os prisioneiros, mesmo aqueles que tinham se rendido, pois não haviam recursos para prendê-los ou movimentá-los para pontos seguros. Assim, praticamente todo alemão derrotado naquele dia foi assassinado a sangue frio para evitar que os Aliados tivessem despesas ou problemas operacionais.




Estupro em massa

DeadFinnishcivilians1942

Ao final da Segunda Guerra Mundial, a Alemanha foi tomada por soldados de diversos países e se tornou um lugar sem lei. Os soviéticos, após todas as batalhas vencidas, tinham sede de vingança contra o povo alemão e iniciou o que ficou conhecido como o “Maior Estupro Coletivo da História”, também conhecido como Prussian Rape. Acredita-se que mais de 2 milhões de mulheres e crianças foram violadas pelos soldados russos.

O próprio Stalin admitiu que essa prática era normal, declarando: “Se um soldado cruza milhares de quilômetros através do sangue, fogo e morte, ele pode se divertir com uma mulher ou levar uma bagatela”.

Além dos estupros, o exército vermelho deixou um rastro com 240 mil mortes de inocentes, que vão desde mulheres mortas durante o abuso, até algumas que se mataram por não aguentarem a situação.

  1. uchiha madara

    7 de junho de 2015 em 23:16

    Quando vi esta matéria me lembrei dessas palavras que eu vi em naruto
    [img]http://lh4.googleusercontent.com/-TRrSsGcvw5U/T9EA_ZIVuMI/AAAAAAAAACo/bsuVr5wmBXE/w512-h293/nagato.jpg[/img]

  2. Edenilson Lisboa

    26 de setembro de 2014 em 08:19

    Esqueceram das bombas atômicas jogadas pelos EUA no Japão.

  3. Vlad

    8 de setembro de 2014 em 11:45

    Essa questão dos estupros soviéticos eu já tinha ouvido falar. Li q era (é) uma prática comum desse exército, na invasão afegã na década de 80 pelos soviéticos isso tb era “comum”. Os soviéticos são assim, meio estranhos; ao contrário do ocidente, qd há sequestros, por exemplo, td é feito para vc libertar o refém; na Rússia a polícia, ou o exército dependendo da ocasião, já entra atirando para matar o sequestrador, se acertar o(s) refém(ns)… q se f.o.d.a, quem mandou estar na hora errada, no lugar errado. Lá ñ existe negociação, por isso raramente escutamos sobre invasão à escola, sequestros, cárcere… Abs

  4. Josh Giovanni

    5 de setembro de 2014 em 21:44

    Uma frase para se pensar sobre tudo isso:
    [img]http://kdfrases.com/frases-imagens/frase-quando-os-ricos-fazem-a-guerra-sao-sempre-os-pobres-que-morrem-sartre-153584.jpg[/img]

    • Raul Seixas

      6 de setembro de 2014 em 01:25

      Faz sentido,gostei e.e

  5. Hermann Delgado

    5 de setembro de 2014 em 16:36

    com o centenário da 1° guerra vocês deviam fazer uma matéria sobre essa guerra, a guerra do fairplay 😛

  6. VanDrak SubZero

    5 de setembro de 2014 em 13:36

    Quanta tragédia u.u
    Assassinatos em massa, estupro, violência generalizada…. afinal guerra é guerra… e até hoje isso ainda ocorre.
    pq é tão difícil o ser humano demonstrar compaixão e solidariedade pelo próximo?!
    Implicam um com o outro por qualquer besteira… e uma simples discordância gera uma matança :/

    E isso não é só culpa dos governantes de cada nação… afinal se todos os governantes tivessem morrido… outros iam surgir do meio dos civis com o desejo de assumir o poder.
    Sempre vai existir alguém presunçoso e ambicioso, com ideais loucos o suficiente pra querer controlar tudo que vê.

    O Mal está impregnado em nossas entranhas… Vivemos num inferno Global… E acho praticamente impossível que um dia tenhamos a verdadeira Paz.
    Mas… mesmo achando praticamente impossível… ainda tenho esperança que em algum dia, de algum século de algum milênio isso mude.

  7. The Guy

    5 de setembro de 2014 em 13:22

    Caraca eu não sabia que os aliados eram tão desgraçados quanto os nazistas,por isso a partir de hoje eu vou lutar
    aniquilar toda a humanidade.

  8. Rowling

    5 de setembro de 2014 em 10:16

    Eh,em uma guerra tds perdem,tds msm.

  9. Ruth Borges

    5 de setembro de 2014 em 09:53

    o mundo não precisa desse tipo de coisa ¬¬
    mas é melhor que essas pessoas morram mesmo, digo das que têm o sangue frio e a mente maligna.
    não há necessidade dessas continuarem existindo.

    • Gabriela Dias

      7 de setembro de 2014 em 18:17

      E você realmente acredita que todos que morreram ali eram cruéis e malignos?

      • Ruth Borges

        11 de setembro de 2014 em 08:48

        acho que você não leu direito o meu comentário ..
        leia novamente. ok? ..

    • Diabo

      6 de setembro de 2014 em 19:17

      Você matou o meu eu de 1 mês atrás, brigado ;’) (ou apenas falou q ele deve morrer, mas foda-se u.u)

      • Ruth Borges

        11 de setembro de 2014 em 08:49

        nossa, parece que vocês nem sabem interpretar textos. ¬¬

    • Luís Felipe

      5 de setembro de 2014 em 17:59

      Pq eu deveria morrer?

  10. Gutierre Santos

    5 de setembro de 2014 em 08:39

    Não aceito, mais também meu pais e minha vida não foram tomadas a forças e junto com elas minha liberdade e esperança. então seria fácil no conforto do nosso lar repudiar esse acontecimento de vinganças.

  11. Nathan Kawashy

    5 de setembro de 2014 em 07:44

    [img]http://3.bp.blogspot.com/-k-YS-ToSTVI/Tyf0EqVr8EI/AAAAAAAAABI/Q03Ijhfg0ek/s1600/war1.jpg[/img]

  12. Ophelia Dilaurentis Soares

    5 de setembro de 2014 em 00:14

    O MASSACRE DE KOCEVSKI ROG : não posso dizer que não faria o mesmo 🙁

  13. Leon Belmont

    4 de setembro de 2014 em 23:27

    Em uma guerra não existem heróis,as piores atrocidades já não tem importância e mata é tão comum como respira…

    • Adriano Saadeh

      8 de setembro de 2014 em 10:52

      É como se fosse um atestado para o ser humano praticar os seus desejos mais hediondos sem culpa, já que a guerra em si é própria “responsável” por tais atos

    • General Enclave

      5 de setembro de 2014 em 15:25

      [img]http://share.gifyoutube.com/Y7PxoQ.gif[/img]

    • General Enclave

      5 de setembro de 2014 em 12:57

      e se querra não muda pessoas tem de mudar e tambem devem seus simbolos….

  14. Blue

    4 de setembro de 2014 em 23:12

    não existe lado bom ou lado ruim em uma guerra,se Vermelho ganha a guerra,dizem que Azul são um bando de ladrões bárbaros,se Azul ganha a guerra,dizem que Vermelho são opressores gananciosos

    • Adriano Saadeh

      8 de setembro de 2014 em 10:53

      exato

    • Lobo Alfa

      4 de setembro de 2014 em 23:18

      a famosa polarização do bem e mal.

  15. Terrorista

    4 de setembro de 2014 em 23:05

    Faz um falando das atrocidades ocorridas em Hiroshima e Nagasaki. Sei que todo mundo conhece, mas seria interessante, devemos sempre lembrar destas atrocidades. Que ambos fizeram, tanto as dos nazistas quanto as dos aliados.
    Seriam interessantes também alguns posts falando sobre o Holodomor, vulgo holocausto ucraniano, e também sobre a República da China, e as mortes por fome ocorridas graças ao comunismo.
    No mais, achei o post bem legal e é sempre bom ter um conteúdo variado aqui.

    • Luís Felipe

      5 de setembro de 2014 em 18:01

      Finalmente fez um comentário q preste.

      • Terrorista

        6 de setembro de 2014 em 12:11

        Segue o exemplo.

    • Lobo Alfa

      4 de setembro de 2014 em 23:19

      concordo plenamente.

  16. Everton Ferreira

    4 de setembro de 2014 em 23:02

    O Dia D não marcou o início da derrota alemã. O exército russo já havia expulsado os alemães do seu território e já estavam entrando na Alemanha. O Dia D serviu mais para libertar a costa francesa e derrotar o flanco ocidental alemão. Os verdadeiros vencedores da guerra foram os russos. Se Hitler soubesse um pouco de História, não invadiria a Rússia, cometendo o mesmo erro de Napoleão, sendo derrotado pelo “General Inverno”.

    • Mutley

      5 de setembro de 2014 em 06:55

      Acho que não havia como ter ganhado da URSS ,mesmo se Hitler tivesse focado em Moscou desde o inicio e sem o atraso nos Balcãs , tudo porque o território russo é enorme , mesmo que os caras (soviéticos) fossem péssimos nas batalhas de frente, bastava apenas se espalhar pela vasta área e esperar a chegada do inverno. Foi assim que Stalin poupou vários tropas e batalhões reservas para a contra-ofensiva , além disso o exército russo ficou especialista em retardar a guerra parando o avanço nazista.

    • Terrorista

      4 de setembro de 2014 em 23:24

      Se você soubesse um pouco de história, saberia que o planejamento nazista era dominar a URSS em quatro meses, antes da chegada do inverno rigoroso. E o erro de Napoleão foi não saber química; aquela velha história dos botões. Sem contar que nessas guerras a estratégia dos russos foi fundamental, a tal terra arrasada, isso proporcionou a derrota dos seus invasores, em ambas as guerras. É claro que o inverno russo foi essencial, mas não o grande motivo.

      • Everton Ferreira

        5 de setembro de 2014 em 00:23

        EU SOU PROFESSOR DE HISTÓRIA caro colega, não ensine o padre a rezar. Eu ( e outros historiadores) continuamos a dizer que foi um erro de Hitler. A invasão da Rússia estava nos planos mas poderia ser adiado. Seria mais correto terminar de dominar a Europa (só faltava a “pedra no coturno” que era a Inglaterra) e apoiar uma invasão oriental através China feita pelos japoneses. E se Hitler e seus generais soubessem do passado, iriam perceber que os russos estavam repetindo a “terra arrasada”, ou seja o mesmo truque que decretou a derrota de Napoleão. Outro erro,tanto de um quanto outro, foi mobilizar um grande numero de soldados, retirando de regiões ja dominadas crentes de suas rápidas vitórias. Fato esse que possibilitou o contra ataque dos “mocinhos” resultando na derrota napoleônica em Waterloo e a alemã na Normandia. Sabia também caro colega, que,por volta de 1917, o partido nazista mandava dinheiro para os revolucionários russos (leia-se Lênin), financiando os bolcheviques? A intenção era apoiar a revolução comunista forçado o czar a retirar suas tropas das trincheiras da 1 guerra. E não é que deu certo?

        • chapolim do mal

          5 de setembro de 2014 em 10:02

          Realmente foi enviado alguns milhões em moedas locais para Lênin formar um exército na Russia e assim eles poderam tomar o poder, o problema é que Hitler pensou que seria fácil assim tomar o poder na Alemanha mas a policia alemã estava preparada para algum tipo de revolução e Hitler foi preso com alguns de seus companheiros de partido e lá na prisão ele escreveu o mein kampf que foi o começo do partido nazista de verdade.

          • Terrorista

            5 de setembro de 2014 em 10:09

            Hitler não tinha vínculo algum com os bolcheviques e consequentemente o nazismo também não. Quem enviou esses milhões para o Lenin foi a Alemanha, não o partido nazista que ainda não existia.

          • chapolim do mal

            5 de setembro de 2014 em 11:17

            Eu não disse que o partido nazista mandou a grana, só disse que o partido se inspirou em Lênin para tentar tomar o poder e não conseguiram até pq quem enviou o dinheiro foi o governo alemão para se livrar da frente russa na primeira guerra.

        • Terrorista

          5 de setembro de 2014 em 01:58

          1917?
          Partido Nazista?
          Você professor de história?

          • Everton Ferreira

            5 de setembro de 2014 em 15:22

            Sim. Entenda-se o contexto do partido nazista seus fundadores e seus braços já dentro de camadas da sociedade, como associações de trabalhadores. Seu fundador, Anton Drexle, foi contra a rendição alemã na 1 guerra, fato esse que ganha força durante a República de Weimar e as condições humilhantes ao qual a Alemanha passava, o que deu força para o crescimento do então agora partido nazista na decada de 30.
            Especula-se então que (lembre-se que história, assim como a ciência, tem muitas teorias antes dos fatos) a ideia de se tirar um inimigo do conflito era valida, embora os alemães não esperavam perder o conflito. O pacto de não agressão já da Alemanha nazista com a Rússia era apenas um embuste que nenhum dos dois lados acreditava e deu no que deu: os alemães foram derrotados, a russia detonou mais os proprios soldados do que os nazistas e quem se ferrou no meio disso foram os poloneses.

  17. Terrorista

    4 de setembro de 2014 em 22:54

    Hitler mau! Hitler mau!

  18. Raul Seixas

    4 de setembro de 2014 em 22:40

    Muito prazer, eu sou o senhor da guerra
    Eu vou lhes dizer o que a guerra encerra
    Abra os olhos, vê se presta atenção
    Atenção!
    Atenção!

    A guerra traz um pouco de ação
    Evita a super-população
    É dinheiro pra quem sabe ganhar
    E isso faz o mundo girar
    Aquele que luta pela paz
    Aposto que ainda não sabe a besteira que faz

    Pois guerra é guerra
    Que sacode a nossa terra
    Quem se vira aqui se ferra
    O negócio é se dar bem
    Se a barra pesa
    O escarola entra na reza
    Bom gorila que se presa
    Não dá bola pra ninguém

    Muito prazer eu sou o senhor da guerra
    E vou lhes dizer o que a guerra encerra
    Abra os olhos, vê se presta atenção
    Atenção!
    Atenção!

    O negócio é ter o mundo na mão
    É lança, arco e flecha ou canhão
    Agora nosso pique é total
    Terceira estrela no sideral
    E o velho Halley que se cuide
    Ou pegue o rabo e se mude

    Pois guerra é guerra
    Que sacode a nossa terra
    Quem se vira aqui se ferra
    O negócio é se dar bem
    Se a barra pesa
    O escarola entra na reza
    Bom gorila que se presa
    Não dá bola pra ninguém…

  19. Edward Elric

    4 de setembro de 2014 em 22:35

    E mais uma vez o ser humano mostrando que não deveria existir, por onde vai leva caos, e é ainda pior do que qualquer outro animal, porque fere a mesma especie por motivos fúteis ou por motivo nenhum.

    • Blue

      4 de setembro de 2014 em 23:09

      sabe os golfinhos? procure saber mais sobre eles,não somos os únicos monstros aqui,se a Terra fosse governada por seres que se originaram de répteis,peixes,insetos ou qualquer outra coisa,não seria muito diferente

      • Edward Elric

        4 de setembro de 2014 em 23:24

        Golfinhos não realizam massacres de milhares da mesma especie, e não são “racionais”.
        Se o homo sapiens sapiens não tivesse existido, creio que mais de 90% das mortes nesse planeta seria reduzido.

        • eduvbs

          5 de setembro de 2014 em 01:56

          Não apostaria nisso não, é fato confirmado que alguns são capazes de estuprar e matar adversários em seguida. Eles estão apenas atrás na escala evolutiva e não podem fazer um grande teatro como os humanos, logo você só esta certo sobre as mortes porque as espécies simplesmente não poderiam. Mas com um grau de discernimento e poder como o humano, com certeza teria um golfinho Elric dizendo o mesmo que você agora :v

  20. Erza Scarlet

    4 de setembro de 2014 em 22:30

    Trágico
    [img]http://4.bp.blogspot.com/_p6h7HJg768M/S7SBXm9LEJI/AAAAAAAAAIk/MVYZfZJrOvg/s1600/Metallica+-+Master+of+Puppets.jpg[/img]

    • Lobo Alfa

      4 de setembro de 2014 em 22:48

      também me lembrou uma outra capa de álbum só que de black metal.

  21. metaleiro

    4 de setembro de 2014 em 22:21

    Oloko

  22. Jeff Dantas

    4 de setembro de 2014 em 21:53

    É, e assim, termina tudo: arrogância, falsidade, mal caráter…http://static.minilua.org/wp-content/uploads/2014/09/01_03B.jpg

    • Raul Seixas

      4 de setembro de 2014 em 22:49

      Numa guerra não existem vencedores,todos são perdedores no final,soldados são meros peões num grande e cruel jogo de xadrez.

      • Terrorista

        4 de setembro de 2014 em 22:59

        Existem sim! Vencedores são os que conquistam o território inimigo, perdedores são os que perdem.
        Essas frescuras antiguerra não servem pra nada.

        • eduvbs

          5 de setembro de 2014 em 01:47

          Esse é o lado bonitinho da guerra que os livros e filmes ilustram, os que realmente vencem representam 10% do todo “vencedor”, dentre eles boa parte nem precisou pegar em uma arma se quer *Leia Industria de Armas*. Os outros 90% pobres coitados voltam pra casa, ganham um pedaço de metal no peito e um tapinha nas costas e vão curar as feridas internas e externas do pós-guerra. Olha que eu nem estou falando dos perdedores, esses sim estão mais fud$%& ainda.
          É fato que a guerra é produto da incompetência ou divergência de meia duzia, que polarizam milhares pra servirem de bucha.

        • Raul Seixas

          4 de setembro de 2014 em 23:37

          Isso se você ver pelo ponto de vista governamental,eu estou fazendo uma análise do ponto de vista social/antropólogo.

      • Lobo Alfa

        4 de setembro de 2014 em 22:55

        o impressionante é que um vai descarregando o peso sobre o outro,lideres em seus oficias>>soldados>civis.
        quem se ferra muito são os civis,vide esses casos de estupro ,campos de concentrações e até as bombas de Hiroshima e Nagasaki(que foram lançadas em cidades que não tinha militares).

        • Raul Seixas

          4 de setembro de 2014 em 23:54

          A guerra afeta mais ao povo do que ao envolvidos(governantes e soldados) inclusive,jamais vi um governante dar a cara a tapas,sempre se escondem através dos “menores”,soldados,civis,generais e etc.

          • Badé Do Café

            6 de setembro de 2014 em 23:39

            como diz a musica B.Y.O.B “Nunca vi um presidente lutar numa guerra”

  23. Lobo Alfa

    4 de setembro de 2014 em 21:52

    O interessante é que o exercito soviético foi massacrado na guerra, foram 20 milhões de soviéticos mortos,então fica fácil de entender a retaliação deles para com os nazistas.

    • Everton Ferreira

      4 de setembro de 2014 em 23:06

      Não bem massacrado, pois apesar de terem mais baixas que os alemães, os russos venceram e expulsaram os alemães. Tanto que os primeiros a chegarem a Berlim foi o exército russo. Só que a tática de guerra deles é que era meio porralouca,tipo “nos ferramos mas vencemos.”

      • Iuri Benatti Godinho

        5 de setembro de 2014 em 15:11

        Tática da “terra arrasada”. E realmente, nao foram bem os russos que venceram os alemães, foi o inverno from hell que matou eles de frio. Naquela vez, a expressão cagando e andando nunca fez tanto sentido, pq c vc ficasse parado seu coco começa a congelar até chegar no c#, congelando tbm seu reto que entao quebrava e BAM hemorragia motherfocker!!! a mae russia no perdoa nao!

58 Comentários
mais Posts
Topo