Para pensar: Ensine a pescar

Quem não conhece alguém que é extremamente dependente de outrem, que não consegue resolver nada sozinho, que não assumiu o controle de sua própria existência?

Muitos ensinamentos de origem do tradicional pensamento chinês fundamentados por Lao Tse, podem servir muito bem de guia a uma pessoa que deseja viver a sua vida com plenitude pautada num pensamento lógico e de extrema organização social.

“Se queres matar a fome de alguém da-lhe um peixe. Mas se quiseres que ele nunca mais passe fome ensine-o a pescar.” (Lao Tse)

O provérbio acima é um dos mais conhecidos mundialmente, em suma, trazido para a nossa realidade com uma pitada de filosofia, ele nos remete que não adianta tratar os sintomas de uma sociedade patologicamente doente, devemos lidar direto com sua causa.

Um exemplo disso é alimentarmos um morador de rua, nem de longe estou dizendo que isto é errado, bem pelo contrário, mas infelizmente isto não vai evitar que amanhã ele tenha fome novamente!

O mesmo ocorre com tantos pais que fazem demasiadamente de tudo por seus filhos, com isso eles não se desenvolvem, não enfrentam problemas reais… não crescem.

Devemos ser eternos aprendizes, donos de nossas próprias vidas e responsabilidades e auxilar com carinho e compaixão aqueles que necessitam também aprender como fazê-lo.




Ensine a pescar!

01




02




03




04

  1. Geisi

    29 de outubro de 2015 em 14:35

  2. Lidya Hyuuga

    9 de julho de 2015 em 01:59

    Sou só eu q n leio o texto do inicio ou n? Juntem-se a mim esquadrão de preguiçosos q só leem a tirinha

  3. Matheus Bastos

    8 de fevereiro de 2014 em 13:11

    Faz sentido ._.

  4. Dionatan Felipe

    8 de novembro de 2013 em 16:59

    Faltou: se você quer salvar a etiópia desenvolva sua economia, se quiser mantê-la em seu controle apenas razoavelmente a alimente.

  5. Shun dlç

    6 de novembro de 2013 em 16:12

    É por isso que quem é nerd sempre passa as respostas para os outros alunos, pq assim eles nunca aprenderão a fazer as coisas sozinhos. Em vez de um nerd passar a resposta para os seus colegas de sala, ele deveria ensiná-los a fazer os exercícios…

    • Juliano

      12 de novembro de 2013 em 03:15

      menos concorrencia em vestibulares, concursos e empregos

    • Emmanov Kozövisck

      7 de novembro de 2013 em 15:07

      ISSO MESMO CARA. Sendo sincero, os meus amigos de sala de aula, quando eu termino um exercício, logo eles me procuram e dizem: “Me passe a resposta” ou mesmo furtam meu caderno para obtê-las. Mas eu digo: “Assim eu não serei seu amigo, e sim seu inimigo”. Eles nunca entendem a minha filosofia, mas eu imagino que quando eles estiverem desempregados ou com uma vida ruim sentirão a falta do exercício que não fizeram, e sim “colaram” de mim. É uma pena que eles não entendam que estudar e aprender não é cópia, que as lições não servem para seu professor dar um “Visto” e você ficar com uma nota positiva, mas sim para si mesmo. Por isso, ou eu não empresto o caderno (sou naturalmente egoísta com meus objetos de trabalho, ainda mais nesse sentido) ou ensino-os a fazer, exceto quando roubam meu caderno. ‘-‘

  6. Andre Viera

    6 de novembro de 2013 em 08:48

    ”Ensine o homem a religião e ele morrerá rezando pelo peixe.”

    • Dr. Sheldon Cooper

      6 de novembro de 2013 em 09:53

      Sua paráfrase também não faz sentido. Por que alguém iria rezar por um peixe? Normalmente uma reza implica que a pessoa que está rezando quer alguma satisfação própria ou intercede por alguém. Dificilmente uma pessoa com fome iria rezar para que os peixes (seu suposto alimento na ocasião) tivessem uma boa vida ou algo assim.

      • Emmanov Kozövisck

        7 de novembro de 2013 em 15:02

        Tu realmente não compreendeu a sátira da questão. O jovem acima fez uma crítica implícita sobre as religiões (já que não especifica qual) e você, como não sabe interpretar um texto corretamente, acusa-o de ter feito um texto sem sentindo, quando o seu encéfalo é que não o tem.

        • Dr. Sheldon Cooper

          7 de novembro de 2013 em 15:15

          Ah, meu caro amigo Nerd, será que vou ter que explicar o porquê de cada comentário meu. Assista The Big Bang Theory e saberá porque minhas interpretações dos comentários alheios saem sempre de maneira distorcida.
          Obs: Tô gostando de ver o vocabulário que está usando para falar comigo. Muito bem!

  7. Dawdson Bartelli

    5 de novembro de 2013 em 17:40

    Pena que esse provérbio poderá,não valer até 2050 🙁

  8. Dr. Sheldon Cooper

    5 de novembro de 2013 em 17:36

    É um provérbio bem interessante, mas a segunda versão não faz sentido: “Ensine-o a pescar e o alimentará pelo resto da vida”. Por que cargas d’água eu tenho que alimentar um pescador pelo resto da vida?

    A primeira versão também não faz sentido: “Se queres matar a fome de alguém da-lhe um peixe. Mas se quiseres que ele nunca mais passe fome ensine-o a pescar.”

    *O que acontece se eu ensinar um homem a pescar e o lugar que ele mora não tiver rios, lagos ou mar?
    *E se ele não quiser aprender?
    *E se ele não gostar de peixe.

    • Emmanov Kozövisck

      5 de novembro de 2013 em 20:25

      #ChupaRespondiàSheldoCooper.

      • Dr. Sheldon Cooper

        6 de novembro de 2013 em 01:22

        Eu sei que é você, Barry Kripke, não tente se camuflar usando este gatinho. Eu notei pela letra “a” craseada de forma errada e meu nome sem o “n”.

        • Emmanov Kozövisck

          6 de novembro de 2013 em 18:54

          Não, eu não sou o Barry Kripke. Eu sou algo muito pior do que isso. Eu sou o seu pior medo…

          • Dr. Sheldon Cooper

            6 de novembro de 2013 em 19:06

            Você é uma infestação de germes?

          • Emmanov Kozövisck

            7 de novembro de 2013 em 13:40

            Digamos que eu sou um pássaro com um cérebro desenvolvido que canta na janela de seu escritório notas completamente erradas só para deixá-lo escarlate de fúria e irritação. 🙂

          • Dr. Sheldon Cooper

            7 de novembro de 2013 em 15:18

            Seu… seu…
            [img]https://lh3.googleusercontent.com/b9y66tk5lqX-JMGTDjgZjBzg0iMFCbiEdpT0xxsqNRA=w286-h172-p-no[/img]

      • Wagner

        5 de novembro de 2013 em 20:37

        Depois te chamam de pseudo-intelectual e não sabe o motivo.

        • Emmanov Kozövisck

          5 de novembro de 2013 em 21:31

          Você aqui rapaz? Eu não sou pseudo-intelectual, só sou um homem sádico que gosta de fazer piada com os (possíveis) erros alheios. Mas a verdade é que eu gosto de boa parte das pessoas desta comunidade (exceto Estudante).

          • Wagner

            6 de novembro de 2013 em 08:32

            Mas é pseudo mesmo hein.
            Se reparar o perfil que o cara usa, perceberá que o comentário dele não teve nenhum erro.

          • Emmanov Kozövisck

            6 de novembro de 2013 em 18:54

            CARA, ok. Vou mudar meu nome de perfil para “BR desdentado”. Assim, acho que não aparentarei pelo perfil ser pseudo-intelectual.

    • Emmanov Kozövisck

      5 de novembro de 2013 em 19:10

      Toda afirmação tem exceção e uma possibilidade de ser falsa. Você pode afirmar que tu és homem, mas é impossível que eu comprove isso. Em um exemplo mais claro e menos degradante:

      Você diz: – A cor da maçã que não é a verde é vermelha.
      – Por quê?
      – Porque ela é vermelha, oras. Não vê?
      – E se eu e você formos daltônicos? Será que ela é vermelha?
      – Sim, pois a ciência deixa claro que a cor é essa.
      – E se todos os humanos forem daltônicos?
      – Isso é impossível, pois testes de laboratório definem quem é ou não daltônico.
      – E se as maçãs, na verdade serem ilusões plantadas por alienígenas para que nos pensássemos que a cor da fruta é vermelha?
      – …?
      Você pode achar que eu estou viajando, mas é um argumento válido. É impossível de se provar com 100% de certeza algo, acredite.

      • Dr. Sheldon Cooper

        6 de novembro de 2013 em 01:25

        Irrelevante. Seu comentário desnecessariamente extenso não está coerente com o que eu falei acima. Questionei apenas o provérbio e não a lógica da vida.

      • Dr. Sheldon Cooper

        6 de novembro de 2013 em 01:18

        Normalmente as pessoas dizem que eu sou maluco, mas minha mãe mandou me examinar e eu estou bem, pede para a sua mãe também, só para ter certeza que está tudo ok.

      • Terrorista

        5 de novembro de 2013 em 20:06

        Olha filho, dois pseudo-intelectuais.

        • Emmanov Kozövisck

          5 de novembro de 2013 em 20:25

          Dois pseudo-intelectuais: tu e o teu irmão.

        • Emmanov Kozövisck

          5 de novembro de 2013 em 20:24

          Olhe, um satirista imbecil estuprador de pensamentos e virgem. Gay.

      • Felino

        5 de novembro de 2013 em 19:48

        eu tenho certeza qe sou homem, num sei vosse…

        • Emmanov Kozövisck

          5 de novembro de 2013 em 20:24

          Como você tem certeza que é homem? Já verificou se seu pênis é real? Ele pode ser um implante alienígena extremamente realista. Você sabe, ehn? Não. Pelo que eu saiba você não pode sequer ter pênis…

          • Felino

            6 de novembro de 2013 em 11:59

            Eu tenho que ver? se quiser até apalpe e chupe agora morder, não pode ok?

          • Emmanov Kozövisck

            6 de novembro de 2013 em 18:53

            Não, obrigado. Não cheguei ao nível de ser gay, mas suponho que por sua resposta você é. É isso que ocorre quando se tenta, em uma conversa complexa, conversar com pessoas ignorantes que não conseguem se aprofundar no assunto e já xingam.

          • Felino

            6 de novembro de 2013 em 21:12

            kara tu começa a falar nesse papo que eu num tenho penis quer que eu reaja como??

          • Emmanov Kozövisck

            7 de novembro de 2013 em 13:39

            Ok cara, deixe para lá. Você não vai conseguir entender mesmo…

          • Dr. Sheldon Cooper

            6 de novembro de 2013 em 19:08

            Mas você também tá xingando um cara ali embaixo. Tô começando a ficar sem entender.

          • Emmanov Kozövisck

            7 de novembro de 2013 em 13:39

            Seu cérebro diminuto é incapaz de interpretar o meu texto. “É isso que ocorre quando se tenta, em uma conversa complexa, conversar com pessoas ignorantes que não conseguem se aprofundar no assunto e já xingam.” Ou seja, me zango quando tento, em assunto assunto sério dialogar e a pessoa ofende-me verbalmente. Agora quando o jovem escreve uma asneira, segundo minhas teorias o xingamento é livre, e se ele quiser ofender-me eu também aceitarei. Entendeu-me ou quer que eu desenhe?

          • Dr. Sheldon Cooper

            7 de novembro de 2013 em 15:24

            Bem, acredito que seu ponto de vista é válido, mas não para mim. Penso que no momento em que você começa a agredir outra pessoa com insultos, ela já ganhou por conseguir te irritar. Em certos momentos eu fico com raiva de mim mesmo por não resistir e partir para a ignorância fazendo referências desagradáveis às nádegas da mãe de quem me irrita.

          • Dr. Sheldon Cooper

            6 de novembro de 2013 em 12:09

            Boa resposta.

            [img]http://25.media.tumblr.com/tumblr_l99lcznmlp1qcczsno1_400.gif[/img]

          • Felino

            6 de novembro de 2013 em 13:43

            vlw

  9. Caretinha Ulrei

    5 de novembro de 2013 em 16:04

    Petralhada no approves. Bolsa-família que o diga.

  10. Gabriel Brischi

    5 de novembro de 2013 em 15:46

    sera algo necessario num apocsslipse zumbi caso vc tenha acesso ao mar
    #protocolobluehand

  11. Orochimaru - Dono

    5 de novembro de 2013 em 15:02

    Já li isso em algum outro lugar =|

  12. Lucas Rodrigues

    5 de novembro de 2013 em 14:18

    Nem preciso dizer muita coisa: uma ótima mensagem que nos faz refletir por vários minutos 🙂
    Espero que essa série continue, porque é muito boa ^^

  13. Baixista

    5 de novembro de 2013 em 14:06

    Belo post,cara!

  14. Romulo Souza

    5 de novembro de 2013 em 13:56

    “Ensine a pescar” Isso serve para o Bolsa Família, negar que ajuda muita gente é errado, mas acho que essa não é a maneira correta de ajudar as pessoas, acho bem melhor conseguir as coisas com o próprio esforço, vc olhar pra tal coisa e pensar “pô, conseguí isso com meu trabalho” é bem melhor, vc dá valor as coisas que batalha pra conseguir, depois que começei a trabalhar, tudo o que eu compro eu dou mais valor, tenho mais cuidado do que quando eu ganhava dos meus pais, acho que o governo em vez de dar dinheiro, deveria melhorar a situação dessas pessoas, melhorar a vida delas, dando educação, oportunidades de emprego, segurança etc.

    • Juliano

      12 de novembro de 2013 em 03:02

      Pior, tem gente que faz mais filho, para ganhar mais dinheiro com essas bolsas do Governo.

      • Juliano

        12 de novembro de 2013 em 03:04

        Não conseguem nem manter os que tem e “fabricam” mais, pq acham que o que ganham do governo é pouco, mas uma boca a mais para alimentar sai mais caro do que o que eles ganham.

        • Romulo Souza

          14 de novembro de 2013 em 15:40

          O que vc escreveu é verdade, tem gente que realmente arruma mais filho achando que vão ganhar mais com o bolsa família, é por isso que eu falo que isso é errado, o Brasileiro fica mal acostumado, depois aparecem ai falando que o povo brasileiro não quer trabalhar, é preguiçoso, mas quem vai querer trabalhar se pode ganhar dinheiro do governo de mão beijada?

    • Leonam

      6 de novembro de 2013 em 09:20

      A minha opinião que ao invés de bolsa família o governo deveria oferecer uma bolsa estudo, tipo, oferecer cursos em diversas áreas para que a pessoa estude e tenha algo a mais em seu currículo

      • Romulo Souza

        6 de novembro de 2013 em 13:27

        Verdade, parece que tem um tal de bolsa cultura ai, n sei se já está funcionando, pra se usar em teatros, comprar livros. revistas etc, esse eu concordo, acho uma boa ideia, mas e só R$ 50,00, deveriam aumentar esse valor, sei lá, uns 100, 150 estaria ótimo, dependendo do tipo de livro que vc gosta de ler vc n consegue comprar com 50 reais, os caras te dão 50,00 e ainda descontam 10% do teu salário, que benefício é esse que se tem que pagar pra ter? Não entendo muito, mas não é possível que com todo o dinheiro que o Brasil tem seja impossível dar uma vida digna para todo mundo, não estou falando em luxo, estou falando de uma situação que se pode chamar de vida, acho uma grande sacanagem um político que em alguns casos não fazem porcaria nenhuma ganhar mais de 12 mil, um presidente ganha 12 mil, deputados ganham 16.500, fora os benefícios que não são nada pouco, e o povo ficar o dia todo fora de casa, geralmente 5 dias por semana, sem falar nos que trabalham 6 ou 7 dias pra ganhar um salário de R$ 670,00 reais, pqp, ai vem gente falando que a culpa é do povo, que é burro e não sabe votar, mais burro ainda é quem fala isso, pq parece que aqui é impossível eleger alguém que realmente é verdadeiro e quer ajudar o país, nas campanhas, todos são lindos, prometem o céu e a terra, diz que vai melhorar tudo, é óbvio que o pessoal acredita, pois é isso que todo mundo quer, mas depois de eleito, os caras começam a mesma putaria de sempre, já não bastam os altos salários, ainda roubam mais e mais, e o povo como sempre se fudendo, nos matamos de trabalhar pra sustentar quem está cagando pra nós.

    • Soriano

      6 de novembro de 2013 em 08:30

      sem contar que vários usam o bolsa família para outro propósito

      • Romulo Souza

        6 de novembro de 2013 em 13:13

        Conheço gente que nem precisa, mas não sei como continua recebendo.

    • Adriano Saadeh

      6 de novembro de 2013 em 07:49

      Exatamente!

    • Terrorista

      5 de novembro de 2013 em 19:25

      Concordo.

    • Emmanov Kozövisck

      5 de novembro de 2013 em 17:36

      Parabéns pelo comentário.

  15. Felino

    5 de novembro de 2013 em 13:56

    se quiser salvar a vida de goku solte um kame-hame-ha por ele, mais se quer que ele salve a terra,
    ensine o kame-hame-ha a ele “mestre Kame”

  16. luiz Anms

    5 de novembro de 2013 em 13:36

    me lembra a saga do pequeno jesus que o nightsy fez.

  17. kurama yoko

    5 de novembro de 2013 em 13:03

    A sociedade moderna transparece a evolução da preguiça humana

    • Dr. Sheldon Cooper

      6 de novembro de 2013 em 10:01

      Oh! Sábias palavras, meu caro. Quer um chocolatinho?

      [img]http://stonegaze.files.wordpress.com/2011/07/vlcsnap-325768.png[/img]

  18. Estudante

    5 de novembro de 2013 em 12:56

    Se quiseres alienar alguém leve o à igreja.Mas se quiseres que ele aliene pessoas pro resto da vida faça-o ter uma igreja.

    • jhajá

      5 de novembro de 2013 em 17:05

      se quiseres ser idiota, esreva o que idiotas quere ler. mas se quiseres ser idiota pro resto da vida… bom, SEJA o estudante

      • patrick boaventura

        6 de novembro de 2013 em 23:12

        Usuário há ontem (05/11/2013)

        Fiz certo? 😀

      • jhajá

        5 de novembro de 2013 em 17:07

        ESCREVA!!!

    • Bonecão do Posto

      5 de novembro de 2013 em 16:08

      legal fera, continue assim e vc prova cada vez mais o quanto vc é retardado

    • Um qualquer

      5 de novembro de 2013 em 15:55

      Legal fera. Continue assim e logo logo você chega ao nível de imbecilidade do seu ídolo, o Satirista.

    • Greg

      5 de novembro de 2013 em 15:00

      Felo da puta porqe falou issu cara, purke
      [img]http://acertodecontas.blog.br/wp-content/uploads/2012/03/Valdemiro-Santiago.jpg[/img]

    • Terrorista

      5 de novembro de 2013 em 13:29

      Herege

    • Adriano Saadeh

      5 de novembro de 2013 em 13:28

      uAHUahuAHUahuAH

      • Estudante

        5 de novembro de 2013 em 13:56

        Editor há 1 semana (26/10/2013)

        • Adriano Saadeh

          5 de novembro de 2013 em 19:22

          hein?

  19. Ana paulla ***

    5 de novembro de 2013 em 12:53

    Achei o tema bem interessante… ótimo post!!

    • Adriano Saadeh

      5 de novembro de 2013 em 13:28

      xD

  20. Altair Ibn-La'Ahad

    5 de novembro de 2013 em 12:47

    Os asiáticos vieram de um universo paralelo nos uma importante lição:
    “Não dê um play4k pra alguém, faça o infeliz trabalhar por um ano inteiro economizando para sair do país e viver em um lugar onde os impostos sejam razoáveis e valham à pena”
    Amo de paixão essa série para pensar, eu às vezes me sinto dependente, por isso vou sair de casa no final do ano e morar sozim, assim ou eu aprendo a viver ou morro de fome ._.

    • Adriano Saadeh

      6 de novembro de 2013 em 07:49

      Espero que não morra de fome por minha culpa
      hauhauhuahauh

      • Juliano

        12 de novembro de 2013 em 03:07

        Se ele morrer de fome, vamos abrir um processo contra o Adriano Saadeh
        hauhuhauhauh

    • Terrorista

      5 de novembro de 2013 em 13:29

      Então você vai morrer de fome…

      • Altair Ibn-La'Ahad

        5 de novembro de 2013 em 14:38

        legal XD melhor doq morrer com uma vara enfiada no anus q nem vc seu estuprador de pensamentos ._.

        • Emmanov Kozövisck

          5 de novembro de 2013 em 17:35

          “Estuprador de pensamentos”, “Morrer com uma vara enfiada no cu”? Nossa cara, que maldade com o Satirista…

          Eu concordo plenamente, mas acho que poderia ter sido mais ofensivo ainda. 🙂

          • Altair Ibn-La'Ahad

            5 de novembro de 2013 em 20:44

            Peraí, to fazendo novas pesquisas sobre ofensas com sarcasmos sádicos dignos de psicopatas esquizofrênicos ao lado de Orochimaru, Joffrey Barathecornon, Dexter e o carinha da série ralada do motel ._.

        • Terrorista

          5 de novembro de 2013 em 15:12

          – Porra Justin Bieber, seu cabelo tá ótimo, como você faz?
          – Pinto de preto
          – Me passa o nome da tinta!
          – Não tem tinta não

          • Bonecão do Posto

            5 de novembro de 2013 em 16:09

            graçadu, naum çei ainda comu voçe naum eh comedianti

          • Terrorista

            5 de novembro de 2013 em 16:44

            Mas eu sou.

        • Greg

          5 de novembro de 2013 em 15:02

          kkkkkkkkkkk Calma pessoal , estao excitados demais

          • Lucas Rodrigues

            5 de novembro de 2013 em 15:12

            “estão excitados demais” kkkkkkkkkkkkkkk

85 Comentários
mais Posts
Topo