O partido dos Panteras Negras

O ser humano, infelizmente, é um ser cheio de preconceitos, mas atualmente esse tipo de pensamento estupido esta diminuindo em nossa sociedade e pessoas de diferentes credos, opções sexuais e cor, conseguem viver em certa paz, porém tudo era diferente no passado.




Negros de um lado, brancos de outro

black-white-hands

Durante maior parte do século passado, nos EUA, houve uma espécie de apartheid, onde os negros e brancos faziam tudo e viviam em lugares separados, vivendo numa falsa sociedade igualitária. Obviamente os negros não se contentavam com essa discriminação e sua luta por direitos iguais foi longa e dolorosa.

E como a polícia era branca nos EUA naquela época, os negros acabavam sofrendo abuso da autoridades e para evitar que tal coisa continuasse acontecendo, surgiu o:




Partido dos Panteras Negras

41

Essa sociedade foi feita para proteger os negros e também lutar por seus direitos.

Eles possuíam uma espécie de dez mandamentos, conhecidos como o Programa dos Dez Pontos, que pedia igualdade, liberdade, compensação pelos abusos e algumas outras coisas que eles achavam que seriam importantes para a igualdade negra.

Só que essa luta por seus direitos começou a esquentar e deixou as palavras de lado, fazendo com que as armas entrassem em campo. A coisa ficou feia, que tiroteio entre negros, brancos e a polícia eram coisas normais nos EUA. Infelizmente essas batalhas sempre envolviam os Panteras Negras, que acabaram perdendo seu foco principal, que era lutar pelo negros e não fazer os negros lutarem.




A Olimpíada

6979

Em 1968, ocorria a Olimpíada no México. Engraçado que mesmo menosprezando os negros dentro do país, os EUA não deixavam de usar as habilidades esportivas deles. Sendo assim, o time americano naquela disputa era dividido entre a equipe negra e a branca, todos ganhando medalhas para o mesmo país, mas lutando sob bandeiras diferentes.

Chegou uma hora em que os negros perderam a paciência com aquilo tudo e resolveram protestar para valer. Só que o comitê olímpico proíbe, com pena de banimento do esporte, protestos políticos de qualquer tipo. Mesmo assim, Tommie Smith e John Carlos, vencedor e terceiro colocado nos 200 metros rasos, pouco se importaram com as regras e subiram ao pódio, mas não para comemorar e sim para protestar, criando uma das mais famosos imagens da história:

july_2008_1968_olympic_protest




tumblr_m8p76jbH6M1qcihbgo1_500

O punho fechado e levantando era o comprimento característico dos Panteras Negras e o mundo inteiro assistiu aquilo. Os dois acabaram sendo banidos, até mesmo da vila olímpica, mas despertam em seus colegas negros o espírito de luta e diversos outros protesto foram feitos durante os jogos.

Esse pequenos gesto, com grande significado, foi mais um combustível para a luta dos negros nos EUA. E como todo mundo sabe, eles conquistaram seus direito e os Panteras Negras acabaram sendo extintos nos anos 80, mas foram importantes na luta contra o racismo. Ajudando e protegendo os negros em sua época mais necessitada.

Siga Diego Martins no Google+: gplus/diegomartins

Ou adicione no Facebook: http://www.facebook.com/diegominilua

Faça parte de nosso grupo: http://www.facebook.com/groups/188760724584263/

  1. Caretinha Ulrei

    23 de maio de 2013 em 17:29

    Curto sempre o Minilua, sou fá do site, mas nesta matéria espeificamente vou ter que discordar e espero que o site seja democrático e imparcial ao aceitar toda forma de expressão. Na minha visão do acontecido, eles levantarem o punho em plenas olimpíadas soa tão racista quanto se alguém fizesse a saudação nazista. É como se um nazista tivesse dizendo “tenho orgulho de ser branco” e o negro dizesse “tenho orgulho de ser negro”. Sou contra qualquer forma de extremismo, racismo, fanatismo e intolerância.

    • Mega Snow

      25 de fevereiro de 2016 em 14:59

      A uma grande diferença entre a frase “tenho orgulho de ser branco” para a frase “tenho orgulho de ser negro. Durante a maior parte da história os negros foram submetidos. O Brasil é um grande exemplo, foram quase 400 anos de escravidão para os negros, sem contar os reflexos que elas trouxeram para a sociedade, uma das grandes responsáveis pelo surgimento das favelas, os negros foram libertados sem assistência nenhuma.
      A beleza negra é muito esquecida na sociedade, visto que o padrão de beleza sempre foi a “branquinha de olhos claros” ou o “branquinho de olhos claros”, tudo isso influenciado por causa da Europa, que dominou o mundo. Entenda bem, não estou dizendo que pessoas brancas não são bonitas, muito pelo contrário, mas acontece que a beleza negra é apagada, por exemplo o cabelo crespo que é considerado por muitos como “cabelo ruim”. Então é certo sim que as pessoas negras tenham muito orgulho de serem negras, diferente das brancas, ou você acha que na nossa sociedade um cabelo liso é sinônimo de cabelo ruim? Ou você acha que com toda a humilhação que esses atletas sofriam no país deles, eles não podiam protestar e mostra que não importa o que fizessem, eles ainda tinham orgulho de serem negros? Lembrando que igualdade e superioridade são coisas bem distintas.

  2. Hannya Belgraff

    23 de maio de 2013 em 08:06

    é muito bonito condenar o preconceito racial e falar desse defeito da humanidade e em outra materia ridicularizar uma religião, como acontece sempre nas tirinhas, eu chamo isso de ipocrisia.

  3. Lucas Rodrigues

    21 de maio de 2013 em 06:36

    Não sabia dessa história. Infelizmente o preconceito racial ainda existe :/

  4. Mime

    20 de maio de 2013 em 22:52

    hmm ate hoje esse preconceito acontece, seja na rua, restaurantes, shoppings, escola principalmente, é como diz o texto uma falsa sociedade igualitária, e isso nunca vai acabar.. e só acaba se nao houver uma das raças

  5. Shun dlç

    20 de maio de 2013 em 18:33

    Lol, meu professor tava falando sobre isso semana passada…

  6. Li Syaoran

    20 de maio de 2013 em 16:54

    Vocês sabiam que foi só este ano em que ocorreu a primeira formatura de ensino médio com brancos e negros na Geórgia? Sim isso mesmo que você leu: até o começo desse ano as formaturas escolares da Geórgia separavam alunso brancos de negros.

    • Li Syaoran

      20 de maio de 2013 em 16:59

      *alunos

  7. SerjTankian

    20 de maio de 2013 em 16:31

    Interessante, tá aí uma parte da história que eu não sabia…

  8. Tidus FFX

    20 de maio de 2013 em 16:23

    \o o/ o/

10 Comentários
mais Posts
Topo